Rock Religioso - A Música do Diabo na Igreja!!

Autores: Alan Yusko e Ed Prior

The Seed Sowers: PO Box 2513, Stn. F, Scarborough, Ontário M1W 3P2 Canadá

Devido à importância do assunto, os autores permitem que este artigo seja livremente reproduzido e distribuído.




Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3


Título do Livro 4

Nas aulas de Biologia, é comum os professores citarem o exemplo do sapo que, quando colocado na água fervente, pula imediatamente para fora. Entretanto, se o mesmo sapo for colocado em uma bacia com água fria e essa bacia for levada ao fogo brando, o corpo do sapo se ajustará à elevação gradual da temperatura da água e ele acabará morrendo cozido!

O Rock religioso é como o sapo na bacia com água. O termo "rock and roll" era uma gíria que existia nos anos 50 e significava "sacanagem, safadeza praticada pelos casais de namorados adolescentes no banco traseiro do carro dos pais". Portanto, o termo estava associado com a fornicação e a imoralidade sexual. A música Rock já arruinou a vida de muitos adolescentes por meio do suicídio, abuso das drogas, imoralidade, perversões, satanismo, etc. Infelizmente, vivemos em uma época em que muitos cristãos e seus líderes estão permitindo que essa música demoníaca entre nas igrejas, afirmando que ela está santificada pois as letras foram modificadas e incluem palavras 'religiosas'. Onde está o discernimento? O simples fato de essa música demoníaca ter entrado na igreja é prova do declínio moral e espiritual que está afetando as igrejas atualmente. Estamos sendo invadidos por diversas variedades de música Rock: Acid Rock, Punk Rock, New Wave e Heavy Metal, todos disfarçados de Rock religioso.

A palavra de Deus diz:

"Quem dera que eles tivessem tal coração que me temessem , e guardassem todos os meus mandamentos todos os dias, para que bem lhes fosse a eles a a seus filhos para sempre." (Deuteronômio 5:29)

"Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais seus companheiros. Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz." (Efésios 5:6-8)

"Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado." (Hebreus 3:13)

Satanás foi criado originalmente como uma bela criatura musical:

"Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turqueza, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados." (Ezequiel 28:13)

Como ele tem um talento musical excepcional, podemos saber que usará a música para enganar e escravizar.

Os roqueiros cristãos dizem que precisamos ser como o mundo, ter a mesma aparência e ouvir a mesma música, para podermos alcançar a juventude atual. Dizem que muitos jovens não quererão ouvir o evangelho nem vir à igreja se não tivermos algum terreno em comum com eles. Esse terreno comum é o Rock and Roll. Em outras palavras, estão dizendo que pregar a palavra de Deus já não é mais suficiente. Se isso for verdade, então deveríamos abrir bares para podermos alcançar os beberrões. Deveríamos abrir lojas de artigos eróticos para atrair aqueles que consomem materiais pornográficos. Não deveríamos descer ao nível deles para trazê-los ao Senhor Jesus Cristo? Portanto, não há mal, se o resultado final for bom. Qual o problema de contemporizar um pouco com os padrões de santidade e de separação estabelecidos por Deus se o resultado é que almas serão salvas? Esse tipo de raciocínio é uma das doutrinas de demônios que os cristãos estão aceitando. A mesma Bíblia que operou com sucesso até agora, continuará a operar entre os jovens e os velhos. Quantos cristãos amam o povo de Deus o bastante para dizer: "Basta! Vamos remover esse lixo satânico da igreja e lançá-lo no inferno, onde deve estar"? Você entende que há apenas 10 ou 15 anos atrás essa música maligna nem remotamente seria considerada uma forma adequada de cantar louvores a Deus? Ela seria imediatamente rejeitada nas igrejas. O que estamos testemunhando hoje é a decadência moral e espiritual que está afetando os cristãos, que não têm mais discernimento entre o bem e o mal.

História do Rock and Roll

Nesta seção, veremos rapidamente a história do Rock and Roll. Se você é um cristão e não percebe que o Rock secular é maligno e demoníaco, então é melhor fazer um exame dos seus olhos espirituais, pois está tendo graves problemas. Um problema preocupante na cena do Rock religioso é que muitos dos envolvidos também ouvem o Rock secular. Em alguns concertos, os roqueiros cristãos tocam o Rock secular para "aquecer" a audiência.

Ao ler o histórico do Rock and Roll, observe como Satanás, desde os anos 50, vem degenerando lentamente essa música. Satanás aqueceu lentamente a água em fogo brando até que a música degradou-se e desceu ao nível atual. As informações seguintes foram tiradas de um diagrama chamado História do Rock and Rock - Principais Influências, da Freedom Village USA.

Início do Rock: Meados dos Anos 50 até Meados dos Anos 60

Mensagem: As música e as letras aparentemente inofensivas, promoviam os "bons momentos". Promoviam também a dança em novos estilos. Os "ídolos dos adolescentes" eram adorados pelas moças e todos os rapazes queriam estar na onda. O cenário foi armado para a rebelião pela imagem da "brilhantina". Música: Mistura de "Grandes Bandas" com a poderosa influência física da dança e do "Rhythm and Blues", baseado em ritmos de origem africana. O ritmo era alegre e cativante. As melodias criavam uma estranha atmosfera de "Happy Days" (Dias Felizes).

Principais representantes: Elvis Presley, Chuck Berry, Bill Haley and The Comets, Jerry Lee Lewis, Fats Domino, Little Richard, Platters, Four Seasons, Smokey Robinson and The Miracles, e James Brown.

Invasão Britânica, Música da Gravadora Motown, Música Popular: Década de 60

Mensagem: Introdução ao tema de maior rebelião, que seria a temática da futura música Rock. Promovia a sexo sem compromissos, drogas, rebelião, apresentando-os como diversão inofensiva. Também introduziram falsas religiões, como a Meditação Transcedental. Os grupos de música popular promoviam atitudes e aparências contrárias ao governo e à sociedade vigente.

Música: A influência britânica embruteceu a música americana tirando a ritmo de dança e introduzindo um ritmo mais sincopado. A gravadora Motown contribuiu com os ritmos repetitivos com sua "Soul music" - uma variação do Blues. Principais representantes: Beatles, Beach Boys, The Rolling Stones, The Temptations, Bob Dylan, Peter, Paul and Mary, Supremes, Simon and Garfunkel, Shirelles, Four Tops, e Mamas and Papas .

Acid Rock ou Hark Rock: Fim dos Anos 60 - Início dos Anos 70

Mensagem: Concertos de Rock gigantescos para a promoção do sexo sem compromisso, abuso de drogas e do álcool, e uma atitude do tipo "faça o que der na cabeça". As letras pregavam a rebelião, a falta de moral e de responsabilidades. As drogas ficaram associadas com a música Rock. Início da violência nos palcos. Maior foco nas falsas religiões.

Música: Desenvolveu um efeito mais repetitivo e hipnótico. Mais ritmo, maior volume e mais violência tornaram-se a força dominante das canções. Os grupos destruiam os equipamentos no palco. Início do travestismo e do uso de maquiagem pelos homens.

Principais Representantes: Jimi Hendrix, Janis Joplin, The Doors, The Beatles, The Rolling Stones, Led Zeppelin, Crosby, Stills and Nash, Joan Baez, The Grateful Dead, e Chicago.

Heavy Metal - Década de 70

Mensagem: Sexo, abuso das drogas e nada de restrições morais. As letras promoviam a rebeldia, a violência e a homossexualidade. Inserção de mensagens satânicas camufladas, que só podiam ser ouvidas tocando-se a música do fim para o começo. Além disso, atos sexuais começaram a ser praticados abertamente nas pistas de dança das danceterias.

Música: Aumento nas batidas e no volume. A batida, ou o pulso da música, hipnotiza os ouvintes das letras malignas. Os representantes admitem abertamente suas taras e perversões sexuais e as encenam no palco, contribuindo para a decadência moral e a degradação da sociedade.

Principais Representantes: KISS, Rod Stewart, Bee Gees, The Who, Led Zeppelin, Elton John, Alice Cooper, Village People, Stevie Wonder, Black Sabbath, The Rolling Stones, Eagles, Jethro Tull e Deep Purple.

Rock Teatral Satânico: Fim dos Anos 70 Até o Presente

Mensagem: Muita violência. Satanás não está mais escondendo seus motivos. As letras repudiam abertamente o cristianismo e apresentam o Diabo como a solução. Violência, sexo, rebelião e drogas não são apenas promovidos, mas são encenados no palco. As letras chegam até a promover o suicídio. A MTV coloca as mensagens satânicas nos lares por meio dos vídeos dos concertos de Rock.

Música: Violenta, alta, abrasiva. Tornou-se uma combinação de Discoteca, Hard Rock, e música dos anos 50. A música sintetizada cria um som "robótico", estimulando o poder controlador da música Rock. O Rock transforma-se no veículo mais poderoso por meio do qual Satanás comunica suas mensagens malignas à juventude.

Principais Representantes: KISS, Eagles, Iron Maiden, Cindi Lauper, Black Sabbath, Judas Priest, Van Halen, AC/DC, The Grateful Dead, Michael Jackson, WASP, Prince, Boy George e Alice Cooper.

Para o cristão, Deus diz em sua palavra:

"E não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas, mas antes condenai-as." (Efésios 5:11).

O Senhor Jesus disse em Mateus 7:18,20:

"Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons... Portanto, pelos seus frutos os conhecereis."

A questão que esses versos trazem à mente é: Que tipo de fruto a música Rock produz? É fácil ver que é um fruto maligno. Essa música demoníaca tem sido o principal veículo por meio do qual Satanás promove o suicídio, o abuso das drogas, a imoralidade, as perversões sexuais (bestialidade, etc.), blasfêmias contra Deus e as coisas sagradas, homossexualidade, ocultismo e satanismo. Deus diz na sua palavra para não sermos participantes das obras infrutíveras das trevas. O Rock and Roll é uma obra infrutífera das trevas e os cristãos não devem tentar imitar aqueles que estão no caminho largo, rumo à destruição. Os cristãos não devem ouvir o Rock secular pois é uma abominação diante de Deus.

A Palavra de Deus também diz:

"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo." (1 João 2:15-16)

"Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo." (1 Pedro 1:14-16).

"Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santidade no temor de Deus." (2 Coríntios 7:1).

Finalmente, como podem os cristãos buscar a santificação, conforme instrui a Bíblia, se os rapazes usam brincos na orelha, as moças vestem roupas sensuais e aqueles que professam adorar a Deus criam na igreja uma atmosfera de rebelião que mais parece o de uma casa noturna?

Rock Religioso: Um Breve Histórico

"Enfadais ao SENHOR com vossas palavras; e ainda dizeis: Em que o enfadamos? Nisto que dizeis: Qualquer que faz o mal passa por bom aos olhos do SENHOR, e desses é que ele se agrada, ou, onde está o Deus do juízo?" (Malaquias 2:17)

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12:2). "E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará." (Mateus 24:12)

O mesmo espírito do Rock, que inclui o espírito de rebelião, o espírito da imoralidade, das perversões, e o espírito da morte está agora sendo trazido às igrejas sob o disfarce do Rock religioso.

Lembrando do exemplo do sapo colocado na bacia com água fria que é levada ao fogo branco: o Diabo primeiro acendeu o fogo brando quando introduziu a música cristã contemporânea nas igrejas. Existiam muitas áreas cinzentas na questão da música e as igrejas começaram lentamente a assimilar o estilo e o som da música Rock do Diabo. O fogo branco continuou a aquecer lentamente a água. Em seguida, Satanás lentamente introduziu o Rock mais pesado nas igrejas. Quando esse Rock religioso ganhou aceitação, o Diabo aumentou a intensidade das chamas do fogo brando. Ele então trouxe o Heavy Metal religioso, o Acid Rock religioso, New Wave religioso, e o Punk Rock religioso. Como tudo foi feito lentamente, essa música demoníaca ganhou aceitação. Hoje, a água está fervendo e muitas pessoas nas igrejas engoliram a enganação. Os pastores e outros líderes, que deveriam ter um pouco mais de discernimento, trazem esse lixo para suas igrejas, acreditando na enganação que Deus pode usar essa música maligna para sua glória.

A Perda do Discernimento

Uma das causas para a falta de discernimento atualmente é a televisão. Logicamente, a tecnologia da televisão não é má em si mesma. No entanto, os programas da TV são ou energizados por Deus ou por Satanás. A maioria dos programas apresenta uma moral, um estilo de vida e atitudes que são contrárias e opostas à Palavra de Deus. A televisão está agora glorificando o mal, os assassinatos, a violência, o ocultismo, a imoralidade e as perversões, ao mesmo tempo em que o cristianismo e seus valores são ridicularizados. Hoje, milhões de incrédulos sentam-se diante da TV, rindo e zombando de tudo aquilo que antes era considerado sagrado. A tragédia disso tudo é que os cristãos ficaram cegos e empedernidos, passando muitas horas sentados diante da TV, recebendo ministração do Diabo. Enquanto os cristãos assistem a esses programas, que no fundo do coração sabem que não agradam a Deus, lentamente afastam-se do Senhor e aproximam-se mais do mundo.

As crianças também não são poupadas, pois o enredo de muitos desenhos animados está baseado no ocultismo. Além da TV, outros fatores que contribuem para a perda do discernimento são: pouca ou nenhuma comunhão diária com o Senhor, com oração e leitura da Bíblia. Deus adverte em sua palavra:

"Eis que vós confiais em palavras falsas, que para nada vos aproveitam. Porventura furtareis, e matareis, e adulterareis, e jurareis falsamente, e queimareis incenso a Baal, e andareis após outros deuses que não conhecestes, e então vireis, e vos poreis diante de mim nesta casa, que se chama pelo meu nome, e direis: Fomos libertados para fazermos todas estas abominações?" (Jeremias 7:8-10)

Deus não nos libertou do pecado e da condenação eterna para participarmos de abominações. Ele deseja que seu povo viva em santidade, separado da corrupção que há no mundo. Há uma necessidade urgente de reavivamento, mas como ele poderá ocorrer se estivermos amando a televisão e a música Rock?

Os Frutos do Rock Religioso

Esta é uma lista parcial do fruto maligno da música Rock religiosa. De modo algum é uma lista completa.

Conformidade: Há uma clara pressão para a conformação com o mundo em vez da separação daquilo que não agrada a Deus. O Rock religioso é uma imitação barata do Rock secular. Esses roqueiros cristãos tocam no mesmo volume ensurdecedor que os seculares e criam em seus concertos a mesma atmosfera dos bares noturnos e das danceterias, com luzes coloridas, fumaça e outros efeitos especiais. Eles pouco percebem isso, mas identificando-se e imitando a cena secular do Rock, estão indiretamente dando sua aprovação a esse tipo de moralidade e de estilo de vida. Como resultado, são em um caminho de destruição para as outras pessoas. Nota: A razão pela qual a música Rock é tocada em volume tão alto é por que em níveis de decibéis muito elevados, a consciência e as inibições da pessoa são amortecidas. O indivíduo pode ser mais facilmente programado para aceitar os padrões de Satanás, em vez dos padrões de Deus.

O que Deus diz sobre essa contemporização e comunhão com as trevas? Em 2 Coríntios 6:14-17 a Bíblia diz:

"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso."

Após ler isso, pode-se ver que apartar-se do mal não é a imitiação barata e a macaquice retratadas na cena do Rock religioso. Novamente, onde está o discernimento entre o bem e o mal dentro da igreja?

Rock Secular: Outro fruto do Rock religioso é que ele leva seus seguidores de volta ao envolvimento com o Rock secular. Muitos jovens cristãos ouvem estações de rádio que transmitem Rock secular e possuem CDs de Rock secular além da coleção de CDs de Rock religioso. Como já foi mencionado, nos concertos de Rock cristão, algumas bandas tocam canções de grupos de Rock seculares para "aquecer" a audiência. Isso expõe os jovens cristãos a todo tipo de sujeira demoníaca e certamente os influencia de uma forma negativa. O perigo é que o Rock religioso leva as pessoas para longe de Deus, da santificação e do estilo de vida separado do mundo, exatamente como o Rock secular os leva para perto do Diabo. Deus diz claramente em Tiago 4:4:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus."

Por Que um Cristão Ouviria o Rock Secular?

"Porquanto não se executa logo o juízo sobre a má obra, por isso o caração dos filhos dos homens está inteiramente disposto para fazer o mal." (Eclesiastes 8:11)

... ou, talvez, eles não amem realmente ao Senhor Jesus..., ou talvez não sejam realmente nascidos de novo, mas meramente professam serem cristãos.

Como já mencionamos, a Bíblia diz que Satanás foi criado como uma bela criatura musical (Ezequiel 28:13). Como ele tem um talento musical natual excepcional, é tolice imaginar que não usaria a música para enganar e seduzir.

O Rock vem em um pacote de oferta! O ouvinte não recebe apenas a música. Com o tempo, mais e mais dos seguintes frutos malignos manifestam-se em sua vida:

- Rebeldia - Desejo de suicidar-se - Homossexualidade - Violência - Imoralidade - Blasfêmia - Drogas e Álcool - Ocultismo - Mundanismo

A música influencia (de forma negativa, não-bíblica) a moral, os valores e a filosofia de vida de uma pessoa. Como faz isso? A música mesmeriza (hipnotiza) o ouvinte enquanto Satanás põe suas mensagens, sua moral e seus padrões na mente da pessoa, diretamente, ou de forma camuflada.

Não Existem Grupos Neutros de Rock Secular

Não existem grupos de Rock totalmente neutros e adequados para o cristão ouvir. Por quê? Todo grupo de Rock direta ou indiretamente tem canções cujas letras encorajam um ou mais dos seguintes comportamentos: rebelião, imoralidade, uso de drogas, consumo de bebidas alcoólicas, suicídio, violência, e blasfêmias contra Deus. Cite um grupo de Rock que não encoraje alguma forma de mal de acordo com os padrões da Palavra de Deus! Não existe.

A música Rock produz: Piedade e pureza, um desejo de estar com Cristo, um coração contrito e arrependido pelos pecados, ou uma atmosfera cristã honrosa?... Não! Se o Rock não faz nada disso, mas faz o contrário, por que o cristão deveria ouvir essa música?

O seguinte é uma citação de David Wilkerson, extraída do seu livro Set The Trumpet to Thy Mouth (Põe a Trombeta à Tua Boca). Ele está falando sobre o problema do Rock religioso, mas também aplica-se aos cristãos que participam do Rock secular. "Somente quem despreza o Senhor Jesus abraçaria aquilo que ele detesta. Somente os rebeldes poderiam comprar um de seus discos. Somente quem tem o coração dividido poderia ir a um desses concertos e assistir aos vídeos. Os vídeos são demoníacos e estão repletos de blasfêmias. O espírito de confusão e de mistura no qual o Rock nasceu irá dominá-lo lentamente e, sem que perceba, vai levá-lo aos altares de Baal. Ria se quiser, mas considere-se avisado." (págs. 113, 114)

Defesa Cega: Alguns roqueiros cristãos ficam bravos quando ouvem alguém falar contra a música demoníaca que amam de coração. Ah, se eles apenas defendessem, amassem e servissem ao Senhor Jesus Cristo com a mesma devoção que têm por essa música! Deus disse: "Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz." (Efésios 5:8) "Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo, porquanto os dias são maus." (Efésios 5:16-17)

Rebelião: Muitos que estão envolvidos na cena do Rock religioso recusam-se a dar ouvidos à repreensão e correção das Escrituras. Eles endureceram sua cerviz e decidiram em suas mentes não abandonar a música demoníaca. Não parecem estar preocupados com o fato de essa música ser como vômito na mesa do Senhor e uma abominação diante dele.

"Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras. (João 14:23-24a)

"Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor, e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei." (2 Coríntios 6:17)

Os cristãos são um povo peculiar e Deus deseja que vivamos de forma santa, piedosa e separada neste mundo ímpio.

"Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa e piamente." (2 Tito 2:12)

O Propósito da Música

Por que os roqueiros religiosos não somente desejam ter a mesma a aparência, produzir a mesma música, mas também desejam ser aceitos pelo mundo? Querem tocar na MTV e ter suas canções na listas das mais tocadas. O Senhor Jesus Cristo disse em João 15:19-20:

"Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos odeia. Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavras, também guardarão a vossa."

Também lemos em 2 Timóteo 3:12:

"E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições."

Esses versos nos dizem que os cristãos não serão amados e aceitos pelo mundo, pois o mundo em geral rejeita o Senhor Jesus Cristo.

"E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más." (João 3:19)

À luz da Palavra de Deus, podemos concluir que a música que adora e exalta o Senhor Jesus Cristo será rejeitada pelo mundo. A música que chama as pessoas ao arrependimento, à santidade, à separação, e a uma total consagração ao Senhor Jesus Cristo não será popular aos olhos de um mundo que rejeita a Cristo.

Agora, qual é o propósito da música? Ela tem dois propósitos: 1) Adorar e glorificar a Deus; 2) Edificar e fortalecer os cristãos. A Palavra de Deus diz:

"Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração." (Efésios 5:19)

"A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração." (Colossenses 3:16)

A música não tem necessariamente o propósito de trazer os perdidos para Cristo, mas é uma forma de adoração e louvor a Deus. Na verdade, a música sacra não é destinada para o mundo. Ela deve ser usada pelos filhos de Deus para adorar e louvar a Deus. Deus não prescreveu que a música deve ser usada para ganhar os perdidos; para isso prescreveu a pregação.

"Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação." (1 Coríntios 1:21)

O propósito da música sacra não é atrair os não-salvos para o Senhor Jesus. É claro que, às vezes, ela pode atrair os não-salvos, mas não é esse seu propósito. Seu propósito é adorar e louvar a Deus, e não ser usada como um instrumento para alcançar os perdidos. Os perdidos devem ser alcançados com a pregação da Palavra de Deus.

Como a música é uma forma de adoração, fica corrompida quando é misturada com a carnalidade. A adoração a Deus precisa ser feita com santidade e pureza. Vincular a adoração a um estilo de Rock rebelde, sexual e demoníaco é pura blasfêmia. Deus sempre exigiu justiça e santidade de seus adoradores e esses padrões não foram reduzidos. Da mesma forma como era uma abominação oferecer ao Senhor em sacrifício um cordeiro doente ou defeituoso, assim também é uma abominação oferecer-lhe uma música carnal, mundana, sexual e demoníaca como oferta de louvor.

Uma Negação Profana

"Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra." (Tito 1:16)

Os roqueiros cristãos fazem muitas profissões de fé sobre o Senhor Jesus Cristo, mas assim que a música começa, ocorre uma transformação, pois são tomados pelo espírito de Elvis Presley. O Senhor Jesus advertiu em Mateus 7:21-23:

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em tem nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? Então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade."

Podemos ver então que ser um cristão é muito mais do que simplesmente falar no nome de Jesus. O Senhor Jesus dirá àqueles que estiveram na iniqüidade para se apartarem dele, pois não os conhece.

Na cena do Rock religioso existem muitas pessoas que professam o nome de Jesus mas o negam pelas obras. Eles sobem no palco ou na plataforma e falam sobre o Senhor Jesus Cristo, porém tocam uma música que está associada com a rebelião, com a imoralidade sexual, com as perversões e com o niilismo. Os rapazes usam jaquetas e calças justas, no estilo de garanhões sadomasoquistas, usam brinco na orelha, cabelos compridos e maquiagem, e as moças usam roupas apertadas, que realçam a sensualidade. Todas essas ações contribuem para negar aquilo que professam.

Na comunicação, há uma parte verbal e uma não-verbal. Para que a mensagem seja compreendida claramente, tanto a comunicação verbal quanto a não-verbal precisam estar em harmonia. Se houver uma contradição entre as duas formas de comunicação, as pessoas acreditarão primeiro na comunicação não-verbal. Esses roqueiros cristãos fazem verbalmente suas profissões de fé; "Confessam que conhecem a Deus"; mas na comunicação não-verbal, passam uma mensagem diferente, de rebelião, de contemporização com o mundo e de sexualidade.

"Mas negam-no com as obras, sendo abomináveis e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra." (Tito 1:16).

Quando eles afirmam estarem pregando o Senhor Jesus Cristo, na verdade não estão. O que estão realmente fazendo é tomar o santo nome do Senhor em vão. Eles envergonham o nome do Senhor quando o vinculam com algo que não é coerente com sua natureza santa.

O Julgamento Virá Sobre o Rock Religioso

Esta é uma Advertência Para Qualquer Pessoa Que Esteja Envolvida no Rock Religioso:

O Senhor Jesus adverte:

"Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar." (Mateus 18:6)

Se você realmente ama o Senhor Jesus, esqueça essa música maligna. Se não fizer isso, o julgamento de Deus certamente cairá sobre sua vida.

Deus sempre julgou o pecado e a rebelião no passado, e fará isso novamente. Você quer o julgamento de Deus em sua vida?

"Mas, quanto àqueles cujo coração andar conforme o coração das suas coisas detestáveis, e as suas abominações, farei recair nas suas cabeças o seu caminho, diz o Senhor DEUS". (Ezequiel 11:21)

"Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniqüidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as justiças que tiver feito não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu, e no seu pecado com que pecou, neles morrerá." (Ezequiel 18:24)

A Bíblia adverte:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." (Tiago 4:4)

A escolha é sua: obedecer à Palavra de Deus, ou ser um rebelde.

"Ah SENHOR, porventura não atentam os teus olhos para a verdade? Feriste-os, e não lhes doeu; consumiste-os, e não quiseram receber a correção; endureceram as suas faces mais do que uma rocha; não quiseram voltar." (Jeremias 5:3)

"Agora depressa derramarei o meu furor sobre ti, e cumprirei a minha ira contra ti, e te julgarei conforme os teus caminhos, e porei sobre ti todas as tuas abominações. E não te poupará o meu olho, nem terei piedade de ti, conforme os teus caminhos, assim te punirei, e as tuas abominações estarão no meio de ti; e sabereis que eu, o SENHOR, é que firo." (Ezequiel 7:8-9)

"Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo!" (Isaías 5:20)

"Porque qualquer homem da casa de Israel, e dos estrangeiros que peregrinam em Israel, que se alienar de mim, e levantar os seus ídolos no seu coração, e puser o tropeço da sua maldade diante do seu rosto, e vier ao profeta, para me consultar por meio dele, eu, o SENHOR, lhe responderei por mim mesmo. E porei o meu rosto contra o tal homem, e o assolarei para que sirva de sinal e provérbio, e arrancá-lo-ei do meio do meu povo; e sabereis que eu sou o SENHOR." (Ezequiel 14:7-8)

Advertência aos Pastores

"...Está escrito: A minha casa será chamada casa de oração; mas vós a tendes convertido em covil de ladrões." (Mateus 21:13)

Esse verso tem um significado real com relação ao Rock religioso. Deus não quer que seu templo torne-se um covil de ladrões. Jesus disse: "mas vós a tendes convertido", referenciando o fato de os líderes religiosos permitirem que o templo, construído para ser uma casa de oração, se tornasse um covil de ladrões.

Os líderes e pastores da igreja têm hoje uma tremenda responsabilidade e precisarão prestar contas sobre como pastorearam a igreja que estava sob sua liderança. Se o pastor permite a entrada da leviandade e da impiedade, isso afetará o povo que foi comprado com o precioso sangue de Cristo de uma maneira negativa, causando mundanismo, carnalidade e afastamento. Por outro lado, se ele mantiver o mal fora da igreja e buscar fortalecer o povo com a Palavra de Deus, a igreja crescerá e amadurecerá. "Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue" (Atos 20:28)

A tragédia da cena do Rock religioso é que essa música demoníaca nunca teria entrado nas igrejas se os pastores e líderes tivessem obedecido a Deus e fechado a porta para esse mal.

Os versos seguintes são uma advertência aos pastores e líderes que não encaram seu trabalho com a devida seriedade e que não estão comprometidos com o fortalecimento e a proteção da igreja de Deus:

"Os seus sacerdotes violentam a minha lei, e profanam as minhas coisas santas; não fazem diferença entre o santo e o profano, nem discernem o impuro do puro; e de meus sábados escondem os seus olhos, e assim sou profanado no meio deles." (Ezequiel 22:26)

"E não guardastes a ordenança a respeito das minhas coisas sagradas; antes vos constituístes, a vós mesmos, guardas da minha ordenança no meu santuário... Contudo serão ministros no meu santuário, nos ofícios das portas das casas, e servirão à casa; eles matarão o holocausto, e o sacrifício para o povo, e estarão perante eles, para os servir. Porque lhes ministraram diante dos seus ídolos, e fizeram a casa de Israel cair em iniqüidade; por isso eu levantei a minha mão contra eles, diz o Senhor DEUS, e levarão sobre si a sua iniqüidade. E não se chegarão a mim, para me servirem no sacerdócio, nem para se chegarem a alguma de todas as minhas coisas sagradas, às coisas que são santíssimas, mas levarão sobre si a sua vergonha e as suas abominações que cometeram." (Ezequiel 44:8,11-13)

Raciocínios Perigosos...

Argumento 1: O Rock cristão não pode ser errado. Veja todas as pessoas que vão à frente nos concertos. Veja como Deus fez essas bandas tornarem-se famosas.

Resposta: Esses pretensos resultados não significam que Deus esteja por trás disso. O fim não justifica os meios. Podem ocorrer conversões sinceras nesses concertos, pois Deus sempre honra sua Palavra, independente das circunstâncias em que ela é anunciada. No entanto, uma coisa é ser salvo e outra é crescer e amadurecer em uma vida cristã vitoriosa. O Senhor Jesus disse em Mateus 7:15,21-23

"Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade."

O Senhor Jesus também disse que muitos serão enganados por falsos profetas e falsos cristos.

"E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará. Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos." (Mateus 24:11-12,24)

Nota: Um apelo em um concerto de Rock religioso pode ser comparado ao apelo de um lobo para que as galinhas venham à frente!!

Argumento 2: Jesus envolveu-se com os pecadores.

Resposta: O Senhor Jesus nunca entrou em um covil da iniqüidade nem copiou os modos dos ímpios. A Bíblia diz:

"Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os céus." (Hebreus 7:26)

"Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo." (João 17:14)

Por que então deveríamos usar uma música carnal para conseguir chamar a atenção do mundo? O absurdo desses métodos é óbvio. Portanto, esperamos que você possa ver como é errado usar uma música carnal e mundana para apresentar uma mensagem santa a um mundo que está sem Cristo.

Argumento 3: Precisamos usar a música Rock, pois é o único modo de alcançarmos a nova geração.

Resposta: A Bíblia responde a isso diretamente em 2 Coríntios 6:14-17:

"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei, e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso." Além disso, "Visto como na sabedoria de Deus o mundo não conheceu a Deus pela sua sabedoria, aprouve a Deus salvar os crentes pela loucura da pregação." (1 Coríntios 1:21)

A Palavra de Deus não diz que devemos sair, copiar os modos ímpios do mundo e usá-los na evangelização. Muito pelo contrário, diz que devemos nos separar da impiedade que há no mundo. A Palavra de Deus diz também em Tiago 4:4:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus."

Advertências

O principal axioma da avaliação da música é que não existe música amoral. A música é boa ou maligna. Deus diz que somos responsáveis por tudo que dizemos, fazemos ou pensamos. A Bíblia diz:

"Mas eu vos digo que toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo." (Mateus 12:36). "Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem, ou mal." (2 Coríntios 5:10).

O Rock cristão é nocivo à igreja e leva o povo de Deus à sensualidade e à contemporização. Se você ama sinceramente o Senhor Jesus Cristo e está envolvido com essa música, então obedeça ao Senhor e abandone tudo o que for impuro.

Agora temos: Rock cristão, New Wave cristão, Heavy Metal cristão, Punk cristão. O que esses rebeldes vão querer em seguida? Drogas cristãs, feitiçaria cristã, pornografia cristã???

Que tipo de fascínio o Rock religioso exerce sobre as pessoas, que elas não querem abandonar essa música demoníaca? Como uma pessoa pode confessar que ama a Deus e ao mesmo tempo abraçar o mal? O quanto o Rock religioso precisará ainda descer para que o povo de Deus acorde do sono profundo?

"Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra." (Tito 1:16)

"Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo. Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofrereis... Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros de justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras." (2 Coríntios 11:3-4,13-15)

"Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo... E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades... Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição do Coré. Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor: são nuvens sem água, levados pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas." (Judas 4,8,11-13)

Pelas Suas Próprias Palavras os Roqueiros Cristãos se Condenam

"E te deixaste enredar pelas próprias palavras; e te prendeste nas palavras da tua boca." (Provérbios 6:2)

Amy Grant

"Quero jogar para valer. Quero estar no mesmo nível profissional que os artistas em todas as áreas da música. Gosto de ouvir Billy Joel, Kenny Loggins e os Doobie Brothers. Por que não? Quero ser a ponte entre o Rock cristão e o pop." (Time, março/85)

"Amy Grant também é pragmática com relação à sua carreira. Sobre as capas dos discos e as fotos publicitárias, que a retratam como uma jovem mulher atraente e sensual, a estrela da música pop cristã diz: 'Não uso a sensualidade para vender discos. Mas o que é ser sensual? Para mim nunca foi tirar a blusa ou mostrar a língua. Acho que as moças cristãs nestes anos oitenta são muito sensuais... Quando ele [o cantor Prince] começou a simular atos sexuais no palco, fiquei um pouco contrangida', diz a cantora de 24 anos, sentada, tomando sol ao lado da piscina do hotel Universal City. 'Deixei de assistir. Quando ele começou a movimentar sua região genital, levando-a para baixo do chuveiro florescente', continua ela em seu sotaque sulista, 'pensei que se alguém quiser fazer isso em casa, tudo bem. Se eu quiser fazer isso em casa, tudo bem. Mas não quero ver Prince fazendo isso. Não me agrada vê-lo criar a ilusão que está se masturbando.'" (Rolling Stone - junho de 1985)

Stryper

"O cabelo é longo e os gritos são altos e claros. Roupas apertadas, brincos nas orelhas. Independente da nossa aparência, vamos sempre louvar o nome dele. E, se você crê, também deve fazer o mesmo." (Stryper, de Lound 'n' Clear)

"Se você tivesse de adivinhar o nome deles, diria 'Discípulos do Diabo', ou 'Os Belzebus'. Ou, talvez, 'As Abelhas Assassinas', que é o que os quatro rapazes no palco parecem com suas roupas de couro apertadas, com listas brilhantes pretas e amarelas. Muita maquiagem, cabelos compridos e correntes suficientes para amarrar metade dos elefantes na África completam a figura do grupo de Rock Heavy Metal [pauleira] moderno. Até mesmo a música, o som de um enxame furioso de insetos, amplificado eletronicamente milhares de vezes, é coerente com a imagem." (Time, março/85)

Banda REZ

"Um novo álbum, Between Heaven 'N' Hell (Entre o Céu e o Inferno), o oitavo, recentemente chegou às lojas, e com ele, a REZ inicia sua campanha direcionada a conquistar a grande audiência do Rock secular... A banda REZ fez diversos outros lances destinados a facilitar sua transição para o mercado secular. Fez um acordo com uma firma de marketing e de agenciamento empresarial por um período de teste de quatro meses. Assinou com a respeitável firma DMA (Agência Empresarial Diversificada), de Detroit, que estará cuidando e agendando os concertos. (Outros clientes importantes da DMA incluem os Scorpions, Quiet Riot e Autograph)... Para fazer isso, Rez está bem ciente que precisará 'tocar obedecendo certas regras', como diz Herrin. Eles não farão mais apelos nos concertos, e reduzirão as referências ao Senhor. Em geral, querem apresentar-se a si mesmos, primeiro e antes de tudo, como uma banda de Rock" (Contemporary Christian Magazine, abril de 1986)

Michael W. Smith

"As pessoas que vêm aos concertos estão prontas para ouvir o Rock. Elas vêm e querem ter bons momentos. Alguém precisa vir e pregar para elas, pedir que façam uma decisão no final, mas eu não tenho essa vocação. A moçada que vejo quer apenas se divertir." (CCM, junho de 1986)

Steve Taylor

"Fui convidado a comparecer na entrega do Dove Awards no ano passado e ainda me sinto pouco à vontade com aquilo. Realmente aquele não é meu lugar, pois não me comparo com os principais representantes da música Gospel. Claro, sou um cristão e isso influencia o modo como componho as canções, mas isso é apenas ser honesto, todo mundo força um ponto de vista." (CCM, fevereiro de 1986)

Leon Patillo

"Vou tomar uma posição. Vou fazer algo diferente. Vou fazer o mundo se levantar e dizer: "Ei, você viu aquele cara?' E será de uma forma perfeita. Quando eles abrirem a boca ou seus corações, e disserem 'Ele é incrível!', eu os farei engolir Jesus goela abaixo." (CCM, outubro de 1985)

Mylon LeFevre

"Nossa música é o Rock and Roll. Nem dizemos a ninguém que seja música cristã contemporânea... Somos uma banda de Rock. Nosso som é Rock, nossa aparência é do Rock, e no fim da noite cheiramos como o Rock... Nosso ministério é uma apresentação de Rock and Roll. Não é possível separar as duas coisas. Faço Rock and Roll. Tenho uma boa atuação, distraio as pessoas, passo bons momentos com elas... Uma das coisas que Mylon pode estar referenciando é o novo álbum que deverá ser lançado pela CBS. Ele e a banda querem o nome 'Look Up'. É um álbum cristão, mas você precisa conhecer a Palavra para saber isso. A CBS não conhece. Todas as músicas, todas as notas, são tocadas por cristãos nascidos de novo e cheios do Espírito Santo. Tivemos bons momentos durante a gravação. É um disco ungido e tem uma boa mensagem, embora seja superficial. Realmente evitamos certas palavras e frases, você sabe. O disco fala apenas sobre os temas." (CCM, março de 1986)

Stryken

"'Existem muitos rapazes inteligentes por aí que gostam do Heavy Metal, mas já estão cansados de ouvir todas essas bandas vulgares da Califórnia até o Zimbabwe falarem sobre o quanto bebem, o quanto se drogam e com quantas mulheres trepam.' Essa não é exatamente uma linguagem apropriada para a igreja, mas os integrantes do Stryken então confessam que não são uma banda para o púlpito, mas para as ruas." (CCM, março de 1987)

Conclusão

"Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas." (Filipenses 3:18-19)

"A sua garganta é um sepulcro aberto; com as suas línguas tratam enganosamente; peçonha de áspides está debaixo de seus lábios; cuja boca está cheia de maldição e amargura. Os seus pés são ligeiros para derramar sangue. Em seus caminhos há destruição e miséria; e não conheceram o caminho da paz. Não há temor de Deus diante de seus olhos." (Romanos 3:13-18)

Fique atento quando a música tiver uma das seguintes características; você pode estar sendo exposto às influências demoníacas:

Este artigo termina com uma nota de tristeza. Lamentamos a tragédia da perda do discernimento que está ocorrendo no corpo de Cristo. Mostramos como essa música maligna infiltrou-se gradualmente na igreja com a bênção dos líderes cristãos, até o ponto em que muitas congregações não conhecem mais a diferença entre o sagrado e o profano. Mostramos na história do Rock secular, o declínio e a destruição dos valores da decência e de moralidade na sociedade. A igreja experimentará essa mesma decadência? A igreja vai abandonar seu papel de sal e luz e vestir as mesmas roupas da escuridão e da sensualidade que o mundo veste? Os perdidos estão precisando desesperadamente de ver algo diferente no cristianismo. Quando o cristão reduz seus padrões e caminha de mãos dadas com os perdidos no mesmo caminho largo, os perdidos só podem rir e zombar da hipocrisia. O fato de milhões estarem perecendo no Inferno deve nos fazer examinar nossos caminhos e nossos métodos de evangelismo. No nosso coração, só há amor por aqueles que sinceramente querem alcançar uma geração perdida para o Senhor Jesus Cristo. No entanto, quando os cristãos buscam a conformação com este mundo ímpio, em vez de buscarem os padrões de justiça e de santidade de Deus, isso é motivo para muita preocupação. Assim sendo, procuramos oferecer neste estudo uma repreensão fraternal para aqueles que, em nossa opinião, estão sendo mal-encaminhados. Pedimos que o leitor medite nas Escrituras, nas informações e nos argumentos apresentados neste texto. Nossa oração é que Deus o tire da lama e da contaminação deste mundo e o leve a caminhar de forma mais íntima com ele próprio, por meio de Jesus Cristo, nosso Senhor.

(Copie e distribua livremente, como achar necessário)

Autores: Alan Yusko e Ed Prior. Visite o site "Heaven Soon", em http://www.heavensoon.com
Data da publicação: 10/1/2001
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/rock1.asp


Leia também o artigo As Raízes Satânicas da Música Rock

Recomendamos também estes sites sobre o assunto:

Dial-the-Truth Ministries Excelentes artigos sobre Música Rock e Música Cristã Contemporânea. Não deixe de ler o artigo "Christian Rock: Blessing or Blasphemy?" Seus cabelos ficarão arrepiados.

The Jeff Godwin Archieve Contém muitos artigos sobre Música Rock e Música Cristã Contemporânea. Assista ao vídeo "What's Wrong With Christian Rock?" (Uma excelente exposição de uma hora de duração, ilustrada com clipes de músicas e entrevistas com artistas da Música Cristã Contemporânea, como Amy Grant, Michael Smith, Stryken, Mylon LeFevre, Banda REZ, Petra e vários outros.) Você ficará chocado!!

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.