Doutrinas Bíblicas

"... redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina." [2 Timóteo 4:2b]

Recursos úteis para sua maior compreensão

As Igrejas Cristãs Estão Abrindo as Portas Para o Anticristo


Título do Livro 2


Título do Livro 3

O subtítulo é um trecho do segundo versículo do quarto capítulo da Segunda Epístola de Paulo a Timóteo e é precedido pelas palavras: "Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo..." Juntas, elas formam o que constantemente chamo de "a descrição do trabalho de um pastor."

Aqueles que foram chamados para proclamar a Palavra de Deus devem sempre estar prontos para pregá-la, a qualquer hora — se for conveniente ou não! Ao fazerem isso, é de vital importância que redarguam. O significado desse verbo é "responder argumentando, recriminar", mas não é isso que a palavra grega elencho significa aqui. "Expor" é um significado alternativo apropriado, porque a palavra grega epitamao ("repreender") vem em seguida, do contrário seria redundante. Então o que é dito é que os pregadores devem expor o pecado, repreender o pecado e exortar os crentes a evitarem o pecado.

Quando a Palavra de Deus é pregada, ela encontrará resistência, de modo que os pregadores terão que ter longanimidade — para suportar com paciência as atitudes e ações adversas daqueles a quem eles ministram, porque certamente a carne tentará reagir.

Embora esteja no fim das instruções dadas pelo apóstolo Paulo ao jovem Timóteo, a necessidade de exortar os outros com doutrina não deve ser negligenciada. Aqui está o versículo completo:

"Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina." [2 Timóteo 4:2].

O que significa doutrina? A palavra grega didache, traduzida como "doutrina", significa "instrução" e refere-se àquilo que é ensinado na Bíblia. Devido à necessidade dessa instrução, Paulo exortou Timóteo a fazer o seguinte:

"Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade." [2 Timóteo 2:15].

Analisar e manejar bem a Palavra da Verdade requer de nós um compromisso de estudar diligentemente a Palavra. Uma vida inteira não é longa o suficiente para aprendê-la, porque há mais contido nas páginas da Bíblia do que qualquer mortal pode assimilar! Ela é de longe o mais importante livro que já foi escrito, de modo que certo grau de dificuldade deve ser esperado. A mensagem é sobrenatural e continua a desafiar as melhores mentes que o mundo pode produzir, mas devamos "jogar a toalha" porque ela é difícil de entender? Não, porque Deus espera que Seus filhos aproveitem o ministério de ensino do Espírito Santo. Quando começamos a estudar Sua Palavra, reverentemente e com o coração ávido para aprender, Ele verá isso e receberemos instrução e confirmação de suas verdades.

O primeiro método de instrução que Deus escolheu usar é "pela loucura da pregação". (1 Coríntios 1:21) Aqueles que estão espiritualmente mortos vêem o evangelho como uma loucura (1 Coríntios 1:18), de modo que Deus usa os pregadores para anunciarem essa "loucura" para salvar aqueles que crêem. Depois, um ministério adequado e equilibrado, também ensinará os convertidos, para que eles cresçam na graça e conhecimento de Jesus Cristo. (2 Pedro 3:18) Para isso dar certo, eles precisam ser exortados constantemente a estudar a Bíblia por si mesmos, porque a natureza humana não quer fazer esse esforço. As pessoas querem receber a comida na boca e prefeririam ficar sentadas sobre um formigueiro a serem forçadas a pensar! Assim, o resultado inevitável é que cedo ou tarde muitos pregadores cedem à pressão e seguem o caminho da menor resistência. Eles querem ser vistos como líderes de um ministério bem-sucedido, de modo que evitam deixar as pessoas insatisfeitas, para que não saiam para procurar pastos verdejantes em outro lugar. Portanto, eles recorrem a métodos calculados para manter as pessoas felizes e voltando para ouvir mais. Mas essa é uma receita para o desastre espiritual, porque o resultado final será um rebanho composto de pouquíssimas ovelhas ignorantes e um bando de bodes felizes! O povo de Deus instintivamente conhece os ensinos bíblicos sólidos quando os escutam e a maioria não ficará por perto quando esses ensinos estiverem constantemente em falta. O que você prefere ter sentado nos bancos — alguns poucos crentes genuínos ou milhares de bodes/joio mascarados de ovelhas/trigo? Meu desejo é ministrar aos poucos que verdadeiramente estão com fome da Palavra de Deus.

Portanto, fico profundamente entristecido pelo fato que o ensino e a pregação da sã doutrina estão sendo substituídos atualmente por planos e programas do tipo "sinta-se bem consigo mesmo". A desculpa de sempre é que "a doutrina divide e queremos ouvir ensinos que nos unam", mas devo responder que o povo de Deus nunca deve sacrificar a doutrina para o bem da unidade! Embora seja verdade que a harmonia entre os irmãos é algo que devemos buscar, o bom senso deve fixar um limite. Se anunciar todo o conselho de Deus (Atos 20:27) ofende as pessoas e elas não podem ser persuadidas, então deixe que elas vão embora.

"Sabendo, pois, Jesus em si mesmo que os seus discípulos murmuravam disto, disse-lhes: Isto escandaliza-vos? Que seria, pois, se vísseis subir o Filho do homem para onde primeiro estava? O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e vida. Mas há alguns de vós que não crêem. Porque bem sabia Jesus, desde o princípio, quem eram os que não criam, e quem era o que o havia de entregar. E dizia: Por isso eu vos disse que ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido. Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele." [João 6:61-66; ênfase adicionada].

Jesus Cristo intencionalmente escandalizou aqueles incrédulos que, num clima de circo, o estavam seguindo para cima e para baixo para ver os milagres que Ele operava. Eles eram judeus religiosos que estavam mergulhados no erro religioso de seus antepassados e a doutrina de Cristo sobre comer Sua carne e beber Seu sangue (o simbolismo que está por trás da Páscoa no Velho Testamento e da "Ceia do Senhor" no Novo Testamento) era mais do que suas mentes depravadas e entenebrecidas podia suportar! Assim, eles puseram o pé na estrada e pararam de segui-lO. Em seguida, Ele disse isto aos apóstolos sobre aquele abandono em massa:

"Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?" [João 6:67].

Precisamos observar que Ele não tentou mudar a cabeça daqueles que foram embora. Por quê? Porque a verdadeira unidade não pode ser alcançada a menos que todos os envolvidos tenham o mesmo pensamento. Aquela multidão era composta em grande parte de incrédulos e Jesus sabia que eles nunca creriam que Ele era o Messias, de modo que não perdeu tempo com esse esforço inútil. As tentativas atuais de promover unidade dentro do corpo mais apóstata da cristandade deveriam ser evitadas pelos crentes genuínos pela mesma razão!

"E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso." [2 Coríntios 6:15-18; ênfase adicionada].

As igrejas medianas de hoje não reconheceriam as doutrinas bíblicas se as ouvissem — e é altamente improvável que ouçam, uma vez que os líderes estão atarefados em entreter as pessoas com trivialidades. Os bancos nas igrejas estão cheios de pessoas que só têm um conhecimento intelectual sobre Jesus Cristo. Elas aprenderam alguns fatos básicos sobre Ele, mas, na verdade, estão apenas seguindo o clima de circo que permeia a maioria dos ministérios. Um estudo reverente, expositivo e sério versículo por versículo, capítulo por capítulo, de toda a Bíblia, é algo estranho para eles, como meias são para um porco-espinho! Para piorar, mesmo nas igrejas conservadoras em que os pregadores estão tentando manter a linha em matéria de fé e prática, as pessoas estão muitas vezes quase morrendo de fome por causa de uma dieta contínua de sermões sobre a salvação!

Sei do que estou falando porque já fiz isso! Um pastor deve reconhecer que deve haver um equilíbrio entre evangelizar os perdidos e fazer discípulos daqueles que responderam à mensagem do Evangelho. Se a congregação sempre ouvir sermões sobre a salvação, como as pessoas aprenderão as doutrinas bíblicas difíceis? Esperar estudo individual de cada uma delas sem haver direcionamento do púlpito é irrealista e é por isso que Deus chama os pastores para alimentar as ovelhas com Sua Palavra. Só comer sobremesa e não querer saber de legumes e verduras não é uma dieta saudável.

Se os pastores estiverem sendo fiéis em pregar o evangelho, a maior parte de seu rebanho deve ser formada por crentes nascidos de novo que precisam ser desmamados. (1 Coríntios 3:2) Para um crescimento espiritual adequado, é necessário assegurar que eles saiam do estágio de "bebês em Cristo". (1 Coríntios 3:1) As doutrinas bíblicas são como filés suculentos — elas precisam ser cuidadosamente mastigadas por "dentes espirituais" para serem propriamente aproveitadas e digeridas. Então, se você não está recebendo isso em sua igreja, tem três opções: (1) continuar sendo um bebê e se deleitar com a aura emocional em torno das típicas mensagens evangélicas, (2) insistir com o pastor para que ele fortifique sua dieta com sólidos ensinos doutrinários, ou (3) procurar um filé em outro lugar!

A cristandade (composta de todos os crentes professos em Cristo, com clara minoria de crentes genuínos) está no meio da apostasia. A diminuição gradual das verdades da Palavra de Deus continua a ser encoberta pela cortina de fumaça do esforço evangelístico em todo o mundo! Ainda existem missionários piedosos nos campos, que são fiéis ao seu chamado, mas mascates religiosos estão substituindo a simples mensagem do evangelho de fé em Jesus Cristo por todo o tipo de mensagem pseudo-psicológica-espiritual imaginável já que competem uns com os outros por seguidores. A instrução do Senhor de fazer discípulos (Mateus 18:19-20) e ensinar-lhes os mandamentos que Ele deixou é agora grandemente ignorada já que os homens estão se cercando de seguidores com "comichão nos ouvidos" (2 Timóteo 4:3) que os seguem por causa de seu carisma pessoal e de ensinos que apelam às emoções carnais.

Durante séculos, eruditos bíblicos e mestres procuraram identificar o grande "afastamento" (a apostasia) que o apóstolo Paulo predisse que precederá a Tribulação (o início do "Dia do Senhor"):

"Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição." [2 Tessalonicenses 2:3].

Na concepção da maioria dos crentes, a expectativa está bem firmada que a apostasia será quando o joio (os cristãos falsos) se rebelarem e abertamente rejeitarem Jesus Cristo, em massa — provavelmente decorrente do conceito básico de "rebelião" inerente à palavra grega apostasia, que originalmente significa afastamento. Mas, como a apostasia tem atormentado a igreja desde o início, a apostasia será a conclusão de um processo longo e gradual. Ela ocorrerá quando as massas não-salvas da cristandade aceitarem o satânico "Cristo" da Nova Era (o Anticristo) e os cristãos falsos não terão discernimento para distinguir! Esse princípio é fortemente implícito no fato que Deus se certificará que eles sejam eternamente enganados!

"E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade." [2 Tessalonicenses 2:11-12; ênfase adicionada].

É um conhecimento comum que os cristãos acreditam que Jesus voltará para governar e reinar sobre este mundo. O diabo aproveitará isto o máximo que puder quando tiver seu homem em cena proclamando que ele é aquele por quem eles estavam esperando! Aqueles que estão bem firmados nas doutrinas bíblicas sabem que certas coisas são necessárias para que Jesus Cristo volte, e entre elas estão: (1) a apostasia e (2) a revelação do Anticristo! Portanto, não há nada que o diabo possa dizer ou fazer para finalmente enganá-los a crer na mentira. Mas acrescente alguns milagres fantásticos junto com uma tremenda oratória diretamente da boca de Satanás encarnado e os falsos cristãos o saudarão com braços abertos — mesmo se já tiverem ouvido ensinos dizendo justamente o contrário! Eles estarão bem preparados para esse evento pela combinação de falsos ensinos e a quase total falta de conhecimento das doutrinas bíblicas.

Estou absolutamente convencido que estamos atualmente experimentando a combinação da enganação de Satanás com a "operação do erro" de Deus dentro da cristandade. O pouco trigo que está atualmente crescendo entre o joio é mirrado por causa de vários fatores — e a falta de conhecimento sobre os verdadeiros ensinos bíblicos não é o menor deles — e a igreja se tornou impotente como uma força evangélica no mundo. A necessidade de separação dos incrédulos geralmente não é compreendida, muito menos praticada, e os rufos dos tambores da "unidade" são uma firme e crescente influência. Portanto, fique avisado que a unidade em matéria de religião está no coração do Movimento Ecumênico da Igreja Católica, que no fim resultará na religião global do Anticristo.

Por isso, se você realmente conhece Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador pessoal, eu o encorajo a estudar as grandes doutrinas da Bíblia por si mesmo, em vez de depender de um pregador para colocar comida na sua boca. Muitos homens bons estão falhando em educar seus rebanhos corretamente nesta área e bandos de charlatões estão mantendo seus seguidores nas trevas, porque pessoas ignorantes são muito mais fáceis de manipular para seus ganhos pessoais.

Como fazer esse estudo? O melhor e mais simples modo que conheço é adquirir um exemplar do livro Willmington's Guide To The Bible (ISBN 0-8423-8804-4). É um livro muito bem escrito e fácil de ler. Ele não utiliza o nível de termos técnicos que normalmente encontramos em livros sobre Teologia e apresenta as informações de uma forma sistemática. A primeira metade do currículo é o "Método Cronológico" de instrução e leva o leitor por doze estágios de história bíblica. Em seguida, vem o "Método Teológico", que é um estudo analítico dos seguintes assuntos doutrinários:

1. A Doutrina da Trindade 7. A Doutrina do Pecado
2. A Doutrina do Filho 8. A Doutrina da Salvação
3. A Doutrina do Pai 9. A Doutrina de Satanás
4. A Doutrina do Espírito Santo 10. A Doutrina dos Anjos
5. A Doutrina do Homem 11. A Doutrina da Bíblia
6. A Doutrina da Igreja 12. A Doutrina da Profecia

Logicamente, ele não é estudo completo e definitivo sobre Teologia Sistemática, nem pretende ser, mas em minha opinião, as informações compensam o preço do livro e os esforços para estudá-lo. Portanto, considere fazer a si mesmo este favor, porque conhecer a Palavra de Deus nunca é demais!



Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", clique aqui http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Autor: Pr. Ron Riffe
Tradução: Marcelo N. Motta, Blog PensandoBiblicamente
Revisão: http://www.TextoExato.com
Data da publicação: 24/5/2008
Patrocinado por: J. A. P. R. — Rio de Janeiro / RJ
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/p298.asp