Enganação no Mais Alto Nível: Quando o Diabo Imita a Obra do Espírito Santo de Deus

Nos círculos carismáticos, a experiência pessoal tornou-se o fator determinante, em vez de a inerrante e infalível Palavra de Deus. Para eles, é totalmente inconcebível que as maravilhosas e poderosas manifestações que experimentam possam ser qualquer outra coisa que não a operação do Espírito Santo. No entanto, humildemente apontamos que isso é justamente o que está acontecendo!

Recursos úteis para sua maior compreensão

As Igrejas Cristãs Estão Abrindo as Portas Para o Anticristo


Título do Livro 2


Título do Livro 3

O verso a seguir das Escrituras é interessante por diversas razões, mas suspeito que a maioria das pessoas deixa de compreender a força total do que ele implica:

"Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar." [1 Pedro 5:8].

O termo "rugindo como um leão" deveria chamar nossa atenção por sua incongruência. Os leões não rugem quando saem para caçar! Já que o senso comum nos diz que o rugido afugentaria a presa avistada, como devemos interpretar essa afirmação? Talvez algumas informações adicionais ajudem a esclarecer a verdade maior que está por trás. Os naturalistas observaram os leões na vida selvagem e filmaram o comportamento deles para programas de televisão como o "Canal Discovery", e parece que uma das ocasiões mais freqüentes em que o rugido ocorre é após a matança ter ocorrido! Uma vez que a comida esteja disponível, a furtividade não é mais necessária e a refeição torna-se bem ruidosa. O rugido e o grunhido então tornam-se sinais para os outros animais que o rei leão está comendo e que eles estão, pelo menos por este momento, relativamente seguros.

Portanto, um leão que ruge é um leão "seguro" — não uma ameaça imediata. Ele não está à espreita, procurando sua próxima refeição e não se preocupa em esconder sua presença. Assim sendo, o que podemos aprender com o fato de o Diabo ser como um "leão que ruge... procurando a quem possa tragar?" Enganação, enganação, enganação! Que melhor modo o Diabo poderia escolher para desarmar e enganar as ovelhas do que distraí-las? Manter a atenção delas focada no "rugido" e levá-las a um falso senso de segurança enquanto ele se aproxima de mansinho por trás.

Que imagem mental vem à sua mente quando o Diabo é mencionado? Um monstro horrendo vestido de vermelho, com chifres, patas, um rabo pontudo e um forcado de três pontas. Certo? Mas onde essa descrição se encontra na Bíblia? Meus amigos, ela não está na Palavra de Deus e chegou até nós graças à imaginação de alguém, provavelmente dos tempos medievais. No entanto, ela se ajusta perfeitamente ao plano do Diabo! O conceito dos desenhos animados desse monstro acoplado com a inclinação natural do homem para o comportamento pecaminoso, oferece a capa do "leão que ruge" que Satanás tem usado para sua vantagem há milênios! "O Diabo está no outro lado da cidade, na sarjeta com o resto dos pecadores", é a falsa imagem que ele ainda está empregando com perfeição. No entanto, a verdade é quase sempre mais estranha que a ficção e muitos ficarão chocados com o que estou prestes a dizer, mas já lhe ocorreu que desde o início da igreja até agora, Satanás e seus demônios estão entre os mais influentes e famosos pregadores no mundo? Estou sendo tão sério quanto uma pedra nos rins! O leão alimenta-se das ovelhas, não dos crocodilos! Por que o Diabo gastaria tempo e energia com aquela parte da cadeia alimentar com a qual não tem qualquer interesse? Das cenas fragmentadas que temos dele na Bíblia, parece que está preso em uma luta cósmica com Jeová pelo próprio título de "Deus" e dedica sua atenção àqueles de nós que são ovelhas de Deus. De modos que não podemos plenamente compreender, qualquer desobediência, qualquer desvio da vontade de Deus para nossas vidas que ele possa obter de nós — é seu objetivo. Assim, quando consegue nos atrair para um falso senso de segurança pensando que sua localização é onde ouvimos o rugido, a tarefa de nos devorar torna-se muito mais fácil. A Palavra de Deus tem muito a dizer sobre os falsos mestres — os lobos (ou, neste caso, leões) entre as ovelhas. Para devorar o máximo possível, precisam fazer o melhor que podem para ficar sob uma capa de disfarce. Manter uma aparência exterior de ovelha é de fundamental importância para ser bem sucedido no ataque às ovelhas. Além disso, trabalhar como pastor/mestre lhes concede a maior de todas as oportunidades para infligir o maior dano espiritual que for possível.

A enganação é a marca registrada do Diabo! É seu modo de operação, seu jeito de agir. É por isso que o Novo Testamento está repleto de advertências sobre a enganação. Aqui estão apenas alguns exemplos:

"E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos." [Mateus 24:4-5].

"E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos." [Mateus 24:11].

"Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." [Mateus 24:24].

E Jesus, respondendo-lhes, começou a dizer: Olhai que ninguém vos engane; porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos." [Marcos 13:5-6].

"Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente." [Efésios 4:14].

"Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência." [Efésios 5:6].

"E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo." [Apocalipse 20:3].

Logicamente, existem muitas outras referências que poderiam ser citadas, mas essas seleções deixam a questão bem clara. O Diabo é nosso adversário e está usando todo truque sujo à sua disposição para nos pegar desprevenidos e nos atrair ao mal. Quando cedemos à tentação e, desse modo pecamos contra nosso Senhor e Salvador, deixamos o Diabo contente! Ele não pode nos forçar a pecar, mas certamente pode nos dar alguns empurrões na direção em que estamos inclinados. Quanto mais completamente ele puder "devorar" uma das ovelhas, mais dor causa ao grande coração de Deus. Mas há um plano muito mais sinistro e absolutamente brilhante a ser encontrado no cinto de truques de Satanás — um plano que é raramente reconhecido pelo povo de Deus: pecado que não parece ser pecaminoso. Deixe-me explicar o que quero dizer. Qualquer coisa que não esteja 100% em conformidade com a vontade de Deus é, por definição, pecado. A palavra grega hamartano, normalmente traduzida como "pecado" no Novo Testamento, tem um significado principal de "errar o alvo". Fazer a coisa certa do modo errado (tendo um motivo errado, por exemplo), é pecado. Um pensamento imoral que passa rapidamente pela nossa mente ou um acesso de raiva injustificada são tão pecaminosos aos olhos de Deus quanto um dos "grandes" pecados (grandes aos nossos olhos) do homicídio ou do adultério. Deus não categoriza nem "atribui pontos de classificação" ao pecado — não existem pecados pequenos e grandes. Qualquer falha em se conformar totalmente (100%) com a vontade de Deus é PECADO! Ponto! Uma vez que compreendamos esse conceito — que somos por natureza e por prática pecadores — a graça de Deus estendida a nós se destaca por contraste. Mas, e o pecado que não parece pecaminoso? A oração é algo que as pessoas espirituais praticam — um conceito ensinado em toda a Bíblia — mas a oração pode ser pecaminosa? E as orações egoístas? E orar por coisas contrárias à vontade revelada de Deus? Agora, vamos esquentar um pouco. E a adoração? Ela pode ser pecaminosa? E a atitude de coração errada ou motivo errado durante a adoração? E colocar a ênfase no Espírito Santo? Você percebe que podemos pecar ao enfatizarmos o Espírito Santo, desse modo colocando de forma não intencional Cristo em uma posição de subordinação? Colossenses 1:18 diz:

"E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência."

Veja: neste tempo presente, Deus, o Pai, e Deus, o Espírito Santo, estão intencionalmente "ocupando a posição do banco traseiro" e cedendo a primazia a Deus, o Filho! Até que Cristo entregue o reino de volta ao Pai (1 Coríntios 15:24), não estará em posição de sujeição a ele! (verso 28)! Durante este tempo, o Espírito Santo é o poder que está por trás do trono. Em 1 João 16:13-14, o Senhor nos diz que o Espírito Santo não procurará sua própria promoção:

"Mas, quando vier aquele, o Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar."

Assim, aqueles que colocam uma ênfase desordenada sobre o Espírito Santo e aos seus dons estão em terreno movediço, para dizer o mínimo! Qual melhor esquema Satanás e seus leões poderiam usar para seduzir os cristãos do que fingir ser o Espírito Santo e pregadores? Você acha que isso é impossível? Observe nos versos a seguir que o próprio Satanás se transforma em anjo de luz e seus "ministros" — literalmente, seus assistentes (os demônios) se transformam em "ministros da justiça" — pastores e mestres!

"E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras." [2 Coríntios 11:14-15].

Parece que a principal razão por que as pessoas não encaram essa realidade deve-se a um mal-entendido básico da natureza do adversário. É inconcebível para eles que os demônios possam adorar a Deus e louvar o seu nome enquanto ao mesmo tempo Satanás mascara-se como o Espírito Santo — operando milagres e seduzindo os crentes por meio de poder espiritual incrível e felicidade emocional! Os demônios são os espíritos desencorpados dos anjos caídos — aqueles que aderiram a Lúcifer na rebelião contra Deus. De acordo com as Escrituras, sob as circunstâncias corretas, alguns deles reconhecem o status superior de Deus! Em Marcos 5, temos o relato do homem de Gadara, possesso por uma legião de demônios, que adorou a Jesus Cristo:

"E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras. E, quando viu Jesus ao longe, correu e adorou-o. E, clamando com grande voz, disse: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? conjuro-te por Deus que não me atormentes. (Porque lhe dizia: Sai deste homem, espírito imundo.) E perguntou-lhe: Qual é o teu nome? E lhe respondeu, dizendo: Legião é o meu nome, porque somos muitos." [Marcos 5:6-9].

O que é adoração? A palavra que foi traduzida como "adorar" é proskuneo; do grego 4313 (pros) e um provável derivativo do grego 2965 (kuon) (significando beijar, como um cachorro que lambe as mãos de seu dono); colocar-se em posição de submissão, inclinando-se, isto é prostrando-se para homenagear (em reverência, ou adoração) — adorar. Portanto, adorar não significa necessariamente uma demonstração de reverência do coração. No caso dos demônios, é meramente um reconhecimento da superioridade. No entanto, os demônios realmente adoram a Deus? De acordo com Atos 16:17, eles adoram. A jovem possessa por um espírito de adivinhação seguiu a Paulo, Silas e Timóteo por vários dias, clamando para chamar atenção sobre eles:

"Esta, seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens, que nos anunciam o caminho da salvação, são servos do Deus Altíssimo. E isto fez ela por muitos dias. Mas Paulo, perturbado, voltou-se e disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, te mando que saias dela. E na mesma hora saiu." [Atos 16:17-18].

Por que você acha que o Espírito Santo incluiu esses incidentes na Bíblia? Não vê que foi para o propósito de nos mostrar a perfídia e extrema enganosidade do nosso inimigo? Observe também a seguinte afirmação:

"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios." [1 Timóteo 4:1].

Isso nos traz ao ponto principal que quero abordar sobre a enganação — o indivíduo que está sendo enganado não tem pista alguma! Esse conceito é muito simples, porém profundamente aplicável ao momento atual. Milhões de cristãos professos estão nas mandíbulas do leão enquanto ouvem outro rugir! Eles estão tão certos que tudo está bem e protegido que não observam os dentes pontudos de alguns de seus líderes. É absolutamente inconcebível para eles que um "irmão em Cristo" possa ser na realidade um demônio disfarçado de pregador e prestes a fazer mal a eles e à sua igreja. No entanto, sabemos que essa é uma coisa muito desagradável de contemplar — mas é vitalmente necessário que exploremos a evidência. Lentamente, de forma quase imperceptível, os últimos 150 anos aproximadamente, viram um contínuo aumento daquilo que chamo de "Cristianismo Orientado Pelas Experiências!" Ele começou, mais ou menos, com as "Novas Medidas Para uma Nova Teologia", do evangelista Charles Grandison Finney — associar os resultados com a ação do Espírito Santo no reavivamento. Em outras palavras, a Palavra era pregada e as decisões ocorriam — portanto, o Espírito Santo devia estar operando. É compreensível como a conclusão pragmática foi alcançada, mas foi negligenciado na equação o fato que métodos humanos estavam sendo empregados. A pressão psicológica era aplicada e a passagem do tempo revelou que a maioria das decisões não era duradoura. No entanto, o precedente foi criado e o dano foi feito — o desejo pelos resultados superou o senso comum e os métodos ainda estão conosco hoje. A quem devemos atribuir os "resultados"? Deus não dá laços mal feitos, de modo que a qual outra conclusão podemos chegar senão que Satanás aproveita essas oportunidades para plantar joio no meio do trigo? Leões 1 x 0 Cristãos.

Também durante essa mesma época geral, outro movimento teve início e teria conseqüências de muito maior alcance. Os homens começaram a "redescobrir" os dons do Espírito — falar em línguas estranhas, a interpretação de línguas, a profecia, etc. — e a guerra foi entre aqueles que os aceitavam como genuínos e aqueles que estão convencidos que são falsificações. Deus não é o autor da confusão [1 Coríntios 14:33] e o simples fato que uma divisão no Corpo de Cristo tenha ocorrido deve nos alertar para sua origem! A melhor parte de dois mil anos passou sem que esses dons fossem praticados e, mesmo assim, quando foram "redescobertos" — esse fato óbvio da história foi rejeitado. Se eles fossem válidos e não tivessem cessado (como insistem os cessacionistas, com base em 1 Coríntios 13:8], onde estavam os dons durante esse ínterim? Ah, mas isso pode ser apenas um pequeno pormenor! No entanto, em vez de abordar esse assunto do ponto de vista normal do "cessacionista", quero olhar para ele de um ângulo totalmente diferente.

A Bíblia nos dá o último capítulo do plano de Deus para o planeta Terra e já sabemos a partir da palavra profética como as coisas vão terminar. 2 Timóteo 3:13 diz: "Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados." 2 Tessalonicenses 2:9 diz acerca do Anticristo: "A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira." O Senhor Jesus em Mateus 24:24 diz sobre esse tempo: "Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." Assim, não podemos ver que a enganação e os "sinais e maravilhas" serão a ordem do dia? Estamos começando a ver uma tendência aqui? Somos tão ingênuos ao ponto de pensar que a enganação e as maravilhas da mentira começarão abruptamente somente com o aparecimento do Anticristo? É certo que não! O reflexo condicionado garante a resposta desejada a partir de um determinado estímulo, de modo que faz sentido concluir que o Diabo estará trabalhando no projeto há muitos e muitos anos! Ele está trabalhando e a enganação está cegando uma quantidade incontável de crentes para a verdade.

Veja, a experiência pessoal tornou-se o fator determinante nesse sistema de crenças, em vez de a inerrante e infalível Palavra de Deus. Para eles, é totalmente inconcebível que as maravilhosas, poderosas e inegáveis manifestações que estão experimentando possam ser qualquer outra coisa que não a operação do Espírito Santo. No entanto, humildemente apresento a você que isso é justamente o que está acontecendo! Sei que alguns leitores já podem estar no ponto de explodir, mas peço, para seu próprio bem espiritual, que leiam este artigo até o fim. A enganação de Satanás precisa, por necessidade, envolver aquilo que imite muito bem (se não perfeitamente!) a obra do Espírito Santo — caso contrário, ele não enganaria ninguém que possua um conhecimento básico das Bíblia. O Diabo procura tomar o lugar de Cristo — isso é o que o prefixo grego anti em anticristo significa: "no lugar de Cristo", e não apenas "em oposição a Cristo", como é ordinariamente compreendido em português.

PRESTE MUITA ATENÇÃO AGORA, POIS É MUITO IMPORTANTE!!! — Qual razão espiritual pode qualquer um de nós dar para dizer que Satanás não pode duplicar os milagres do Espírito Santo se Deus permitir isso? Com a permissão de Deus, ele certamente controlou o clima e matou os filhos de Jó, fez descer fogo dos céus e queimou as ovelhas e os servos de Jó, e fez Jó contrair uma terrível doença, com úlceras malignas por todo o corpo! Se o Diabo pode fazer alguém adoecer, é difícil imaginar que também possa fazer a pessoa sarar? Estou convencido que os cristãos colocam limites ao Diabo que não estão de acordo com os fatos! Ele é o mais poderoso anjo que Deus criou e, obviamente, é capaz de fazer tudo aquilo que Deus permita que ele faça. Portanto, por qual lógica nas Escrituras alguém pode provar que os dons espirituais conforme se manifestam hoje são do Espírito Santo e não de Satanás? Não tente apelar para o fato de Cristo ser honrado e Seu santo nome magnificado por aquilo que ocorre, ou quão maravilhoso você se sente porque essa não é uma base escriturística para provar coisa alguma. Como já mostrei, as Escrituras apresentam exemplos em que os demônios adoraram e testificaram do poder de Cristo para salvar. Tanto quanto eu saiba, o único teste que a Palavra de Deus nos oferece encontra-se em 1 João 4:1-3, que diz:

"Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo."

Observe que essa passagem é na verdade uma ordem — não uma sugestão — de modo que a não ser que uma ou mais pessoas piedosas sem qualquer motivo ulterior aplique esse teste aos espíritos das línguas, profecia, etc., a autenticidade deles é muito duvidosa! Se o Espírito Santo realmente estiver em operação, ele alegremente confessará que Jesus Cristo veio em carne, mas se não...??? O que você tem a perder senão alguma fé que foi colocada em lugar errado?

Como mencionei anteriormente, meu argumento é que a Palavra de Deus foi abandonada em favor da experiência. Entretanto, é compreensível que aqueles que têm o poder inegável e o êxtase espiritual de uma força sobrenatural em operação em suas vidas, serão altamente resistentes à afirmação que ela seja uma falsificação. A atitude deles é que 1 Coríntios 13:8 não pode significar que os dons cessaram, pois eles ainda os experimentam! Não interessa que o dom (ou exercício) das línguas não seja mencionado novamente após 1 Coríntios 14. Não interessa que o dom de curar claramente tenha cessado enquanto Paulo ainda estava vivo! 2 Timóteo 4:20 nos diz que Paulo deixou Trófimo doente em Mileto. Se ele ainda possuísse o dom de curar, por que teria feito isso? Amigo, aqueles "dons de sinais" já tinham cumprido seu propósito desejado — que era autenticar a mensagem do evangelho ao povo da aliança de Deus — Israel. Os dons de profecia e sabedoria somente continuaram enquanto o cânon das Escrituras ainda não estava completado e depois também cessaram. A Palavra de Deus ficou finalmente completada na forma escrita e os dons não eram mais necessários. Tudo o que Deus quer que uma de Suas ovelhas saiba está contido nas páginas da Bíblia e ela é nosso livro-texto e guia de fé e de prática.

Minha especialidade profissional na Força Aérea era orientação dos mísseis e o antigo sistema "MACE" em que trabalhei foi um dos precursores dos modernos mísseis de longo alcance. Ele empregava um sistema de radar "de conferência de mapas" apoiado por uma plataforma inercial giroscópica. Durante o treinamento para operar o sistema, aprendi que o giroscópio é um instrumento muito interessante e sempre mantém a mesma posição relativa, uma vez que atinja a velocidade de rotação máxima. Independente de como o míssil pudesse se inclinar, girar ou se desviar de seu curso — o giroscópio sempre permanecia na mesma posição relativa ao solo e oferecia uma referência estável e confiável para o sistema de orientação. Posteriormente em minha experiência profissional, eu calibrava e fazia a manutenção dos instrumentos em uma central nuclear — instrumentos que os operadores na central usavam para monitorar os vários parâmetros dos reatores e dos sistemas associados. Uma frase constantemente repetida aos operadores era: "Confie nos instrumentos". Os pilotos de avião são instruídos logo no início do treinamento que não devem voar "pelo que vêem ou sentem", pois isso pode significar a morte! Um fato triste da aviação é que, sob as circunstâncias certas — neblina, nuvens, escuridão, etc. — um piloto jurará que está voando em linha reta e contínua, quando na realidade está de cabeça para baixo e indo direto em direção ao solo! É por esse motivo que as aeronaves são equipadas com um instrumento de "horizonte artificial", controlado por um giroscópio, para ajudar o piloto a manter o controle da altitude real do avião com referência ao solo. Infelizmente, alguns pilotos já morreram por que preferiram confiar em seus instintos, em vez de confiar nos instrumentos.

Pedimos permissão para reimprimir os artigos encontrados no site a seguir, mas como o artigo principal, "I Speak in Tongues More Than You All" (Falo Mais Línguas do Que Vós Todos) está em forma de livro e ainda está sendo vendido, o máximo que pudemos é fornecer um link. O livro on-line foi escrito por um francês e traduzido para o inglês. Ele é um ex-carismático, de modo que escreve com autoridade e experiência sobre o assunto. Além disso, sua exegese das Escrituras é excepcional. Faça a si mesmo um grande favor e leia todos os artigos (Cinco ou seis no total e, de longe, os melhores que já li sobre o assunto), depois refute-os, se puder:

http://users.bigpond.net.au/joeflorence/tongues.html


Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Autor: Pr. Ronald Riffe
Data da publicação: 1/10/2002
Patrocinado por: A. J. R. C. — Fortaleza / CE
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/p177.asp