Escolha uma cor para o fundo:  

Fortalecendo-se com a Graça de Deus Nestes Dias Tenebrosos

Recursos úteis para sua maior compreensão

As Igrejas Cristãs Estão Abrindo as Portas Para o Anticristo


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Como aparentemente estamos ingressando no período das dores finais que antecede o aparecimento do Anticristo, podemos obter grande vigor espiritual conhecendo a verdade da graça de Deus, disponível aos seus santos sempre que precisarem dela!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma

Agora você está com a
"THE CUTTING EDGE"

Desde 1988, estudo diariamente os mais profundos e obscuros recessos do satanismo. Todos os dias, estudo o plano ocultista para produzir o Anticristo e enganar a vasta maioria da população do mundo. Para que eu entendesse melhor esse plano satanista, Deus guiou-me em um estudo sobre a feitiçaria de Magia Branca e Magia Negra.

Depois de pouco tempo, senti que meu coração ia partir. Dia após dia, estudava os temas mais dilacerantes possíveis; dia após dia, podia ver nosso país cair na prática dos atos mais hedonistas imagináveis, sempre orgulhando-se de ser "liberal" e "livre". As igrejas caíram profundamente na apostasia e as doutrinas liberais que negam a Bíblia tornaram-se a ordem do dia.

Nas manchetes dos jornais, nas artes, no entretenimento e na televisão, vejo os valores anticristãos não apenas aumentarem, mas serem glorificados e exaltados como normais e corretos. Vejo o país ao qual servi nas Forças Armadas, durante a Guerra do Vietnã, deliberadamente tomar medidas que um dia subverterão e destruirão as mesmas liberdades pelas quais eu e dezenas de milhões de outros lutamos para preservar.

Meu coração começou a partir, e parecia não existir um fim à vista, nenhuma esperança para o amanhã, e nenhuma luz para dispersar a escuridão. Como poderia alguém manter as esperanças quando tudo à sua volta expõe a decadência moral que um dia trará os julgamentos de Deus?

Para proteger minha alma, decidi seguir um regime diário de estudo bíblico que neutralizasse as terríveis notícias do dia-a-dia e a ainda mais terrível linha de estudo na qual o Espírito Santo estava me guiando. Comecei a ler as inspiradoras Escrituras ao mesmo tempo em que realizava meu estudo sobre a Nova Ordem Mundial. Assumi o compromisso de estudar todos os dias alguns salmos escolhidos, as epístolas aos Filipenses, Colossenses, Gálatas, ou alguma outra maravilhosa epístola do Novo Testamento.

Outro recurso que descobri para me ajudar foi a literatura religiosa de pastores e instrutores da Palavra. Essa combinação da Escritura inspiradora e de material religioso, de um lado, e a continuidade no estudo do gradualmente preponderante reino do Anticristo, de outro, atuou de forma a manter minha alma apaziguada mesmo enquanto estudava o reino do Anticristo, a Nova Ordem Mundial.

Hoje, os cristãos ao redor do mundo vivem em um tempo em que está difícil manter o ânimo. Hoje, os pecadores estão se tornando mais e mais pecadores; o tecido moral nacional está dilacerado, sem que o cidadão comum sequer perceba isso! Hoje, os verdadeiros cristãos fundamentalistas estão sendo castigados como os inimigos da nação, chegando ao ponto em que um repórter de uma rádio liberal teve a audácia de dizer em rede nacional que o FBI estava convencido que um grupo cristão fundamentalista era o responsável pelo envio das incrivelmente sofisticadas cartas com Antraz para o Congresso!

Hoje, mais do que nunca, precisamos ser edificados pelas Escrituras. Mais do que nunca, precisamos buscar proteção nas preciosas promessas de Deus; precisamos nos regozijar no Salmo 91, pedindo a poderosa proteção de Deus em nossas vidas. Precisamos orar pela cerca de sebe de Jó 1:10 ao redor das nossas vidas, da nossa família e dos nossos líderes espirituais. Precisamos absorver os preciosos materiais religiosos onde quer que possamos encontrar um pregador e instrutor fiel à Palavra e capaz de expressar ricamente o conhecimento de Deus.

Hoje, gostaria de apresentá-lo a um desses homens, o irmão Ed Miller, um professor e pregador da Bíblia, e um fantástico e abençoado cristão, a quem Deus deu uma grande compreensão da sua palavra e abençoou com sua providência. Gostaria de compartilhar algumas pérolas de um dos livros de Ed Miller, para nosso enriquecimento.

Vamos examinar partes relevantes do livro do irmão Miller, God's Dawn For Every Darkness: Morning-Fresh Glimpses Into His Gracious Heart. Vamos agora ler atentamente esse rico material.

No capítulo "Quando Estou Temeroso", o irmão Miller começa com um breve segmento sobre a graça de Deus, intitulado "Graça Suficiente para o Tempo Certo". Já que estamos sempre preocupados com a forma como nos manteremos quando chegar o tempo de nossa perseguição e provação, Miller oferece-nos algumas compreensões pertinentes e tranqüilizadoras.

"Se você teme falhar perante o Senhor no dia da grande provação, seu medo não tem fundamento, pois você está raciocinando do lado errado da graça. Às pessoas sofredoras, Deus dá a graça para sofrer; às pessoas moribundas, dá a graça para morrer. É por que você não está sofrendo nem morrendo que ainda não tem a graça que precisaria caso estivesse. Esteja certo que o Senhor o apoiará na hora exata em que você precisar dele. Não devemos dar glória aos mártires que morreram corajosamente e honraram a Deus com seus suspiros de despedida. Eles eram meros cristãos que foram providos pelo Senhor na hora de sua provação. Todas as nossas fontes estão no Senhor, e ele virá ao encontro de nossas necessidades quando chegar o momento certo."

Que tranqüilizador! O irmão Miller está falando a verdade quando afirma que Deus proverá exatamente a quantidade certa de graça para nos ver atravessar com sucesso a provação, mas proverá essa graça apenas no instante em que precisarmos dela! Não antes! O irmão Miller olha então para o apóstolo Paulo para buscar esclarecimento.

"Toda vez que ele pedia mais graça, mais graça era concedida. Se pudéssemos ter conversado sinceramente com Paulo em sua prisão enquanto ele aguardava pela sentença de sua possível execução, acredito que ele teria dito algo assim: 'Sou naturalmente tão medroso quanto você quando chega a hora de sofrer por Jesus. Não consigo imaginar que me sairei bem quando esse momento chegar. No entanto, não vivo pelo que imagino; vivo pelo que sei. Embora não tenha o que é necessário, tenho, vivendo em meu coração, quem é necessário. Ele pode criar em mim tudo o que preciso para me apoiar naquela hora. Confio inteiramente que ele proverá a graça suficiente para me permitir suportar todas as coisas vitoriosamente. Tudo o que tenho para o momento presente é expectativa e esperança. A graça necessária para honrar Jesus será certamente concedida quando for necessário, e não antes. Não devemos raciocinar do lado errado da graça. O Senhor não fornece a graça para nós antes de ela ser necessária. Quanto maior a necessidade, maior será a graça." [págs. 95-6].

Cantamos um hino maravilhoso que diz isso, não é mesmo? "Graça de Deus, infinito amor, graça maior que todo o meu mal! Lá no Calvário, meu Salvador prova me deu desse amor real". E o estribilho diz: "Graça, graça, fonte de paz, de perdão e amor! Graça, graça, graça de Deus para o pecador!" [HCC 291].

Agora, percebemos o quão tolos somos por nos preocuparmos por não temos essa graça neste exato momento, antes do tempo da provação começar. Uma vez que nossa provação começar, teremos toda a graça e todo o poder do Espírito Santo para podermos atravessar a provação de uma maneira que glorifique nosso amado Senhor Jesus Cristo!

Outra área na qual às vezes tenho dificuldades é a dúvida. O irmão Ed também deve ter essas dificuldades, pois dedica uma seção a esse assunto, intitulada "Quando Tenho Dúvidas". Veja suas palavras quando discute esse assunto, "O Fiel às Vezes Duvida".

"Uma pessoa justa não é alguém que nunca cai, mas alguém que, após ter caído, ergue-se novamente. Por sete vezes, diz o autor de Provérbios, cairá o justo. O número sete indica, sem dúvida, que nunca haverá um momento, exceto no céu, em que o cristão será santificado além da possibilidade de queda. Entretanto, o fiel difere do infiel em que, pela graça de Deus, o justo se levanta após ter caído; o ímpio cai e permanece caído."

O irmão Miller então olha para João Batista, que duvidou que Jesus era o Messias, mesmo depois de tê-lo proclamado como tal pelo poder e inspiração do Espírito Santo, mesmo depois de tê-lo batizado e visto a pomba pousar sobre ele, e mesmo depois de ter visto Jesus realizar todos os milagres preditos para o Messias. Ainda assim, no momento da provação, na prisão, João Batista duvidou, e enviou seus discípulos para perguntarem a Jesus se ele era o Messias, ou se deveriam esperar outra pessoa. O irmão Miller observa:

"Mas o que João fez com suas dúvidas? Ele as remeteu a Jesus... É verdade, os fiéis às vezes caem; também é verdade que os fiéis às vezes têm dúvidas. Quando caem, pela graça, erguem-se novamente; quando têm dúvidas, remetem suas dúvidas a Jesus... Não se desespere, meu amigo, por ter entrado em dúvidas, mesmo depois de ter visto tanto do Senhor em sua vida. Remeta suas dúvidas rapidamente a Jesus. Ele satisfará seu coração. A resposta dele... será um bálsamo restaurador para você. As dúvidas remetidas a Jesus são uma grande parte da fé. Possa o Senhor fazer um céu da sua prisão. Você possui todas as marcas de um homem fiel e temente a Deus. Faça aquilo que os fiéis fazem — remeta suas dúvidas a Jesus." [págs. 111-113].

O irmão Miller fala então da benignidade de Jesus.

"Nem sempre estamos cientes das atuações providenciais do Senhor em nossas vidas. Ele nos protege diariamente, e não percebemos isso... Seria bom pararmos de vez em quando para olharmos para trás em nossas vidas, com os olhos sobre o Senhor, e refletirmos o quão fiel ele é. Permita-me chamar sua atenção para o Salmo 136. Ele começa e termina com louvor e durante todo o salmo esta frase é repetida vinte e seis vezes: 'Porque a sua benignidade dura para sempre'."

"Preciso estar mais atento para ler as entrelinhas da minha própria história. Desde já, consigo ver que sua benignidade conduz os eventos da minha vida... Talvez seja necessária a luz da eternidade para iluminar completamente o modo como seu amor fortalece a totalidade da minha vida, mas sinto-me desafiado a ser mais centrado em Deus e a ler seu coração nas entrelinhas. A vida é muito curta para passarmos por ela desapercebidos daquele que governa por trás dos bastidores. Dia após dia, desde que parei para pensar nele, cresci em minha consciência de seu amor e da sua presença, e minha visão dele tem evoluído... 'porque a sua benignidade dura para sempre'... o dia estará logo chegando em que apenas aquilo que foi escrito nas entrelinhas perdurará." [págs. 60-1].

Essa última linha realmente toca fundo no meu coração, pois me recordo bem de estar em pé diante da lápide do túmulo de minha mãe pela primeira vez desde que ela partiu. Naquela simples lápide, ela quis apenas seu nome e os anos da sua vida. Enquanto olhava para aqueles anos, 1921-1974, percebi, assustado, que toda a vida dela ocorreu entre aquelas marcas frias e impessoais. Todas as vezes que ela riu, amou e viveu, estavam agora perdidas no passado, substituídas apenas por aquela marca fria! Todos os sonhos, aspirações, desapontamentos e triunfos de mamãe estavam agora perdidos, substituídos por aquela marca fria. Todo o serviço dela para Jesus Cristo estava perdido, escondido entre aquelas marcas.

No entanto, o irmão Miller está dizendo que, na amável consideração do nosso Salvador, no céu, a memória, o passado do serviço da minha mãe NÃO está perdido para ele, mas está maravilhosamente registrado para a eternidade. Naquele momento de glória, "apenas aquilo que foi escrito entre as linhas permanecerá".

Obrigado, irmão Ed!

Agora, nosso querido irmão volta sua atenção para a oração, em um segmento chamado "As Cargas de Deus São Profecias".

"'Nunca fui tão incitado a orar', talvez você diga às vezes, 'mesmo assim nada está acontecendo!' Garanto a você que, se você é incitado por Deus a orar, então algo magnífico está acontecendo! O Senhor nunca alerta seus filhos para orarem em vão. Ele não zombaria de nós com incitações que não pretendesse estimular. É provável que quanto mais intensa a incitação... maior será o milagre quando Deus responder totalmente à oração. Continue a orar em espírito, e que o Senhor o torne entusiasticamente sensível à sua fiel operação. A menos que ele abra nossos olhos, jamais perceberemos o dedo de Deus..."

"Conforte-se no fato que Deus gosta de incitá-lo a orar; creia que a incitação é, em certo sentido, uma profecia. Você aprendeu a vigiar e orar; agora ore e vigie em ação de graças. Esteja atento à menor pista de que Deus está ativo. Não permita que as aparências físicas atrapalhem sua esperança espiritual. Continue olhando até que tenha observado sete vezes, pois na plenitude dos tempos, você contemplará a aparentemente insignificante nuvem do tamanho da mão de um homem [como aconteceu com o profeta Elias em 1 Reis 18]... Pode ser apenas uma palavra surpreendente, um gesto inesperado, uma fraqueza momentânea, uma fraca resposta ao Senhor, mas continue orando! Será para você assim como foi quando o Senhor relembrou ao profeta Habacuque: 'Vede entre os gentios e olhai, e maravilhai-vos, e admirai-vos; porque realizarei em vossos dias uma obra que vós não crereis, quando for contada.' [1:5]"

"Precisamos ser contados entre aqueles que procuram pela nuvem. Deixe os outros concluírem que Deus não está fazendo nada, apesar das nossas orações! A incitação para orar é nossa razão para cantar. Não conclua, em seis fúteis idas para olhar o mar, que o Senhor está contendo a chuva. Ela certamente virá! Seu espírito ouvirá o ruído da chuva antes dos seus olhos verem a nuvem." [págs. 72-3].

Conforme li essa última sentença, pude apenas lembrar o que Jó exclamou após vislumbrar toda a lição espiritual que Deus pretendia que ele aprendesse. Jó humildemente disse: "Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos". [Jó 42:5].

Como o irmão Ed intitulou essa seção? "As Incitações de Deus São Profecias". Quando Deus o incita a orar por alguém ou por alguma situação, está criando uma ocasião na qual será glorificado quando responder às suas petições. Você pode não viver para ver toda a resposta, mas Deus receberá a glória quando sua oração for finalmente respondida! E, assim como Deus garante que todas as profecias serão cumpridas, assim também garante que removerá todos os encargos para orar que colocou em cada coração!

Quantas vezes você começou a orar apenas para ver as coisas piorarem instantaneamente? Veja agora o irmão Miller discutir o assunto "Oramos Por Luz; Deus Envia Escuridão".

"Recentemente meu genro compartilhou um paradoxo da vida de Moisés... Moisés desejou conhecer o Senhor intimamente e orou: 'Rogo-te que me mostres a tua glória" [Êxodo 33:18]. A resposta de Deus a essa oração instrui os cristãos famintos através dos séculos... Moisés teve de ser escondido na fenda da penha e ser coberto pela mão de Deus... esses fatos ilustram o quão santo Deus é e o quão fraca é a capacidade humana de contemplá-lo completamente. O paradoxo que me impressiona nessa passagem é que Deus revelou sua glória por meio da escuridão... Quando Deus respondeu à oração, na verdade trouxe muita escuridão à vida de Moisés. Já devia estar escuro naquela cavidade, mas quando a grande mão de Deus cobriu a entrada da fenda, quão escuro deve ter ficado!"

"Agora estou começando a entender como Deus mostra sua glória. Quando peço por luz, ele freqüentemente envia escuridão. Busco ardentemente ser iluminado pela sua Palavra, conhecê-lo melhor, e encontro-me num lugar estreito, e a escuridão projeta-se como uma grande sombra sobre a minha alma... Pedimos luz, Deus envia escuridão e pouco depois sentimos sua maravilhosa bondade passar. Nossa oração é respondida. Vemos a glória do Senhor. A luz que buscamos veio na forma de escuridão e, por meio dela, contemplamos sua glória. Quão maravilhosos são os seus caminhos!"

"... Agora vejo a escuridão como precursora da bondade de Deus. É prazeroso ver a glória de Deus a partir da segurança da nossa união com Jesus." [págs. 55-6].

Nossa nação, e o mundo inteiro, estão prestes a passar pela mais profunda escuridão de toda a história registrada da humanidade. Depois de rejeitar o verdadeiro Senhor Jesus Cristo e sua imutável Bíblia, o homem está prestes a aceitar o Anticristo e toda a sua enganação. O homem dispensou o Filho da Luz e está prestes a experimentar a mais profunda escuridão imaginável. A humanidade semeou vento, e está prestes a colher tempestades.

Durante esse tempo, milhões de cristãos comuns passarão pelas dores finais do parto de Mateus 24:8 que produzirão o Anticristo e, acredite, esses acontecimentos se parecerão com os julgamentos do Apocalipse. Nesse momento de desastre e de escuridão, receberemos a graça sem paralelos de Jesus Cristo que nos permitirá passar por esses julgamentos de tal forma que traremos glórias e honras a Jesus Cristo, e nos trará à maior luz possível, a Luz da Glória!

Como diz aquela amável canção: "Ele dá mais graça quando o fardo aumenta; ele envia mais forças quando o trabalho intensifica. À aflição acrescentada, ele acrescenta sua misericórdia; aos julgamentos multiplicados, sua paz multiplicada. Quando exaurimos nossa reserva de perseverança, quando nossa força falha, antes do meio-dia, quando chegamos ao fim dos nossos recursos acumulados, toda a dádiva de nosso Pai está apenas começando."

E, como amo aquele estribilho: "Seu amor não tem limites; sua graça não tem medida. Seu poder não tem fronteiras conhecidas pelo homem, pois das suas riquezas infinitas em Jesus, ele concede sempre mais."

Parece que o irmão Ed sentiu a dificuldade que eu estava sentindo para ingerir todos os terríveis eventos que estão prestes a cair sobre a humanidade. Talvez ele pudesse sentir a dificuldade espiritual que eu estava enfrentando ao estudar continuamente a feitiçaria, mesmo com o Espírito Santo me guiando em tal estudo. Ouça o irmão Miller:

"Imagine a situação em que o profeta Ezequiel se encontrou quando recebeu um pergaminho das mãos do Senhor, escrito dos dois lados com más notícias, lamentações, suspiros e ais. Em seguida, Ezequiel recebeu uma ordem estranha. Foi-lhe dito para comer o rolo... Era um texto totalmente negativo e triste. Não importa de que lado Ezequiel virasse o rolo... só havia coisas amargas escritas. 'Coma o rolo' era, portanto, uma ordem impossível de obedecer sem a assistência divina... Ezequiel pôde, pela graça de Deus, devorar aquele pergaminho... Deus, pela graça, alimentou-o com aquilo [Ezequiel 3:2]."

"Já que não é natural para nós hoje, como também não foi para Ezequiel naquele tempo, abraçar e devorar uma mensagem tão devastadora, é reconfortante saber que o Senhor pessoalmente nos permitirá abrir nossas bocas e engolir sua verdade aparentemente amarga."

"Não era apenas Ezequiel que era naturalmente fraco, mas todos os grandes homens e mulheres de Deus cujas vidas estão registradas para nós... Os santos da Bíblia eram tão fracos por si mesmos quanto nós somos... Finalmente, pela graça de Deus, Ezequiel pôde devorar o rolo que Deus o instruiu a comer e, quando o engoliu, aquele amargo pergaminho foi transformado na coisa mais doce que Ezequiel já havia provado. A vontade de Deus para Ezequiel tornou-se doce quando ele se apropriou dela. Aquilo que era difícil de engolir a princípio, tornou-se em doçura."

"Se você vier a se defrontar com coisas difíceis nos próximos dias e semanas, não tenha dúvidas que o Senhor será tão fiel a você quanto foi com Ezequiel. Comer o pergaminho honrará o Senhor que lhe ordenou fazer isso. Você descobrirá que há doçura em trazer honras a ele. Comer o rolo que Deus lhe entregou o levará mais para perto de Jesus, e a experiência o adequará mais à sua semelhança. Não importa o quão amargo pareça para a carne, há doçura em ser conformado à imagem de Cristo."

"Não devemos temer a vontade de Deus. É apenas à nossa mortalidade que o pergaminho parece amargo. Os propósitos de Deus são tão sábios quanto amáveis, e seu nome e sua reputação são glorificados quando devoramos o rolo que ele nos entrega, seja lá o que estiver escrito nele. Se você teme as coisas que foram decretadas para você, teme desnecessariamente. Coma o pergaminho e, ao comer, descubra a doçura da vontade de Deus quando você se submete aos seus propósitos para e por meio de você!"

Meu coração e minha alma podem apenas dizer: "Amém!" à sabedoria cristã do irmão Miller! Quando vi a direção na qual o Senhor estava me levando em 1988, senti como se estivesse me pedindo para comer um pergaminho amargo, pois estava estudando a morte desta grande nação e o reino do Anticristo, o reino do inimigo de nossas almas. O rolo não era apenas amargo, ele era continua e diariamente amargo.

No entanto, perseverei ao longo dos anos com este ministério, e agora fico admirado com o doce fruto espiritual que Deus está produzindo. No mês passado vimos os acessos à Página da Salvação ocorrerem em um ritmo de quase cinco por hora, com as pessoas convencidas pelo que leram e imediatamente buscando a face salvadora de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

Vimos no mês passado quase 1.500 pessoas baixarem a Página da Salvação do nosso site-espelho em português, "A Espada do Espírito", e grandes números das páginas em espanhol, finlandês e francês.

Realmente, o irmão Miller está correto quando afirma que se o fiel nascido de novo se apropriar da vontade de Jesus, descobrirá que o rolo é doce ao seu paladar, e não amargo.

Enquanto pregamos, ensinamos e alertamos sobre o futuro iminente, e sobre o aparecimento em breve do Anticristo, devemos conhecer a doçura de Jesus nos céus, e essa doçura deve apenas aumentar quando entrarmos na eternidade.

Entretanto, nossos corações se partem pelas pessoas que rejeitaram a Jesus Cristo e estão agora avançando no caminho que conduz aos julgamentos de Deus, ignorantes dos riscos que estão correndo. Essas pessoas beberão do cálice do julgamento de Deus, não misturado, conforme Jesus Cristo adverte no livro em Apocalipse 14:10. São essas pessoas que buscamos alcançar com advertências, lágrimas e intercessões que vêm diretamente das nossas almas e das páginas das Escrituras Sagradas!

Preste atenção aos alertas! Reconheça os perigos! Você está brincando na linha ferroviária com o trem vindo em sua direção à toda velocidade! Volte-se para Jesus Cristo "durante o tempo que se chama hoje" [Hebreus 3:13], antes que o Trono da Misericórdia se feche e não haja mais tempo.

Conforme alertamos poderosamente por meio deste ministério, e vimos a gloriosa semente do Evangelho ser amplamente divulgada ao redor do mundo em um ritmo tão glorioso, nossas ansiedades para escapar dos julgamentos e tribulações deste mundo, indo para o céu, foram substituídas por outra oração: Senhor, se o teu glorioso Evangelho está sendo espalhado em tal ritmo, estenda os dias disponíveis para que possamos ver ainda mais almas serem salvas.

Você vai orar assim conosco? Verdadeiramente, o tempo da tempestade vindoura está cada vez mais próximo!



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Tradução: Eduardo Perez Neto
Data da publicação: 21/3/2002
Patrocinado por: Isabel Cristina A R Martins — Brasília DF
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1610.asp