Escolha uma cor para o fundo:  

Instituições Internacionais e Globais Estão Sendo Propostas Como a Solução Para o Alto Preço do Petróleo

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Usando o Plano das Seis Etapas para a Mudança do Comportamento, líderes e formadores de opinião em todo o mundo estão propondo instituições globais para solucionar o problema da alta do petróleo. Estamos diante das dores de parto finais que trarão à luz os aspectos econômicos da Nova Ordem Mundial. Os contínuos rumores de guerra contra o Irã também estão contribuindo para esse avanço rumo ao governo e economia globais profetizados na Bíblia.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Usando com Maestria o Plano das Seis Etapas Para a Mudança do Comportamento

Políticos, economistas e especuladores estão trabalhando juntos com maestria para direcionar as nações rumo à economia e governo globais usando como principal catalisador a alta do preço do petróleo e de outros produtos. No entanto, eles estão seguindo o velho processo de manipulação silenciosa conhecido como "Plano das Seis Etapas para a Mudança do Comportamento".

Mas o que é esse "Plano das Seis Etapas"? Vamos rever esse plano insidioso que pode — e consegue — mudar silenciosamente a mente das pessoas que pode ser considerado uma "arma silenciosa".

Como o Plano das Seis Etapas Funciona

Etapa 1. Alguma prática que, de tão ofensiva, nem deveria ser discutida em público, é defendida por um especialista respeitado em um foro respeitável.

Etapa 2. A princípio, o público fica chocado, depois indignado.

Etapa 3. No entanto, o simples fato que tal coisa tenha sido debatida publicamente torna-se o assunto do debate.

Etapa 4. No processo, a repetição prolongada do assunto chocante em discussão gradualmente vai anulando seu efeito.

Etapa 5. As pessoas não ficam mais chocadas com o assunto.

Etapa 6. Não mais indignadas, as pessoas começam a debater posições para moderar o extremo, ou aceitam a premissa, procurando os modos de alcançá-la.

Este método insidioso de mudança de valores e atitudes está sendo direcionado com sucesso sobre a população como um todo. Milhões de pessoas estão experimentando mudanças de atitudes em uma grande variedade de assuntos. Essa mudança de atitudes é essencial para a implementação da Nova Ordem Mundial.

Mantendo em mente como esse Plano opera nos corações e na mentalidade das pessoas, vamos revisar como esse plano está funcionando perfeitamente para mover as nações em direção à economia e ditadura globais planejadas, usando a alta do petróleo e de outros produtos como "propulsor".

Depois de assistir durante quatro anos a elevação constante do petróleo, você perceberá que a operação desse plano insidioso agora chegou à Etapa 6 — onde começamos a ouvir os apelos defendendo a "solução" que os Illuminati queriam desde o início. "Ordem a partir do caos" está funcionando perfeitamente.

Moedas Fixas

Resumo da Notícia: "Chegou o Tempo Para uma Moeda Global", editorial do jornal Asia Times, 6 de junho de 2008.

"A economia mundial está sofrendo com a alta inflação... Conseqüentemente, os preços da energia e dos alimentos dispararam, chegando a níveis que ameaçam a ordem social e econômica... O preço do petróleo, que subiu de US$ 20 o barril em 2001, para US$ 135 em maio deste ano, mostra a extensão da desvalorização do dólar e as distorções nas taxas de juros. Uma nota de 100 dólares comprava cinco barris de petróleo em 2001, mas agora só compra três quartos de um barril, perdendo cerca de 85% de seu valor real."

A Cutting Edge sempre afirmou que os Illuminati precisam desvalorizar gradualmente o dólar, se esperam convencer a porção patriótica do povo americano a aceitar a nova moeda regional, o Amero — a moeda planejada para a União da América do Norte (NAFTA). Essa desvalorização está quase completada, o que significa que o novo Amero está próximo.

Agora, esse editorial se torna alarmante quando propõe a "solução"! Observe que a solução proposta é global em todos os sentidos, e é ditatorial!

"Um Banco Central mundial está se tornando uma necessidade em uma economia global... Suas leis devem ser aplicadas tão meticulosamente quanto qualquer lei constitucional de uma democracia Ocidental... Segundo, um Banco Central mundial criaria uma moeda de reserva... uma verdadeira moeda corrente representada por papel-moeda, como o dólar, o euro, a libra, ou qualquer outra moeda..."

Agora, observe que essa nova moeda global terá um valor fixo:

"Uma vez definida em termos de ouro, seu valor permanecerá fixo e será preservado mediante leis rígidas que controlarão sua emissão..."

Se contarem à população financeiramente cansada que ela não precisa mais se preocupar que a flutuação monetária cause uma elevação nos preços, ela EXIGIRÁ que essa mudança seja feita imediatamente. É assim que funcionam os roteiros dos Illuminati: eles são escritos de maneira tal que a população não apenas aceitará a mudança planejada, mas passa a exigir que essa mudança ocorra. Se disserem às pessoas que os preços dos produtos podem abaixar em 50% instantaneamente, elas farão passeatas em suas capitais para exigir tal mudança.

Agora, a conclusão desse editorial:

"Será importante, no nível da ONU, do FMI e dos governos mundiais, acabar rapidamente com o caos monetário dominante e iniciar o processo de reforma para um Banco Central mundial, provavelmente o FMI, e a para criação de uma moeda mundial de reserva."

Quão rápido seria esse "rapidamente"? Depende da opinião de cada um, mas eu não tão ficaria surpreso em ouvir em breve que a ONU está convocando uma conferência internacional com a participação dos chefes de Estado. Então, a única pergunta é como qualquer acordo será ratificado pelos países individuais. Isso pode levar certo tempo e, enquanto isso, o dólar continuará caindo e os preços dos produtos continuarão subindo, até que as pessoas gritem por socorro!

Ao terminar o encontro dos Bilderbergers na Virgínia, surgiu a notícia que um dos objetivos deles é o controle global sobre o sistema financeiro.

Resumo na Notícia: "Bilderbergs Desejam uma Agenda para a Centralização e Regulamentação Bancária", InfoWars, 9 de junho de 2008.

"Saindo do encontro anual do grupo Bilderberger, parece que o presidente da Federal Reserve de NY, Timothy Geithner, está pronto para propor uma nova agenda para os bancos centrais do mundo, que provavelmente foi decidida no encontro. Ontem, Geithner escreveu um artigo no Financial Times, propondo a criação de uma estrutura reguladora das finanças internacionais... Não é nenhum segredo que o verdadeiro objetivo dos Bilderbergers é levar o mundo a aceitar um governo global. Ao estabelecer uma nova estrutura bancária reguladora global, o mundo se aproximará mais de uma moeda global, em uma sociedade sem papel-moeda, em que microcircuitos eletrônicos serão usados para facilitar as transações."

A agenda oculta que está por trás de todas essas crises globais pelas quais os Illuminati estão fazendo o mundo passar é simplesmente mais controle governamental, e mais controle do governo global. Não importa se a crise é o preço do petróleo, crise bancária ou o aquecimento global — o fim planejado é o controle global! Quando você entender essa verdade fundamental, estará muito mais perto de entender o que está acontecendo conosco e o porquê.

Enquanto estamos discutimos sobre novas moedas, vejamos o que as nações petrolíferas do Golfo estão planejando criar:

Resumo da Notícia: "Golfo pode se aproximar de união monetária", Bloomberg Financial News, 8 de junho de 2008.

"Os Bancos Centrais dos seis países árabes do Golfo podem chegar a um acordo sobre o modelo de uma nova moeda única regional, em um encontro amanhã, aumentando as chances que eles manterão suas moedas atreladas ao dólar... Os governadores (diretores) do Conselho de Cooperação do Golfo, que inclui a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, concordaram em abril se reunir em Doha, no Catar, para estabelecer os princípios para a união monetária em 2010. O sucesso pode aliviar a pressão sobre os governos do Golfo para revalorizar suas moedas em relação ao dólar ou cortar as ligações completamente... 'Parece que o plano para a união monetária ganhou um novo fôlego nos últimos meses', disse Simon Williams, economista-chefe no Oriente Médio do HSBC Holdings Plc., em Dubai."

Grande parte dessa especulação terrível que mantém os preços do mercado de futuros de petróleo lá em cima está centrada nos círculos financeiros em Dubai. Portanto, se as nações produtoras de petróleo do Golfo estão verdadeiramente descontentes com o declínio do dólar e com a alta do petróleo, fariam bem em comandar secretamente essas casas financeiras 'rebeldes' sediadas em Dubai.

Moedas regionais fixas são a nova tendência global. Não somente vemos uma moeda mundial sendo proposta, mas moedas regionais na União da América no Norte (NAFTA), no Mercosul e nos países do Golfo. Cada uma dessas moedas propostas terá valor fixo. Com um único golpe, a maioria dos problemas financeiros atuais no mundo desaparecerá como o orvalho na grama pela manhã!

A notícia seguinte exige um sistema bancário global:

Resumo da Notícia: "Presidente do Fed de NY pede a criação de um sistema bancário global", Money — NineMSN News, 8 de junho de 2008.

"Bancos e bancos de investimento cuja saúde é crucial para o sistema financeiro global deveriam operar sob uma estrutura reguladora unificada com "requisitos apropriados para capital e liquidez", de acordo com Timothy Geithner, presidente da Federal Reserve de Nova York."

Até mesmo os ministros do G-8 estão fazendo essas propostas de uma ação global:

Resumo da Notícia: "Ministros do G-8 propõem uma ação global sobre o petróleo", Money — NineMSN News, 8 de junho de 2008.

"Os ministros da Energia dos países desenvolvidos expressaram 'serias preocupações' com a alta do petróleo... Os produtores entre o G8 disseram que procurariam aumentar a produção e apelaram para que os outros países produtores aumentem o investimento, de modo a manter os mercados bem-abastecidos'."

Neste momento, precisamos apontar para a propaganda enganosa que está sendo lançada sobre nós com essa afirmação; o problema não é a quantidade de petróleo que é extraído e exportado, mas sim a pura especulação mais a deliberada queda do dólar americano. Esta próxima notícia deixa isso bem claro:

Resumo da Notícia: "Alta do petróleo não tem nada que ver com escassez no suprimento", Reuters News, 9 de junho de 2008.

"Dubai (Reuters) — A especulação nos mercados de commodities causou a súbita elevação dos preços do petróleo na semana passada, não alguma defasagem na produção, disse o ministro do Petróleo do Catar, um país membro da OPEP. Houve um aumento de mais de US$16 por barril — mais de 13% — em dois dias de pregão na quinta e sexta-feira devido ao enfraquecimento do dólar e às crescentes tensões entre Israel e Irã."

Considere os seguintes fatos citados:

  1. Essa enfática declaração — que contraria a retórica da administração Bush — vem de um dos amigos mais próximos dos EUA — o Catar!

  2. A súbita elevação do preço do petróleo é atribuída ao enfraquecimento do dólar e;

  3. Aumento das tensões entre Israel e Irã.

Vamos voltar a esse assunto mais tarde, mostrando que a contínua retórica de guerra contra o Irã não passa dos profetizados "rumores de guerras". Quando o preço do petróleo mostra sinais de declínio, algum representante do governo dos EUA ou de Israel faz alguma ameaça de guerra, que é usada imediatamente como desculpa pelos especuladores, para elevar os preços novamente!

Voltando à nossa notícia, descobrimos algo muito interessante:

"'A volatilidade nos preços do petróleo nas últimas semanas, apesar do fato que não houve grande aumento na demanda ou queda no abastecimento, provou que a especulação estava dirigindo o mercado', disse Abdullah al-Attiyah à TV Al Jazeera, por telefone. 'A questão não é alguma crise no abastecimento. Não há nenhum sinal de uma crise iminente no fornecimento. Não há uma razão ou mudança clara no mapa de abastecimento... A questão não é defasagem no abastecimento. Não temos visto filas nos postos de gasolina em todo o mundo. Não temos visto o acúmulo de navios petroleiros nos terminais.'"

Esse ministro árabe está absolutamente correto! A elevação dos preços do petróleo não tem nada que ver com a quantidade de petróleo no mercado; a especulação desenfreada mais manipulação por grandes bancos internacionais e casas de investimento é que fizeram o preço do petróleo disparar. Por isso, sempre que você ouvir o presidente Bush, ou qualquer outro representante dos governos de países ocidentais, dizer que a OPEP pode resolver esse problema extraindo mais petróleo, sabe que está ouvindo um mentiroso!

Além disso, a resposta não é o governo conceder mais licenças para a prospecção, pois isso já foi feito. O número de licenças para prospecção aumentou consideravelmente nos últimos anos.

Portanto, quando os preços sobem ao mesmo tempo em que a demanda está caindo, e quando muito petróleo está no mercado, a única razão para uma contínua elevação é que a manipulação e a especulação desenfreada estão trabalhando uma trama mortal.

O ministro do Petróleo da Arábia Saudita tem uma opinião parecida:

Resumo da Notícia: "Petróleo Cai Após a Arábia Saudita Convocar Encontro Entre Produtores e Consumidores", Bloomberg Financial News, 9 de junho de 2008.

"O petróleo caiu mais de 4 dólares o barril em Nova York, depois que o ministro do Petróleo da Arábia Saudita, Ali al-Naimi, convocou uma reunião de nações produtoras e consumidoras para discutir como lidar com os preços recordes. 'O aumento do preço não é justificado em termos dos fundamentos de mercado', disse hoje o governo saudita, em uma declaração divulgada pela Agência Saudita de Notícias."

Agora o próximo parágrafo fica bem interessante!

"'A crise econômica nos EUA fez o dólar cair acentuadamente e as ameaças contra o Irã aumentaram as tensões geopolíticas, disse hoje o presidente da OPEP, Chakib Khelil, em Argel, de acordo com a agência estatal Algerie Presse Service. 'Se não fosse por esses fatores, o preço do petróleo estaria provavelmente em US$ 70 o barril; somente a desvalorização do dólar adiciona US$ 40'.''

Se a queda do dólar adiciona US$ 40 por barril, então a interminável — e estúpida — retórica contra o Irã adiciona US$ 30 por barril! US$ 70 por barril é um preço alto para o consumidor pagar por mentiras deslavadas e manipulação! Voltaremos à questão sobre o Irã posteriormente neste artigo.

Temos de voltar para essa notícia da Bloomberg mais uma vez, para outra citação reveladora:

"Um sindicato que representa os funcionários de alto escalão da unidade nigeriana da Chevron Corp. disse que a empresa não atendeu às exigências feitas em um ultimato que terminou ontem e alertou que uma greve pode estar iminente."

Quando o preço do petróleo cai, e é muito cedo para repetir a ameaça ao Irã, alguma coisa acontece na Nigéria. Ocorre um seqüestro de trabalhadores petroleiros por "militantes" ou uma ameaça de greve é anunciada. Uma dessas "ameaças" é usada pelos especuladores como desculpa para elevar os preços, apesar de a Nigéria extrair somente 350.000 barris por dia. A produção de petróleo do norte do Iraque sozinha compensa essa ameaça da perda do petróleo nigeriano. Além disso, lembre-se que essas são ameaças vazias, pois nenhuma delas realmente provoca uma redução na produção nos campos petrolíferos da Nigéria.

Portanto, ao concluirmos este segmento sobre a manipulação deliberada dos preços do petróleo, você consegue ver que o mundo está na Etapa 6 do Plano das Seis Etapas? Depois que a interminável repetição do problema criado de forma deliberada — desde 2000 — produziu seu estrago insidioso, alguém aparece com a "brilhante" sugestão de como a crise pode ser "solucionada".

E a resposta será exatamente a que os Illuminati queriam desde o começo! Uma Ditadura Global e uma Economia Global.

O Irã É o Maior Cumprimento da Profecia Sobre os "Rumores de Guerras"!

Jesus Cristo profetizou: "E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim." [Mateus 24:6; ênfase adicionada].

Um rumor, evidentemente, é uma declaração que não é verdadeira e que não acontece, mas é apenas uma ameaça verbal. O dicionário também diz que um "rumor" é amplamente disseminado. Essa ameaça do Irã cumpre essa profecia com perfeição! Para demonstrar quão ridícula é a idéia de finalmente ir à guerra contra o Irã, considere os seguintes fatos:

1) As forças americanas estão sobrecarregadas ao ponto de não serem capazes de tomar um país de Terceiro Mundo, com capacidade militar limitada, como Mônaco, muito menos uma nação do tamanho e com a força do Irã. Leia esta notícia: "Começar outra guerra? Com o quê?", Seattle Post-Intelligencer, 4 de abril de 2008.

2) O Irã tem um plano de contra-ataque formidável que literalmente afundaria as economias dos EUA e do resto do mundo em outra Depressão. Pedimos que você leia nosso artigo N2074, "Líderes Iranianos Ameaçam os EUA com Devastação, Dizendo que Aprenderam Lições Estratégicas Valiosas com a Resposta do Governo ao Furacão Katrina" [não traduzido].

Leia também os seguintes artigos:

N2116 — "A Rússia Está Aumentando Sua Influência no Oriente Médio, Preparando-se Para Chefiar uma Coalizão Contra Israel, em Cumprimento à Profecia de Ezequiel 38 e 39"

N2003 — "Um Xeque-Mate da Rússia no Oriente Médio?"

O artigo N2116 descreve a capacidade militar russa que foi fornecida ao Irã. Você verá que seria fácil para eles fechar o Estreito de Ormuz, por onde transitam muitos navios petroleiros diariamente. Se o Estreito de Ormuz for fechado, as economias mundiais quebrarão imediatamente!

3) Quando o presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que um ataque ao Irã seria considerado um ataque a Moscou, o jogo foi encerrado. Nem os EUA nem Israel arriscarão uma guerra mundial contra a Rússia por causa do Irã, por qualquer motivo. Não há nenhuma profecia do fim dos tempos sobre uma guerra mundial entre a Rússia e qualquer outra nação. Até mesmo o ataque a Israel, liderado pela Rússia, em Ezequiel 38-39, será apenas uma guerra regional, não global. Porém, qualquer conflito entre os EUA e Rússia por causa do Irã se tornaria global instantaneamente.

A Rússia está agora ajudando ativamente o programa nuclear iraniano, como mostra a seguinte notícia:

Resumo da Notícia: "A Rússia diz que os preparativos para ativar o reator nuclear do Irã estão programados para o outono", YNET News, 7 de junho de 2008.

"Agências russas de notícias disseram no sábado que os preparativos para colocar para funcionar uma usina nuclear no Irã começarão no outono. As agências citaram o chefe da agência nuclear russa, Sergei Kiriyenko, dizendo que os construtores estão na fase final de trabalho na usina, perto da cidade de Bushehr... Os comentários dele no sábado estavam de acordo com uma declaração do chefe da empresa russa que está construindo a usina, que poderia não começar a operar antes do fim de 2008. Porém, o Irã disse que o reator começará a operar com metade de sua capacidade neste verão."

Essa notícia mostra que os líderes russos continuam a ter uma posição firme contra as forças ocidentais que ameaçam um ataque contra o Irã. A Rússia não se colocou apenas militar e diplomaticamente em volta do Irã para protegê-lo, mas técnicos russos seriam atingidos e mortos por um ataque ocidental. Somente isso seria motivo suficiente para a Rússia lançar um poderoso contra-ataque, seja contra os EUA ou contra Israel.

Muitos eruditos bíblicos interpretam que a profecia de Ezequiel 38-39, em que a Rússia lidera um ataque contra Israel junto com várias outras nações — incluindo o Irã — ocorrerá na metade dos sete anos da Tribulação. A Cutting Edge acredita que a invasão russa ocorrerá após a Terceira Guerra Mundial que produzirá o Anticristo, mas pouco antes do Anticristo firmar a aliança com Israel (Daniel 9:27). De qualquer forma, um ataque israelense contra o Irã antes da planejada guerra mundial não se encaixa com Ezequiel 38-39.

4) Já que o presidente Bush admitiu no fim do ano passado que a Inteligência Americana estava errada sobre o Irã desenvolver armas nucleares e, portanto, riscou da agenda a opção militar, que alvos os EUA provavelmente atacarão? Não poderão atacar as usinas nucleares civis do Irã, porque Bush já admitiu que elas não representam ameaça de armas nucleares.

Leia essa importante confissão do presidente Bush no seguinte artigo disponível no site da Cutting Edge: N2256 — "Presidente Bush Descarta Ação Militar Contra o Irã". Esse artigo prova que Bush puxou para sempre o tapete de qualquer líder que queria atacar o Irã; todo o mundo vai entender que outro ataque totalmente injustificado foi feito contra uma nação soberana!

Se os EUA atacarem alvos civis no Irã, com forças convencionais, o Irã poderá lançar um contra-ataque imediato em toda a fronteira iraquiana, desde Basra até ao extremo norte no Curdistão. O Irã também poderia ativar imediatamente as formidáveis milícias iraquianas, que têm se mostrado tão problemáticas. O resultado poderia ser um colapso total do governo iraquiano pró-EUA e deixaria os 130.000 soldados americanos em menor número e cercados.

Pelas mesmas razões, Israel não tem uma base válida para atacar o Irã. Com Israel cercado por inimigos bem armados — Hamas, Hezbollah, Síria e Egito — ele não vai se arriscar em uma guerra contra a ameaça iraniana, que é falsa desde o princípio. Sempre que um político israelense ameaça atacar o Irã, ele está apenas participando no planejado cenário de rumores de guerra, destinado a fornecer uma desculpa para os especuladores manterem os preços das commodities lá em cima.

5) Líderes proeminentes do CFR (Conselho das Relações Internacionais), começando com o Secretário de Defesa Robert Gates, são totalmente contrários a um ataque ao Irã. O CFR controla o presidente americano, de modo que essa é uma força poderosa que minimiza as possibilidades de um ataque americano.

6) O Irã (a antiga Pérsia) está protegido de um ataque maciço pelas profecias de Ezequiel 38-39, um assunto que já tratamos diversas vezes em artigos anteriores.

7) Uma vez que está profetizado que a Rússia será a líder de uma coalizão invasora contra Israel, ela deve manter a confiança total dos países árabes que marcharão ao seu lado; esses países precisam acreditar que as armas russas podem vencer as armas israelenses. Portanto, a Rússia não pode ser humilhada pelos Exércitos ocidentais agora, ou nenhum líder árabe acreditará que a Rússia pode derrotar Israel, negando, assim, essa profecia.

8) Os estrategistas militares procuram se certificar de que quando atacam um inimigo, fazem isso quando têm a maior vantagem e a tecnologia bélica de ponta sobre o possível oponente. Portanto, se o Ocidente realmente planejasse atacar o Irã, teria feito isso em meados de 2003, quando começou com as ameaças. Todas as forças americanas, britânicas e australianas que tinham atacado e derrubado Saddam ainda estavam posicionadas. Naquele tempo, os EUA tinham formidáveis capacidades por terra, ar e mar contra o Irã. Além disso, o Irã estava muito mais fraco. A Rússia não tinha construído sua defesa aérea de estado da arte por todo o Irã e não tinha cercado o Estreito de Ormuz com mísseis de cruzeiro supersônicos, que podem afundar frotas navais inteiras e contra os quais não há defesa. Os líderes russos ainda não tinham declarado publicamente que um ataque ao Irã seria considerado um ataque a Moscou.

Meus anos de treinamento na Inteligência do Exército me ensinaram que quando o presidente Bush discretamente recuou no outono de 2003 em suas ameaças contra o Irã, ele nunca o atacaria. Mas, o que acontece é que sempre que um prazo para atacar o Irã termina, os propagandistas americanos simplesmente marcam uma nova data. Essa data é por volta de agosto, ou antes do fim do mandato do presidente Bush.

Como mostra este DVD "The Magog Invasion", todas as nações que, segundo as profecias bíblicas, marcharão junto com a Rússia contra Israel, estão agora "posicionadas", isto é, estão aliadas com a Rússia. Só por isso, não haverá um ataque contra o Irã.

Portanto, acreditamos que essa ameaça contra o Irã, que já tem cinco anos, representa o maior cumprimento na história moderna da profecia de Jesus Cristo sobre os rumores de guerras. Os cristãos deveriam se alegrar ao verem esse surpreendente cumprimento de uma profecia-chave no noticiário, porque isso significa que o fim dos tempos se aproxima rapidamente!



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Tradução: Marcelo N. Motta, Blog PensandoBiblicamente
Data de publicação: 4/8/2008
Revisão: http://www.TextoExato.com
Patrocinado por: J. S. L. e M. R. D. S. L. — Sorocaba / SP
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2296.asp