Escolha uma cor para o fundo:  

Os Neocanibais Tomaram o Controle da Indústria Médica Moderna

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Conforme predito nos círculos da Nova Era em 1987, os médicos e profissionais da saúde nos EUA atingiram o ponto na prática do satanismo em que se transformaram em neocanibais! A canibalização é agora um GRANDE negócio.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"

Resumo da notícia: "Vender partes do corpo é grande negócio: No entanto, não se diz às famílias enlutadas que os cadáveres doados abastecem uma indústria de rápido crescimento, que deve atingir US$ 1 bilhão dentro de três anos", Mark Katches, William Heisel, e Ronald Campbell, The Orange County Register, publicado em The Providence Sunday Journal, 16/4/2000, págs. A-1, 24.

"As empresas americanas estão faturando centenas de milhões de dólares vendendo produtos construídos a partir de cadáveres humanos doados, embora seja ilegal obter lucro com a venda de órgãos de cadáveres, descobriu uma investigação do Orange County Register. A pele dos cadáveres é utilizada para alargar os lábios de modelos a US$1.050 cada aplicação. Os dentistas usam determinados ossos da mandíbula cerca de 200.000 vezes por ano para tratar seus pacientes. Catálogos lustrosos anunciam 650 produtos fabricados a partir de partes do corpo."

"Um único cadáver rende matéria-prima que vale dezenas de milhares de dólares para empresas cujas ações são negociadas na Bolsa de Valores de Nova York e para agências sem fins lucrativos que obtêm as partes para elas... As famílias enlutadas não ficam sabendo que os cadáveres doados abastecem uma indústria de rápido crescimento, que deve alcançar um bilhão de dólares dentro de três anos. Tampouco são informadas as milhões de pessoas que indicam em suas carteiras de identidade o desejo de doar partes do seu corpo."

Duas vezes nos dois parágrafos anteriores, vimos o uso das palavras "partes do corpo". Esse esforço de coletar partes do corpo humano para que possam ser utilizadas em outro corpo preenche uma das duas definições principais de "Canibalizar". O Novo Dicionário Aurélio define canibalizar como: "Remover peças de uma máquina ou aparelho para utilizá-las no conserto de outras da mesma espécie". Assim, por essa definição somente, os médicos modernos que realizam a coleta dos órgãos estão envolvidos em canibalização.

"Os doadores não têm idéia que os tecidos estão sendo processados e transformados em produtos que, por grama, são mais caros que diamantes'... Os produtos beneficiam milhões de vidas, segundo grupos de profissionais da área. Os tendões dos cadáveres ajudam os atletas a voltar a jogar. Os cordões construídos com pele humana ajudam a solucionar problemas na bexiga. As córneas preparadas para implantes permitem que os cegos enxerguem. Cerca de 20.000 americanos mortos entraram nesse ciclo de manufatura no ano passado, quatro vezes o número de corpos utilizados para transplantes de órgãos vitais."

"Os órgãos somente podem ser retirados de doadores que tiveram morte cerebral mas cujo coração e outros órgãos ainda estejam funcionando... A comercialização de tecidos gera agora cerca de 500 milhões de dólares anualmente. 'Há um lucro', disse Michael Jeffries, executivo financeiro da Osteotech Inc. uma empresa líder no setor de ossos. 'No entanto, não é uma coisa má porque o lucro é colocado em bom uso." [pág. A-1, 22; ênfase acrescentada].

Acabo de ouvir Karl Marx falando? Marx disse "O fim justifica os meios". No comunismo, o fim percebido é considerado tão "bom" que os crimes mais inomináveis contra a humanidade foram perpetrados para tentar mudar a sociedade para o 'melhor', o que significava condenar centenas de milhões de pessoas à morte, escravizar dezenas de milhões mais em Gulags, e escravizar a população inteira indefinidamente.

Além disso, quando leio essa "defesa" da prática satânica da "coleta" de partes do corpo para a doação de órgãos por esse Michael Jeffries, recordo-me de um verso do Velho Testamento que se encaixa perfeitamente: "O caminho da mulher adúltera é assim: ela come, depois limpa a boca e diz: Não fiz nada de mal!" [Provérbios 30:20].

Verdadeiramente, toda essa indústria iníqua comete um pecado contra Deus e seus mandamentos muito mais grave que o adultério; e então seus participantes limpam suas bocas, dando a vil desculpa, "Não fizemos nada de mal."

Esse triste estado de coisas é simplesmente um dos últimos passos da sombria estrada em que humanidade está caminhando com firmeza desde a aceitação das idéias evolucionistas de Charles Darwin. A Teoria da Evolução ensina que o homem não foi criado, mas que evoluiu; ensina que o homem não foi criado à imagem de um Criador amoroso; ensina que o homem é simplesmente outro animal, um animal avançado certamente, mas nada além de um animal. A Evolução ensina que homem não possui uma alma eterna, destinada ou a um paraíso ou a uma condenação eterna; alguns evolucionistas ensinam que somos exatamente como os animais que não têm alma, enquanto outros ensinam a mentira de Reencarnação, isto é, "Certamente não morrereis".

Assim, os evolucionistas balançam suas cabeças surpresos quando alguém fica revoltado com a matança de bebês no útero, visto que somos simples animais. Semelhantemente, ficam espantados quando vêem alguém reagir à venda de partes do corpo humano, visto que tal atividade tem dois objetivos: "tornar a vida melhor" e ao mesmo tempo ganhar muito dinheiro.

No entanto, os pragmáticos dentre os evolucionistas compreendem que um grande número de pessoas ainda não foi "libertado" da escravidão à moralidade judaico-cristã; portanto, compreendem a necessidade de enganar a maioria das pessoas hoje. Retornemos ao nosso artigo com esse conceito em mente.

"As famílias são levadas a acreditar que estão ofertando o dom da vida. Ninguém lhes diz que a pele será usada para alargar pênis ou suavizar rugas, ou que os executivos de bancos de tecidos... rotineiramente recebem salários milionários. Os produtos são raramente salvadores de vidas, como anunciados".

Espero que essa última frase consiga convencer as pessoas a não se deixar levar por uma propaganda destinada a apelar ao lado emocional da dor das pessoas pela perda recente de um parente, particularmente quando a perda foi inesperada. Precisamos compreender o grau em que estamos sendo manipulados, e resistir. O atual presidente norte-americano, Bill Clinton, é um especialista em expor seus objetivos e seus programas em uma linguagem emocionalmente carregada, que toca as pessoas no fundo do coração. Ele não tem nenhum interesse em 'sentir a sua dor'; está apenas tentando manipulá-lo descaradamente para obter a aprovação dos projetos em que tem interesse.

"Depois de entrevistar centenas de pessoas e revisar milhares de páginas de documentos, o jornal descobriu que os corpos doados seguem um caminho ou outro. Eles se tornam assuntos de pesquisas mais profundas ou matéria-prima para produtos médicos que são vendidos comercialmente com lucro. É mais provável que as partes do corpo sejam transformadas em produtos... Um doador típico produz de 14 a 34 mil dólares em vendas... No entanto, os rendimentos podem ser muito maiores. Peles, tendões e córneas estão cotadas em aproximadamente 110 mil dólares. Acrescente os ossos do mesmo corpo, e um cadáver pode valer cerca de 220 mil dólares."

Só posso balançar minha cabeça, horrorizado com o fim satânico ao qual nossa sociedade chegou. Então, outra doutrina bíblica me atinge como uma tonelada de tijolos: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?" [Jeremias 17:9] Durante os Seminários 1 e 2, demonstro que o objetivo da equipe Bush/Clinton de levar o mundo à planejada Nova Ordem Mundial é idêntico ao de Adolf Hitler. A única diferença é que Bush/Clinton aprenderam a se esconder atrás de uma máscara habilmente construída de normalidade, enquanto Hitler foi muito mais audacioso em mostrar-se como o Lobo Alemão que sempre foi.

E, aqui está nossa sociedade, diante do próximo holocausto humano, perseguindo cegamente a ganância de lucros monetários nesse macabro comércio de partes do corpo humano.

Essa linha de raciocínio então produziu a próxima revelação: O apóstolo Paulo estava absolutamente correto quando disse: "O amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males." [1 Timóteo 6:10a].

Continuemos com nossa história para podermos ver a demanda por partes do corpo que existe atualmente em nosso país.

"As duas maiores empresas privadas da indústria de tecido registraram um total de 142 milhões de dólares em vendas no último ano, e cada uma paga a seus executivos mais de 460 mil dólares por ano... Os quatro maiores bancos de tecido sem fins lucrativos da nação dizem que gerarão um total de 261 milhões de dólares em vendas este ano. E os preços estão subindo. Os pacientes pagam 2.400 dólares por uma córnea na Pacific Eye Associates, em San Francisco. O mesmo centro oftalmológico cobrava 1.000 dólares há quatro anos. O tutano produzido pela Osteotech, que é utilizado na cirurgia da coluna, é vendido a 853 dólares uma dose equivalente a duas colheres de chá — cerca de 100 dólares a mais que em 1999... Os custos podem variar em centenas ou milhares de dólares. Um banco em Seattle vende um tendão de Aquiles por 865 dólares. A CryoLife, da Geórgia, cobra 2.000 dólares pelo mesmo produto."

Sempre que você tem essa variação no preço de um mesmo produto, pode saber que dois fatos são absolutamente verdadeiros: 1) O preço cobrado baseia-se em "o que o mercado está disposto a pagar", e não no custo real da aquisição do produto finalizado. As pessoas que administram a operação de tecidos em Seattle acreditam que podem conseguir apenas 853 dólares por um tendão, enquanto o pessoal da CryoLife acredita que pode obter 2.000 dólares; 2) As margens de lucro são enormes, tão grandes que o preço no varejo final é atribuído sem uma preocupação com o custo real. Os donos da firma de tecidos de Seattle estão tão satisfeitos com suas margens no menor preço quanto os donos da CryoLife. Nessa situação, os custos reais para obter partes do corpo são extremamente baixos, visto que a "matéria-prima" é doada gratuitamente.

Essa situação é outro exemplo de dois pesos e duas medidas do Governo Federal:

"As leis federais rígidas proíbem qualquer compra ou venda de corações, pulmões, fígados ou outros órgãos necessários para transplantes. No entanto, o governo tem ajudado na obtenção de lucros na comercialização de tecidos. A administração Clinton adotou regras em 1998, que requerem que os hospitais notifiquem as agências de órgãos sobre todas as mortes. Isso torna mais provável que as famílias sejam contactadas por um banco de tecido após quatro horas da morte de um ente querido. As regras são feitas para aumentar o número de transplantes de órgãos... O governo está experimentando novos métodos para aumentar as doações de órgãos e de tecidos. No último outono, o vice-presidente Al Gore anunciou 5 milhões de dólares em bolsas para as doações de órgãos e tecidos."

É demais para um governo que aprovou uma lei "banindo" alguma coisa!

Por mais terrível que seja essa situação nos EUA atualmente, ela era altamente previsível. Há décadas que os líderes cristãos vinham advertindo que o país estava caminhando para esse tipo de areia movediça moral. Advertimos que a rejeição da elevada visão bíblica do homem e a aceitação da rebaixada visão do homem como um simples animal torna o próximo Holocausto inevitável. Quando as pessoas acreditam que são somente animais, então a lei da selva se estabelece, e a luta torna-se uma "sobrevivência dos mais fortes". Inevitavelmente, um grupo dominante começa a acreditar que seja superior aos outros, e tendo a força econômica e/ou militar dominante, pode começar a planejar a eliminação dos outros grupos "inferiores".

Na Alemanha nazista, os arianos "superiores" começaram a planejar a eliminação dos grupos "inferiores" de judeus, cristãos, desabrigados, loucos, retardados, idosos, bebês indesejados, e qualquer pessoa que julgassem serem diferentes. Até mesmo os ciganos foram perseguidos e marcados para a extinção. No fim da guerra, as pessoas cujos narizes eram diferentes foram enviadas aos campos de concentração, pois o mito nazista que os judeus tinham um tipo peculiar de nariz alastrou-se na Alemanha.

A Nova Ordem Mundial tem a mesma lista de grupos marcados para a extinção, com a exceção que planeja vir sobre os cristãos primeiro, e depois sobre os judeus. O holocausto contra os nascituros, os idosos, os doentes mentais e os retardados já começou. Um sobrevivente do Holocausto, Dr. Wolf Wolfensberger, tem soado o alarme nas três últimas décadas. Ele estima que os EUA estejam matando muito mais dessas "pessoas sem valor" por ano que os nazistas de 1938-1945! Além disso, o Dr. Wolfensberger adverte que, se você tem um parente que esteja em uma dessas categorias "sem valor", é melhor que mantenha um membro da família de plantão ao lado da cama do seu parente internado, ou pode ser que ele nunca saia com vida do hospital!

Em 1987, a Omni Magazine era — e ainda é — uma das publicações oficiais de mídia mais importantes para a divulgação dos planos da Nova Ordem Mundial. A Omni, que pertence à Playboy Enterprises, publicou artigos que foram os chocantes conceitos avançados que a satânica Nova Ordem Mundial planeja adotar eventualmente. O artigo inicial da Omni poderia servir como o ímpeto inicial para convencer a população a aceitar esse conceito radical utilizando o Plano de Seis Etapas de Mudança de Comportamento. Vamos reimprimir uma porção relevante desse artigo. Posso apenas pedir que você considere que muitas pessoas para quem mostrei esse artigo ficaram tão chocadas com o conteúdo que negaram veementemente que nossa sociedade pudesse aceitar esses valores; todavia, aqui estamos nós implementando a maioria deles.

"Last Right" (O Último Direito), Omni Magazine, setembro de 1987, por Michael Henricott, pág. 59 em diante.

O artigo começa com Michael, o autor, observando uma equipe de cirurgiões ocupados "coletando" os órgãos de um homem de 42 anos, ainda vivo, severamente lesado por um aneurisma que provocou a morte cerebral, e que retirou dele todos seus direitos normais de viver. Michael foi completamente tomado pela cena que ocorreu diante dele.

"Deitado de frente, respirando ritmicamente, R. H., de 1,86m e 75 kg é um belo homem. No entanto, ao mesmo tempo em que alguém possa estar admirando a estrutura física desse homem, os cirurgiões perfuram a pele e os músculos de seu peito, inserem um instrumento elétrico cortante e começam a rasgar a carne. Surpreendentemente, sai pouco sangue, mas há certo atropelo na sala de cirurgia quando oito médicos metem suas mãos no cadáver, trabalhando rapidamente para desconectar os órgãos dos vasos sangüíneos."

Uma vez que os médicos terminaram sua "coleta", calmamente deixaram o centro cirúrgico, e o último a sair desligou as luzes e o respirador. Ninguém parecia se importar que tinha acabado de matar um ser humano com o único propósito de coletar seus órgãos e obter lucro. De fato, Michael comentou o procedimento frio e mercantilista deles.

Depois de descrever essa cena de "Coleta de Órgãos", Michael então leva o leitor pelo labirinto do raciocínio filosófico que poderia permitir que esse tipo de comportamento seja prontamente aceito pelo público geral. Depois que um "perito" depreciou a definição bíblica de morte como parada cardíaca, Michael então começou a examinar as novas definições de morte que foram de "Morte Cerebral" para "Falta de Consciência", um termo suspeitamente próximo à definição nazista de "morte" como uma falta de uma "Qualidade de Vida". Nessa discussão, Michael usou muitos termos deliberadamente escolhidos porque removem o elemento de humanidade, uma técnica usada engenhosamente pelos nazistas nos anos anteriores ao Holocausto. Alguns dos termos que Michael usa são:

"Descobri que o futuro, como dizem, já está conosco".

Após discutir definições de Morte Cerebral e Estado Vegetativo Persistente, Michael aborda o mais novo conceito satânico um pouco cautelosamente. Chama esse conceito de "Morte Cognitiva": vários estudiosos da bioética, filósofos, e médicos estão começando a contemplar a expansão da definição de morte para incluir pessoas em estado vegetativo persistente, indivíduos que perderam seu intelecto, a memória, a fala e a consciência de si mesmos ou do ambiente. Certamente, a enorme brecha aberta para o assassinato em massa com a Morte Cognitiva é o fato de ser tão subjetiva, em vez de objetiva, como a definição bíblica. Aquele que estiver em autoridade poderá decidir qual será a definição corrente de "Morte Cognitiva"; logicamente, tal definição maleável permitirá a mudança progressiva da definição, conforme aqueles que estiverem em autoridade acharem apropriado.

Assim, pode chegar o tempo — como aconteceu nos países comunistas — em que as pessoas que simplesmente discordam das autoridades serão declaradas "Cognitivamente Mortas" e subseqüentemente executadas, provavelmente para a coleta de seus órgãos! O povo cristão é um alvo real aqui, porque os escritos da Nova Era referem-se a nós como "mortos" para a Nova Era e, portanto, indignos de participar dela. Além disso, nosso estilo de vida saudável torna nossos órgãos realmente atrativos aos médicos satânicos dessa nova profissão. Pode ser que no período de sete anos da Tribulação, muitos cristãos sejam martirizados para que seus órgãos sejam coletados.

Quando Michael discutiu seu mais novo conceito de "bioética", usou um termo que me chocou terrivelmente. Ele disse que é possível que "usinas de vegetais humanos" possam ser construídas com o propósito expresso de produzir os órgãos necessários. Essas "usinas de vegetais humanos" poderiam ser constituídas pelas pessoas "biologicamente tenazes" que foram declaradas "mortas", mas que se recusaram a realmente morrer! Veja:

"No filme, Coma, uma mulher vítima de 'acidente' com anestesia é declarada morta, eles a despacham para o abominável Jefferson Institute onde seu corpo será mantido artificialmente até que suas partes possam ser coletadas e vendidas... Muitos médicos prevêem a proliferação maciça de 'Jefferson Institutes' dedicados a coletar órgãos, de 'mortos' vegetativos. Não há fim para os cenários possíveis. Por exemplo, mulheres em estado vegetativo poderiam ser utilizadas como úteros substitutos — desde que o equilíbrio endócrino seja restabelecido após a interrupção provocada pelo profundo dano cerebral. Os indivíduos em estado vegetativo poderiam até mesmo ser utilizados para produzir óvulos fertilizados, ou filhos."

Agora o "segredinho sujo" dos planejadores da Nova Era está fora da bolsa; sabemos que eles planejam montar tais "Usinas de Vegetais Humanos" para muitos propósitos satânicos. De acordo com esse parágrafo, os Jefferson Institutes serão montados para os seguintes propósitos:

  1. Dedicar-se à coleta de órgãos;

  2. Úteros substitutos para produzir mais corpos para serem criados expressamente para a coleta de órgãos. Os biólogos estão trabalhando com os geneticistas para produzir corpos humanos desprovidos de cabeças, e assim poderem ser utilizados para a coleta de órgãos! Esse objetivo é inacreditavelmente satânico, mas é real;

  3. Obter óvulos fertilizados ou até mesmo crianças. Não apenas poderiam as crianças produzidas serem utilizadas para a doação de órgãos, mas essas mulheres em estado vegetativo poderiam ser utilizadas para produzir a "raça ariana superior" que a Nova Ordem Mundial contempla. Você consegue ver o espectro de Adolf Hitler por trás de tudo isso?

Michael então volta ao conceito de poder declarar uma pessoa "Cognitivamente Morta". Leia e chore:

"Acredito que o significado de vida seja a cognição e a consciência de si, não meramente a sobrevivência visceral", diz Fred Plum, neurologista-chefe da Escola de Medicina da Universidade Cornell — "nos próximos vinte anos, a gigantesca demanda por órgãos pode aumentar a pressão para simplesmente declarar como morto aquele que estiver com o 'cérebro inconsciente'. Já existe um mercado negro para a compra e venda de órgãos. Se a definição de morte cognitiva foi instituída, as empresas de comercialização de órgãos poderão desenvolver-se além dos desejos mais selvagens de Wall Street. O mundo poderá encontrar-se em uma situação em que a própria morte será uma indústria — um incentivo econômico e essa pressão econômica não é necessariamente má." [Novamente penso em Provérbios 30:20: "O caminho da mulher adúltera é assim: ela come, depois limpa a boca e diz: Não fiz nada de mal!"].

Acredite, essa é exatamente a direção para a qual estamos caminhando, como demonstra claramente o artigo de jornal referido no começo deste artigo. Por trás da atual explosão de coleta de órgãos repousa esse plano oculto de transformar "a morte em uma indústria — um incentivo econômico". Além disso, acredite quando afirmo que o satanismo espiritual por trás desse esforço inteiro alcançará um ponto onde eles declararão que qualquer um que não quiser aceitar as instruções de seu Cristo da Nova Era [o Anticristo] já está morto!

Aonde a Indústria de Morte Realmente Está nos Conduzindo

Quando comecei a ler a última página desse chocante artigo, fiquei ainda mais pasmado. Depois de falar em tom normal sobre o inacreditável assunto de coletar órgãos de seres humanos, Michael deu uma guinada que quase me fez deixar cair a revista, de tão horrorizado que fiquei! Repentinamente, começou a falar, não de coletar órgãos humanos, mas de comer carne humana! Veja:

"... se não fosse pela infecção viral no tecido, comer cérebro seria 'uma boa fonte de proteína para uma comunidade privada do consumo de carne... o 'neocanibalismo' da medicina moderna... Com os grandes avanços em tecnologia de apoio à vida e ao transplante de órgãos, os mortos têm hoje realmente muita 'proteína' para nos oferecer — na forma de seus órgãos e partes de seu corpo. Somos os neocanibais."

Essa citação inacreditável é do Dr. Carelton Gajdusek, um virologista ganhador do Prêmio Nobel. Fiquei totalmente pasmado; como pode uma discussão sobre a coleta de órgãos humanos repentinamente passar a falar sobre comer carne humana? Que virada inesperada de eventos! Como pode ser?

Repentinamente, lembrei dos problemas que Adolf Hitler, o outro proponente da Nova Ordem Mundial, enfrentou durante o Holocausto. Quando as novas máquinas da morte automáticas e os fornos ficaram prontos em 1942, precisamente na metade do período de sete anos do Holocausto, os nazistas podiam matar muito mais pessoas que poderiam sonhar em matar antes. Entretanto, os engenheiros nazistas repentinamente encontram um problema inesperado: os novos "chuveiros" estavam matando muito mais pessoas que a capacidade de cremação dos fornos. Os corpos começaram a se empilhar do lado de fora, aguardando a cremação. Esses corpos repentinamente apresentaram um risco à saúde que não podia ser ignorado. Os campos da morte de Hitler ficaram sob a ameaça de um colapso, a menos que os engenheiros pudessem descobrir uma solução.

Os engenheiros nazistas cavaram uma série de trincheiras enormes, no fundo das quais colocaram grandes tubos de gás natural com alguns orifícios. Quando o escape do gás desses orifícios era aceso, um forno ardente de altíssima intensidade era criado. Os corpos arremessados para dentro dessa espécie de incinerador eram rapidamente consumidos. O problema foi engenhosamente resolvido; o Holocausto de Hitler continuou em um ritmo mais rápido. O número total de pessoas mortas por Hitler foi de 20 milhões, incluindo 6 milhões de judeus.

Embora esse número seja impressionante, o Anticristo matará muito mais. Os planos da Nova Era prevêem uma redução da população humana em dois terços, ou quatro bilhões de pessoas. O problema da disposição dos corpos se tornará ainda mais pronunciado quando o Holocausto da Nova Ordem Mundial ocorrer, executado pelo Anticristo.

Será se a solução encontrada pelos planejadores da Nova Ordem Mundial é o consumo da carne humana, da mesma foram como no velho filme dos anos 50, "Solient Green"? Nesse filme, a carne humana era transformada em saborosos petiscos que lembravam batatas fritas. Os petiscos eram saborosos e as pessoas adoravam. Embora você possa achar esse cenário impossível de contemplar, acredito que seja a razão para o fato de o artigo da Omni sobre coleta de órgãos humanos dar tal virada no final em direção ao canibalismo, o consumo de carne humana.

Verdadeiramente, então, a humanidade se tornará, nas palavras do virologista ganhador do Prêmio Nobel, os "neocanibais".

Esses fatos inacreditáveis são decididamente provenientes do poço do abismo e nos dizem claramente que estamos prestes a entrar na Nova Ordem Mundial, o reinado do Anticristo.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Tradução: Walter Nunes Braz Jr.
Data de publicação: 19/5/2001
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1364.asp