Escolha uma cor para o fundo:  

O Furacão Ivan Atinge Inicialmente as Áreas das Reservas de Núcleo da Biodiversidade na Região Costeira da Flórida, Segue as Reservas do Núcleo Mais ao Norte e Circunda Área-Chave de Reserva de Núcleo na Região Oeste da Carolina do Norte

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

O grande plano para essa seqüência de furacões pode ser armar o cenário para uma conferência internacional, em que os participantes darão o "passo de fé" necessário para declarar que essas violentas tempestades são provas do "aquecimento global" para que planos ambientalistas radicais possam ser aprovados. Lembre-se que a expressão "Desenvolvimento Sustentável" é um código que significa na verdade "Destruição da Atual Civilização Industrial".

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


O Furacão Ivan — Os Fatos

O furacão Ivan foi a mais terrível tempestade dos últimos anos. Quando esse furacão atingiu a Jamaica, na sexta-feira, dia 10 de setembro de 2004, seus ventos de 248 km/h fizeram dele uma tempestade de Categoria 5, o valor máximo na escala que mede a intensidade dos furacões. Veja este sombrio relato:

Resumo da Notícia: "Furacão Ivan Atinge a Costa da Jamaica", The State, 11 de setembro de 2004.

"Ondas de sete metros de altura rebentavam nas praias da Jamaica, uma onda de pânico varreu Havana, e as ilhas Flórida Keys esvaziaram-se na sexta-feira — os residentes de três diferentes países aterrorizados pelo violento furacão Ivan... O Ivan bateu nas áreas costeiras tarde da noite da sexta-feira, caminhando para um choque direto na ilha. Os ventos intensificaram-se para aproximadamente 248 km/h — a categoria 5, a mais alta na escala — à medida que o centro da tempestade movia-se para chegar ao continente... Mesmo antes de o olho catastrófico do furacão chegar à Jamaica, os rios transbordaram e carregaram as casas; uma inundação com águas na altura da cintura atingiu toda a vizinhança; e os hóspedes do Hilton em New Kingston em barricadas atrás das portas cobertas com madeira de compensado... A destruição do Ivan na minúscula Granada no início desta semana deixou pelo menos 17 mortos e o país-ilha de menos de 100.000 habitantes em ruínas. O Departamento de Estado decidiu usar vôos fretados hoje para começar a evacuar os cidadãos americanos."

Com histórias como essa aparecendo em abundância, não é de se admirar que os cidadãos americanos, particularmente os residentes na Flórida, ficaram extremamente preocupados. Por muitos dias, os meteorologistas mostraram que o Ivan chegaria ao continente, em Miami ou em alguma parte na costa ocidental da Flórida. Muitos cidadãos que tinham acabado de retornar, após a passagem do Frances, subitamente deixaram o estado outra vez para evitar o Ivan.

Subitamente, o Ivan começou a se deslocar em direção ao oeste, contra todas as previsões. Cada dia ele se afastava mais para o oeste, até que subitamente os residentes do braço da Flórida (NT: Região norte do estado, indo em direção ao oeste, até a divisa com o Alabama) até New Orleans começaram a ficar preocupados. Vamos seguir a história a partir deste ponto.

Resumo da Notícia: "Ivan Provoca Evacuações na Costa do Golfo", My Way News, 13 de setembro de 2004.

"Pensacola, Flórida (AP) — Em vez de lançar o dado para saber onde o furacão Ivan, com ventos de 250 km/h atacaria, os residentes da Costa do Golfo, do braço da Flórida até os sangradouros da Louisiana passaram a segunda-feira reforçando suas casas, prendendo seus barcos e fazendo planos para evacuar... Um alerta do furacão foi emitido no fim da segunda-feira para 670 km do norte do Golfo do México, de Morgan City, na Louisiana, até St. Marks, no braço da Flórida. O alerta, que inclui a área da grande New Orleans, significa que as condições para o furacão são possíveis dentro de 36 horas... Os funcionários da Defesa Civil em vários condados no braço da Flórida começaram a emitir os comunicados de evacuação na segunda-feira para aqueles que moram em casas móveis (trailers), nas ilhas da barreira e áreas de pico da tempestade. No condado de Escambia, que inclui a cidade de Pensacola, essa ordem afeta 130.000 residências. Anteriormente, bases militares na região removeram 275 aviões, e as companhias de petróleo e de gás natural começaram a evacuar centenas de trabalhadores das plataformas na costa, na parte oriental do Golfo do México. Em New Orleans, uma cidade que está em grande parte abaixo do nível do mar e extremamente vulnerável aos furacões, o prefeito Ray Nagin exortou a todos que pudessem partir que fizessem isso o mais rápido possível. Na área da grande New Orleans, vivem aproximadamente um milhão de pessoas."

De acordo com relatos, os automóveis que saíam de New Orleans formaram uma fila, um colado atrás do outro, indo até a fronteira do Texas. Após algum retardo, os funcionários abriram as rodovias normalmente fluindo em direção à cidade para que o fluxo do tráfego ficasse totalmente para fora da cidade. De acordo com muitas histórias, isso foi muito aterrorizador. Vamos examinar uma dessas histórias:

"Tempestade pode trazer pesadelo das inundações a New Orleans: Especialistas dizem que um choque direto do furacão poderia deixar a cidade debaixo de seis metros de água", IndyStar.com, 15 de setembro de 2004.

"New Orleans — O cenário do pior caso possível para New Orleans — um ataque direto do furacão Ivan com força total — poderia submergir grande parte dessa histórica cidade em uma mistura de esgoto, química industrial e formigas lava-pés, e a inundação poderia durar semanas, dizem os especialistas. Se a tempestade for grande o bastante, o Ivan poderá fazer a água transbordar pelos diques que protegem a cidade do rio Mississippi e do vasto lago Pontchartrain. Como a cidade está situada em uma depressão que tem o formato de um prato e que se aprofunda até 2,7 metros abaixo do nível do mar, não haverá lugar algum para toda essa água ser drenada... 'As pessoas que permanecerem, se a cidade for inundada, serão expostas a todos os tipos de pesadelos, do desabamento dos prédios a flutuarem na água sem ter para aonde ir', disse Igor van Heerden, diretor do Centro de Saúde Pública e Furacões da Universidade do Estado da Louisiana."

"Os modelos em computador mostram que um furacão com ventos na velocidade de 190 km/h ou mais, que atingisse a região oeste de New Orleans forçaria as águas da chuva torrencial sobre os diques da cidade. O Ivan estava com ventos de 220 km/h na terça-feira. New Orleans estaria sob aproximadamente seis metros de água, mais do que a altura do teto de muitas casas na cidade... A maior parte da cidade ficaria submersa durante várias semanas... Se o olho do furacão atingisse a região leste da cidade, disse Van Heerden, New Orleans provavelmente não teria uma inundação catastrófica."

O fato mais importante dessa matéria do IndyStar é a última frase: "Se o olho atingisse a região leste da cidade... New Orleans provavelmente não teria uma inundação catastrófica."

Fiquei muito interessado nesse fato, porque eu tinha o mapa "Sistema Simulado de Reservas e Corredores Para Proteger a Biodiversidade", mostrado a seguir. Esse mapa indica claramente que New Orleans é uma daquelas áreas em que a atividade humana será permitida uma vez que esse sistema draconiano for implantado. Portanto, não fazia sentido que o furacão Ivan chegasse ao continente na região oeste da cidade Esse fato reforçava a realidade que os ventos na parte leste do olho do furacão são muito mais poderosos que os ventos no lado ocidental. Mantenha isso em mente, por que retornaremos a esse fato posteriormente neste artigo.

 

 


Mapeando a Trilha do Olho do Furacão Ivan

[NOTA: Como esses três mapas são muito importantes para nossa compreensão, pedimos que você nos permita separar um tempo para explicá-los. O primeiro mapa à esquerda é uma mapa real que rastreia o olho do furacão Ivan desde o ponto em que ele atingiu a terra firme até o tempo em que ele se enfraqueceu e desapareceu na região norte da Carolina do Sul; esse mapa é do site do Laboratório de Pesquisa Naval (http://www.nrlmry.navy.mil/). O mapa da direita é a seção idêntica do país tirada do Mapa "Sistema Simulado de Reservas e Corredores (Retorno à Vida Selvagem) Para Proteger a Biodiversidade. (artigos N1683 e N1958). Nesse mapa, as áreas vermelhas são chamadas de "Reservas e Corredores do Núcleo: Pouco ou Nenhum Uso Humano", enquanto as áreas amarelas são "Zonas-Tampão: Uso Rigidamente Controlado". Como explicamos no artigo N1863, os seres humanos não terão permissão de viver nas Zonas Vermelhas, enquanto que nas Zonas-Tampão, em amarelo no mapa, o controle das atividades será tão rígido que virtualmente poucas pessoas poderão também viver ali. As únicas duas áreas no mapa em que os seres humanos poderão viver e trabalhar são as áreas em Verde Claro, as áreas de "Uso Normal", e os pontos pretos, que representam as cidades com 10.000 habitantes, ou mais. Observe nesse mapa em grande parte despovoado, que não existem cidades extremamente grandes. Essa realidade parece sugerir que a implementação desse plano não ocorrerá até que o plano de redução de 66% da população tenha sido executado.].

O terceiro mapa, à sua esquerda imediata, é a combinação dos dois mapas, isto é, o mapa da Marinha que rastreia o curso do Ivan está sobreposto ao mapa das Reservas e Corredores. Esse mapa é especialmente valioso para nossa compreensão por que você pode ver o rastro real do olho do furacão Ivan sobreposto ao Mapa da Biodiversidade. Você poderá ver que esse mapa rastreia de forma singularíssima dentro e em torno das zonas vermelhas e amarelas.

O Ivan finalmente chegou ao continente como um furacão de Categoria 5, cedo na manhã da quinta-feira, em 16 de setembro.

Resumo da Notícia: "Inundação Maciça Temida Após o Ivan", Fox News, quinta-feira, 16 de setembro de 2004, http://www.foxnews.com/story/0,2933,132550,00.htm.

"Gulf Shores, Ala. — O furacão Ivan passou com grande força pelo Alabama bem cedo na quinta-feira, seus ventos furiosos partiram as pontes pelo meio e suas chuvas transformaram as pistas das estradas em lagos, antes de se enfraquecer e se transformar em uma tempestade tropical à tarde e se mover em direção à Geórgia... No fim da tarde, a tempestade tropical Ivan estava na região norte da Geórgia e na área de Atlanta... O Ivan deteriorou-se rapidamente para uma tempestade tropical após atingir o continente. Mas os meteorologistas advertiram que ele ainda não acabou: Ele ameaçava com 23 centímetros de chuva e inundações todo o sul, já encharcado após a passagem dos furacões Charley e Frances no mês passado... Para a Flórida, foi a terceira tempestade em cinco semanas. O furacão Charley atacou o estado em 13 de agosto e o Frances em 5 de setembro..."

"O Ivan não foi tão ruim quanto o Frederico — nem de longe'. disse o Chefe da Polícia de Mobile, Sam Cochran, referindo-se à tempestade que devastou a costa do Alabama em 1979. 'Acho que fomos realmente poupados e abençoados'. New Orleans, especialmente vulnerável às tempestades pelo fato de estar em grande parte abaixo do nível do mar, teve ventos e apenas um toque de chuva. 'Folhas na piscina — foi isto', disse Shane Eschete, assistente do gerente geral do Inn em Bourbon Street... Um alerta de tempestade tropical permaneceu em efeito desde o rio Perl, no leste da Louisiana, até Apalachicola, na Flórida. Os meteorologistas do Centro Nacional de Furacões disseram que as localidades ao leste de onde o olho do Ivan passasse teriam picos de tempestade de 3 a 4,8 metros, e com grandes e perigosas ondas de arrebentação... O Serviço Nacional do Tempo fez um alerta de possível inundação indo até a Carolina do Norte..."

Vamos parar bem aqui para referenciar os mapas mostrados anteriormente. O furacão Ivan se estendeu do leste de New Orleans até Apalachicola, na Flórida — uma extensão de aproximadamente 480 km. Observe no mapa da Marinha onde Apalachicola está localizada; depois localize esse ponto no mapa "Reservas e Corredores do Núcleo". Você descobrirá que Apalachicola está localizada exatamente onde um significativo ponto vermelho está exibido no braço da Flórida. Antes de sairmos para o culto de oração na igreja na noite da quarta-feira, minha mulher e eu assistimos o Canal do Tempo, em que foi informado que as ondas mais altas da tempestade iriam atingir Apalachicola. Logicamente, a razão por que os ventos e as ondas foram os piores em Apalachicola é por que essa localização estava no lado oriental do olho do furacão, onde os piores ventos e ondas sempre estão presentes.

Além disso, observe que a maior parte da área em todo o caminho de aproximadamente 480 km onde o Ivan chegou ao continente está colorido ou de vermelho (Nenhuma atividade humana permitida), ou amarelo (Zona-tampão rigidamente controlada). Assim, a tempestade atingiu uma área quase totalmente coberta ou com demarcações vermelhas ou amarelas, indicando que pouca ou nenhuma atividade humana será permitida no futuro estado pavoroso que está planejado para todos nós.

Agora, vamos observar o caminho que o olho do furacão Ivan seguiu à medida que avançou para o nordeste a partir da costa, olhando primeiro para o mapa da Marinha e então seguindo para o mapa sobreposto. Você observará algo muito interessante: o olho da tempestade segue uma linha vermelha bem fina no mapa, indo para o nordeste a partir do oeste de Mobile para o canto nordeste do Alabama — Geórgia. Como os ventos e inundações se estenderam por até 280 km a partir do olho do furacão em todas as direções, grandes áreas vermelhas e amarelas nesse mapa foram seriamente impactadas. Além disso, observe que na divisa entre o Alabama e a Geórgia, a cor muda de vermelho para amarelo, de modo que o olho ainda está fazendo seu caminho na trilha vermelho/amarelo.

Agora, veja como o olho se move para o Tennessee na divisa da parte oeste da Carolina do Norte. Olhando primeiro para o mapa da Marinha, você verá que o olho passou por Knoxville e depois por Johnson City, no Tennessee, ambas as quais estão bem perto da fronteira da Carolina do Norte. Lembre-se que a área do lado oriental do olho do furacão recebe com maior intensidade os ventos e a chuva inundante.

Portanto, a área vermelha e amarela bem grande, que virtualmente preenche o canto sudoeste da Carolina do Norte, recebeu o maior impacto dos ventos e das chuvas inundantes do lado oriental do furacão. Observe que o olho contornou a área vermelha e amarela naquele mapa no leste, perto de Hickory. O olho dirigiu-se então para o sul e para o oeste e parecia seguir a grande área vermelho/amarelo naquele canto da Carolina do Norte.

Portanto, essa tempestade parece que seguiu um caminho específico de áreas vermelhas e amarelas à medida que manobrou para o norte-nordeste, finalmente manobrando e contornando a grande área vermelha e amarela no canto da região oeste da Carolina do Norte. A inundação foi enorme nessa área, e em todo o norte até o sul da Pensilvânia. As estradas ficaram interditadas, pontes foram derrubadas, o fornecimento de energia elétrica ficou interrompido para centenas de milhares de pessoas, e as conseqüências econômicas foram arrasadoras.

Parece claro que o furacão Ivan foi provocado para atingir as áreas em vermelho e amarelo no mapa, as "Zonas de nenhum uso humano", que seguiu um caminho dessas zonas mostradas no mapa indo para o norte-nordeste até a divisa entre o Alabama e a Geórgia e então contornou a grande área vermelha e amarela no oeste da Carolina do Norte, onde virtualmente toda a seção está planejada para ser esvaziada da presença humana!

Vamos agora examinar alguns dos danos econômicos causados pelo furacão Ivan:

Considerações do Ocultismo — As Datas e o Intervalo de Tempo

Como já consideramos muitas vezes em outros artigos, os ocultistas fazem um evento planejado ocorrer de acordo com os números sagrados, por duas razões básicas:

1) Eles acreditam que os números contêm poder inerente. Portanto, um evento planejado tem de ser executado "pelos números sagrados" do ocultismo, ou o plano poderá não dar certo. Mesmo um plano bem concebido e executado poderá falhar se não ocorrer de acordo com os "números sagrados do ocultismo". Os vários números favoritos do ocultismo são: a) '11' — Número do vindouro Cristo maçônico da Nova Era (o Anticristo); b) '13' — O número da extrema rebelião contra a autoridade constituída de Deus. (Leia o artigo N1756 para ter os detalhes completos dos eventos na história executados "de acordo com os números". c) '3' — O número da trindade pagã (Satanás, o Anticristo e o Falso Profeta). d) '5' — O número da morte.

Qualquer um desses números pode ser multiplicado ou repetido para se obter uma maior ênfase. Assim, um "5" poderia ser mostrado como um "55" (morte dupla), ou como um "555" (morte tripla). Um "11" poderia ser multiplicado por qualquer número unitário para ter um significado especial, um "11" poderia ser multiplicado pelo número da trindade pagã (3) para produzir um número favorito, o "33". Finalmente, o "13" poderia ser multiplicado pelo mesmo número da trindade pagã para produzir "39", o ano do século XX que o iluminista Adolf Hitler escolheu para iniciar a Segunda Guerra Mundial.

2) Os ocultistas querem sinalizar para os outros ocultistas que o evento que acaba de ocorrer era parte do plano para produzir seu Anticristo — um plano pelo qual todos os líderes mundiais atualmente têm obsessão. Quando os outros ocultistas em todo o mundo vêem que um evento ocorreu "de acordo com os números sagrados", saberão que o evento foi realizado pelos Illuminati com o propósito de colocar em cena o Anticristo. E, o mais delicioso para eles, é que as pessoas "profanas" do mundo — aquelas que não estão envolvidas no ocultismo — não terão a menor idéia do que acaba de acontecer!

Quando um evento ocorre "de acordo com os números sagrados ocultistas", dizemos que ele contém uma assinatura ocultista.

Esses furacões contêm uma assinatura ocultista. Considere como ocorreram de acordo com os números sagrados do ocultismo:

1) Foram três (3) furacões que devastaram a Flórida e braço do estado em apenas 34 dias. Acreditamos que o furacão Frances possivelmente atingiu algumas horas mais tarde do que planejado, o que fez sua chegada ao continente ocorrer no dia seguinte. Tivesse ele chegado na noite do dia anterior, o tempo exato da devastação causada por esses três furacões teria sido precisamente 33 dias (11 x 3). — Da sexta-feira, 13 de agosto até 15 de setembro, conforme explicamos a seguir.

2) O furacão Charley chegou ao continente na sexta-feira, dia 13 de agosto — Acreditamos que não precisamos falar sobre o quão importante a sexta-feira 13 é para os ocultistas.

3) O furacão Frances chegou ao continente em 5 de setembro. Se você começar a contar o dia antes de o Frances atacar (4 de setembro), terá precisamente 22 dias desde o dia em que o Charley atacou. Se incluir o primeiro dia em que o furacão atacou, o intervalo de tempo entre o Charley e o Frances foi de 23 dias. Como dissemos anteriormente, o Frances na verdade chegou ao continente nas primeiras horas do dia 5 de setembro, e somente por que súbita e inexplicavelmente reduziu sua velocidade de deslocamento de 13 milhas por hora (20 km/h) [http://www.iconx.com/forums/static/topic-3-19-694-0.htmp] para 8 milhas por hora (12,8 km/h) [http://news.bbc.co.uk/hi/americas/3625252.stm).

Isto pode ter sido um erro ao manobrar a tempestade.

Tivesse a tempestade continuado a se mover a 13 milhas por hora (20 km/h), teria chegado ao continente em 4 de setembro, exatamente 22 dias após o Charley. Em seguida, o Ivan poderia ter chegado exatamente onze dias depois, em 15 de setembro, não no dia 16. Tivesse 15 de setembro sido a data da chegada do Ivan no continente, os ocultistas teriam lido como "555", que é uma maneira típica em que olham para o "15" (5+5+5). O Ivan teria representado a morte tripla. E, todo o período entre o Charley e o Ivan teria sido de exatamente 33 dias (13 de agosto a 15 de setembro).

4) O Ivan atacou nas primeiras horas da manhã de 16 de setembro. Apesar disso, o intervalo entre o Frances e o Ivan foi de exatamente onze dias — de 5 a 16 de setembro.

Parece que esses três furacões tiveram uma "assinatura ocultista". Como dizemos a seguir, o propósito parece claramente usar essas tempestades de tal maneira a permitir que os políticos atuais usem a desculpa para forçar o mundo a aceitar o ruinoso Protocolo de Kyoto, de modo a evitar o "aquecimento global". Como explicamos em nossos artigos na seção Weather Control, "aquecimento global" e "sustentabilidade" são palavras-códigos que significam o desmantelamento da civilização industrial, o resultado da qual é representado por esse mapa "Sistema Simulado de Reserva e Corredores Para Proteger a Biodiversidade".

Falaremos sobre esse assunto mais para o fim deste artigo.

Esperamos que talvez o próximo Encontro do G-8 considerará seriamente o "Aquecimento Global" e os "Acordos de Kyoto", citando esses terríveis furacões e outras tempestades violentas em todo o mundo como as "comprovações" necessárias.

Desastre Econômico — Três Furacões em Seqüência

Resumo da Notícia: "O Ivan é agora a tempestade mais mortal no oeste da Carolina do Norte em 27 anos", newsobserver.com, 22 de setembro de 2004.

"Harmon Den, Carolina do Norte — As mortes de Forrester e seu filho trouxeram o total atribuído ao Ivan na Carolina do Norte para dez, tornando-o a mais mortal tempestade na Carolina do Norte desde que onze pessoas morreram em 1977. Enquanto isso, as autoridades no condado Macon ainda estavam tentando identificar os cadáveres humanos encontrados em um deslizamento de terra no sudoeste da Carolina do Norte... Até aqui, houve a confirmação de três mortes em Peeks Creek... A tempestade também matou dois homens no condado Buncombe, um homem no condado Henderson e uma mulher nos condados Haywood e Yancey."

Uma verificação na localização de Peeks Creek, mostra que essa cidadezinha está localizada bem na área vermelha do sudoeste da Carolina do Norte. Uma verificação em um mapa dos condados da Carolina do Norte (http://county-map.digital-topo-maps.com/north-carolina.shtml) mostra que as fatalidades mencionadas nessa matéria, acima, estavam localizadas em condados que também estão localizados na parte sudoeste do estado, bem onde as áreas restritivas em vermelho e amarelo são tão proeminentes.

Resumo da Notícia: "Ruína e resgate nas inundações de Appalachia", The Christian Science Monitor, 20 de setembro de 2004.

"Linville, Carolina do Norte —... De um modo, o resgate dela é uma analogia da luta no fim de semana de Appalachia contra as maiores inundações em 64 anos... com vítimas e danos ainda se acumulando, as inundações do Frances e do Ivan lembraram os residentes no interior de diversos estados que os furacões podem espalhar suas devastações muito além da costa litorânea... A última vez que as águas subiram tanto assim — 6 metros de inundação em alguns níveis — foi em 1940... Perto de Franklin, um bloco de 30 metros de largura do Monte Fishhawk veio deslizando morro abaixo, destruindo mais de 20 residências e matando pelo menos três pessoas. Dez ainda estavam desaparecidas até a manhã de domingo, e as inundações foram o pior desastre na história do condado Macon. Um pai e seus dois filhos tentaram atravessar um terreno pedregoso quando o rio Watauga subiu, e ficaram temporariamente presos no carro..."

"À medida que o rio Ohio subiu, a Virgínia Ocidental ficou em um estado de crise... Inundações e deslizamentos de terra bloquearam 207 estradas e danificaram centenas de casas no estado. O Serviço Nacional do Tempo previu que o rio iria se elevar no domingo a 13,8 metros — perto de seu recorde... Mas tudo considerado, a região oeste da Carolina do Norte teve mais fatalidades per capita do que em qualquer outra parte, e a região foi atingida mais duramente do que a maioria esperava."

Você entendeu a última frase? "A região oeste da Carolina do Norte teve mais fatalidades per capita do que qualquer outra região, e a região foi atingida mais duramente do que a maioria esperava.".

A área sobre a qual essa frase está falando é a grande área vermelho/amarelo no canto sudoeste da Carolina do Norte, uma área demarcada como "pouca ou nenhuma habitação humana" — onde nem um ser humano terá a permissão de viver, trabalhar ou de se recrear na vindoura Nova Ordem Mundial.

Resumo da Notícia: "Charley Deixa a Flórida Devastada: 'Nossos Piores Temores Tornaram-se Realidade", AP Breaking News, 14 de agosto de 2004.

"Punta Gorda, Flórida (AP) — As equipes de resgate percorreram e inspecionaram uma paisagem caótica de casas pulverizadas e metal torcido no sábado, contabilizando a significativa perda de vidas causadas pelo furacão Charley e ajudando milhares de pessoas que ficaram desabrigadas devido aos fortes ventos e à chuva... os funcionários da Defesa Civil disseram que foi o pior furacão a atingir o estado desde a passagem do André em 1992... "Nossos piores temores tornaram-se realidade', disse o governador Jeb Bush, que inspecionou a devastação em um vôo de helicóptero. A tempestade de Categoria 4 deve ter custado à Flórida no mínimo vários bilhões de dólares de prejuízos, de acordo com Loretta Worters, porta-voz do Instituto de Informações de Seguro... 'milhares de pessoas' perderam suas casas. Centenas ainda não foram contabilizadas no condado, que inclui Punta Gorda e Port Charlotte..."

Muitas pessoas estão decidindo se mudar para outro lugar por causa de toda essa devastação. Ouvimos dizer que muitas pessoas estão tentando vender suas casas, ou saindo de suas propriedades devastadas. Um casal foi citado nessa matéria dizendo que estaria partindo da região.

"Entre aqueles que estão buscando tratamento estava Marty Rietveld, ferida com estilhaços quando a porta deslizante de vidro de sua casa foi esmagada pelo telhado do vizinho que estourou e foi levado pelo vento. Rietveld quebrou a perna, e seu futuro genro teve uma artéria da perna perfurada.. 'Estamos mudando daqui', disse a filha de Rietveld, Stephanie Rioux. 'Vamos sair do estado'."

Outra notícia sobre o Ivan mencionou que o dono de uma propriedade colocou este anúncio:

"1. Charley; 2) Frances; 3) Ivan; 4) Vendo"

Cada pessoa que voluntariamente toma a decisão de partir torna muito mais fácil para as autoridades implementarem esse mapa draconiano, em que 70% do território americano estará vedado para a habitação humana.

Os fazendeiros parecem ter sido especialmente atingidos com severidade. Obviamente, tomar o controle de propriedade valiosa para que ela possa retornar ao seu estado natural é um objetivo neste plano.

Resumo da Notícia: "Colheita de frutas cítricas duramente afetada na Flórida", USA Today, 6 de setembro de 2004.

"Miami — Embora o furacão Frances tenha sido muito menos ruinoso do que se esperava, os danos na colheita das frutas cítricas poderão atingir recordes, disseram funcionários do governo na segunda-feira... alguns produtores no condado Indian River, no centro da Flórida, informaram que de 80% a 90% das laranjas e toranjas estavam no chão. Em outro lugar, até 30 cm de chuva deixaram as árvores de frutas cítricas atoladas, o que poderia arruinar as frutas restantes e apodrecer as raízes. 'Nunca tivemos uma tempestade que atingisse todo o estado de forma tão severa quanto esta antes', Bronson disse. Intenso, mas menor, o furacão Charley, três semanas atrás, está sendo acusado por até US$ 180 milhões de danos às frutas cítricas. 'O Frances pode ter excedido isso', ele disse... Entre as duas tempestades, oito dos dez maiores condados produtores de frutas cítricas da Flórida — com mais de 500.000 acres de pomares — foram atingidos por ventos e chuvas que causaram destruição... A indústria teme que o Frances tenha tido um impacto particularmente severo sobre a toranja. Praticamente 75% do fornecimento de toranja nos EUA vem da Flórida."

Resumo da Notícia: "Cena na Fazenda: Produtores de Algodão e de Amendoim do Alabama Poderão Sofrer Grandes Perdas com a Fúria do Ivan", AP Breaking News, 16 de setembro de 2004.

"Newville — Alabama" — Os produtores de algodão e de amendoim do Alabama poderão sofrer perdas catastróficas com os ventos furiosos e a chuva torrencial do furacão Ivan... Os fazendeiros já começaram a colher a safra de $120 milhões de amendoim e $300 milhões de algodão, mas a maioria da produção permanece nos campos, vulnerável aos ventos e à chuva. A chegada do Ivan era esperada para a manhã da quinta-feira como um grande furacão, com ventos fortes estendendo-se por aproximadamente 160 km pelo interior... 'Essa tempestade em particular não poderia ter vindo em uma pior hora para o amendoim', disse Dallas L. Hartzog, um especialista na cultura do amendoim do Sistema de Extensão de Cooperativas do Alabama. Hartzog estimou que somente 10% da safra já tinha sido colhida.

"'Acredito que o Ivan será catastrófico', disse William C. Birdsong, um especialista na cultura do algodão do Sistema de Extensão... Os produtores do Alabama têm aproximadamente 200.000 acres de amendoim e 600.000 de algodão este ano... O amendoim é vulnerável por que muitos ainda estão no chão. A umidade excessiva aumenta o risco de doenças e pode fazer alguns caírem da planta. A perda desse amendoim reduzirá a produção... O algodão está sob risco por que muitos dos botões já se abriram, expondo o chumaço branco que reina como a fibra natural mais conhecida do mundo. O vento alto pode fazer a fibra cair no chão, tornando-a imprestável para a colheita. Os ventos também podem embolar as plantas, dificultando a colheita do algodão. A chuva excessiva nesta época do ano tende a degradar a fibra, fazendo-a perder seu valor. No ano passado, os cotonicultores tiveram produções médias de 450 a 680 kg por acre. Este ano, estão esperando 342 kg por acre... cada cotonicultor no estado terá perdas significativas."

Se o plano geral é forçar as pessoas a saírem dessas áreas em vermelho e em amarelo no Mapa da Biodiversidade (Retorno à Vida Selvagem), esses três furacões em aproximadamente 33 dias deram um murro bem forte. As pessoas foram levadas a pensar que estão vivendo em uma área afetada freqüentemente demais por essas tempestades, ou foram arruinadas. A devastação econômica foi horrorosa; somente a passagem do tempo dirá quão horrorosa e quantas dessas pessoas poderão reconstruir suas propriedades. Após a passagem do furacão Isabel no ano passado, as pessoas ainda estão tendo dificuldades para obter a aprovação do governo para reconstruir, ou estão recebendo somente uma fração do custo de reposição de suas propriedades. Um assinante que é dono de uma firma de construção na área devastada recentemente pelo Isabel me disse que muitas pessoas abandonaram a região.

Os Três Furacões Permitiram o Fortalecimento da FEMA

Se você ainda não está ciente de como a FEMA se encaixa nesse plano de lei marcial uma vez que a Constituição for dissolvida, leia o artigo N1779, intitulado, "FEMA Is Poised to Take Over During Any Declared National Emergency!", disponível no site da Cutting Edge.

Durante estes últimos anos, os americanos ficaram acostumados demais a ver os agentes da FEMA nos locais afetados, ajudando de forma benevolente as vítimas a se reerguerem. Além disso, diversos programas de televisão e filmes no cinema mostram a FEMA com a mesma veia favorável. Entretanto, quando você examina o propósito da FEMA, verá que a verdadeira face da organização será completamente diferente quando o pânico planejado atingir este país.

Esses furacões permitiram o fortalecimento da FEMA.

Resumo da Notícia: "Três Tempestades Sobrecarregam a FEMA", Fox News, 16 de setembro de 2004.

"Washington — Três grandes furacões em apenas pouco mais de um mês exigiram demais dos recursos e o apoio dos funcionários da agência governamental de defesa em casos de desastres, disse o diretor da prontidão na quarta-feira. 'A agência está ocupada até seu limite. Não há dúvida alguma sobre isso', disse David Paulison, da FEMA. 'Isto é um desastre após o outro'... A FEMA ainda tem aproximadamente 5.000 pessoas na Flórida ajudando com os esforços de recuperação dos efeitos dos furacões Charley e Frances. Alguns desses funcionários ajudarão com os efeitos do furacão Ivan... A FEMA também contratará trabalhadores locais. A agência contratou e treinou aproximadamente 1.800 pessoas para assistência de relações comunitárias com o Charley e o Frances. O governo está preparado para transferir em torno de 600 caminhões refrigerados com gelo e água. Dezessete trailers adicionais estão sendo levados ao Mississipi com geradores, camas dobráveis, cobertores, kits para consertos em residências e outros suprimentos. O presidente Bush pediu ao Congresso uma verba de $3.1 bilhões na terça-feira para ajudar a Flórida e outros estados afetados pelos furacões anteriores. Bush disse que tentaria obter uma liberação maior posteriormente."

Milhares de vítimas estão olhando de forma gentil para a FEMA por causa de seus esforços e contam para seus vizinhos como eles foram úteis (existem exceções, é claro). Mas, quando chegar o tempo para o pânico planejado atacar, a FEMA assumirá sua face ditatorial.

O Aquecimento Global Está Sendo Citado Como o Responsável

Resumo da Notícia: "O Ivan Pode Ser Apenas um Mensageiro", Wired News, 15 de setembro de 2004.

"O furacão Ivan está entre as mais poderosas tempestades do Atlântico na história recente, e mais dessas tempestades deverão ocorrer no futuro devido ao aquecimento global, dizem os especialistas em climatologia. 'O aquecimento global está criando condições que são mais favoráveis para os furacões se desenvolverem e serem mais severos', disse Kevin Trenberth, chefe da seção de Análise do Clima no Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica, em Boulder, no Colorado... há pouco debate que a Terra está retendo mais da energia do sol do que no passado. A emissão de gases, como o dióxido de carbono, atua como um cobertor adicional que evita que parte da energia do sol se dissipe no espaço. A energia extra desse "efeito estufa" já aqueceu a Terra em aproximadamente 0,5 graus centígrados, de acordo com o relatório de 2001 do Painel Intergovernamental Sobre a Mudança Climática. O relatório está baseado em evidências e pesquisas de mais de 2.500 cientistas de aproximadamente 100 países."

"Os furacões precisam de água quente, e os oceanos estão se aquecendo, como evidenciado pelo aumento de 3,2 cm nos níveis dos mares nos últimos cem anos, disse Trenberth. O aquecimento adicional está causando a maior parte dessa elevação do nível do mar por causa da expansão termal — exatamente como uma panela bem cheia de água no fogo transbordará... O oceano Meio-Atlântico e o Mar do Caribe, produtores de furacões, estão mais quentes e, mais importante, há mais vapor d'água no ar. O vapor d'água, ou a umidade no ar, é o combustível de alta octanagem para os furacões. Os oceanos precisam estar em 26 graus centígrados, ou mais, para produzirem vapor d'água suficiente para um furacão poder se iniciar. Novas pesquisas realizadas pelo grupo de Trenberth descobriu que níveis de vapor d'água estão agora 15% mais elevados em média na zona de furacões do que vinte ou trinta anos atrás... o aquecimento global está aumentando grandemente a probabilidade em favor de furacões e ciclones mais intensos e mais freqüentes, Battisti disse. Onde essas tempestades aparecerão é muito difícil de prever. As zonas tradicionais dos furacões podem não ver qualquer aumento, enquanto países que nunca tiveram furacões poderão começar a experimentar ocorrências deles. O Brasil for atingido pelo primeiro furacão na história do Atlântico Sul em março deste ano, enquanto a costa atlântica do Canadá foi atingida pela tempestade do século, o furacão Juan, no fim de 2003. Embora esses casos possam ter sido acidentais, o governo canadense suspeita do aquecimento global e está preocupado com o futuro."

No momento exato, "os especialistas" saíram da obscuridade para nos dizer que o aquecimento global é o culpado por esse terrível aumento no número de tempestades. O ensino ocultista precisa ser compreendido aqui. Os ocultistas ensinam que este planeta é uma deusa viva e que respira, a quem eles chamam pelo nome de Gaia. A Mãe Gaia (Mãe Terra, ou Mãe Natureza) está sobrecarregada com o tremendo estresse e tensão exercidos sobre ela por nossa atual Civilização Industrial. Consumimos demais os recursos não-renováveis, poluímos as águas e os lagos dela com produtos químicos, e poluímos o ar dela com nossa fumaça. A Mãe Gaia precisa corrigir essa pressão, ou então morrerá, levando consigo toda a humanidade à morte.

As tempestades devastadoras são um esforço da Mãe Gaia de se purificar e corrigir o desequilíbrio provocado pelas atividades humanas. Se uma tempestade não corrigir o desequilíbrio, a Mãe Gaia enviará outra, depois outra, e depois ainda outra. Ela também enviará tempestades mais poderosas e devastadoras que as anteriores se a humanidade não compreender o recado. Esse é o tema que está por trás do filme "O Dia Depois de Amanhã" [Leia a análise sobre esse filme no artigo N1924, disponível no site da Cutting Edge.].

Nessa trinca de furacões, o Ivan foi o mais poderoso, exatamente como um ocultista planejaria.

Vamos retornar ao artigo referido anteriormente para ver como o autor avança para além do assunto furacões e começa a falar sobre outros tipos de tempestades devastadoras como exemplos de tempestades criadas pelo "aquecimento global" (O aquecimento global é um ótimo exemplo dos desequilíbrios que nossa civilização está provocando na Mãe Gaia.).

"Em grande parte não-observado na atenção focada nos furacões é o número recorde de tornados que ocorreram nos EUA neste ano. A Administração Atmosférica e Oceanográfica Nacional diz que um número recorde de 173 tornados foi registrado no mês de agosto, 47 mais do que o recorde anterior, estabelecido em 1979. O estado de Iowa experimentou um recorde de 110 tornados este ano, quando sua média dos últimos trinta anos é de apenas 45. Com relação às tempestades de trovões, 'a evidência é muito forte que a freqüência e intensidade delas tenham aumentado nos EUA', disse Trenberth. As condições mutáveis do oceanos e da atmosfera devido ao aquecimento global estão também tornando os ciclos históricos ou padrões do clima menos úteis para fazer previsões de longo prazo, disse Battisti." [Ibidem].

Imediatamente, cientistas reais se manifestaram para tentar desfazer essa propaganda ambientalista.

Expondo Cientificamente o Ridículo do Aquecimento Global

Resumo da Notícia: "Cientistas Expõem o Ridículo do Efeito do 'Aquecimento Global Sobre os Furacões", Melanie Hunter, Crosswalk, 17 de setembro de 2004.

"CNSNews.com — As recentes devastações causadas pelos furacões fizeram alguns canais da mídia mencionarem o "aquecimento global" como uma possível causa, mas uma equipe de pesquisadores do clima coloca as coisas nos devidos lugares. Na terça-feira, um grupo de climatologistas, cientistas, professores universitários e outros especialistas em mudança climática apontaram dois juízos falsos informados na imprensa sobre os furacões e a relação deles com a mudança climática, em uma carta ao senador John McCain (Republicano-Arizona), que preside um Comitê do Comércio que está examinando pesquisas científicas recentes referentes ao impacto das mudanças climáticas.

"O primeiro é a afirmação errônea que a intensidade ou freqüência dos furacões aumentou de forma significativa nas décadas recentes em resposta à tendência de aquecimento observada na temperatura da superfície. O segundo é a afirmação que uma futura tendência ao aquecimento da superfície levaria à tempestades mais freqüentes e mais fortes. Acreditamos que ambas são falsas, e isso pode ser demonstrado', os cientistas escreveram. Eles observaram que o Centro Nacional de Furacões informa que no último século, a década com o maior número de furacões que atingiram os EUA, foi a dos anos 40, e a freqüência dos furacões caiu desde então. De acordo como o Programa do Ambiente da Organização Meteorológica Mundial, das Nações Unidas, 'Dados confiáveis... desde os anos 1940 indicam que a força de pico dos furacões mais fortes não mudou, e a intensidade máxima média de todos os furacões diminuiu."

"A segunda afirmação no noticiário sobre os furacões e o 'aquecimento global', eles indicaram, envolve a questão 'se a tendência do aquecimento da superfície continuar, são tempestades mais ou menos severas prováveis?' As simulações feitas em computadores sugerem que em um mundo mais aquecido, a maior parte do aquecimento ocorreria nas regiões polares. A circulação atmosférica, que afeta crucialmente as tempestades, é dirigida principalmente pela diferença de temperatura, ou gradiente, entre os trópicos e os pólos", os especialistas escreveram. 'Regiões polares mais aquecidas reduziriam esse gradiente e, portanto, reduzir a intensidade geral ou a freqüência, ou ambos, das tempestades — não apenas as tempestades tropicais mas também as tempestades de inverno de meia-latitude (tais como as nevascas), os climatologistas acrescentaram."

Tudo isso soa muito razoável para mim! Será se isso significa que ouvimos a última farsa do assunto "Aquecimento Global" porque agora cientistas competentes revelaram a fraude que realmente são esses defensores do aquecimento global? De modo algum! Este plano continuará avançando, independente da sua falta de fundamento científico! Veja, enquanto os cientistas competentes conhecem e defendem os fatos corretos, os Illuminati controlam a máquina da propaganda. Lembre-se da definição de 'verdade' nas mãos dos Illuminati:

"A verdade não é o que é; a verdade é aquilo que o povo percebe que ela é." (Adolf Hitler).

Assim, observe as agências governamentais insistirem no assunto "aquecimento global" tantas vezes que as pessoas esquecerão esse artigo científico correto ocasional. Observe também as organizações não-governamentais, cujo financiamento depende da generosidade do governo federal, continuarem a martelar o mesmo assunto.

Vários anos atrás, o Príncipe Charles mostrou ao mundo inteiro a base sobre a qual a ponte será construída dos fatos científicos reais para o mundo faz-de-conta da "sustentabilidade". Quando uma pessoa é confrontada com fatos científicos de desaprovam suas crenças, o que a pessoa nessa vindoura Nova Ordem Mundial faz?

Veja a explicação do Príncipe Charles:

Resumo da Notícia: "O Princípe Charles, da Grã-Bretanha, Ataca a Ciência", Richard Tyler, World Socialist Web Site, 26 de maio de 2000.

"Na semana passada a BBC tomou a decisão sem precedentes de convidar o Príncipe Charles para apresentar uma de suas prestigiosas palestras Reith... O tema da palestra era 'O Respeito Pela Terra. Pode o Desenvolvimento Sustentável Funcionar no Mundo Real?'... Nessa palestra, ele argumentou que 'o desenvolvimento sustentável' significava abandonar a ciência em favor do misticismo. 'É somente recentemente que esse princípio religioso norteador ficou sufocado pelas camadas quase impenetráveis do racionalismo científico', ele declarou. 'Acredito que para alcançarmos o desenvolvimento sustentável, precisamos primeiro redescobrir, ou reconhecer um senso do sagrado no nosso tratamento do mundo natural, e de uns para com os outros'... As visões expressas por Charles em sua palestra não são novas. Em 1996, ele acusou a ciência de tentar estabelecer 'uma tirania sobre nossa compreensão'..."

O que Charles está dizendo aqui? Ele está dizendo que, quando a verdadeira ciência entrar em conflito com o plano chamado "sustentabilidade", devemos todos ignorar a ciência e adotar o "misticismo" religioso que é a base da "sustentabilidade". Esse "misticismo" é a religião do Anticristo, predita em Daniel 8:23-25; Veja:

"Mas, no fim do seu reinado, quando acabarem os prevaricadores, se levantará um rei, feroz de semblante, e será entendido em adivinhações. E se fortalecerá o seu poder, mas não pela sua própria força; e destruirá maravilhosamente, e prosperará, e fará o que lhe aprouver; e destruirá os poderosos e o povo santo. E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança; e se levantará contra o Príncipe dos príncipes, mas sem mão será quebrado." [Daniel 8:23-25].

Uma vez que você compreenda a feitiçaria de Magia Negra, essa definição da religião do Anticristo faz sentido. Considere as palavras-chave que oferecem compreensão:

* Rei feroz de semblante — Um xamã ou feiticeiro praticante está tão poderosa e totalmente possesso por demônios que seu semblante muda, pelo menos quando está 'em espírito'. Quando eles realizam um ritual, assumem um semblante cheio de ódio e repugnante. Adolf Hitler foi o exemplo perfeito de um "rei feroz de semblante", sempre que aparecia com o olhar fixo nas multidões.

* Entendido de adivinhações — A tradução King James Version aqui diz, "compreendendo as sentenças das trevas" — Para um feiticeiro realizar corretamente um ritual, precisa fazer tudo da forma exata, proferindo cada palavra e realizando cada ato corretamente. Esse conhecimento é chamado de "compreensão das sentenças". Entretanto, uma "sentença das trevas"é um ritual realizado por um feiticeiro de Magia Negra com o propósito de fazer mal a alguém ou a toda a humanidade. Assim, sabemos que a Bíblia prediz que o Anticristo praticará a feitiçaria de Magia Negra, não a feitiçaria de Magia Branca.

* E se fortalecerá o seu poder, mas não pela sua própria força — Um feiticeiro pode controlar grande poder, mas não é seu próprio poder; é o poder de Satanás, do próprio Abismo. O Anticristo poderá controlar o maior poder da feitiçaria de todos os tempos.

* Destruirá maravilhosamente... — O poder de um feiticeiro de Magia Negra é invocado com o propósito de destruir um inimigo. Essa ênfase em utilizar esses poderes para destruir é outra indicação que a feitiçaria que estará sendo operada é a variedade de Magia Negra.

* E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão — A tradução King James Version diz aqui "arte" (craft) em vez de "engano". A "arte" é uma forma abreviada de dizer feitiçaria (witchcraft).

Portanto, sabemos que o Anticristo praticará a mais poderosa forma de feitiçaria de Magia Negra. Entretanto, a Bíblia prediz que os líderes no fim dos tempos também praticarão essa mesma religião, pois serão do mesmo tipo que o Anticristo! Veja:

"Estando eu a considerar os chifres, eis que, entre eles subiu outro chifre pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas." [Daniel 7:8].

Após ver o mundo reorganizado em dez reinos, cada um com um rei simbolizado por um chifre, Daniel viu "outro chifre pequeno". Essa palavra, "outro", significa sem erro algum que ele será do mesmo tipo que os dez reis.

Portanto, os reis no fim dos tempos serão dez e praticarão o mesmo tipo de religião que o Anticristo. O mundo foi reorganizado precisamente em dez supernações de 1992-1996, com o NAFTA como a nação número 1 neste plano. [Leia o artigo N1783, "Tremendo em Expectativa Entre o Cumprimento de Duas Profecias Bíblicas". Portanto, os líderes desses reinos terão a mesma religião que o Anticristo.

Como sabemos que a religião do Anticristo está predita para ser feitiçaria de Magia Negra, vamos examinar o líder atual do NAFTA, o presidente George W. Bush. Sabemos que ele é um adepto vitalício na sociedade secreta de magia negra Caveira e Ossos, o mesmo tipo de sociedade de "Irmandade da Morte" em que Adolf Hitler recebeu seu treinamento em feitiçaria. Além disso, o candidato democrata, John Kerry, também é um adepto na sociedade Caveira & Ossos.

O fim dos tempos realmente está se aproximando, com todos os elementos ocorrendo juntos e ao mesmo tempo. Estamos vendo Israel separar sua população judaica dos palestinos, estamos vendo a guerra no Iraque se transformar no tipo de pavio explosivo que colocará os muçulmanos de todo o mundo em uma fúria tal que declararão guerra ao Ocidente. Ao mesmo tempo, estamos vendo a profetizada apostasia na igreja cristã, à medida que a igreja global do Falso Profeta avança. Estamos vendo um microcircuito implantável ser oferecido no mercado, que cumpre a profecia bíblica do sinal da besta. Estamos vendo tantos eventos preditos nas notícias diárias que temos de concluir que este é realmente o fim dos tempos.

Lembrando que o plano dos Illuminati cumpre a profecia bíblica com exatidão, estamos agora vendo os alicerces serem formados para a adoração final da Mãe Gaia, da qual o plano do retorno à vida selvagem desse mapa draconiano "Sistema Simulado de Reservas e Corredores Para Proteger a Biodiversidade" é uma parte integral. Todos os elementos desse plano global estão agora operando em direção à conclusão no mesmo tempo, exatamente como em qualquer plano bem elaborado.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 6/10/2004
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1960.asp