Contentamento

"... porque já aprendi a contentar-me com o que tenho." [Filipenses 4:11b].


Recursos úteis para sua maior compreensão

As Igrejas Cristãs Estão Abrindo as Portas Para o Anticristo


Título do Livro 2


Título do Livro 3

A definição de contentamento a partir de uma perspectiva bíblica é: "Uma satisfação interna que não requer mudança nas circunstâncias externas" — Dicionário Bíblico de Holman.

Entretanto, é óbvio que não é assim que as massas humanas vêem a vida. Mesmo aqueles que são podres de ricos continuam a querer mais dinheiro e poder e os níveis relativos de satisfação são medidos em termos de ter mais do que os vizinhos. Quando perguntaram a um famoso industrial o quanto de dinheiro seria necessário para deixá-lo satisfeito, a resposta dele foi: "Apenas um pouquinho mais". E as camisetas com a legenda "Aquele que morrer com o maior número de ferramentas vence", refletem essa paixão humana tão comum.

Você está contente? Se é um genuíno crente em Jesus Cristo, deve desfrutar de paz no coração e na mente. Seu Pai Celestial é dono do gado em milhares de fazendas e da riqueza de todas as minas. Ele tem recursos ilimitados e, no mínimo, dará a nós de acordo com nossa necessidade real.

"O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus." [Filipenses 4:19].

Nosso problema é que freqüentemente não compreendemos a diferença entre "necessidade" e "desejo". As necessidades mais básicas que todos temos são alimento, vestuário e moradia. As coisas que estão além disso podem ser muito boas, mas não são absolutamente necessárias! Portanto, os cristãos precisam acordar para o fato que o mundo à nossa volta está exibindo as características dos "últimos dias" preditas pelo apóstolo Paulo e, se não formos extremamente cuidadosos, acabaremos imitando a atitude cobiçosa dos perdidos de "querer tudo a que tem direito".

"Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos..." [2 Timóteo 3:2].

Acho que foi o escritor Mark Twain que disse algo mais ou menos assim: Ele tinha aprendido a estar contente com tudo o que havia de melhor! Embora sua intenção tenha sido fazer graça, o sentimento expresso é bem indicativo de nossa natureza humana depravada. Por causa dessa nossa fraqueza básica, a sociedade tornou-se materialista em um grau nunca visto antes na história humana. Em todo o mundo as pessoas tornaram-se viciadas em compras e parecem tubarões famintos à procura de comida! Milhões e milhões estão tão profundamente atolados em dívidas que decretar a falência pessoal parece ser a única alternativa viável para escapar. O "crédito fácil" continua a apelar aos incautos e a loucura de comprar agora e pagar depois continua. O peixe já mordeu a isca e está tentando fugir com ela, mas quando o diabo puxar a linha e arrastar o mundo para uma crise monetária de proporções sem precedentes, a maioria das pessoas será puxada e terminará em sua mesa de jantar.

Em sua primeira epístola a Timóteo, o apóstolo Paulo teve algumas coisas muito pertinentes a dizer sobre os pastores que colaboram com o inimigo ao promover a noção ridícula e sem base bíblica que os crentes devem procurar ser ricos:

"Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais. Mas é grande ganho a piedade com contentamento. Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele. Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes. Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores." [1 Timóteo 6:3-10; ênfase adicionada].

Deus "conhece a nossa estrutura e lembra-se de que somos pó" [Salmos 103:14] Assim, não faz sentido que Ele não somente conhece o que é melhor para Seus filhos, mas que sempre tomará as medidas para garantir que tenhamos aquilo que precisamos? Não faz sentido para você que alguns de nós não saberiam lidar com as riquezas e, portanto, Deus não permite que todos sejamos ricos? Você daria uma cascavel a um de seus filhos somente por que ele acha que elas são bonitinhas e gostaria de ter uma mais do que qualquer outra coisa? Acho que não! Todavia, a maioria dos pais hoje oferece tudo o que seus filhos desejam e os mimam em um grau que quando eles se casarem e tiverem seus próprios filhos, a mentalidade de "ter tudo a que tem direito" será propagada exponencialmente — embora na vasta maioria dos casos não haverá renda suficiente para manter um padrão de vida tão elevado. Este, amigos, é um comportamento estúpido por qualquer padrão de avaliação e para um cristão se envolver nisso é pecado.

Deus o está abençoando com riquezas? Em caso afirmativo, lembre-se que você é um mordomo, de modo que deve fazer todo o esforço para dar generosamente para o serviço do Senhor. Depois, agradeça a Ele diariamente por colocar essas boas coisas em suas mãos — mas ao mesmo tempo tenha em mente que elas podem ser retiradas de você. Use as coisas deste mundo e nunca permita que elas o usem.

Você está praticamente destituído? Será se esse seu estado não é o resultado de sua própria irresponsabilidade fiscal? Minha experiência é que a maioria — mas certamente não todos — os cristãos que enfrentam situações assim difíceis não têm ninguém a quem acusar, senão a si próprios. Se isso é o que aconteceu com você, ore e peça o perdão de Deus; depois faça todo o esforço de usar melhor julgamento no futuro. O dinheiro é uma coisa boa de se ter, mas gastar de forma irresponsável em coisas não essenciais é uma receita para o desastre. Portanto, nunca cometa o erro de tentar acusar Deus. Ele prometeu atender às suas necessidades e pode ser que você deva reduzir um pouquinho suas expectativas e estar contente com aquilo que tem.

Alguns cristãos encontram-se em situações difíceis e não podem imaginar por que Deus os está "punindo". Se esse for o seu caso, bem pode ser que Ele esteja procurando glorificar a Si mesmo por meio de suas ações à medida que você lida com a situação. Vemos esse princípio demonstrado na vida do patriarca Jó quando Deus permitiu que o Maligno o afligisse horrivelmente. Mas Deus sabia de que Jó era feito e que não se dobraria diante da pressão. Então, quando Jó passou no teste, todas as hostes celestiais observaram o fato e Deus recebeu a honra e a glória. Talvez essa seja a razão para as suas dificuldades. Seja lá qual for o caso, apenas continue a confiar em Deus, a fazer o melhor que puder a cada dia e a buscar com paciência conhecer a vontade Dele para a sua vida.

O verdadeiro contentamento está retratado na vida de José, filho de Jacó (Gênesis 37-50). Sem ter feito nada de errado, ele foi submetido a diversos reveses que teriam destruído homens de menor estatura moral e espiritual. Mas ele não contemporizou e permaneceu fiel a Deus, mesmo quando foi falsamente acusado e encarcerado durante vários anos. Então, no tempo devido, Deus o usou para livrar e proteger os mesmos irmãos que o tinham traído — desse modo preservando miraculosamente a nação de Israel, por meio da qual o Messias haveria de vir ao mundo. Portanto, mesmo no meio das provas e tribulações, José demonstrou contentamento e continuou a andar pela fé.

O mesmo é verdade na vida do apóstolo Paulo, que escreveu as palavras no subtítulo deste artigo: "... porque já aprendi a contentar-me com o que tenho." [Filipenses 4:11b]. Ele também foi intencionalmente submetido a muito sofrimento e indignidades [Atos 9:16] ao pregar a mensagem do evangelho, porque essa foi a vontade do Senhor. E os comentários dele que o levaram a fazer essa afirmação sobre estar contente são os seguintes:

"Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa eqüidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco." [Filipenses 4:4-9; ênfase adicionada].

Você está mental, emocional e espiritualmente preparado para aquilo que o futuro possa reservar? Minha oração é que todos nós possamos estar — como alguém que conheço disse certa vez — "tão resistentes quanto o bico de um pica-pau!".



Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", clique aqui http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Autor: Pr. Ron Riffe
Data da publicação: 4/5/2007
Revisão: V. D. M. — Campo Grande / MS e http://www.TextoExato.com
Patrocinado por: H. G. D. F. — Areado / MG
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/p274.asp