Escolha uma cor para o fundo:  

A Música Rock de Jimmy Page e do Led Zeppelin: Uma Adoração a Lúcifer na Forma do Deus Grego Pã

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

"Se as pessoas buscarem a mensagem que está oculta na música, então Lúcifer as levará à Verdade Absoluta." Milhões já foram seduzidos por essas canções, especialmente Stairway to Heaven. A letra dessa canção incentiva o retorno aos deuses antigos e está baseada nos ensinos de Magia Negra de Aleister Crowley. Artigo escrito por Thomas W. Friend, autor do livro Fallen Angel.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Stairway to Heaven

Canalizada por Demônios

A história deste livro é muito complexa; é um esforço detalhado de apresentar ao leitor os fatos que Jimmy Page e o grupo Led Zeppelin propagaram grandemente os ensinos de magia negra de Aleister Crowley e do culto satânico e mágico que ele fundou, o "Astrum Argenteum" — que significa "Estrela de Prata". As principais doutrinas da Estrela de Prata de Aleister Crowley são apresentadas nas mais famosas e influentes canções no catálogo do grupo Led Zeppelin — incluindo Stairway to Heaven. Essa canção tem sido repetidamente considerada a mais popular na história do Rock and Roll, tanto na Europa quanto nos EUA. Até hoje, o álbum com Stairway to Heaven vende de quatro a cinco mil cópias todas as semanas, somente nos EUA. Esse álbum já vendeu um total de 23 milhões de cópias nos EUA, ficando atrás somente de Thriller, de Michael Jackson. O álbum Stairway to Heaven está carregado com os ensinos luciferianos de Aleister Crowley.

A adoração a Lúcifer, na forma do deus grego Pã, é um tema em todos os escritos de Crowley. Virtualmente, toda a música Rock and Roll reconhece Aleister Crowley como a fonte espiritual de onde fluem as letras e os atos extravagantes.

O Mago de Magia Negra Aleister Crowley — A Fonte do Rock and Roll Moderno

Edward Alexander "Aleister" Crowley nasceu na Inglaterra em 1875. Ele nasceu em uma família que participava de uma seita cristã evangélica rígida chamada Irmandade de Plymouth. O pai de Crowley foi um membro proeminente nessa seita. Ele era um pregador que costumava viajar para evangelizar. A família Crowley era também abastada, pois o pai de Aleister era um produtor bem sucedido de bebidas alcoólicas fermentadas. Qualquer pessoa pode ver a óbvia e aparente contradição em ser um pregador do Evangelho e ao mesmo tempo um cervejeiro. Essa foi uma contradição que o pequeno Aleister não deixou de reconhecer. Apesar disso, Crowley foi incentivado por seu pai a amar a Deus e a querer crescer na fé cristã. Inicialmente, Crowley foi receptivo à orientação de seu pai. Quando era menino, ele gostava de ler a Bíblia. Ele diz em suas "Confissões" que ficava fascinado pelas apresentações de Satanás e do Anticristo no livro do Apocalipse. Apesar disso, ele continuou a estudar a Bíblia.

Entretanto, o pai faleceu quando Aleister tinha apenas onze anos. Sua família o matriculou em um internato que era administrado por alguns membros da seita Irmandade de Plymouth. De acordo com Aleister, a escola supostamente era administrada por cristãos — tinha serviços de capelania e a assistência de um reverendo. Entretanto, Aleister documentou que a escola era dominada por mentirosos, homossexuais, e diversas outras formas de maldades explicadas em detalhe em Fallen Angel. Essa terrível hipocrisia foi suficiente para colocar Aleister Crowler contra o cristianismo pelo resto de sua vida. Mesmo antes de ser matriculado nessa escola, ele admitiu que possuía um amor pelos "inimigos do céu" mostrados no livro do Apocalipse; os eventos no internato lhe deram a "luz verde" que ele procurava para se entregar totalmente a Satanás.

Ao freqüentar a faculdade, ele já estava orgulhoso de seu comportamento homossexual, da bebedeira e do uso de drogas. Durante seu tempo na Universidade de Cambridge, Aleister Crowley escreveu um poema intitulado "Alcédama — Um Lugar Para Enterrar os Estranhos" Nesse poema, Crowley escreveu, "Eu estava na luta mortal contra mim mesmo: Deus e Satanás lutavam pelo controle da minha alma naquelas três longas horas. Deus venceu — agora tenho somente uma dúvida que restou — qual dos dois era Deus?" [1].

Crowley respondeu à sua própria pergunta determinando que Satanás era seu deus. Mais tarde ele escreveu, "Eu tinha sido quase massacrado pela pavorosa responsabilidade de garantir minha própria condenação e ajudar os outros a escaparem de Jesus." O ódio de Crowley pelo cristianismo foi resumido em um livro que ele escreveu em 1910 intitulado, The World's Tragedy [A Tragédia do Mundo]. Nesse livro ele fez uma declaração que refletia o objetivo de sua vida:

"Essa religião que eles chamam de cristianismo; o demônio que honram, eles chamam de Deus. Aceito essas definições, como um poeta deve fazer, para ser inteligível para sua época; e é o Deus e a religião deles que eu odeio e vou destruir." [3].

Aleister Crowley veio a escrever dezenas de livros sobre o ocultismo em toda sua vida, promovendo a magia negra e todas as formas de malignidade espiritual, incluindo a projeção astral, adivinhação, rituais, sacrifício humano, a Universalidade da Mágicka, e praticamente tudo o mais que pudesse ajudá-lo a alcançar seu objetivo declarado — a destruição da fé cristã.

Crowley acreditava que o cristianismo era uma religião triste, cheia de desespero. Ele referia-se a ela como a "tristeza". Em sua canção, The Battle of Evermore, que é a versão do Led Zeppelin da Batalha do Armagedom descrita no Apocalipse na Bíblia Sagrada, Robert Palm canta, "O Príncipe da Paz abraçou a tristeza e caminhou na noite sozinho." Em sua canção ganhadora do Prêmio Grammy de 1998, Most High [Altíssimo], Jimmy Page e Robert Plan zombaram do Senhor Jesus Cristo abertamente para seus fãs com referência ao seu Senhorio com a letra, "A Semente de Davi fala por meio de sua coroa de papel".

Essa afirmação reflete uma profunda zombaria da identificação de Cristo como o Filho de Davi. O apóstolo Paulo escreveu em Romanos 1:2-3: "... O qual antes prometeu pelos seus profetas nas santas escrituras, acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne."

Os Astros do Rock and Roll São Simplesmente "Médiuns Musicais" Que Canalizam uma Música Demoníaca

A afirmação que Cristo tem uma falsa coroa reflete a crença deles que Lúcifer é deus, conforme ensinado por Aleister Crowley. Outra coisa que Crowley enfatizava para seus leitores era que os músicos na Magicka seriam capazes de serem "médiuns musicais". Quando falava da música Stairway to Heaven, Robert Plant afirmava ser um "médium musical'. Ele disse o seguinte sobre como recebeu a letra da canção:

" 'Eu estava ali, sentado com Pagey diante da lareira em Headley Grange. Pagey tinha criado esses acordes e tocou para eu ouvir. Eu estava com lápis e papel nas mãos e, por alguma razão, estava de muito mau humor. Então, de repente, sem mais nem menos, minha mão começou a escrever as palavras: "Há uma senhora que sabe com certeza que tudo que reluz é ouro, e ela está comprando uma Escada Para o Céu." Eu estava ali apenas sentado, quando olhei para as palavras, quase saltei da cadeira.' " [4].

Em 1998, o ano em que Page e Plant realizaram sua última turnê internacional, Jimmy Page disse o seguinte (tirado do website da Atlantic Records): "Logo que voltamos a ficar juntos, tornou-se imediatamente claro que nós dois estávamos apenas canalizando a música. Estava claro e aparente que isso é o que sempre tínhamos feito. Não requereu praticamente esforço algum."

Ao comentar a produção do álbum com a canção Stairway to Heaven, Jimmy Page fez a seguinte afirmação na edição de janeiro de 2002 da revista Guitar World: "Se algo realmente mágico está vindo, então você segue... Procuramos tirar proveito de tudo que estava sendo oferecido para nós." Na canalização da música e da letra de Stairway to Heaven, o Led Zeppelin apresentou o conceito da adoração da divindade masculina e feminina da Cabala, conforme foi ensinado para eles por Aleister Crowley, acreditando que Lúcifer é o deus sobre todo o mundo, independente do nome (exceto Cristo) e que ele tem uma consorte feminina na forma de luz. Compreendendo essa crença ocultista, você então compreenderá estes versos da letra:

"Caminha ali uma dama que todos conhecemos, que irradia uma luz branca e quer mostrar..." [A consorte feminina de Lúcifer!].

A forma de deus que eles querem que os fãs do Rock adorem na canção é Pã, o Flautista, o deus grego das florestas, que, novamente, foi apresentado por Aleister Crowley como Lúcifer, o Flautista, e criador da música. A Bíblia Sagrada ensina que Deus criou Lúcifer como o compositor celestial da música, com pífaros celestiais, em Ezequiel 28:13. Veja como Deus fala a Lúcifer:

"Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados." [Ezequiel 28:13; ênfase adicionada].

A palavra 'pífaros' (Strong, #5345) claramente refere-se à música e à flauta (ou gaita), como vemos quando examinamos o contexto dessa mesma palavra em outras escrituras do Antigo Testamento.

"E todo o povo subiu após ele, e o povo tocava gaitas, e alegrava-se com grande alegria; de maneira que com o seu clamor a terra retiniu." [1 Reis 1:40].

Finalmente, Jeremias registra a prova definitiva que "pífaro" refere-se a um instrumento musical:

"Por isso ressoará como flauta o meu coração por Moabe, também ressoará como flauta o meu coração pelos homens de Quir-Heres; porquanto a abundância que ajuntou se perdeu." [Jeremias 48:36].

A partir desses versos, você pode ver facilmente que em Ezequiel 28:13 Deus diz que criou Lúcifer como um ser musical. Em grande parte da literatura ocultista, o deus grego Pã, é essa representação musical de Lúcifer, o deus dos pífaros — o gaiteiro, ou o flautista.

As letras que promovem essa adoração a Pã, em conjunto com o ensino da regeneração espiritual (renascimento espiritual — nascer de novo no satanismo) são como segue:

"E é sussurrado que breve, se nós todos chamarmos a melodia, então o Gaiteiro nos levará à Razão. E um novo dia nascerá para aqueles que aguardarem o tempo suficiente, e as florestas ecoarão com risadas."

Como é apresentado em Fallen Angel em vários exemplos, Aleister Crowley (e Eliphas Levi antes dele) apresentaram a palavra "Razão" com o significado de "Verdade Absoluta". As letras dizem ao discípulo de Aleister Crowley que se as pessoas buscarem a "melodia", isto é, a mensagem oculta na música, então Lúcifer as levará à Verdade Absoluta. Isso, por sua vez, fará um novo dia nascer (renascimento espiritual) e fará as florestas ecoarem risadas. Ritchie Yorke, um amigo pessoal da banda, escreveu sobre esse renascimento espiritual em seu livro, Led Zeppelin — The Definitive Biography [Led Zeppelin: A Biografia Definitiva]:

"O apelo de Stairway to Heaven como uma peça musical é evidente: a letra da canção parece incorporar a busca prevalente de um indivíduo por um renascimento espiritual." [5].

Em sua biografia do Led Zeppelin, Hammer of the Gods — The Led Zeppelin Saga [O Martelo dos Deuses — A Saga do Led Zeppelin], Steven Davis também escreveu a respeito da regeneração espiritual implícita na letra da canção Stairway to Heaven:

"Com sua imagem profundamente pagã de árvores e riachos, flautistas, a rainha da Maio irradiando sua luz branca e a floresta ecoando risadas, Stairway to Heaven parecia como um convite para abandonar as novas tradições e seguir os deuses antigos. Ela expressava um inefável anelo por transformação espiritual bem no fundo dos corações da geração para a qual estava destinada. Com o tempo, tornou-se o hino dessa geração." [6].

Aleister Crowley escreveu algo idêntico em sua Enciclopédia Ocultista de Iniciação, "O Equinócio":

"Arcádia, noite, uma nuvem, Pã, e a lua'. Que palavras com as quais conjurar, que cinco gritos para matar os cinco sentidos, e acender a pulsante chama de esmeralda e de prata que dança perto de nós à medida que as proferimos sob os carvalhos e pelas rochas e murtas das colinas. 'Machucados ao peito de Pã'- vamos fugir da igreja, da capela e da sala de reuniões; vamos abandonar esse manto de ordem e caminhar de volta para os pântanos e charcos, para as colinas; de volta para as florestas e as clareiras da noite! De volta aos deuses antigos e para os lábios rosados de Pã!... até que as clareiras vibrem como com a música dos pífaros e do sistro, e nossas almas estejam totalmente entregues aos inflamados chifres de Pã. [7].

A adoração a Lúcifer, na forma do deus Pã, foi um tema recorrente nos escritos de Aleister Crowley. Jimmy Page sempre foi um discípulo de Crowley, o feiticeiro praticante de Magia Negra, e Led Zeppelin era o nome de sua banda. Seguindo os ensinos de Crowley, Jimmy Page e companhia foram bem sucedidos em colocar as doutrinas de Crowley em muitas de suas canções, incluindo "Ramble On", "Black Dog", "The Battle of Evermore", "Stairway to Heaven", "No Quarter", "The Song Remains the Same", "Kashmir", "In The Light", "Achilles Last Stand", e "Nobody's Fault But Mine", apenas para citar algumas.

O Led Zeppelin chegou ao ponto de mandar seus fãs venderem suas almas para o Diabo em seu filme-concerto, The Song Remains the Same (A Canção Continua a Mesma).

Em Fallen Angel, você verá todo um espectro de ensinos ocultistas apresentados por Aleister Crowley; quando combinados com outros renomados autores ocultistas, você compreenderá a verdade sobre a adoração e promoção de Lúcifer feitas pelo grupo Led Zeppelin. Esses ensinos ocultistas são completamente refutados por este autor, que apresenta a verdade do evangelho, incluindo os absolutos bíblicos da verdade. Este livro foi escrito para glorificar a Jesus Cristo, especialmente no coração e na mente do fã de música Rock que precisa receber a Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador. A evidência é massacrante, porém baseada em fatos, com a Palavra de Deus apresentada como a autoridade absoluta para a fé e a prática. O leitor objetivo, se já for um cristão, ficará plenamente equipado para testemunhar para a cultura do Rock; e o pecador perdido verá e considerará sua necessidade de salvação em nosso Senhor Jesus Cristo.

Esse livro demonstra que o fim dos tempos está claramente sobre nós, e que a Música Rock está fazendo o papel de um "Flautista de Hamelin" para centenas de milhões de pessoas, levando-as à adoração a Lúcifer.

Notas de Rodapé

  1. Aleister Crowley, "Aceldama, A Place to Bury Strangers In". Um poema filosófico. De um cavalheiro da Universidade de Cambridge, 1898
  2. Aleister Crowley, The Confessions of Aleister Crowley, pág. 67.
  3. Aleister Crowley, The World's Tragedy, págs. xxviii-xxxi (prefácio)
  4. Ritchie Yorke, Led Zeppelin — The Definitive Biography, pág. 136
  5. Ritchie Yorke, Led Zeppelin — The Definitive Biography, pág. 137
  6. Steven Harris, Hammer of the Gods, pág. 133.
  7. Aleister Crowley, The Equinox, vol. 1, no. 1, págs. 174-75



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 17/10/2004
Revisão: V. D. M. — Campo Grande / MS e http://www.TextoExato.com
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1957.asp