Escolha uma cor para o fundo:  

Rede Estatal Iraniana de Comunicações Anuncia Que o Aparecimento do Imã Mahdi (o Messias Xiita) Está Próximo

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

A razão pela qual os iranianos parecem não temer um ataque contra suas instalações nucleares é por que estão esperando a chegada do Imã Mahdi, o Messias xiita. Do mesmo modo como os judeus aguardam a vinda do seu Messias, assim também os muçulmanos! A Bíblia nos diz que ele será o mesmo homem — o Filho da Perdição!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Resumo da Notícia: "Rede Estatal Iraniana de Comunicações diz: "Messias xiita matará seu arquiinimigo em Jerusalém; ele poderá vir durante o equinócio da primavera'", Yaakov Lappin, YNET News, 31/12/2006

"Uma profecia religiosa triunfalista apareceu no site oficial de uma emissora estatal iraniana, anunciando o retorno do Messias xiita. De acordo com o site, o Imã Mahdi (que Deus apresse a volta dele) aparecerá subitamente na cena internacional com uma voz dos céus anunciando seu reaparecimento na Caaba sagrada em Meca."

Lembre-se, o atual presidente linha-dura do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, acredita fervorosamente que seu trabalho como presidente é facilitar o aparecimento desse Imã Mahdi, o Messias xiita. Ahmadinejad — que é o sexto presidente do Irã — também acredita que sua política externa está protegida por esse vindouro messias, o que é uma das razões para ele ser tão agressivo em seus discursos contra o presidente Bush.

"O site da Rádio e Televisão da República Islâmica do Irã (IRIB) disse em um programa chamado 'O Mundo a Caminho da Iluminação', que o Mahdi reaparecerá em Meca e formará um exército para derrotar os inimigos do Islã em uma série de batalhas apocalípticas, em que o Mahdi vencerá seu arquiinimigo em Jerusalém... A grande capacidade de visão e a firmeza do Mahdi diante dos elementos malignos causará assombro. Após seu aparecimento em Meca, toda a Arábia se submeterá a ele e depois outras partes do mundo, à medida que marchar pelo Iraque e estabelecer seu trono do governo global na cidade de Kufa."

Não é interessante? Logo após aparecer, esse Imã Mahdi marchará pelo Iraque, conquistando-o, e então colocará o trono de seu governo global na cidade de Kufa! A Bíblia diz claramente que o Anticristo fará seu trono em Jerusalém inicialmente, o que é uma razão muito forte para os exércitos do mundo continuamente se voltarem contra a cidade santa de Deus, Jerusalém. [Zacarias 12].

Agora, as expectativas para o Imã Mahdi se tornam bem interessantes.

"Então o Imã enviará dez mil de suas forças para o oriente e para o ocidente para desarraigar seus opositores. Neste tempo Deus facilitará as coisas para ele e as terras cairão sob seu controle uma após a outra... finalmente, o Imã Mahdi enviará tropas para matar o Sofyani em Beit ol-Moqaddas (Jerusalém), a cidade santa islâmica na Palestina, que atualmente está sob ocupação dos sionistas', a IRIB acrescentou. O Mahdi reaparecerá na terra com Jesus: 'Lemos no livro Tazkarat ol-Olia, 'o Mahdi virá acompanhado por Jesus, filho de Maria.'... O Imã Mahdi será o líder enquanto que o profeta Jesus agirá como seu tenente na luta contra a opressão e o estabelecimento da justiça no mundo. O próprio Jesus deu as novas da vinda do último mensageiro de Deus e veremos os ideais de Maomé se materializarem no tempo do Mahdi."

O que a Bíblia diz sobre o Anticristo?

"E este rei fará conforme a sua vontade, e levantar-se-á, e engrandecer-se-á sobre todo deus; e contra o Deus dos deuses falará coisas espantosas, e será próspero, até que a ira se complete; porque aquilo que está determinado será feito." [Daniel 11:36].

Dizer que Jesus Cristo servirá ao Imã Mahdi é o assombroso espírito do Anticristo!

Esse artigo referido então continua, falando sobre a estrutura de tempo em que o Mahdi poderá reaparecer.

"A Série 'O Mundo a Caminho da Iluminação' cita algumas fontes islâmicas dizendo que o retorno do Mahdi poderá coincidir com o equinócio da primavera... Um ditado atribuído ao sexto infalível herdeiro do Profeta, Imã Jafar Sadeq diz que o Mahdi aparecerá no equinócio da primavera e Deus fará com que ele derrote Dajjal, o Impostor, ou o anticristo como os cristãos dizem, que será enforcado perto do lixão de Kufa." (Ibidem).

Se ele realmente aparecerá nesta data é quase irrelevante, pois a real importância dessa história é que mais um importante grupo religioso está aguardando ansiosamente o aparecimento de seu Messias. Os líderes islâmicos estão sendo preparados em seus espíritos e pelos eventos mundiais, para o aparecimento em breve de seu Messias. Da mesma forma, os judeus e os cristãos estão olhando para os eventos mundiais, comparando-os com as profecias bíblicas e concluindo que o aparecimento do Messias está próximo.

O aparecimento do Anticristo provavelmente será o catalisador para a invasão de Israel liderada pela Rússia, conforme predito em Ezequiel 38-39. Como o Anticristo afirmará ser o Messias judaico, ele terá de estabelecer seu quartel-general em Jerusalém — pelo menos durante os sete anos iniciais de seu governo. É interessante que esse é o plano dos Illuminati, conforme relatado no livro de Nova Era The Armageddon Script, de Peter Lemesurier (leia a resenha). Acredito que os russos tentarão marchar contra Jerusalém para finalmente tomar o controle global, um fervoroso objetivo russo desde a Revolução Comunista de 1917. Ao marcharem contra Jerusalém para derrubar o Anticristo, os russos e seus aliados cumprirão a profecia bíblica em Ezequiel 38 e 39.

Vamos analisar essa profecia agora:

A Rússia Lidera a Invasão a Israel — Ezequiel 38-39

No livro de Ezequiel, Deus apresenta uma das profecias mais surpreendentes de toda a Escritura. Ele prediz nos capítulos 38 e 39 que, nos últimos dias, após Israel ter retornado à sua terra, a Rússia liderará uma aliança de nações em um ataque a Israel. Agora, lembre-se que Deus falou por meio de seu profeta Ezequiel, aproximadamente em 592 AC. (The New Analytical Bible, KJV, John A. Dickson Publishing Co., Chicago, 1964, pág. 931), o que significa que essas profecias foram escritas quase 2.600 anos atrás! No tempo em que Ezequiel escreveu essa profecia, nenhuma pessoa "racional" jamais imaginaria que essa profecia poderia algum dia ocorrer. Afinal, naquele tempo o Oriente Médio era o centro do mundo em termos de cultura e de poder. Por outro lado, a Rússia sequer existia oficialmente; os únicos povos que habitavam aquela região eram tribos muito primitivas. Nunca na história existiram circunstâncias que tornassem uma invasão liderada pela Rússia remotamente possível. Até mesmo em tempos recentes, nos séculos 18 e 19, as circunstâncias pareciam tão improváveis que a Rússia pudesse ser capaz de liderar uma invasão a Israel, que as pessoas que desejavam provar que a Bíblia continha erros e que não devia ser interpretada literalmente, expunham essa profecia ao extremo ridículo.

"Desde o tempo de Martinho Lutero, de meados dos anos 1500, as únicas pessoas que prediziam que Israel retornaria à sua terra novamente como uma nação, e que previam que a Rússia seria poderosa o suficiente para invadir Israel, eram aqueles 'tolos' cristãos bíblicos e fundamentalistas! Em 1857, o reverendo F. E. Potts pregou dois sermões sobre profecia diante de uma sessão conjunta do Congresso dos EUA. Ele era uma das vozes mais respeitadas em assuntos proféticos naquele tempo. Sessenta anos antes da conquista comunista da Rússia, ele teve a firmeza de advertir o governo dos EUA do dia futuro quando a Rússia seria a potência mundial dominante. Obviamente, ele teve essa compreensão, totalmente incomum no seu tempo, derivada do estudo de Ezequiel 38 e 39." (The Coming Peace in the Middle East, Lahaye, Zondervan Publishing House, Grand Rapids, MI, pág. 123).

No entanto, o reverendo Potts não foi o único autor cristão que descreveu precisamente o poder futuro da Rússia, com base em Ezequiel 38 e 39. "É fascinante comparar a nota encontrada na Antiga Bíblia de Scofield, anotada em 1909, quando o regime czarista ainda governava a Rússia. O brilhante comentarista C. I. Scofield não poderia ter previsto a ascensão da Rússia como potência mundial ou o retorno dos judeus para Israel, o que só aconteceu em 1948, mas ele disse: "Que a referência principal é às potências da Europa setentrional, lideradas pela Rússia, todos concordam...' " (The Coming Russian Invasion of Israel, Thomas S. McCall & Zola Levitt, Moody Press, Chicago, 1974, 1987, pág. 28).

Esses dois autores cristãos também não podiam saber que os planos ocultistas para estabelecer a Nova Ordem Mundial correm em paralelo com esta profecia. Essa parte do Plano foi enunciada por Albert Pike, que foi o líder da Maçonaria norte-americana durante os anos 1870 até 1895, aproximadamente. Detalhamos o plano dele no artigo N1015, "O Plano Demoníaco de Albert Pike Para a Implementação da Nova Ordem Mundial". A visão de Pike, dada a ele por seu espírito-guia demoníaco, especifica que três guerras mundiais seriam necessárias para estabelecer a Nova Ordem Mundial:

  1. A Primeira Guerra Mundial teria como objetivo a total destruição e derrubada do governo czarista na Rússia, a ser suplantado pelo comunismo de Karl Marx (que tinha sido publicado em 1848);

  2. A Segunda Guerra Mundial iniciaria entre a Alemanha e a Grã-Bretanha, mas seu principal objetivo seria fortalecer o novo governo comunista da Rússia e transformá-la em uma superpotência capaz de contestar as potências ocidentais pelo controle do mundo;

  3. A Terceira Guerra Mundial seria entre Israel e seus vizinhos árabes, e a partir da fumaça, da poeira e da destruição dessa guerra, o Anticristo sairá caminhando!!

Uau!! Essa visão demoníaca corre em paralelo com a profecia bíblica em vários aspectos importantes:

1) Israel não existia como um Estado na época. Não somente estava seu povo disperso por todo o mundo, mas a antiga terra da Palestina estava sob o controle do Império Otomano (turco) e nenhum estudante sério da história poderia ver como ou quando esse controle mudaria;

2) A Rússia é o alvo dessa visão demoníaca. Com essa visão, os líderes da Maçonaria mundial comprometeram-se a estabelecer o governo comunista na Rússia e a fortalecer esse governo para que ele se tornasse poderoso o suficiente para desafiar as potências ocidentais pelo controle do mundo! É por essa razão que o presidente Roosevelt, um maçom, e o primeiro-ministro britânico Churchill, um rosa-cruz, estavam tão comprometidos em fortalecer a Rússia durante a Segunda Guerra Mundial! E é por isso que o presidente Truman, também um maçom, esteve tão comprometido em restabelecer Israel como uma nação após a Segunda Guerra Mundial. Ambos os líderes estavam simplesmente seguindo a visão maçônica de Albert Pike.

Mas quando esses líderes poderosos mobilizaram os recursos dos EUA para atingir esses objetivos, sem querer, criaram a possibilidade para a Rússia possuir poder militar e político suficientes para liderar uma invasão contra Israel no 'fim dos dias', após Israel estar de volta à sua terra. Vê como a visão demoníaca de Albert Pike envolve dois principais protagonistas no cenário descrito em Ezequiel 38 e 39? A visão de Pike fortalece a Rússia de um modo historicamente sem precedentes, tanto militar quanto politicamente e pressupõe o retorno de Israel à sua terra, um evento que ninguém, exceto os cristãos bíblicos, previa em 1870!

Agora, vamos dar uma olhada nos combatentes que participarão dessa guerra, quando, como profetizado, a Rússia liderará uma invasão a Israel no 'fim dos dias'. Não tentaremos tratar todos os aspectos dessa maravilhosa profecia dos capítulos 38 e 39 de Ezequiel, porque poderíamos escrever um livro sobre o assunto; em vez disso, nossa ênfase será sobre os combatentes preditos nesta profecia.

Nosso objetivo é mostrar que o cenário está finalmente armado para o cumprimento da profecia de Ezequiel, nas notícias do dia-a-dia! Confira!!

Identificando a Rússia Como a Líder da Força Invasora

"Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal." [Ezequiel 38:1-3].

Embora seja verdade que a Bíblia identifique genericamente as forças malignas que se opõem a Deus como 'Magogue' e seus líderes como 'Gogue', existem razões etimológicas para compreender que 'Gogue' e 'Magogue' podem referenciar ao que é chamado de Rússia moderna:

1) Vemos o nome Magogue aparecer pela primeira vez na Bíblia em Gênesis 10:2, como um dos filhos de Jafé, um dos netos de Noé. Naquele tempo, era costumeiro que os nomes tribais e, mais tarde, os nomes nacionais, evoluíssem a partir do nome do fundador original. "Aparentemente, a tribo de nome Magogue deslocou-se para o norte a partir do Oriente Médio. Josefo... observa que Magogue é chamado de citas pelos gregos... que viviam nas regiões setentrionais, além das montanhas do Cáucaso, como precursores da moderna Rússia." (McCall, op. cit., pág. 29. Mesma conclusão de LaHaye, op. cit., pág. 121);

2) O termo 'Gogue' é traduzido da frase hebraica 'nesi rosh'. Embora 'rosh' possa ser um adjetivo que significa 'cabeça' ou 'líder', também pode significar o nome de um local, 'Rosh'. "O léxico hebraico de Brown, Driver e Briggs, indica que Rosh aqui é o nome próprio de um povo... a Rússia atual." (The Coming Russian Invasion of Israel, versão atualizada, Thomas S. McCall & Zola Levitt, Moody Press, Chicago, 1974, 1987, pág. 29);

3) "Tubal e Meseque foram o quinto e sexto filhos de Jafé, e seus descendentes estabeleceram-se ao sul do Mar Negro... O nome 'Moscou' deriva do nome tribal 'Meseque', e 'Tobolsk', o nome do principal estado, deriva de 'Tubal'. (LaHaye, op. cit., págs. 121-22; McCall chega à mesma conclusão, págs. 29-30).

Portanto, pode ser provado conclusivamente que Deus estava se referindo à moderna Rússia nessa passagem em Ezequiel 38-39. Mas, Deus lista mais um fator de identificação. Nos versos 38:6 e 15, e também em 39:2, Deus diz que essa força agressora virá do norte. Mas, o hebraico original dá um qualificador que indica 'extremo' ao termo 'norte', todas as três vezes. (McCall, op. cit., pág. 29).

Quando Deus dá direções na Bíblia, sempre é em referência à sua nação escolhida, Israel. Aos olhos de Deus, Israel está localizado precisamente no centro da Terra. Portanto, que nação está situada no extremo norte de Israel genericamente, e de Jerusalém, especificamente? A Rússia moderna está diretamente ao norte de Israel e Moscou está situada bem ao norte de Jerusalém. (Ibidem, pág. 30).

No verso 38:4, vemos que Deus vai permitir que a Rússia se arme com um grande exército, provavelmente para outro propósito, além o de invadir Israel; mas, então, o próprio Deus a 'fará virar e colocará anzóis nos seus queixos, e trará todo o seu exército..." O termo 'anzóis nos seus queixos' é a mesma idéia de colocar freios na boca de um cavalo, para controlar o comportamento e a direção do animal. Em outras palavras, Deus colocará freios na boca do urso russo e o fará vir contra Israel.

E não se engane sobre o fato que essa invasão é um julgamento de Deus. Em Ezequiel 38:3, Deus deixa bem claro que "Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal." Dada a natureza longânime de Deus, Sua Misericórdia e Sua Graça, é chocante ouvi-lo proferir essas palavras de julgamento.

Em seguida, para garantir que compreendemos o que Deus está se preparando para julgar a Rússia, lemos, em 38:10: "E acontecerá naquele dia que subirão palavras no teu coração, e maquinarás um mau desígnio." Deus fará um pensamento mau vir à mente dos governantes russos para conceberem e executarem o plano de invadir e destruir Israel.

Embora a Rússia coloque em marcha um exército que com toda a lógica poderia facilmente destruir o minúsculo Israel, Deus prediz que ela terá aliados que marcharão com ela; aliados que serão treinados, organizados e equipados pela Rússia (38:4).

Deus relaciona as nações que marcharão com a Rússia.

Essas nações estão situadas ao norte e ao sul de Israel, o que faz paralelo com a profecia do mesmo evento em Daniel 11:40. Ezequiel relaciona as seguintes nações que estarão marchando junto com a Rússia:

  1. Pérsia (Irã) — ao norte;
  2. Cuxe (Etiópia) — ao sul — embora o equivalente moderno direto do antigo Cuxe seja a Etiópia, outras nações da África negra dessa mesma região poderão também estar incluídas;
  3. Pute (Líbia) — ao sul;
  4. Gomer (Europa Oriental) — ao norte — provavelmente países do bloco europeu oriental subservientes à antiga URSS;
  5. Casa de Togarma [provavelmente as repúblicas ao sul da Rússia (em sua maioria povos muçulmanos) e possivelmente também a Turquia] — ao norte.

Nota: Um dos principais pontos deste artigo é informar que todas essas nações estão hoje alinhadas militar e diplomaticamente com a Rússia. A última nação a entrar em posição de alinhamento foi a Turquia, cujo governo recentemente mudou de uma posição pró-ocidental para islâmico radical, e parece estar cuidadosamente se movendo para a órbita da Rússia junto com o Irá do presidente Ahmadinejad!! Desde o planejado colapso da antiga União Soviética, a Rússia tem se movido diplomática e militarmente para restabelecer todos os antigos laços com esses governos islâmicos.

O cenário para a criação dessa aliança está agora formado. Uma vez que o desapontamento com a total derrota e aniquilação do Egito, Síria, Jordânia e o Estado Palestino se estabelecer na mente dos líderes russos e dos líderes dos estados islâmicos citados anteriormente, a aliança será formada para invadir Israel. E, é claro, a principal peça a se encaixar nesse quebra-cabeça é a do plano da Nova Ordem Mundial de reorganizar as nações do mundo em dez supernações [cumprimento de Daniel 2 e 7:20-24] ocorrido de 1992 a 1996, e que lista a Nação 5 como Europa Oriental e Rússia!! Encaixando-se perfeitamente com esse cenário bíblico!

É claro que os exércitos do norte serão de longe os mais poderosos. Os exércitos do sul serão importantes somente por seu simbolismo. De fato, todos os países islâmicos certamente insistirão em marchar com a Rússia para obliterar seu antigo inimigo e adversário, Israel. Pense na aparentemente maravilhosa situação do ponto de vista dos árabes. Desde o nascimento da nação de Israel, em 14 de maio de 1948, os exércitos árabes atacaram Israel repetidas vezes, tentando aniquilá-lo. E, na maioria das vezes, a Rússia os armou e forneceu assessoria.

Todavia, em todas as vezes, Israel derrotou os exércitos árabes! Agora, a Rússia achará que já viu o bastante. Ela irá atacar e destruir aqueles irritantes judeus de uma vez por todas. Afinal, a Rússia comunista perseguiu muito os judeus em toda sua longa história, originando o termo 'pogrom'. O ódio satânico estará alimentando o ânimo deles desta vez. Agora, eles irão mostrar aos árabes como uma campanha militar deve ser conduzida, e convidarão todos os países mencionados anteriormente para participarem da empreitada.

Sendo esse o caso, por que então países como o Iraque, Síria e Egito não estarão marchando junto com as forças lideradas pela Rússia? Desde 1948, cada um desses países já iniciou conflitos com Israel, de modo que sabemos que eles gostariam de ver Israel destruído. Na verdade, eu imagino que alguns soldados do exército palestino estarão marchando junto com as forças russas e da Europa Oriental. A combinação de exércitos, força aérea e forças navais, modernas o suficientes para enfrentarem os exércitos dos EUA e da Europa ocidental estão agora vindo contra Israel do norte e do sul. Onde estão a Síria, a Jordânia, o Iraque e o Egito? Por que Deus não os menciona como participantes da marcha junto com a Rússia?

A ausência do Egito é a que mais chama a atenção, uma vez que os exércitos da Líbia e da Etiópia precisarão passar pelo norte do Egito para entrarem em Israel. Consulte um mapa do Oriente Médio e você verá que o único caminho para os exércitos desses países chegarem a Israel é atravessando o Egito.

Ao considerar esse dilema, concluí que a única explicação que faz sentido é que os exércitos do Iraque, da Síria, da Jordânia e do Egito não estarão marchando com as forças lideradas pela Rússia contra Israel porque, quando ocorrer a invasão, esses países não existirão mais. O julgamento de Deus já os terá destruído totalmente.

Sabemos agora que o presidente Bush removeu a possibilidade de o Iraque ser uma nação que marchará com a Rússia contra Israel. Não somente o Iraque está destruído como nação, mas também encontra-se no processo de ser dividido em três partes diferentes: curdos, xiitas e sunitas. A guerra civil está irrompendo em todo aquele pobre país, o que significa que ele não terá os recursos nem as forças militares necessárias para marchar com as forças lideradas pela Rússia.

Cada autor e comentarista bíblico que já li sobre o assunto da invasão russa a Israel comenta sobre essa significativa omissão na lista de países que marcharão com a Rússia; porém nenhum dos que li tem qualquer idéia sobre os motivos para a omissão.

Nenhum desses comentaristas descobriu Obadias, pelo menos não os que eu já tenha lido.

Todavia, quando postulo que numerosas guerras poderão ocorrer no Oriente Médio, e não apenas a invasão russa, respondo à próxima questão que parece criar perplexidade na mente desses autores e comentaristas. Como pode Israel se sentir tão seguro de qualquer ataque como a passagem abaixo prediz? Em Ezequiel 38:11, Deus descreve a condição em Israel imediatamente antes dessa invasão russa. Neste contexto, Deus está descrevendo as idéias nas mentes dos líderes russos, à medida que eles contemplam, depois planejam, e finalmente executam seu plano de invasão:

"E dirás: Subirei contra a terra das aldeias não muradas; virei contra os que estão em repouso, que habitam seguros; todos eles habitam sem muro, e não têm ferrolhos nem portas."

Nos tempos do Antigo Testamento, as cidades normalmente tinham muralhas, com torres e portões, para protegê-las contra os bandos de salteadores e dos ataques militares. O único modo em que uma cidade daquele tempo não construiria muralhas é se a população se sentisse absolutamente segura de qualquer tipo de ataque. Esse é precisamente o significado aqui. No tempo em que ocorrer a invasão russa, Israel estará se sentindo muito seguro. Ele não temerá qualquer tipo de perigo vindo de qualquer direção, ou de qualquer inimigo.

Isso descreve o Israel atual? Absolutamente não!! Quando ele não está temendo ataque militar de fora de suas fronteiras, está temendo ataques vindos do interior do país. A intensidade do ódio por parte dos árabes em volta é tal que Israel hoje se sente sob a ameaça potencial de ataques vindos de qualquer direção, a qualquer momento do dia. Não existe jeito de Israel se sentir muito seguro.

O único modo em que Israel poderá algum dia se sentir seguro é se subitamente 'perder' todos os seus implacáveis vizinhos árabes. Acredito que esse é exatamente o cenário que Deus fará acontecer, e ele parece se encaixar com a profecia contra a 'Casa de Esaú', contra Damasco e contra o Egito, conforme predito nas profecias bíblicas.

O plano da Nova Ordem Mundial é que o Anticristo apareça durante essa primeira guerra — chamada de Terceira Guerra Mundial. Ele aparecerá com grandes poderes ocultistas e operará tremendos sinais e maravilhas que chocarão as pessoas. No entanto, acho extremamente interessante que o autor de Nova Ordem Mundial Peter Lemesurier diga que muitos dos 'sinais e maravilhas' que o Anticristo operará serão "fenômenos tecnológicos" que serão contados como sinais e maravilhas ocultistas operados pelo Anticristo. (The Armageddom Script, Peter Lemesurier, 1981, pág. 236, leia a resenha).

Não é interessante? Parece que Hollywood e as redes de televisão usarão suas capacidades tecnológicas para convencer as pessoas em todo mundo a seguirem e, mais tarde, adorarem o Anticristo!! Pense nisso na próxima vez que você estiver assistindo seu programa de notícias favorito!

Mas isso não é tudo!! A mídia de notícias será usada para embalar todo o evento do aparecimento — com os sinais e maravilhas ocultistas, mais os sinais e maravilhas criados com a tecnologia, mais a condição desesperadora do mundo — em um pacote em suas redes de comunicações, para convencer a população a seguir o Anticristo. Finalmente, todas as reclamações e advertências dos líderes cristãos se tornarão realidade em um instante, quando as redes de notícias realizarem seu papel no aparecimento bem-sucedido do Anticristo.

Quando o Anticristo aparecer, o cenário da sua vinda será a zona leste de Jerusalém. (Ibidem, pág. 231).

O plano é que ele esteja trajado com vestes reais completas, com um manto roxo perfumado, armadura, espada e o cetro típico de um rei. Mas, ele estará montado em um jumento, recriando o cumprimento da profecia de Zacarias 9:9, que apresenta o Messias para os judeus como sendo manso, humilde, montado sobre um jumentinho. (Ibidem, pág. 234).

Logicamente, Jesus Cristo já cumpriu essa profecia ao pé da letra quando entrou em Jerusalém montado sobre um jumentinho, um evento que celebramos todos os anos como o Domingo de Ramos. Entretanto, os líderes judeus rejeitaram esse evento como o cumprimento de qualquer coisa, da mesma forma como rejeitaram a Jesus como sendo o longamente aguardado Messias. Esse é um bom exemplo de o Anticristo 'cumprir' profecias que Jesus já cumpriu, porque os judeus estarão procurando observar o cumprimento dessas profecias pelo 'verdadeiro' Messias.

O Anticristo fará de Jerusalém sua capital, simplesmente porque terá de convencer os judeus de que ele é o seu Messias, por quem eles aguardam há tanto tempo. Mas, ele terá de trabalhar arduamente para convencer os judeus ortodoxos de que é o Messias! Esses judeus lhe farão muitas e muitas perguntas, estarão examinando minuciosamente sua linhagem para garantir que ele é um descendente do rei Davi, e estarão examinando sistematicamente seus milagres para garantir que são o cumprimento de todas as profecias do Antigo Testamento que identificam o Messias. O Anticristo fará tudo o que for necessário; ele já terá catalogado sistematicamente todas essas profecias e aprendido a encenar o cumprimento de cada uma delas. Esse é o intento do livro The Armageddon Script: Profecy in Action, de Peter Lemesurier, que catalogou todas essas profecias e publicou para o mundo o plano da Nova Ordem Mundial para enganar os judeus ortodoxos a acreditarem nas mentiras do Anticristo. Todos os judeus deveriam ler esse livro!!

A Proteção Divina Sobre a Nação de Israel no Antigo Testamento

Em toda a história de Israel, um dos principais modos como Deus validou suas reivindicações de soberania sobre o mundo é protegendo Israel contra seus muitos inimigos, especialmente quando esses inimigos tinham uma vasta superioridade numérica. Quando um Israel obviamente em número inferior em homens e em armas consegue derrotar decisivamente seus inimigos na batalha, Deus recebe a glória. Vamos revisar algumas das promessas que Deus fez e manteve de proteger Israel militarmente:

1) "O SENHOR entregará, feridos diante de ti, os teus inimigos, que se levantarem contra ti; por um caminho sairão contra ti, mas por sete caminhos fugirão da tua presença." [Deuteronômio 28:7].

2) "Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei. Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel. Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia, nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia. Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti." [Salmos 91:1-7].

Na verdade, todo o Salmo 91 registra a proteção de Deus contra os inimigos externos de Israel. A única vez que Israel tinha de temer seus inimigos era quando estava vivendo em rebelião direta contra Deus.

Proteção a Israel Após Ele Ter Sido Restaurado no Fim dos Tempos

3) "E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro." [Daniel 12:1].

4) "O Egito se fará uma desolação, e Edom se fará um deserto assolado, por causa da violência que fizeram aos filhos de Judá, em cuja terra derramaram sangue inocente. Mas Judá será habitada para sempre, e Jerusalém de geração em geração." [Joel 3:19-20].

5) "E trarei do cativeiro meu povo Israel, e eles reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão, e plantarão vinhas, e beberão o seu vinho, e farão pomares, e lhes comerão o fruto. E plantá-los-ei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o SENHOR teu Deus." [Amós 9:14-15].

Nota: Os judeus ortodoxos em Israel estão hoje apontando para versos como esses com prova de que Israel não será derrotado nas batalhas, mas que vencerá e se expandirá para controlar toda a terra que Deus prometeu a Abraão. Eles estão tão familiarizados com as profecias do Antigo Testamento que compartilhei com você quanto nós estamos. A confiança nessas profecias é a base para a confiança que os judeus ortodoxos sentem quando promovem o conceito do "Grande Israel".

6) "Porque o dia do SENHOR está perto, sobre todos os gentios; como tu fizeste, assim se fará contigo; a tua recompensa voltará sobre a tua cabeça. Porque, como vós bebestes no meu santo monte, assim beberão também de contínuo todos os gentios; beberão, e sorverão, e serão como se nunca tivessem sido. Mas no monte Sião haverá livramento, e ele será santo; e os da casa de Jacó possuirão as suas herdades. E a casa de Jacó será fogo, e a casa de José uma chama, e a casa de Esaú palha; e se acenderão contra eles, e os consumirão; e ninguém mais restará da casa de Esaú, porque o SENHOR o falou. E os do sul possuirão o monte de Esaú, e os das planícies, os filisteus; possuirão também os campos de Efraim, e os campos de Samaria; e Benjamim possuirá a Gileade. E os cativos deste exército, dos filhos de Israel, possuirão os cananeus, até Zarefate; e os cativos de Jerusalém, que estão em Sefarade, possuirão as cidades do sul. E subirão salvadores ao monte Sião, para julgarem o monte de Esaú; e o reino será do SENHOR." [Obadias 15-21].

Nota: A Cutting Edge já escreveu muito sobre essa incrível profecia de Obadias. Se você não está ciente da guerra de aniquilação predita nesses versos, pedimos que separe alguns momentos para ler N1422, "A Vindoura Aniquilação do Povo Palestino, a Casa de Esaú" e também N2095, "Eruditos Judeus e Cristãos Confirmam Que os Palestinos São os Descendentes Modernos da Casa de Esaú", disponível na área restrita aos assinantes.

Existem então as promessas que Deus protegerá Israel e Jerusalém dos inimigos dos últimos dias que o cercarão, ameaçando-o com destruição massacrante. Os judeus ortodoxos em Israel também estão cientes dessas profecias, e estão esperando que elas sejam cumpridas pelo seu Messias.

1) "Naquele dia o SENHOR protegerá os habitantes de Jerusalém; e o mais fraco dentre eles naquele dia será como Davi, e a casa de Davi será como Deus, como o anjo do SENHOR diante deles. E acontecerá naquele dia, que procurarei destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém." [Zacarias 12:8-9].

2) "Porque eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro, mas o restante do povo não será extirpado da cidade. E o SENHOR sairá, e pelejará contra estas nações, como pelejou, sim, no dia da batalha." [Zacarias 14:2-3].

Agora, observe o próximo verso, pois o próprio Messias será aquele que estará protegendo Israel contra esses exércitos em derredor. Quando Ele aparecer, Seus pés pisarão o Monte das Oliveiras, que será fendido ao meio por um poderoso terremoto.

"E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul." [Zacarias 14:4].

Os judeus ortodoxos estão esperando o dia em que estarão cercados por exércitos hostis excessivamente poderosos e irresistíveis, no tempo do fim. Mas, quando a situação parecer a mais sombria possível, eles esperam que o Messias apareça, venha em seu auxílio e aniquile totalmente as forças inimigas.

O plano da Nova Ordem Mundial prevê que o 'Messias' também venha ao Monte das Oliveiras quando ocorrer um grande terremoto cataclísmico! (Ibidem, pág. 232).

Provavelmente, esse terremoto será causado pelo poder ocultista. Mas, se esse terremoto no Monte das Oliveiras coincidir com o avanço dos poderosos exércitos em derredor, e se esses exércitos forem derrotados por um poder que é obviamente sobrenatural, todos os judeus, até os ortodoxos, darão o crédito ao Anticristo, que estará reivindicando ser o Messias deles!!

Agora, vamos retornar ao assunto à mão, isto é, a invasão russa. Israel terá acabado de derrotar e aniquilar os palestinos, os sírios, os jordanianos e os egípcios, uma vitória que lhe permitirá se expandir e tomar a terra prometida a Abraão. Durante o estágio final dessa guerra rápida e decisiva, o Anticristo aparecerá, entre sinais e maravilhas extraordinários. Ele declarará ser o Messias judaico, por quem os judeus têm aguardado ansiosamente, e começará a encenar o cumprimento das profecias do Antigo Testamento (as Escrituras hebraicas).

Tendo obtido uma vitória tremenda sobre seus inimigos mais implacáveis, tendo restabelecido o controle sobre as antigas terras bíblicas, e tendo seu 'Messias' aparecido para tomar o controle, Israel estará em um clima de vitória e de júbilo sem paralelos em toda sua longa história. Lembre-se da cantiga de adulação feita para Davi, que deixou o rei Saul furioso e enciumado?

"Saul feriu os seus milhares, porém, Davi os seus dez milhares." [1 Samuel 18:7].

Essa era a cantiga em Israel naquele tempo. Pela primeira vez desde que foi restabelecido como uma nação em 1948, Israel se sentirá totalmente em paz. O país sentirá que acaba de eliminar todos os seus inimigos. Assim, o cenário estará armado, como descrito em Ezequiel 38:11: "Virei contra os que estão em repouso, que habitam seguros; todos eles habitam sem muro, e não têm ferrolhos nem portas."

O próprio Deus armou o cenário para o evento final, que fará os judeus aceitarem o Anticristo como seu Messias, e também para todo o mundo se convencer. Deus fará o desígnio mau de invadir Israel se formar na mente dos líderes russos e dos líderes dos países islâmicos citados anteriormente. Desde que assumiu o poder, o presidente Mahmoud Ahmadinejad tem repetidamente ameaçado Israel com a extinção. Uma de suas ameaças favoritas é "varrer Israel do mapa". O conceito de invadir Israel para destruí-lo está definitivamente na mente dos líderes atuais dos países islâmicos.

Deus está prestes a fazer Israel ficar cercado por exércitos, para que o Anticristo possa "livrá-los". Neste ponto, lembre-se da advertência de Deus que, no tempo do Anticristo, fará um forte engano vir sobre os seguidores da besta, para que eles creiam na mentira. [2 Tessalonicenses 2:9-11] Essa provavelmente será uma das maiores ilusões.

Portanto, neste momento, Israel estará em êxtase. Ele perdeu seus inimigos, recuperou sua terra, e a maior parte de seu povo acredita que o longamente aguardado Messias chegou, embora os rabinos ortodoxos ainda não tenham declarado oficialmente o Messias.

No que se refere ao Anticristo [o suposto Messias] ele estará muito satisfeito com o modo como as coisas estarão evoluindo. Ele encenou o cumprimento de muitas profecias messiânicas, e operou sinais e maravilhas, milagres para convencer a maior parte dos judeus e também o resto do mundo. O plano da Nova Ordem Mundial estará funcionado perfeitamente. Neste ponto, o inesperado ocorre!

O Plano da Nova Ordem Mundial não inclui a invasão de Israel, sob a liderança da Rússia!!

O propósito de Deus para o fim dos tempos, a conspiração das dez supernações (Apocalipse 17:17) estará funcionando com perfeição, isto é, as dez supernações foram formadas, com a Rússia e a Europa Oriental como a Nação 5. Esses governantes alcançaram seu principal objetivo, isto é, colocar em cena o Anticristo e, oficialmente, declararam o pleno suporte a ele, reconhecendo-o publicamente como o supremo líder e transferindo seu apoio a ele.

Tudo parecerá bem e de acordo com o plano, para os governantes dos Illuminati.

Mas, Deus declarou em Daniel 2:41-43, que essa confederação de dez supernações será composta de dois elementos que nunca podem formar liga, que Deus chama de "parte de ferro e parte de barro". Logo após essa confederação de dez supernações permitir o aparecimento do Anticristo, ela se romperá em tremendas lutas internas. Vemos o resultado dessas lutas internas em Daniel 7:20-24, quando o Anticristo destrói três das dez supernações originais. Mas, quanto a esse momento de triunfo para Israel e o Anticristo, eles não sabem nada desse evento vindouro. Eles não têm idéia que a Rússia planeja destruir o Anticristo de modo a tomar o poder para si mesma. Subitamente, no meio do júbilo em Jerusalém, virá uma notícia que entristecerá imediatamente a todos, do homem comum nas ruas até o Anticristo. (Neste ponto, volte-se comigo para a passagem em Daniel 11:40, uma passagem que descreve o aparecimento e o reino do Anticristo).

"E, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele, e o rei do norte se levantará contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas suas terras e as inundará, e passará."

O contexto dessa passagem é o Anticristo, iniciando pelo menos aqui no verso 40. Muitos eruditos bíblicos acreditam que passagens, de 11:32-39 possam se referir a Antíoco Epifânio, mas também se aplicam ao Anticristo, pois Antíoco é reconhecido com um tipo do vindouro Anticristo.

Mas, observe no verso 11:40, citado acima, que o Anticristo será atacado simultaneamente, com um exército do norte e do sul. Além disso, a descrição das forças do norte soa muito parecidas com as descrições do vasto exército descrito em Ezequiel 38-39. "e o rei do norte se levantará contra ele com carros, e com cavaleiros, e com muitos navios".

Uma Questão de Foco

Nosso ponto aqui é que, da perspectiva dos povos do mundo, do próprio Anticristo e da maioria dos judeus, esse ataque coordenado será visto como um ataque ao Anticristo! Somente as pessoas que conhecem suas Bíblias saberão que o ataque é um cumprimento da profecia de Ezequiel 38-39 e somente esses poucos é que perceberão que a destruição dessas forças massacrantes ocorre pelo poder de Deus.

Mas tarde — após o Anticristo revelar sua verdadeira face ao profanar o Santo dos Santos no novo templo — os judeus ortodoxos compreenderão que a destruição milagrosa dessas forças lideradas pela Rússia foi um ato do próprio Deus Todo-Poderoso, e as pessoas em toda a parte darão glórias a Deus. Mas, agora, de volta ao cerco do Anticristo, que estará em seu quartel-general em Jerusalém. À medida que os exércitos do norte e do sul se aproximarem de Israel, os corações de todo o povo judeu estarão se derretendo como cera. Eles pensarão que serão destruídos desta vez, por que estão enfrentando tropas russas e da Europa Oriental, que estão muito melhor treinadas e equipadas do que as forças árabes que enfrentaram Israel desde 1948. Não haverá expectativa humana alguma que as Forças de Defesa de Israel consigam derrotar esse exército combinado.

Por outro lado, os judeus ortodoxos que conhecem as Escrituras do Antigo Testamento, estarão de joelhos pedindo o livramento de Deus, com base nas muitas passagens que predizem que o próprio Deus virá para dar livramento a Israel nos últimos dias. Já referenciamos as Escrituras que descrevem o cerco e o ataque a Israel pelas forças dos exércitos gentios nos últimos dias, e em que Deus promete que dará o livramento. Os judeus ortodoxos estarão pedindo que Deus cumpra essas promessas.

O Anticristo também estará cheio de fúria sobrenatural contra a Nação 5, a Rússia e a Europa Oriental, por terem se atrevido a atacá-lo em Jerusalém. Ele estará constantemente na televisão de todo o mundo advertindo das severas conseqüências se esses exércitos não voltarem atrás. Logicamente, a Rússia possui armas nucleares e escalares, de modo que mesmo que o Anticristo controle as muitas ogivas nucleares das Nações Unidas, ele não se atreverá a usá-las contra a Rússia, temendo uma retaliação.

Quando esses exércitos se aproximarem das fronteiras de Israel, o Deus Todo-Poderoso assumirá o controle da situação.

"Sucederá, porém, naquele dia, no dia em que vier Gogue contra a terra de Israel, diz o Senhor DEUS, que a minha indignação subirá à minha face. Porque disse no meu zelo, no fogo do meu furor, que, certamente, naquele dia haverá grande tremor sobre a terra de Israel; de tal modo que tremerão diante da minha face os peixes do mar, e as aves do céu, e os animais do campo, e todos os répteis que se arrastam sobre a terra, e todos os homens que estão sobre a face da terra; e os montes serão deitados abaixo, e os precipícios se desfarão, e todos os muros desabarão por terra. Porque chamarei contra ele a espada sobre todos os meus montes, diz o Senhor DEUS; a espada de cada um se voltará contra seu irmão. E contenderei com ele por meio da peste e do sangue; e uma chuva inundante, e grandes pedras de saraiva, fogo, e enxofre farei chover sobre ele, e sobre as suas tropas, e sobre os muitos povos que estiverem com ele." [Ezequiel 38:18-22].

Deus fará cair sobre esses exércitos um fenômeno sobrenatural — terremotos historicamente sem precedentes, tão grandes que toda a terra será abalada. Deus também enviará pestilências (doenças), uma grande chuva, saraiva, fogo e enxofre. Você sabia que os mísseis balísticos não podem ser lançados durante uma tempestade muito intensa? [A razão é que os sistemas de navegação deles ficam desnorteados.].

Quando o exército russo for totalmente destruído, Deus será o responsável. O verso 23 diz: "Assim eu me engrandecerei e me santificarei, e me darei a conhecer aos olhos de muitas nações; e saberão que eu sou o SENHOR."

Observe duas coisas nessa afirmação:

1) O próprio Deus se engrandecerá pelo modo sobrenatural como destrói os exércitos que invadem Israel;

2) Na frase acima, é interessante que Deus diz que Ele se dará a conhecer aos olhos de "muitas" nações, mas não de "todas" as nações. Acredito que as pessoas que estiverem enamoradas com o Anticristo acreditarão que foi dele o óbvio poder sobrenatural que destruiu os exércitos.

E, definitivamente os judeus ortodoxos ficarão agora convencidos que o Anticristo é o Messias deles. Não somente eles testemunharam os tremendos sinais e maravilhas que ele operou desde que apareceu, mas agora o viram proteger Israel e Jerusalém da mesma forma como Deus o livrou Israel nos tempos do Antigo Testamento. Esses judeus ortodoxos estavam aguardando por esse sinal; agora que o Anticristo os livrou de seus inimigos militares massacrantes, eles pronunciarão oficialmente que ele sem dúvidas é o Messias aguardado há tanto tempo.

Um anúncio público será feito ao povo judeu de que este é o seu Messias. O Anticristo aceitará esse pronunciamento gentilmente e proferirá palavras grandiosas e emocionadas em nome do povo judeu. Neste momento, a septuagésima semana em Daniel 9:27 iniciará. O Período da Tribulação começará oficialmente e Jesus Cristo retornará após sete anos judaicos de 360 dias cada. Qualquer pessoa com esse conhecimento bíblico pode marcar em seu calendário e saber exatamente quando Jesus Cristo retornará para destruir as forças do Anticristo.

Em Israel, o pandemônio reinará supremo, à medida que o povo celebrar seu "Messias". As obras para a construção do novo templo (maçônico) iniciarão imediatamente. (Leia o artigo N1643) Judeus de todo o mundo fluirão para o país expandido. A febre da paz irromperá por toda a parte. Em todos os cantos do mundo, as pessoas estarão dizendo umas às outras: "Finalmente temos paz e segurança".

Este é o cenário mais lógico e provável, que cumprirá as profecias da Escritura e os planos da Nova Ordem Mundial. O cenário está armado. Todos os atores estão em seus lugares. Permitamos que o autor Peter Lemesurier tenha a palavra final:

"O roteiro deles está agora escrito, sujeito somente à edição de último minuto e instruções do palco. O próprio palco, embora ainda na escuridão, já está quase pronto. No fundo do poço, a orquestra subterrânea já está afinando seus instrumentos... A maioria dos atores principais, acredita-se, já assumiu seus papéis. Em breve, será o tempo para eles virem ao palco, prontos para que as cortinas sejam levantadas. O tempo para ação terá chegado." [Peter Lemesurier, The Armageddon Script, pág. 232, leia a resenha].

Os eventos vão ficar muito interessantes.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 14/1/2007
Revisão: V. D. M. — Campo Grande / MS e http://www.TextoExato.com
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2177.asp