A Influência Contaminante do Contato com os Espíritos

Autor: Chris Lawson, Spiritual Research Network

Prefácio

Os falsos avivamentos, do passado e do presente, são meros protótipos do tipo de enganação que virá sobre as pessoas quando o Anticristo e seu braço direito, o Falso Profeta que operará sinais e maravilhas, do Apocalipse 13, entrarem no centro da cena internacional. A vindoura enganação espiritual será tão forte que a humanidade literalmente irá se inclinar e adorar o Anticristo.

Os cristãos falsos (Mateus 7:21-23), que não conseguem ver o engodo e que se recusam a olhar para a profecia e para as sólidas verdades bíblicas, ingressarão nas fileiras do Anticristo quando ele ascender para ocupar o poder. Alguns, pela graça de Deus, verão o que está acontecendo diante deles e se arrependerão. Eles se recusarão a receber o "sinal da besta" (Apocalipse 13:16-17). Naquele tempo, os cristãos falsos, que não são nascidos de novo do Espírito de Deus, se tornarão perseguidores e traidores e entrarão nas filas para receberem o "sinal".

Hoje, falsos profetas, falsos mestres e falsos apóstolos estão percorrendo o globo para promover eventos de sinais e maravilhas da mentira. Esses homens e mulheres são simplesmente precursores do Falso Profeta final e estão fazendo exatamente aquilo que o Príncipe das Trevas quer que eles façam: estão ajudando a criar um Cristianismo global e apóstata que absorve tudo, exceto o Cristianismo bíblico. Desejos de grandeza, de fazer negócios com as almas humanas por meio do ecumenismo, de agradar aos homens e uma infindável ladainha de distorções das Escrituras são suas características mais comuns. Eles estão ganhando impulso cada vez maior para atingir seu objetivo e incontáveis milhões os seguem.

O Cristianismo apóstata baseado em experiências está unindo forças com a espiritualidade ocultista e mística e não há fim para a engenhosidade humana pecaminosa que inventa novas formas de "contactar Deus" e "receber mensagens" de Jesus. Uma agenda interfé mundial está no centro desse fenômeno global e as forças das trevas estão liderando o caminho. (Efésios 6:13).

Agora, muitos daqueles que se opõem a essa religião MISTÉRIO BABILÔNIA que está em crescente expansão — e a expõem e conseguem resgatar algumas pessoas dela, levando-as para os verdadeiros ensinos de Jesus de Nazaré — estão sendo alvos de zombarias e ridicularizados. Aqui está o que está previsto para os dias vindouros e devemos advertir as pessoas sobre isto:

"E faz grandes sinais, de maneira que até fogo faz descer do céu à terra, à vista dos homens. E engana os que habitam na terra com sinais que lhe foi permitido que fizesse em presença da besta, dizendo aos que habitam na terra que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia. E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta." [Apocalipse 13:13-15].

Ao conversarmos com cristãos nominais frequentadores de igrejas e todos os que ainda não são salvos e perdoados de seus pecados, uma pergunta que podemos fazer a eles é: "O que é mais importante para você? Seguir os sinais e maravilhas, ou ser salvo de seus pecados e do julgamento vindouro e obedecer ao Senhor Jesus Cristo e Sua Palavra?" Com a graça de Deus, eles estarão abertos a conversar sobre o assunto!



Estamos vivendo em um tempo em que o contato com o mundo espiritual é lugar-comum. Até mesmo em muitos ambientes cristãos, em que a atividade espírita e a literatura ocultista são condenadas, "mensagens" e supostas "mensagens de Deus", que foram comunicadas por anjos caídos (e pelas vãs imaginações de alguns indivíduos) estão enganando e desviando as pessoas em uma grande escala. Além disso, a quantidade de práticas e materiais heréticos, que incontáveis ministérios e nomes famosos no mercado editorial cristão criam e promovem é enorme.

Deus Já Advertiu, Mas Quem Deu Ouvidos?

Basicamente, o que estamos vendo ocorrer em nosso tempo é parte do grande engodo espiritual sobre o qual Jesus Cristo e Seus apóstolos advertiram cerca de 2.000 anos atrás.

Com a tecnologia da informática do século 21 e diversas formas de mídias digitais, é possível para uma pessoa tomar conhecimento e ver a atual apostasia que está ocorrendo em todo o mundo em uma questão de alguns poucos minutos.

Quantidades imensas de documentação revelam que as pessoas caíram em massa vítimas de um engono espiritual porque deixaram de fazer aquilo que a Bíblia diz. Deus instruiu os cristãos a "provar os espíritos para ver se eles são de Deus" (1 João 4:1); todavia, muitos cristãos parecem não ter ideia alguma sobre o que isto significa.

Como resultado, milhões de pessoas em igrejas em todo o mundo estão sendo seduzidas por falsos ensinos. Além disso, muitos se abriram para as "doutrinas de demônios" (1 Timóteo 4:1) porque os próprios líderes da igreja foram influenciados por essas doutrinas e, por sua vez, as ensinam nas igrejas. Este cenário é absolutamente pavoroso de contemplar e os excessivos falsos ensinos mostrados nas assim-chamadas emissoras cristãs de televisão são apenas a ponta do iceberg.

Com base na apostasia generalizada que está ocorrendo hoje, é claro que as forças espirituais da impiedade, sobre as quais a Bíblia adverte, estão contaminando as pessoas em todo o mundo. Deus nos advertiu sobre isto de antemão, porém poucos hoje parecem se preocupar. Se mais pessoas se preocupassem, elas estariam refutando publicamente esses falsos mestres, em vez de simpatizarem com eles, de se ajuntarem em torno deles e de promovê-los. Ao contrário do que faz o Cristianismo ecumênico e neo-evangélico contemporâneo, o cristão bíblico obedece à Palavra de Deus e procura fazer aquilo que ela diz:

"Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem." [1 Tessalonicenses 5:20-21].

"Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo." [1 João 4:1].

O Espírito Santo de Deus nos adverte claramente que nos últimos dias as pessoas darão ouvidos aos espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Não é necessário olhar para muito longe para ver isto ocorrendo; as pessoas estão lançando fora todas as restrições e literalmente se abrindo para serem enganadas e contaminadas por falsos mestres e influências demoníacas.

"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência; proibindo o casamento, e ordenando a abstinência dos alimentos que Deus criou para os fiéis, e para os que conhecem a verdade, a fim de usarem deles com ações de graças." [1 Timóteo 4:1-3].

Quem está na dianteira desse Cristianismo apóstata? Falsos mestres, falsos profetas e falsos apóstolos! Eles percorrem e se apresentam por todo o mundo com suas falsas doutrinas e não se arrependem de suas obras más. Assim também, espíritos enganadores (demônios) disfarçados como personagens bíblicos, estão trabalhando por trás dos bastidores (ocultismo, as coisas ocultas) mais intensamente do que nunca, procurando despertar o interesse e envolvimento humanos — de modo a enganar todos aqueles que responderem a eles. Não é preciso olhar muito longe da Bíblia Sagrada para compreender por que o mundo e uma grande parte da igreja estão moral, ética e espiritualmente falidos.

"No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." [Efésios 6:10-12].

De modo a advertir sobre os perigos do contato espiritual e das contaminações que produz, este artigo cobrirá rapidamente a primeira seção dos seguintes tópicos:

Ao ler o material a seguir, tenha em mente que aqueles que rejeitam as advertências de Deus estão se preparando para pagar um preço pessoal muito maior do que a linguagem humana pode expressar. O propósito deste artigo é reportar o que está acontecendo e advertir, porque este autor está preocupado com o estado da igreja cristã e dos muitos que se tornaram escravizados aos poderes das trevas.

Contaminação Espiritual

Você sabia que as advertências de Deus contra o ocultismo aplicam-se também aos cristãos? Infelizmente, um número crescente de pessoas ensina hoje que os cristãos precisam "tomar de volta" os poderes do oculto e usá-los para a glória de Deus. Este tipo de ensino é profundamente absurdo, perigosíssimo e tão distante do Cristianismo bíblico quanto é possível para alguém estar. Deus advertiu os israelitas sobre o ocultismo cerca de 3.400 anos atrás, muito antes do advento do Cristianismo. Infelizmente, muitas pessoas que dizem que amam a Jesus Cristo são profundamente ignorantes ou negligentes quanto aos perigos do contato com espíritos e com a metodologia ocultista. Isto não deveria ser assim.

As Escrituras abaixo fazem um relato a partir da perspectiva de Deus sobre (1) contaminação espiritual, (2) a oposição de Deus a todos aqueles que se envolvem no ocultismo, (3) a pena de morte para a comunicação com espíritos (demônios), (4) como essas práticas malignas "provocam" o Senhor, (5) a avaliação de Deus que estas coisas são "abominações", (6) o julgamento de Deus sobre o primeiro rei de Israel por utilizar os serviços de uma médium espírita (a feiticeira de En-Dor), e (7) como essas práticas são consideradas como "muito más aos olhos do Senhor". Uma lista maior poderia ser fornecida aqui, mas a seguinte deverá ser suficiente para fazer soar uma clara advertência bíblica.

"Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles. Eu sou o SENHOR vosso Deus." [Levítico 19:31].

"Quando alguém se virar para os adivinhadores e encantadores, para se prostituir com eles, eu porei a minha face contra ele, e o extirparei do meio do seu povo." [Levítico 20:6].

"Quando, pois, algum homem ou mulher em si tiver um espírito de necromancia ou espírito de adivinhação, certamente morrerá; serão apedrejados; o seu sangue será sobre eles." [Levítico 20:27].

"E até fez passar a seu filho pelo fogo, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro e ordenou adivinhos e feiticeiros; e prosseguiu em fazer o que era mau aos olhos do SENHOR, para o provocar à ira." [2 Reis 21:6].

"E também os adivinhos, os feiticeiros, os terafins, os ídolos, e todas as abominações que se viam na terra de Judá e em Jerusalém, os extirpou Josias, para confirmar as palavras da lei, que estavam escritas no livro que o sacerdote Hilquias achara na casa do SENHOR." [2 Reis 23:24].

"Assim morreu Saul por causa da transgressão que cometeu contra o SENHOR, por causa da palavra do SENHOR, a qual não havia guardado; e também porque buscou a adivinhadora para a consultar." [1 Crônicas 10:13].

"Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do SENHOR, para o provocar à ira." [2 Crônicas 33:6].

Confiar Demais na Bondade de Deus?

Assumir que alguém pode se envolver em práticas ocultistas e se comunicar com seres espirituais — e não ser prejudicado por eles, simplesmente porque o indivíduo professa amar a Jesus Cristo e afirma ser um cristão nascido de novo não é garantia de segurança no que se refere às coisas espirituais.

Fazer isto seria confiar demais na bondade de Deus. Isto é perigoso, pois Deus não é parcial no que se refere aos seus mandamentos contra as práticas ocultistas. Aqueles que brincam com fogo espiritual, incluindo os cristãos sem discernimento e os falsos cristãos, se queimarão; é apenas uma questão de tempo e ocasião para que isto aconteça. Deus não fará o papel de bobo e não aprova e nem tolera formas tolas de Cristianismo que abertamente zombam Dele e distorcem Sua Palavra para justificar o ocultismo cristianizado e colocar Suas advertências de lado. Aqui está a repreensão de Jesus Cristo à igreja de Tiatira, que tolerava o mal em seu meio:

"Mas algumas poucas coisas tenho contra ti que deixas Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que forniquem e comam dos sacrifícios da idolatria." [Apocalipse 2:20].

Se o leitor quiser guardar somente uma coisa deste artigo, deve ser o seguinte: todo contato espiritual com entidades espirituais (anjos caídos e demônios) resulta em contaminação espiritual pessoal e no julgamento de Deus. Estas coisas são extremamente sérias e precisam ser evitadas a todo custo.

A razão por que Deus proíbe o ocultismo é que todas as práticas ocultistas, em um grau ou outro, abrem as portas para o contato com o mundo espiritual. Aqueles que participam disso não somente contaminam a si mesmos diretamente, mas também colocam suas famílias, parentes e descendentes em grande risco. De acordo com Deus, não existem exceções à regra no que se refere à comunicação com o mundo espiritual. Não devemos fazer tentativa alguma de contactar os seres espirituais e não devemos procurar aqueles que trabalham com eles e têm espíritos familiares (isto é, espíritos-guias, canalização, trabalho com energias, Reiki, etc.).

Ao contrário do que pensam muitos cristãos biblicamente analfabetos, não devemos buscar o contato com os mortos — nunca! Jesus Cristo deixou claro quando falou do homem rico e Lázaro. Depois que esses dois homens morreram, Abraão disse para o homem rico que implorava por ajuda em um local de tormentos:

"E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá." [Lucas 16:26].

Em vez de pessoas falecidas responderem aos vivos, demônios respondem e, quando fazem isto, eles se mascaram (2 Coríntios 11:14) como pessoas queridas já falecidas, "Jesus", outros personagens bíblicos, pessoas famosas da história, a "Grande Fraternidade Branca", "Mestres Ascencionados" e até como seres de outros planetas.

O Que Exatamente É a Contaminação Espiritual?

Contaminação espiritual, no sentido bíblico do termo, é tornar-se imundo, impuro, ou sujo. O dicionário on-line KJV 1611 Bible Dictionary define claramente o que significa estar contaminado. As seguintes definições também podem ser encontradas no Webster's American Dictionary of the English Language, 1828, e no Webster's Revised Unabridged Dictionary (1913 + 1828):

contaminar CONTAMINAR, v.t. 1. Tornar imundo, tornar impuro ou sujo, em um sentido geral. 2. Tornar impuro; tornar turvo, como a água contaminada. 3. Manchar, como a reputação. Exemplo: Ele está entre os maiores prelados da época, entretanto, seu caráter pode ser contaminado por mãos sujas. "Corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor." [Ezeq. 28:4]. Poluir; tornar cerimonialmente imundo. "O corpo morto e o dilacerado não comerá, para que não se contamine com ele. Eu sou o SENHOR." [Lev. 22:8]. Corromper a castidade; depravar; violar, manchar a pureza do caráter pela lascívia. Siquém violou Diná. Gên. 34. Manchar, em um sentido moral; corromper, perverter; tornar impuro com o pecado. "Não vos contamineis com os ídolos do Egito." [Ezeq. 20:7]. "Todo aquele que tocar em algum morto, cadáver de algum homem, e não se purificar, contamina o tabernáculo do SENHOR; e aquela pessoa será extirpada de Israel; porque a água da separação não foi espargida sobre ele, imundo será; está nele ainda a sua imundícia." [Núm. 19:7].

2. Corrupção da moral, dos princípios ou do caráter, impureza, poluição pelo pecado. O puro não pode mexer nesse tipo de sujeira sem o risco de contaminação.

Segundo o Complete Expository Dictionary of Old and New Testament Words With Topical Index, de W. E. Vine, Merrill F. Unger e William White, Jr., a forma do verbo no hebraico de tame ("ser imundo") é definida do seguinte modo:

tame: IMUNDO, SER tame; "ser imundo". Esta raiz está limitada ao hebraico, aramaico e árabe. O verbo ocorre 160 vezes no Bíblia hebraica, principalmente em Levítico, como em Lev. 11:26: "Todo o animal que tem unha fendida, mas a fenda não se divide em duas, e todo o que não rumina, vos será por imundo; qualquer que tocar neles será imundo.".

Tame é o oposto de taher, "ser puro". A edição expandida da Complete Word Study Concordance, Expanded Edition, de James Strong e editor Warren Baker (AMG Publishers: Chattanooga, TN, 2004, pág. 1868), define a palavra "contaminado" como segue:

2930 tame; uma raiz primitiva; estar sujo, especialmente em um sentido cerimonial ou moral (contaminado) — contaminar-se, poluir-se, estar imundo. Um verbo que significa estar imundo, profanar, contaminar, tornar impuro. A ideia principal da ação era a de contaminação ou corrupção, especialmente aos olhos de Deus. A Lei do Levítico falava frequentemente em termos de impureza sexual, religiosa ou cerimonial. Qualquer objeto ou indivíduo que não estivesse limpo e purificado não poderia ser aceitável para o Santo Deus de Israel.

Considerando os vários exemplos de ações que causam impureza para os hebreus dentro da Lei do Levítico, a Concordância de Strong continua:

"Exemplos de ações que causavam um estado de impureza incluíam comer alimentos proibidos (Oséias 9:4); adorar ídolos (Salmos 106:39. Oséias 5:3); cometer adultério ou envolver-se em relações sexuais fora do matrimônio (Gênesis 34:2. Números 5:13; Ezequiel 18:6); tocar objetos ou indivíduos imundos (Levítico 5:3; 18:24; 19:31); e qualquer ação que violasse a santidade do Senhor (Jeremias 32:34). Era dever dos sacerdotes discernir as questões de impureza (Levítico 13:3; Ageu 2:13) e garantir que os rituais de purificação fossem seguidos."

De uma maneira similar hoje, mas no contexto da igreja cristã (judeus e gentios sendo um em Cristo por meio da obra redentora na cruz e de Sua gloriosa ressurreição), é responsabilidade dos líderes cristãos discernirem entre o bom e o mau e proteger a igreja de ser contaminada pela idolatria e pelos ensinos falsos.

Os três exemplos seguintes podem ser pesquisados na Internet e são mencionados sucintamente aqui como amostras de práticas espiritualmente contaminantes que estão se enraizando nas igrejas e movimentos cristãos.

Exemplo 1 — Sugar a Sepultura e Agarrar o Manto?

Um número crescente de pessoas da Igreja Bethel, em Redding, Califórnia, estão agora fazendo o que o pastor Bill Johnson e alguns de seus colegas tornaram famosa, uma prática ocultista e anticristã que é chamada de "sugar a sepultura" e/ou "agarrar o manto".

É isto mesmo — sugar a sepultura e agarrar o manto! As pessoas se deitam sobre os túmulos e sepulturas nos cemitérios, oram e pedem "unção" e "poder", pois esperam receber uma suposta "unção" residual" e os "mantos" espirituais de pessoas que já morreram.

Como a adivinhação, feitiçaria e espiritismo, esta prática condenada por Deus é uma total e infrutífera perda de tempo. Na verdade, essas pessoas estão se lançando em uma variação híbrida de necromancia. A necromancia, também chamada de consultar os mortos, é uma prática totalmente condenada nas Escrituras. Levítico 19:26, Deuteronômio 18:10, Gálatas 5:19-20, Atos 19:19 e muitos outros versos poderiam ser citados para mostrar que os "sugadores de sepulturas" e "agarradores de mantos" estão se envolvendo no ocultismo, mas, é claro, em nome de Jesus e com a bênção da Igreja de Bethel.

Exemplo 2 — Transferência Ocultista (de Espíritos) sob o Disfarce do Espírito Santo?

Similar a isto, Rodney Howard-Browne, Benny Hinn, Kenneth Copeland, John e Carol Arnott, Randy Clark, Rick Joyner, Nicky Gumble, Sandy Millar, Patricia King, Bill Johnson, Che & Sue Ahn, Stacey Campbell, Heidi Baker, Georgian & Winnie Banov, John Crowder, Todd Bentley e muitos milhares de assim-chamados "ministros" estão muito ocupados tornando a prática de cair no chão (desmaios) disponível para milhões. O que os frequentadores de igrejas sem discernimento e participantes de avivamentos falsificados estão realmente "recebendo" são múltiplas variações de hipnose e sugestionabilidade de palco e, às vezes, uma unção ocultista transferível. Embora uma série de livros pudessem ser escritos sobre as raízes ocultistas desta prática e os perigos físicos, mentais, psicológicos, espirituais e os efeitos associados com ela, milhões de pessoas estão se envolvendo, pensando que ela é um dom do Espírito Santo. O que muitos falsos avivalistas estão na verdade "distribuindo" é uma versão cristianizada de transferência ocultista conhecida amplamente em todo o mundo, em muitos sistemas ocultistas de crenças, como Yôga do Riso, transferência ocultista, Shaktipat, despertar da Kundalini, etc. Ela é também referida como "a transferência de espíritos" e é definida detalhadamente de várias formas nas publicações da Sociedade Teosófica, em um vasto número de obras de referência da Yôga hindu, nas enciclopédias psíquicas e ocultistas, cartilhas, dicionários, biografias, manuais e muitas outras publicações.

Exemplo 3 — Um Pregador que Dá Chutes, Socos, Vibra, Chocalha, Grita, Ri Descontroladamente e Rola no Chão?

Um terceiro exemplo de algo que você quererá evitar é o falso avivamentalista Todd Bentley. Ele se tornou muito famoso como o pastor tatuado e "ungido" que dá chutes, socos, chocalha, grita, vibra, ri, invoca anjos, deita-se no chão e rola de um lado para outro. Ele largou sua mulher e a trocou por uma mais jovem, grita para os anjos e, aparentemente, está em contato com eles, foi impedido de entrar em três países e incansavelmente ensina falsas doutrinas, porém as pessoas ainda o seguem. Por quê? Para receber a unção transferível que Todd distribui. A unção de Todd faz as pessoas perderem o controle de suas faculdades mentais e parecer como tolos diante de Deus, diante da igreja cristã e diante do mundo. Isto não é o Cristianismo bíblico — é insanidade!

Qual é esta unção que Todd e milhares de outros pastores estão distribuindo em nome de nosso Senhor Jesus Cristo e para detrimento de muitos? É uma versão cristianizada da prática hindu e ocultista do Shaktipat Diksha. Na literatura ocultista, Shaktipat é definida do seguinte modo:

"Shaktipat ou Saktipata (sânscrito, de shakti — "energia (psíquica)" — e pata, "cair" refere-se no Hinduísmo à outorga de "energia" espiritual de uma pessoa para outra. Shaktipat pode ser transmitida via uma palavra sagrada, ou um mantra, ou por um olhar, pensamento ou toque — este último normalmente para o chakra Ajna, ou terceiro olho do destinatário." (Abhinavagupta, The Kula Ritual, conforme elaborado no Capítulo 29 do Tantraloka, John R. Dupuche, pág. 155. Citação da Wikipedia, em http://en.wikipedia.org/wiki/Shaktipat.).

Nosso próprio Senhor Jesus Cristo advertiu sobre os falsos cristos e falsos profetas que viriam em Seu nome, sem dúvida apresentando-se como cristãos:

"Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Eis que eu vo-lo tenho predito." [Mateus 24:4-5].

Jesus Cristo era e ainda é o Messias, o Filho de Deus. Jesus de Nazaré é o Ungido de Deus (Salmos 2). Charlatães espirituais, por outro lado, afirmam ser Jesus Cristo, o Messias (o Ungido). Eles são falsos mestres, seus ensinos devem ser publicamente refutados e os líderes cristãos deveriam advertir as igrejas a ficarem longe deles.

Os líderes cristãos deveriam rejeitar continuamente o ocultismo e as práticas místicas e deveriam advertir sobre os perigos deles, mesmo quando as pessoas procurarem cristianizá-los. Envolver-se em práticas ocultistas vis abre as portas para as influências contaminantes e corruptoras e tanto os cristãos quanto os não-cristãos são do mesmo modo espiritualmente contaminados por eles.

Os ministros cristãos que deixam de advertir sobre essas coisas colocam os indivíduos, famílias e igrejas em grande risco. Além disso, se eles não conseguem advertir sobre as mesmas coisas que o próprio Deus condena e diz que são contaminantes, não deveriam estar servindo no ministério cristão.



Autor: Chris Lawson, Spiritual Research Network
Data da publicação: 14/11/2014
Transferido para a área pública em 23/7/2016
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/srn-7-2014.asp