Escolha uma cor para o fundo:  

Os Cavaleiros de Colombo — "O Braço Forte da Igreja Católica Romana"

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

A maioria das pessoas considera os Cavaleiros de Colombo um inofensivo grupo de homens católicos que gostam de diversão e de um pouco de bebida; entretanto, há um núcleo interno dos Cavaleiros de Colombo que é tremendamente sério e perigoso.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


De acordo com a organização oficial Cavaleiros de Colombo:

"Os Cavaleiros de Colombo foram fundados em 1882 por um pároco de 29 anos, padre Michael J. McGivney, no porão da Igreja de Santa Maria, em New Haven, Connecticut. Hoje, mais de um século depois, os Cavaleiros de Colombo tornaram-se a maior organização de leigos da Igreja Católica. A Ordem vem sendo chamada de 'o braço forte da Igreja' e já foi elogiada por papas, presidentes e outros líderes mundiais, por dar suporte aos programas de evangelização da igreja, pela educação católica, por envolvimento cívico e ajuda aos necessitados. Em 1992, a Madre Teresa de Calcutá elogiou os Cavaleiros em um discurso por ocasião do recebimento do primeiro prêmio Gaudium et Spes, dos Cavaleiros de Colombo." [ênfase adicionada].

Os membros dos Cavaleiros de Colombo são caracterizados como um grupo forte de católicos, que não só protegem os direitos dos católicos em toda a parte, mas de todos os homens, como mostra a seguinte gravura:

Os Cavaleiros de Colombo são agora retratados como "patrióticos" em seu sítio oficial na Internet. Veja:

Caridade, Unidade, Fraternidade e Patriotismo:

"Os Cavaleiros de Colombo são homens compromissados a exemplificar a caridade, unidade, fraternidade, patriotismo e defesa do sacerdócio. A Ordem é consagrada à Bendita Virgem Maria. A Ordem é inequívoca em sua lealdade ao papa, o vigário de Cristo na Terra. É firmemente compromissada com a proteção à vida humana, da concepção até a morte natural, e com a preservação e defesa da família. Foi com base nestes princípios fundamentais que a Ordem foi fundada um século atrás e ela permanece leal a eles hoje."

Vamos repetir a última declaração, pois ela involuntariamente revela a verdade acerca dos Cavaleiros de Colombo:

"Foi com base nestes princípios fundamentais que a Ordem foi fundada um século atrás e ela permanece leal a eles hoje."

Por sua própria admissão, eles possuem hoje a mesma agenda que tinham no princípio. Em 1913, um jornal anticatólico chamado The Menace (A Ameaça) imprimiu o artigo a seguir, que contém o Juramento de Iniciação feito por todos os membros da organização Cavaleiros de Colombo. Deixaremos que o próprio leitor decida se essa organização é "patriótica" ou, ao contrário, se é um perigo para as liberdades que existem neste país e uma ameaça a todo cristão verdadeiro! Observe que essa organização promete extrema lealdade ao papa, sobre e acima de qualquer lealdade aos líderes do país, ou à Constituição.

Por esta razão, um congressista fez constar este juramento de iniciação nos Arquivos do Congresso, em 15 de fevereiro de 1913. Naquele tempo, nossos líderes sabiam que tipo de perigo os Cavaleiros de Colombo representavam para o governo livre e constitucional dos EUA.

(Extraído de The Menace, No. 99, 8 de março de 1913.).

"Algumas curiosas acusações, cartas, exibições e informações adicionais sobre a questão do romanismo estão expostas para a contemplação do mundo no muito esclarecedor e instrutivo relato da agora famosa controvérsia Butler-Bonniwell, publicada nos Arquivos do Congresso de sábado, 15 de fevereiro de 1913. Talvez o mais curioso e interessante disso tudo seja o compromisso, que reimprimimos abaixo exatamente como ele aparece nos Arquivos do Congresso:

Juramento dos Cavaleiros de Colombo

"Eu, _______________, agora na presença do Deus Todo-Poderoso, da bem-aventurada Virgem Maria, do bem-aventurado São João Batista, dos santos apóstolos São Pedro e São Paulo, de todos os santos, das hostes sagradas dos céus e de ti, meu pai espiritual, o Superior Geral da Companhia de Jesus, fundada por Santo Inácio de Loyola, durante o pontificado de Paulo III e continuada até hoje, pelo ventre da Virgem Maria, Mãe de Deus, e pelo cetro de Jesus Cristo, declaro e juro que Sua Santidade, o papa, é o vigário de Cristo e o único e verdadeiro chefe da Igreja Católica ou Universal em toda a Terra, que em virtude das chaves para abrir e fechar, dadas à Sua Santidade por meu Salvador Jesus Cristo, tem ele poder para depor os reis, príncipes, estados, comunidades e governos hereges e fazer com que eles sejam seguramente destruídos."

"Destarte, com todas as minhas forças, defenderei esta doutrina, os direitos e costumes de Sua Santidade contra todos os usurpadores heréticos ou autoridades protestantes, especialmente os da Igreja Luterana da Alemanha, Holanda, Dinamarca, Suécia e Noruega e a agora pretensa autoridade das igrejas da Inglaterra e da Escócia, dos calvinistas, dos mesmos agora estabelecidos na Irlanda e no continente americano, e em qualquer outra parte, e todos os aderentes a quem se considera hereges e usurpadores, inimigos da Santa Madre Igreja de Roma."

"De agora em diante renuncio e desconheço qualquer compromisso assumido com qualquer rei, príncipe ou estado herege, chame-se protestante ou progressista, e à obediência a qualquer uma de suas leis, magistrados ou oficiais."

"Declaro também que as doutrinas das Igrejas da Inglaterra e Escócia, dos calvinistas, huguenotes e outras de nomes protestantes ou maçônicas são amaldiçoadas e assim todos aqueles que não as abandonam."

"Declaro igualmente que ajudarei, assistirei, assessorarei a todos e a qualquer agente da Sua Santidade em qualquer lugar em que eu esteja, seja na Suíça, Alemanha, Holanda, Irlanda ou América ou em qualquer outro reino ou território aonde eu vá e farei tudo o que puder para extirpar as doutrinas heréticas, protestantes ou maçônicas e para destruir os seus pretensos poderes legais e de qualquer outra natureza."

"Prometo e declaro que, embora me seja permitido figurar como membro de qualquer religião herética com o fim de propagar os interesses da Santa Madre Igreja, guardarei segredo e não revelarei os conselhos dos agentes, seguindo suas instruções, não os divulgarei direta ou indiretamente por palavras, escritos, ou qualquer outro modo, não agindo senão para ajudar tudo que me seja proposto, pedido e o que me for ordenado por ti, meu pai espiritual, ou por qualquer um desta sagrada ordem."

"Declaro mais e prometo que não terei opinião nem vontade própria, nem reserva mental alguma, mas que, como um cadáver, obedecerei sem hesitação a cada uma das ordens que receber de meus superiores na milícia do papa e de Jesus Cristo."

"Prometo que irei a qualquer lugar ou parte do mundo aonde me enviarem, às regiões geladas do norte, às selvas da Índia, aos centros da civilização na Europa ou às habitações dos selvagens na América, sem murmuração ou queixa, e que serei submisso a tudo que me for ordenado."

"Prometo e declaro também que farei, quando me for apresentada oportunidade, guerra implacável, secreta ou abertamente, contra todos os hereges, protestantes ou maçons, como me for ordenado fazer para extirpá-los da face da Terra, que não levarei em consideração idade, sexo, ou condição, que enforcarei, queimarei, arrasarei, esfolarei, estrangularei e enterrarei vivos esses infames hereges, que abrirei o ventre das suas mulheres e esmagarei a cabeça de seus filhos contra as paredes, a fim de aniquilar sua execranda raça. Que quando isso não puder ser feito de forma aberta, empregarei secretamente a taça de veneno, o cordão de estrangulamento, o aço do punhal, ou a bala de chumbo, sem ter consideração com a classe, dignidade ou autoridade das pessoas, quaisquer que sejam suas condições na vida pública ou privada, como a qualquer tempo me for ordenado pelos agentes do papa ou pelo superior da irmandade do santo papa, ou superior da irmandade do santo padre da Sociedade de Jesus."

"Para confirmar isso, consagro minha alma e todas as minhas forças físicas e com o punhal que recebo agora, escreverei meu nome com sangue em testemunho a este juramento, e se manifestar falsidade ou tibieza em minhas determinações, podem meus irmãos camaradas, os soldados da milícia do papa, cortar as minhas mãos e meus pés, cortar minha garganta de uma orelha até a outra, abrir meu ventre e dentro dele queimar enxofre e aplicar-me todos os castigos imagináveis e que a minha alma seja torturada pelos demônios nas chamas infernais para todo o sempre."

"Que sempre preferirei dar o meu voto a um Cavaleiro de Colombo do que a um protestante, especialmente a um maçom, e que farei com que todo o meu partido faça o mesmo, e se dois católicos estiverem disputando, verei qual é o mais devoto à Santa Igreja e darei a ele o meu voto."

"Não negociarei nem empregarei um protestante se estiver em minhas faculdades negociar ou contratar um católico. Colocarei uma jovem católica no seio de famílias protestantes para semanalmente prestar um relatório dos movimentos familiares dos hereges."

"Que me aprovisionarei de armas e munições para estar pronto quando me seja ordenado para defender a igreja, individualmente, ou na milícia do papa."

"Tudo isto eu, ___________________, juro pela Bendita Trindade e pelo bendito sacramento que vou agora receber, para cumprir e manter meu juramento."

"Em testemunho neste momento, recebo este santíssimo e bendito sacramento da Eucaristia e valido ainda mais com meu nome escrito com a ponta deste punhal molhada em meu próprio sangue e selo na face deste santo sacramento." (Slaves of the Godsmith, H. George Buss, 1913, The Revelation Publishing Co.).

Uma organização que exala tanto ódio e faz tantas ameaças de forma alguma pode ser cristã. Os membros dos Cavaleiros de Colombo são marionetes de Roma, que sofreram uma lavagem cerebral e estão destituídos de pensamento individual. Em um país que se orgulha em possuir liberdade de pensamento e de religião, como isso pode ser "patriótico"? Toda a aparência de patriotismo é apenas uma tática para eventualmente destruir nossas liberdades e colocar todos os homens no mesmo cativeiro em que eles, os Cavaleiros, já estão prisioneiros. Que Deus nos ajude!!

O padre Chiniquy escreveu no seu livro, 50 Years In The 'Church' of Rome que o Vaticano odiava as restrições de poder inerentes na Constituição dos Estados Unidos e desejava com toda sua força solapar e destruir este tipo de governo da face da Terra. Para este fim, O Vaticano incentivava os representantes católicos no Congresso a trabalharem para absorver os imigrantes da Europa e da América do Sul que eram católicos; se um número grande o suficiente de imigrantes for trazido para cá, Roma espera obter a destruição da nossa Constituição por meio das urnas eleitorais!

Lembre-se que, da mesma forma que a Maçonaria [Leia o artigo free001a], os Cavaleiros de Colombo possuem um núcleo sagrado e oculto, escondido até mesmo dos membros ativos da organização exterior e pública. Esses Cavaleiros de Colombo secretos é que são a verdadeira ameaça, uma vez que estão cheios de poder oculto, absolutamente secreto e maçônico em termos organizacionais e também em algumas práticas e símbolos.

Agora você sabe a verdade.

"Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade." [2 Coríntios 3:17].



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Tradução: Victor H. Vieira
Data de publicação: 26/11/2006
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1668.asp