Escolha uma cor para o fundo:  

Carta Aberta aos Judeus de Toda a Parte

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Os cristãos nascidos de novo são seus melhores amigos neste mundo — Conheça nossas preocupações com relação ao seu futuro imediato.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Sabemos que você não concorda com nossas crenças e que muitos de vocês são extremamente antagônicos contra qualquer um que tente abordá-lo com este ponto de vista. No entanto, pedimos amavelmente que examine o mérito do que temos a dizer.

Os recentes ataques ao World Trade Center em Nova York e ao Pentágono em Washington por terroristas muçulmanos estão rapidamente balançando o pêndulo da opinião mundial a uma posição nunca antes vivida pelo moderno Israel. Os EUA quase que literalmente declararam guerra contra os que perpetram esses atos hediondos e isso significa que seu mais poderoso aliado não mais insiste em diversas restrições políticas que anteriormente adotava, enquanto Israel tenta lidar com o seu próprio tipo de terroristas muçulmanos. Inúmeros analistas políticos fizeram essa observação e os fatos falam por si mesmos. Os inimigos declarados de Israel subitamente se tornaram o foco de uma crescente coalizão de nações e a possibilidade de ajuda é, sem dúvida, doce para aqueles que têm sido vítimas do terrorismo por décadas. Novamente a cortina escura do medo e do desespero que periodicamente recai sobre o povo de Israel devido ao ódio anti-semita ergueu-se um pouco, revelando uma ponta de esperança.

Acreditamos que Israel sairá de tudo isso plenamente vitorioso! Estamos certos que os eventos estão caminhando depressa rumo ao que irá, por fim, provar ser a maior vitória militar já alcançada por aquela pequena nação. Mais uma vez Davi conquistará Golias, mas dessa vez Davi não estará sozinho, nem trará uma simples funda como arma. Entretanto, (e eis o ponto delicado que queremos enfatizar) estamos certos que por meio desse evento, Satanás manipulará Israel e os judeus de todo o mundo para levá-los a uma posição em que darão as boas-vindas e receberão um falso Messias.

Prevemos que em algum momento da guerra que agora toma forma, Jeová Deus intervirá em favor de Israel novamente (assim como acreditamos que fez repetidamente nas quatro guerras após o ressurgimento de Israel como nação) e o livrará daquilo que parecerá, naquele tempo, ser uma derrota garantida. E, do meio da poeira e das cinzas da conflagração surgirá um homem que realizará milagres aos olhos de todo o mundo (provavelmente por meio da CNN) e afirmará ser o Messias de Israel — o verdadeiro responsável pelo seu livramento na guerra.

Apelamos que a liderança espiritual do judaísmo reexamine cuidadosamente o livro de Daniel, capítulo 9, versículos 26 e 27, onde o inspirado profeta de Deus fala a respeito do "príncipe que há de vir". Sustentamos que esse homem assumirá o poder e confirmará um "pacto" firmado com Israel por "uma semana" — o período de sete anos da "angústia de Jacó" — que alguns rabinos afirmam que já começou. Esse homem afirmará ser o Messias que os judeus esperam há tanto tempo em sua história nacional; no entanto, os eventos provarão que se trata do Anticristo bíblico.

Os três últimos milênios da história mundial mostraram que o povo judeu é, sem dúvidas, a população mais perseguida e maltratada da terra. Por que isso acontece? O que há com esse grupo étnico relativamente pequeno que o torna tão propício a ser vítima do ódio — não importa onde viva? A resposta típica é geralmente vista através da ótica da cristandade católica romana: ele rejeitou e assassinou seu verdadeiro Messias, Jesus Cristo, e Deus o está punindo por isso.

Há certa verdade bíblica nessa visão, mas lembre-se que Jesus foi julgado por uma corte romana, crucificado em uma cruz romana, com soldados conduzindo a execução, e colocado num sepulcro vigiado por tropas romanas de elite. A crucificação de Jesus foi tanto de responsabilidade dos judeus quanto dos pagãos.

Outra razão para o anti-semitismo histórico tem a ver com o próprio Satanás. Ele odeia Deus de todo o seu coração e, como Deus escolheu Israel para ser o povo através do qual o Messias viria, herdou a ira do demônio — um ódio sobrenatural com uma intensidade que não pode ser explicada em termos meramente humanos! Nenhuma outra explicação sequer chega perto ao descrever as razões por trás dos Adolf Hitlers deste mundo ou do ódio que os fundamentalistas islâmicos sentem pelos judeus. Não insinuamos que os muçulmanos estejam sozinhos no seu ódio contra os judeus, porque isso simplesmente não é verdade. A triste realidade é que o anti-semitismo é desmedido no mundo — mesmo entre as pessoas na "cristandade". No entanto, o fiel verdadeiramente nascido de novo possui o Espírito Santo habitando em nele e, portanto, ama o povo judeu naturalmente, e ama e apóia Israel.

"Se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis".

Então o que estamos tentando dizer? Simplesmente isto: Deus não acabou de lidar com Israel e, de acordo com as Escrituras, irá purificá-lo pelo fogo da adversidade. O "tempo de angústia para Jacó" [Jeremias 30:7] nunca foi cumprido e, dessa forma, ainda precisará ser enfrentado pelos judeus. Nos anos que estão conduzindo a essa terrível época de julgamento, os judeus estão sendo levados de volta à sua terra ancestral em números cada vez maiores. E temos todos os motivos para crer que cada um dos eventos que estão acontecendo agora farão sua parte para eventualmente apresentar um falso Messias a eles — um homem que, sem dúvidas, realizará milagres e "cumprirá" todas as profecias messiânicas necessárias para convencer até mesmo o mais cético rabino ou estudioso ortodoxo. Eles acreditarão que a era dourada do milênio chegou e que seu "Messias" lhes dará um grau de tratamento benevolente não experimentado desde os dias de Salomão. A paz finalmente prevalecerá e eles "morderão a isca, o anzol e a linha" — reunindo-se novamente em Israel às centenas de milhares.

Em algum momento durante essa alegre fase inicial, acreditamos que a Rússia e seus aliados tentarão invadir Israel, que estará vivendo em "aldeias não muradas" [Ezequiel 38:11], uma metáfora para um povo que vive em paz. No entanto, Jeová Deus protegerá Israel, destruindo os invasores "nos montes de Israel" [Ezequiel 39:4] e, sem dúvida, o falso "Messias" reivindicará o mérito! É claro que isso apenas aumentará sua credibilidade e, como resultado, um número ainda maior de judeus retornará à sua terra — o que é exatamente a intenção do plano do Diabo para finalmente exterminá-los por completo!!! Sua presente diáspora torna impossível para qualquer um matar todos os judeus espalhados pelo mundo. Portanto, é óbvio que concentrá-los nas fronteiras de Israel será necessário para que o plano tenha alguma chance de sucesso. Os Illuminati restituíram Israel à sua terra para que, quando todos os judeus ao redor do mundo deixarem suas casas nos países em que vivem e retornarem a Israel, possam aniquilá-los a todos!

O mal finalmente será exposto quando esse homem cometer a "abominação desoladora" de Daniel 11:31. Então os olhos espirituais de Israel se abrirão para a verdade e o povo terá de fugir para salvar sua vida, sendo caçado e morto como um animal [Zacarias 13:8-9 e Apocalipse 12:6-17].

Estes eventos previstos são pavorosos de contemplar, mas sinceramente acreditamos que esse falso super-homem "firmará aliança com muitos" [Daniel 9:27] em um futuro muito próximo. Se estivermos corretos em nossa compreensão da profecia bíblica, Israel está à beira de um conflito final com as nações que são seus inimigos tradicionais e irá literalmente — com o auxílio de Deus, é claro — eliminá-los da face da terra para ocupar o território desde a Síria, no norte, até o Egito, ao sul, estendendo-se longitudinalmente desde o Mediterrâneo até o Golfo Pérsico. Jeová prometeu a Abraão e à sua descendência essa terra e até hoje Israel nunca a ocupou por completo. É bem provável que os EUA e seus aliados estarão envolvidos nesse conflito, com o objetivo de obter acesso irrestrito às reservas de petróleo atualmente controladas pelas nações muçulmanas — mas não temos absoluta certeza se os EUA sobreviverão. Por mais que detestemos pensar sobre isso, certos escritos ocultistas indicam que os EUA foram originalmente criados como uma nação cuja ave nacional era a "Fênix" egípcia — uma ave mítica ocultista que provoca voluntariamente sua própria morte, arde em chamas, e então reduz-se às cinzas; entretanto, das cinzas da Fênix morta, surge outra Fênix.

Uma vez que as metas do plano forem atingidas, os EUA poderão ser destruídos numa conflagração violenta e reduzidos às cinzas para que, dessas cinzas, a Nova Ordem Mundial, o reino do Anticristo, possa surgir. Será essa a razão pela qual Hillary Clinton e outros tenham recentemente sido vistos usando broches com uma ave Fênix em público? [Leia os artigos N1259 e N1354 (não traduzidos) para saber mais detalhes sobre o significado desse broche.].

Chegamos ao ponto da história americana que a autora ocultista Elizabeth Van Buren alertou em seu livro The Secrets of the Illuminati? Veja a advertência aos colegas ocultistas, tendo em mente que ela se refere aos EUA como a Nova Atlântida:

"Chegamos num momento em que muitos americanos, como novos atlantes, estão ouvindo o chamado: Saia! O tempo é curto! Construa sua arca e carregue-a, como semente para a época futura, com tudo o que é digno do Novo Mundo! Leve o sonho de uma Irmandade de Homens consigo, pois foi seu país que deu os primeiros passos rumo a esse ideal. Nada está perdido e nada de bom pode perecer na terra. Há apenas mudança. Não tema, pois das cinzas da Nova Atlântida surgirá em muitas partes do mundo um povo consciente de sua Unidade com a Atlântida e com a América. Eles ajudarão a criar uma democracia de estados mundiais sob um governo que reinará globalmente com Amor e Sabedoria. O Plano da Fraternidade Branca prossegue!" [Publicado em 1982].

Aqui está sendo dito aos ocultistas americanos para criarem sua arca espiritual, na qual escaparão da destruição que em breve virá sobre essa Nova Atlântida — os EUA. Van Buren até mesmo usa a palavra "cinzas" para descrever a destruição flamejante do país. O alerta de Van Buren está sendo reiterado aos ocultistas de todo o mundo agora que a conflagração da ave Fênix está prestes a ocorrer!

Os EUA Poderão Ser Destruídos, mas Deus Defenderá e Preservará Israel

Aos descendentes de Abraão, Isaque e Jacó oferecemos nosso amor e pedimos que prestem atenção ao que dizemos. Nossa intenção não é insultar, mas exortá-los a considerar atentamente todas as profecias a respeito do Messias e depois compará-las com a vida e o ministério de Jesus Cristo. Nossos estudiosos da Bíblia dizem que Jesus de Nazaré cumpriu mais de trezentas profecias distintas do Antigo Testamento referentes ao Messias de Israel! Isaías 53 — um texto de conteúdo claramente messiânico — diz o seguinte na versão da Sociedade Bíblica Trinitariana:

Isaías 53:1-12"Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR? Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos. Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos. Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. Da opressão e do juízo foi tirado; e quem contará o tempo da sua vida? Porquanto foi cortado da terra dos viventes; pela transgressão do meu povo ele foi atingido. E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca. Todavia, ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando a sua alma se puser por expiação do pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias; e o bom prazer do Senhor prosperará na sua mão. Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo, o justo, justificará a muitos; porque as iniqüidades deles levará sobre si. Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores."

O Messias tem de morrer em sacrifício ("uma oferta pelo pecado") pelos pecados do povo de Isaías — os judeus — de acordo com essa passagem das Escrituras. Advertimos que em breve um homem surgirá e afirmará ser esse indivíduo longamente esperado. Ele surgirá em meio à euforia e realizará milagres, fazendo descer fogo dos céus e operando muitos outros sinais e maravilhas. Apresentará suas credenciais, por assim dizer, à liderança rabínica e os convencerá de sua legitimidade por meio de sua engenhosidade — mesmo que precise ir ao ponto de simular sua própria morte e "ressurreição" — para concretizar a enganação. E, de acordo com as profecias encontradas no Novo Testamento cristão, ele será bem sucedido nessa enganação, pois Israel o abraçará como o Messias. A emoção e o júbilo se espalharão quando os judeus obedientes puderem reconstruir um lugar de adoração (talvez um templo, ou um tabernáculo, no mínimo) e começarem a oferecer sacrifícios de sangue novamente pela primeira vez em quase 2.000 anos! A paz finalmente estará próxima e a era dourada de Israel, longamente prometida na profecia bíblica, começará — ou parecerá ser isso.

Reiteramos que esse homem será Satanás encarnado e que suas verdadeiras identidade e intenção não serão reveladas até a metade dos sete anos do período de Tribulação, quando ele entrará no Santo dos Santos do templo ou do tabernáculo e o contaminará, provavelmente exigindo ser adorado como deus! Isto, acreditamos, será a "abominação desoladora" da profecia de Daniel [Daniel 11:31, Mateus 24:15].

Novamente, nossa motivação para dizer tais coisas é pura e desejamos a todos os judeus, onde quer que estejam, somente o melhor. Pedimos desculpas por aqueles dentro da "cristandade" que são evidentemente anti-semitas, na esperança que seu coração coletivo possa perdoá-los. Nossas crenças fundamentais estão baseadas, ao menos em parte, em escritos que vocês não aceitam e sabemos de sua forte resistência a elas, mas sentimos que se ficássemos calados, estaríamos cometendo o pecado da omissão, deixando de advertir alguém de um perigo iminente.

E, para não sermos acusados de ódio contra os muçulmanos do mundo, queremos deixar claro que os cristãos genuínos também não os odeiam! Os verdadeiros seguidores de Jesus Cristo não odeiam a ninguém e apenas desejam que todos os homens o reconheçam como sendo Deus em carne e venham a ele para alcançar a salvação eterna. Acreditamos de todo nosso coração que o verdadeiro Messias de Israel já veio na pessoa de Jesus Cristo, e não foi reconhecido e nem recebido pela nação, mas retornará triunfantemente no final da "angústia de Jacó" para receber os sobreviventes em seu reino eterno.

Que dia glorioso será esse! "Ouve, Israel, o SENHOR nosso Deus é o único SENHOR." [Deuteronômio 6:4]. Shalom.

Se por acaso você leu estas palavras até aqui e percebeu que somos sinceros, exortamos que considere o convite padrão que fazemos no final dos nossos artigos. Ele é descaradamente cristão e, portanto, repugnante àqueles que passaram suas vidas acreditando que somos seus inimigos, mas tudo o que pedimos é que você o leia inteiro — selecione o link "Página da Salvação" e leia tudo o que dizemos lá. Depois, considere seriamente a vida e o ministério de Jesus de Nazaré e compare com as profecias messiânicas encontradas na Torá. É nossa firme convicção que um estudo honesto e objetivo revelará que Jesus cumpre todos os critérios requeridos para o Messias judaico. Cada um de nós na Cutting Edge Ministries/A Espada do Espírito experimentou pessoalmente um renascimento espiritual, recebendo Jesus como Senhor e Salvador, e desejamos de todo nosso coração que vocês também possam ser persuadidos. Temos uma afeição por vocês que não pode ser explicada de nenhuma outra maneira.

Prossiga, por favor...



Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Tradução: Eduardo Perez Neto
Data de publicação: 14/11/2001
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1570.asp