Escolha uma cor para o fundo:  

O Oriente Médio Caminha em Direção à Guerra Total

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

O Egito colocou seu Exército em alerta; o Exército sírio já está em alerta total; o Iraque tem mísseis táticos equipados com ogivas nucleares, químicas e bacteriológicas preparados para serem lançados contra Israel; os guerrilheiros do Hezbolá estão preparados para atacarem a partir do Líbano; as forças palestinas estão preparadas para atacar a partir de dentro.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Resumo da Notícia: "Ameaças de Guerra", Israel National News, Arutz Sheva Commentary, 3/3/2001.

"Perguntaram ao historiador militar Dr. Aryeh Yitzchaki que leitura fazia da decisão egípcia de convocar os reservistas para "exercícios". Sua resposta: 'Todos os sinais clássicos de advertência estão aí, e é claro que caminhamos para a guerra, possivelmente dentro de dois meses. Não quero amedrontar ninguém, mas contrariamente à Inteligência Militar das Forças Israelenses de Defesa, minha opinião nos dois últimos anos é que a guerra será deflagrada na primavera de 2001 e envolverá não somente a Autoridade Palestina e o grupo guerrilheiro libanês Hezbolá, mas também o Egito, a Síria e o Iraque. O Exército egípcio não precisa de reservistas — é um exército formado por uma força permanente e, portanto, essa convocação é irrelevante. O Exército egípcio está preparado para a guerra, criou novos regimentos, está treinando de forma intensiva e adquiriu os mais modernos equipamentos de fabricação norte-americana."

Conforme informamos em N1056, "A Próxima Guerra Árabe-Israelense Está Extremamente Próxima", o Grupo de Trabalho Sobre Terrorismo e Guerra Não-Convencional da Câmara dos Deputados dos EUA preparou um relatório intitulado "Tratando o Novo Ciclo da Luta Árabe-Israelense", que foi apresentado ao Congresso em 10/12/1996, e fala sobre essa guerra vindoura. O relatório diz: "... a Síria, o Irã, o Iraque, o Paquistão e o Egito estão planejando e se preparando para uma guerra final, devastadora e de aniquilação contra Israel. Isso inclui a aquisição de armas nucleares, bacteriológicas e químicas em combinação com armamentos convencionais, como tanques, aviões e soldados, em quantidade maciça e esmagadora" [pág. 43].

Esse alinhamento está agora formado contra Israel, com a única exceção do Paquistão. A Síria, o Iraque e o Egito estão agora em alerta militar total, e ultimamente é difícil passar uma semana sem que algum alto funcionário do governo israelense ou norte-americano expresse preocupação com os preparativos que o Irã está fazendo para adquirir armas nucleares. Além disso, o Irã está fornecendo armamentos aos guerrilheiros e terroristas do Hezbolá, que lhes permitirão atacar Israel a partir do Líbano de uma forma convencional.

Observe as informações de que o Exército egípcio está "formando novos regimentos". Além dos outros sinais de guerra, a formação de novas unidades, ou a reorganização das unidades e das comunicações normalmente é considerado um sinal definitivo de guerra. As unidades e comunicações necessárias para a guerra são bem diferentes das necessárias nos tempos de paz.

Além disso, "exercícios" militares são freqüentemente o prelúdio para o ataque, pois as unidades podem chegar bem perto da fronteira sem causar uma reação do inimigo, já que estão oficialmente apenas envolvidas em "exercícios". Essa tática é uma das mais antigas nos livros e, logicamente, não engana Israel, considerando-se o alto estado de prontidão militar e de tensão em toda a região. Os únicos que são iludidos por esses informes de "exercícios" são os ingênuos ocidentais.

O Egito é na verdade a última nação muçulmana a mobilizar totalmente suas forças armadas. A Síria mobilizou suas forças em 12 de dezembro de 2000. Essa ação fez Israel mobilizar totalmente suas forças. A Síria também encoraja os combatentes do Hezbolá no Líbano a atacarem as cidades e vilarejos judaicos na fronteira do norte. Assim, Israel está ameaçado pelo Egito, ao sudoeste, e pela Síria ao norte e nordeste.

Embora não tenhamos detectado nenhuma ação militar por parte dos jordanianos, sabemos que se recusaram a renovar o posto diplomático com Israel. A "paz" deles com Israel está bem fria ultimamente.

A Autoridade Palestina também está reorganizando suas forças paramilitares — a OLP — preparando-se para a guerra contra Israel a partir de dentro do país. Nessa história informada acima, lemos: "O chefe das Comunicações da AP, Imad Falouji, disse em uma concentração da OLP no sul do Líbano na sexta-feira... que a OLP está agora se reorganizando para uma escalada da violência contra Israel: 'Estamos voltando aos anos 60, 70 e 80. Os Gaviões da Fatah, as Brigadas de Kassan, a Águia Vermelha, e todos os grupos de ações militares estão voltando ao trabalho.'" [Ibidem].

No relatório da Câmara dos Deputados dos EUA referido anteriormente, vemos que a OLP recebeu a incumbência de atacar Israel a partir de dentro, provocando o maior número de danos na infra-estrutura quanto possível, para impedir as tropas israelenses de se deslocarem até as fronteiras e forçando as unidades militares regulares a retornar das fronteiras para lutar contra a OLP no interior do país. Essa ação enfraqueceria a capacidade de Israel lutar contra a Síria, o Iraque e o Egito, cujas forças estarão atacando pelas fronteiras.

Resumo da Notíca: "Os Iraquianos Foram Mais Inteligentes Que as Bombas Norte-Americanas e Britânicas", por Ian Bruce, The London Herald, 28/2/2001.

"O Iraque conseguiu confundir 20 dos 25 mísseis lançadas por um ataque conjunto EUA-Reino Unido perto de Bagdá, duas semanas atrás, desnorteando os sistemas de orientação e fazendo as bombas explodir a centenas de metros de distância de seus alvos. As fontes de inteligência da OTAN disseram que somente uma das cinco instalações de radares e centros de comandos atacados foi destruída, duas outras suportaram os danos e duas ficaram intactas e continuam operacionais. Acredita-se que os iraquianos usaram uma combinação de interferências eletromagnéticas e sinais falsos para confundir o novo sistema de posicionamento global (GPS) da Raytheon para os armamentos. As bombas inteligentes, que têm um alcance de 60 km, dependem de uma correção de último segundo proveniente do satélite para garantir que acertem o alvo."

"Os EUA executaram um ensaio para testar as armas alguns dias antes dos ataques reais ao Iraque. As 66 bombas lançadas pela aviação da Marinha obtiveram 100% de sucesso. Na ação real, o índice de erro foi de 80%... Com o posicionamento global, as armas deveriam ser precisas nos alvos. No entanto, se você puder emitir um sinal forte o suficiente para alterar as informações do satélite, que são recebidas pela bomba, à medida que ela se aproxima do alvo final, a precisão é perdida. Contra as fortalezas militares, é necessário ser bem preciso. Um erro no alvo de apenas algumas centenas de metros pode representar a diferença entre destruição total e estilhaços com danos mínimos."

Aparentemente, os comunistas sérvios que enfrentaram as forças dos EUA compartilharam suas informações com Saddam Hussein. As forças sérvias aprenderam muito sobre a nossa tecnologia durante a guerra aérea contra elas e desenvolveram certas estratégias para contra-atacar a vantagem tecnológica dos americanos. Esse artigo conclui com exatamente essa estratégia:

"O último truque iraquiano de detectar os aviões aliados com radares de longo alcance e depois disparar mísseis contra eles a partir de posições não-relacionadas, foi iniciado pelos sérvios durante a intervenção das Nações Unidas na Bósnia e os assaltos aéreos da OTAN durante o conflito em Kosovo. Os sérvios derrubaram um Harrier britânico, um F-16 e um F-117 Nighthawk norte-americanos, este o primeiro avião furtivo a ser abatido em combate. As fontes americanas dizem privadamente que é apenas uma questão de tempo para que a técnica traga resultados a Saddam Hussein."

Como mencionei no artigo N1474 [não traduzido, disponível no site da The Cutting Edge], os comandantes militares iraquianos testaram as defesas norte-americanas e israelenses em 22/2/2001, quando colocaram seus mísseis táticos no último estágio de uma posição de disparo, para depois voltar a recolhê-los. Agora, os comandantes militares iraquianos sabem exatamente o que podemos e não podemos detectar, o quanto tempo precisamos para reagir, e de quais direções viremos contra eles. Tudo isso é um prelúdio para a guerra, e agora descobrimos que o Iraque aprendeu a confundir as bombas inteligentes e a infligir algumas baixas na aviação de ataque norte-americana e israelense.

No entanto, a pior revelação ainda está por vir — o Iraque, segundo se informa, já tem a capacidade nuclear!

Resumo da Notícia: "Seria a Bomba de Saddam?" Prophezine Newsbites, 26/1/2001, publicada originalmente no jornal The Sunday Times.

"As agências de inteligência, incluindo o Mossad de Israel, insistem que Saddam nunca teve a tecnologia ou o combustível atômico para colocar em prática suas ambições de criar um arsenal nuclear. No entanto, Leone e outros dissidentes que colaboraram nessa história, insistem que Saddam não somente tem armas nucleares como já as testou."

Se essa história for verdadeira, então Saddam Hussein agora tem a capacidade de aniquilar Israel, desde que possa lançar as ogivas que dizem que tem. Assim, a recente história dos mísseis táticos iraquianos sendo posicionados perto da fronteira com a Síria tem um grande significado. Lembra-se da conversa que todos fomos forçados a engolir quando os "inspetores" das Nações Unidas percorreram todo o Iraque para descobrir qualquer evidência de que Saddam Hussein estivesse construindo armas nucleares, químicas e biológicas, para que pudéssemos destruí-las? Lembra-se como Hussein desafiou os inspetores, e a ONU humildemente submeteu-se à sua beligerância? Eu acreditava que toda aquela inspeção era uma charada pública, e agora essa história confirma isso.

Segundo se informa, o Iraque foi ajudado em seus esforços pelos russos, e conseguiu comprar o material de fissão no mercado negro internacional. Embora o povo iraquiano esteja passando por grandes privações e fome, Hussein gasta seus petrodólares como um marinheiro embriagado, comprando aquilo que precisa, subornando os inspetores brasileiros e sul-africanos quando foi necessário, e escondendo seu programa de armamentos da equipe de inspeção das Nações Unidas, que sempre lhe deram mais folga para agir do que ele deveria ter recebido.

Lembre-se que Saddam Hussein é o maçom de mais alto nível no mundo árabe, o que significa que está cooperando totalmente com os Iluministas no plano para produzir o Anticristo. Assim, a Maçonaria de Hussein, mais sua liderança no plano de produzir o Anticristo é também a razão por que o presidente George Bush (pai) fez as forças norte-americanas pararem o ataque contra Bagdá quando estavam a menos de 72 horas de derrubar o regime iraquiano. Agora você pode ver o quadro todo aparecendo, não pode?

À medida que essa história se desdobra, ficamos sabendo que Hussein provavelmente tem três ogivas de três tecnologias diferentes, cada uma das quais é mais avançada que a anterior. Isso lhe dá um total de nove ogivas nucleares. "Ele [o cientista iraquiano] disse que trabalhou no princípio da bomba do modelo Hiroshima, em que explosivos colocam o urânio altamente enriquecido em alta velocidade. Isso dispara uma explosão nuclear. O projeto de Leone era incomum. O urânio ficava dentro de uma série de tubos produzidos com engenharia sofisticada, como os utilizados em um reator nuclear. Não é o tipo de projeto que pode ser encontrado em livros-texto ou na Internet." Saddam Hussein tem três dessas bombas atômicas do modelo Hiroshima.

Posteriormente na entrevista, o cientista iraquiano afirmou que Saddam Hussein tem agora três ogivas nucleares de implosão e três armas termonucleares. Ao ler o artigo, tentei manter uma mente cética, mas fui eventualmente vencido pelas entrevistas do jornalista com especialistas ocidentais nos diferentes aspectos técnicos desse relato do cientista. Esses especialistas ocidentais examinaram os diagramas iraquianos e os consideraram críveis, outros especialistas examinaram as afirmações que o material foi adquirido no mercado negro, e as consideraram críveis, e especialistas norte-americanos em satélites puderam confirmar a afirmação desse cientista que o Iraque realizou uma explosão de teste antes da Guerra do Golfo. Finalmente, o jornalista entrevistou outros cientistas iraquianos que tinham dissidiado [passado para o outro lado] e pôde verificar que esse cientista realmente era quem dizia ser e que estava na posição de liderança científica no projeto para saber tudo o que afirmava saber.

Assim, essa história que o Iraque agora tem nove ogivas nucleares parece perfeitamente crível para mim. No entanto, os serviços de inteligência norte-americano, britânico e israelense estão dizendo ao mundo há muito tempo que o Iraque ainda não tem a capacidade nuclear e que provavelmente precisará de mais dois ou três anos para desenvolvê-la. Agora que sabemos que eles estão mentindo para o público todo esse tempo, a questão é saber se também estão mentindo para os líderes políticos de seus respectivos governos.

Entretanto, a verificação final da veracidade dessa história parece estar na reação do primeiro-ministro eleito Ariel Sharon. A seguinte história recente parece indicar a veracidade das afirmações do cientista iraquiano:

Resumo da Notícia: "Sharon: Um Plano Para Atacar o Iraque", The Sunday Times, 26/2/2001.

"O jornal britânico The Sunday Times informou que segundo fontes militares israelenses, o primeiro-ministro eleito Ariel Sharon deu instruções ao comandante do exército israelense, Shaoul Mofaz, para preparar um ataque preliminar à área de lançamento de mísseis situada no oeste do Iraque [perto da fronteira com a Síria]. A rádio israelense citou essas fontes para dizer ao jornal britânico que Sharon está planejando utilizar bombas de nêutrons (táticas) para alvejar essa área iraquiana e destruí-la, pois o Serviço de Inteligência informou que o Iraque está prestes a atacar Israel com armas de destruição em massa."

Acho difícil acreditar que a Inteligência israelense não saiba que Saddam Hussein já tenha armas nucleares, ou que não compartilharia essa informação com os líderes de mais alto nível do país. Entretanto, o primeiro-ministro Sharon pode estar tentando garantir aos seus eleitores que está controlando a situação, e que agirá de forma enérgica para destruir as ogivas nucleares. A única informação que essa notícia dá é a confirmação que essas armas nucleares estão colocadas em mísseis táticos posicionados por Saddam Hussein perto da fronteira com a Síria, bem dentro da faixa de alcance dos alvos em Israel.

Essa história também confirma que Israel possua Bomba de Nêutrons, e que pretende utilizá-la na próxima guerra. Também podemos ver a importância de Saddam Hussein testar a capacidade da Inteligência israelense, o tempo de reação das forças armadas israelenses, e por qual via os caças-bombardeiros norte-americanos e israelenses atacarão seus mísseis. Hussein gastou dez bilhões de dólares e vinte anos de trabalho no desenvolvimento dessas ogivas nucleares. Ele agora não quer que Israel destrua os mísseis em que as ogivas estão instaladas antes de lançá-los; pretende disparar esses mísseis antes que Israel ou os EUA venham a destruí-los.

Conclusão

Esses eventos demonstram que estamos bem próximos da planejada Terceira Guerra Mundial. A visão demoníaca de Albert Pike em 1870, previu a necessidade de três guerras mundiais para produzir o Anticristo e parece estar próxima de ser cumprida. [Conheça os detalhes lendo o artigo N1015, "O Plano Demoníaco de Albert Pike Para a Implementação da Nova Ordem Mundial"]. Como as duas primeiras guerras mundiais ocorreram exatamente de acordo com essa visão demoníaca, podemos somente acreditar que a terceira também ocorrerá exatamente conforme planejado. A visão demoníaca previu que a Terceira Guerra Mundial ocorrerá entre Israel e seus vizinhos árabes. Em 1870, Israel não existia como nação, e as únicas pessoas que acreditavam que um dia voltaria a existir eram os cristãos nascidos de novo, que interpretavam suas Bíblias literalmente.

Essa visão demoníaca de uma Terceira Guerra Mundial também cumpre muitas profecias bíblicas. [Leia os artigos N1035, N1123 e CE1013, ainda não traduzidos, mas disponíveis no site da The Cutting Edge]. O Senhor Jesus nos advertiu que devemos estar vigilantes e alertas e acompanhar os eventos que ocorrem no mundo, avisando as pessoas que vivem no tempo em que Israel voltou a existir como nação que conheceriam que o fim dos tempos está próximo quando virem os eventos preditos em Mateus 24 ocorrendo.

Esses eventos estão ocorrendo agora, nas notícias do dia-a-dia!



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 23/5/2001
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1476.asp