Escolha uma cor para o fundo:  

As Igrejas Evangélicas Precisam Confrontar a Questão da Molestação Sexual Praticada Por Pastores

Recursos úteis para sua maior compreensão

As Igrejas Cristãs Estão Abrindo as Portas Para o Anticristo


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Recentemente, um extraordinário pregador, educador, fundador de igrejas e missionário foi levado algemado para a prisão por repetidas indiscrições com meninas que estudavam em sua escola cristã. O problema da molestação sexual praticada por pastores existe e não pode mais ser varrido para baixo do tapete. Algumas considerações sobre como evitar ou lidar com o problema.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Autor convidado: Pastor Donald Boys

30 de maio de 2006.

Chorei quando vi as fotografias do Dr. Bob Gray sendo levado algemado. O Dr. Gray, considerado um dos maiores pregadores e fundadores de igrejas nos Estados Unidos, foi preso por molestar meninas que estavam sob sua autoridade. Gray foi pastor da Trinity Baptist Church, uma grande igreja independente em Jacksonville, na Flórida, por 38 anos, até renunciar em 1992 para trabalhar como missionário na Alemanha. Ele me convidou para pregar em sua igreja e no colégio e ajudou a organizar uma das nossas viagens missionárias à Suíça e à Alemanha.

Eu o considerava meu amigo.

Ele foi um bom amigo, mas não é mais. Ele traiu seu Salvador, seus votos de ordenação, sua mulher, sua igreja e seus amigos, que o respeitavam grandemente. Até 27 de maio passado, pelo menos dezessete mulheres o acusaram de molestação enquanto elas eram alunas em sua escola cristã, na infância. De acordo com o relatório da Polícia, Gray admitiu "ter dado beijos de língua" nas meninas em seu gabinete. Algumas das mulheres o acusaram de "tê-las acariciado, tocado nas partes íntimas e beijado" durante idas ao seu gabinete na escola, quando elas tinham seis anos de idade.

Em 23 de maio, outra mulher acusou Gray de tê-la molestado em 1949, quando ela tinha nove anos e ele era um jovem pastor assistente em Hampton, na Flórida.

Pergunta: O pastor titular permitiu que ele se transferisse para a igreja de Jacksonville sem fazer qualquer advertência à igreja? Estava esse pastor ciente da acusação? A Igreja de Jacksonville chegou a conferir as referências de Gray?

Eu não gosto de chutar um homem quando ele está caído e acredito na lealdade dos amigos, mas quando alguém comete repetidamente atos pecaminosos reprováveis e se apresenta como um homem de Deus (com tudo o que isso implica), então eu o considero meu inimigo quando fica provado que ele não era aquilo que representava ser.

A mulher dele declarou ao jornal Times-Union: "Acredito que ele é um homem honesto e honrado e que tenta fazer aquilo que é certo."

Embora seja normal para uma esposa reagir assim, ela está errada. Ele não foi um homem honesto ou honrado, e se pastores batistas fundamentalistas vierem em sua defesa ao mesmo tempo em que criticam o escândalo sexual na Igreja Católica, isso será pura hipocrisia.

Nós, batistas independentes, temos um problema que os católicos romanos e outras denominações com um sistema de governo hierárquico não têm. Com os batistas independentes, não existe um bispo ou um papa para transferir um pastor que esteja agindo errado de uma igreja para outra. Quando um sacerdote católico comete algum erro grave, ele é transferido para outra localidade distante e freqüentemente continua com seus atos lascivos. Normalmente, o pastor batista continua na mesma cidade, nega tudo, recolhe-se no seu canto e permanece no mesmo púlpito por mais trinta anos. Após alguns meses ou anos da revelação de seus pecados, ele é aceito por seus pares como alguém que apenas cometeu a infração de dirigir em alta velocidade!

O modo não-hierárquico é bíblico, mas está falhando em nossos dias por causa da fraqueza e hesitação dos leigos e dos pastores. Os leigos precisam confrontar e cobrar prestação de contas de seus pastores, mas isso muito raramente acontece, seja por causa da intimidação por parte do pastor, por amor ao pastor, ou por causa do desejo de "não prejudicar o ministério dele". Não ferir a igreja é a desculpa que os líderes usam para não lidaram com os casos sexuais de um pastor. Eles freqüentemente dizem: "Vamos deixar que Deus cuide disso"; entretanto, Deus já disse à igrejas para lidarem com o problema. A maioria das igrejas batistas está falhando nessa parte e em outras matérias de disciplina eclesiástica.

As mulheres molestadas disseram ao canal de televisão First Coast News que a liderança da igreja teve conhecimento do abuso durante vários anos, mas tentou "varrer o problema para baixo do tapete". De acordo com o canal de televisão, o pastor atual, Dr. Tom Messer, em uma carta com uma nota manuscrita para as vítimas, indicou que a igreja "lidaria com a questão dos relacionamentos do Dr. Gray com as crianças, traria a disciplina e instituiria prestação de contas" para ele em 1992 e 1997. A liderança da igreja infringiu a lei quando deixou de reportar as acusações para as autoridades. No entanto, eles agora estão cooperando.

Em seu sítio na Internet, a igreja diz que "deseja que a verdade seja esclarecida e se torne plenamente conhecida". Isso é louvável, mas foi esse o desejo deles quando as acusações vieram à tona?

Teriam sido essas acusações que levaram Gray a renunciar ao pastorado da igreja e ir para a Alemanha? Por que ele recebeu a permissão de apresentar-se às outras igrejas para levantar suporte financeiro sem informar os pastores apoiadores? Por que ele permaneceu como membro em várias juntas e pôde ser o orador convidado em várias conferências entre os batistas? Se os pastores e moderadores das conferências estavam cientes do passado dele e continuaram a convidá-lo para pregar para os outros pastores, então são participantes dos pecados dele. Os pastores que tinham conhecimento dos fatos e pregaram junto com Gray em várias conferências são também culpados de contemporização.

É hora de reconhecer que existe uma rede de "bons amigos" nos círculos batistas independentes, onde nossos "heróis" são protegidos por seus pares. Afinal, não queremos parecer justos aos nossos próprios olhos, julgadores, grosseiros, ou qualquer coisa assim. Assim, nós que afirmamos crer, obedecer e pregar a Bíblia, agimos de forma contrária à Bíblia! Somos mais leais aos pecadores do que ao Salvador!

Os muitos pastores batistas independentes que vivem de forma piedosa são prejudicados por aqueles que pensam que ser pastor significa que eles podem colocar de lado qualquer tipo de pecado e "trabalhar" realmente duro para Deus para reequilibrar tudo. Entretanto, realizar muito trabalho bom nunca anula o mal.

Um famoso pastor batista independente (ele mesmo acusado de indiscrição e adultério) disse: "Se entrássemos no gabinete do Dr. Lee Robertson ou de Lester Roloff e os víssemos no chão, deitados sobre suas secretárias, assumiríamos que estavam fazendo respiração boca a boca para tentar ressuscitá-las, e não praticando algum ato pecaminoso."

Isso pode parecer engraçado, mas pensar assim indica uma mentalidade característica de membro de seita e/ou teologia de seita.

Não menos responsáveis pelas indiscrições do pastor são os leigos que se recusam a investigar as acusações contra seu pastor. Alguns leigos foram ensinados que não devem fazer isso. É considerado deslealdade pedir ao pastor para explicar as acusações contra ele! É hora de os homens cristãos agirem como homens de verdade e cumprirem suas responsabilidades como membros da diretoria da igreja e examinarem os fatos. Se um pastor for culpado, que as autoridades sejam notificadas, se essa for uma exigência juridicamente legal; em seguida, os líderes devem procurar ajudá-lo a encontrar outra ocupação, pois ele perdeu o direito de ocupar o púlpito da igreja.

Algumas sugestões:

O Dr. Bob Gray, um extraordinário pregador, educador, fundador de igrejas e missionário está na cadeia ao tempo em que escrevo isto. Quantos outros pastores batistas independentes deveriam estar compartilhando a cela com ele?



Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Autor: Pr. Donald Boys
Data de publicação: 28/6/2006
Revisão: V. D. M. — Campo Grande / MS e http://www.TextoExato.com
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2137.asp