Escolha uma cor para o fundo:  

Como um Maluco Como Adolf Hitler Conseguiu Tomar o Controle de um País Tão Civilizado Como a Alemanha e Exterminar Impiedosamente Milhões de Pessoas?

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Para encontrar a resposta para este enigma, basta investigar em que consiste a feitiçaria de Magia Negra. A seqüência é: Satanás — Feitiçaria — Rituais Específicos — Perversões Sexuais Monstruosas — Genocídio Inacreditável.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Em 30 de abril-1 de maio, líderes israelenses levaram judeus de todo o mundo a uma sóbria lembrança do Holocausto perpetrado pelos nazistas. Será se eles perceberam que escolheram o período exato de dois dias conhecido como Beltaine, para realizar essas cerimônias memoriais? Independente se eles perceberam ou não, você descobrirá que a escolha desse feriado pagão é muito apropriada, pois Adolf Hitler pôde perpetrar sua monstruosa campanha assassina somente por que ele passou pelos rituais satânicos mais incríveis no mundo e era possesso pelos demônios mais poderosos imagináveis.

Vamos primeiro iniciar com a lembrança do Holocausto.

Resumo da Notícia: "Dia de Lembrança do Holocausto", Stan Goodenough, Jerusalem Newswire, 30 de abril de 2008.

"Embora nunca muito longe de suas memórias coletivas e — em números cada vez menores, de individuais, o genocídio de mais de seis milhões de judeus europeus foi marcado para ser revisitado pelos mais de 5,5 milhões de filhos e filhas de Abraão na quarta-feira, enquanto a nação cujo Estado renasceu das cinzas de Auschwitz se preparava para celebrar o Dia de Lembrança do Holocausto. Durante 24 horas, até o pôr do sol da quinta-feira, os israelenses se saturaram com imagens, filmes, entrevistas, reportagens, marchas e reuniões nas escolas, e com as sirenes que soaram durante dois minutos em todo o país para levar todos a fazer uma pausa e lembrar como um em cada três judeus em todo o mundo pereceu nas mãos dos nazistas. Existem cerca de 250.000 sobreviventes do Holocausto vivos em Israel hoje..."

Em toda a história humana, nenhuma nação ficou tão traumatizada por uma tentativa de genocídio quanto os judeus durante o tempo de Hitler e no período posterior imediato. Não somente um maluco tomou o controle político de um país industrializado, mas seduziu a vasta maioria de seus cidadãos a realizarem seus planos. Quando a poeira baixou ao fim da Segunda Guerra Mundial, um número estimado de 72 milhões de pessoas tinha morrido, 47 milhões das quais eram civis!

No entanto, as estatísticas que traumatizam o povo judeu é que Hitler tenha conseguido matar quase seis milhões de judeus durante um período de sete anos (1938-1945), 33% do número total de judeus no mundo. Entretanto, do ponto de vista de Hitler, seu esforço foi um fracasso, porque ele tinha estabelecido no início da Segunda Guerra Mundial o objetivo de matar 100% dos judeus em todo o mundo.

Após o fim desta guerra global horrível, milhares de livros foram escritos, muitos dos quais faziam a seguinte pergunta: 'Como pôde esse tipo de monstruosidade acontecer neste mundo 'civilizado' e como um líder tão louco obteve o controle total do país mais civilizado da Europa — a Alemanha?"

Este atual editorial capta essa questão enigmática perfeitamente.

Resumo da Notícia: "Nunca vou compreender: Até hoje, Noah Klieger não consegue compreender como os alemães conseguiram fazer o que fizeram", YNET News, 1 de maio de 2008.

"Há muitos anos, toda vez que chego a Auschwitz, tenho a mesma impressão. Parece que não sou eu quem esteve aqui durante esse período incrivelmente tenebroso, mas ao contrário, alguma outra pessoa, cuja história eu ouvi em algum momento em minha vida. Mesmo quando escrevo um relato pessoal do meu passado, tenho uma sensação que não estou falando a respeito de mim mesmo. Entretanto, essa sensação se dissipa logo em seguida e novamente eu me lembro bem que de fato fui eu quem esteve ali. Fui um daqueles que passaram por todos aqueles horrores. Fui um dos que sobreviveram, contra todas as probabilidades — e certamente uma contradição aos planos dos alemães."

Após falar de seu coração e de suas lembranças, esse sobrevivente do Holocausto então chega à parte central de sua dolorosa pergunta.

"Há muitos anos que venho fazendo a mim mesmo certa pergunta. Como puderam aparentes seres humanos, que mantinham uma vida privada absolutamente normal, perpetrar os horrores que não podem ser descritos em palavras? Como eles conseguiam ser tão cruéis? Há muitos anos que venho pensando sobre aqueles alemães que trabalhavam em Auschwitz e nos outros campos de extermínio. Como é possível que no fim de toda tarde os oficiais voltavam para as zonas residenciais na área externa ao campo, beijavam suas mulheres e filhos e sentavam-se à mesa para jantar com suas famílias? Como eles podiam acariciar o gato ou brincar com o cachorro — como eu vi muitas vezes com meus próprios olhos quando passava perto de suas casas, quando estava indo realizar algum trabalho pesado. A cada manhã, aqueles oficiais voltavam para seu trabalho: Exterminar milhares de judeus."

São perguntas excelentes e para as quais temos a resposta, porque estamos estudando a feitiçaria de Magia Negra há quase vinte anos.

Vamos começar com o homem que foi responsável por toda essa guerra global e todos os horrores que ela causou: Adolf Hitler.

Hitler era possesso por um determinado tipo de loucura — uma loucura causada pela feitiçaria de Magia Negra.

Para compreender Adolf Hitler, é necessário compreender a sociedade secreta satânica "Irmandade da Morte", que treinou Hitler nos recessos mais profundos e tenebrosos do satanismo.

Vamos iniciar com uma rápida visão geral da Sociedade de Thule, começando com um estudo de suas práticas e de sua história relevante. Adolf Hitler ingressou nessa sociedade em 1919, tornando-se um adepto sob a liderança de Dietrich Eckhart. Posteriormente, a Sociedade de Thule selecionou Hitler para ser seu líder da Nova Ordem Mundial, como Eckhart revelou em seu leito de morte, ao dizer:

"Sigam Hitler; ele dançará, mas fui eu que iniciei a música. Eu o iniciei na Doutrina Secreta, abri seus centros de visão e lhe dei os meios de se comunicar com os poderes." [Trevor Ravenscroft, The Spear of Destiny (A Lança do Destion), pág. 91; tradução nossa].

Os membros da Sociedade de Thule eram satanistas e praticantes de Magia Negra — isto significa que eles estavam "unicamente preocupados com a elevação de suas consciências por meio de rituais para a compreensão do mal e das inteligências não-humanas no universo; e com a obtenção dos meios de se comunicar com essas inteligências." [Ravenscroft, pág. 161].

Concentre-se nessa palavra aparentemente inocente, rituais. Os cristãos associam um ritual a um serviço na igreja, sem compreender o significado ocultista que ela contém. O Dicionário de Nova Era define ritual como "uma cerimônia para restaurar o equilíbrio com a natureza... e trazer de volta a harmonia e o sagrado perdidos."

Lembre-se que estamos lidando com o mundo satanista, em que o bom é chamado de mau e o mau é chamado de bom. O sagrado mencionado aqui é o sagrado satânico. Literalmente, "rituais são atividades prescritas de forma bastante exata que têm o objetivo de fazer com que o poder demoníaco flua pelo meio dos participantes." Essas atividades são cantos proscritos, declamação de fórmulas mágicas e ações cuidadosamente planejadas. O efeito é devastadoramente poderoso, à medida que a força demoníaca é derramada sobre os participantes, produzindo a falsificação de uma experiência espiritual, que literalmente transforma a vida dos participantes. Nunca negligencie a palavra ritual, pois é uma palavra de poder satânico.

Os membros da Sociedade de Thule praticavam uma forma de Magia Sexual derivada de uma loja da qual Aleister Crowley era membro. Crowley foi reconhecido como o maior e principal adorador de Satanás no século XX. "A origem dessa... magia sexual... pode ser rastreada até um maçom, Robert Little, que fundou a Societas Rosicruciana, em 1865... [Ravenscroft, Spear of Destiny, págs. 164-65] Embora as perversões sexuais reais praticadas sejam grosseiras demais para compartilhar, os resultados não são. O autor Ravenscroft diz que "a indulgência nos rituais mais sadistas despertava uma visão penetrante sobre a operação das Inteligências do Mal e concedia poderes mágicos fenomenais." [Ibidem, pág. 167] Esta era a Sociedade de Thule.

Separe um momento para refletir dos dois elementos desta frase, pois esse é o poder que começou a fluir por meio de Adolf Hitler após ele passar por diversos rituais satânicos cuidadosamente planejados.

  1. "Despertavam uma visão penetrante sobre a operação das Inteligências do Mal"
  2. "Concediam poderes mágicos fenomenais."

A partir do momento em que Hitler entrou no cenário público, em meados dos anos 1920, cada movimento, cada palavra e cada decisão dele foram realizados com poderes mágicos fenomenais! Ele confundia seus adversários; emocionava seus seguidores com sensações que pareciam quase de origem sobrenatural; e ele conseguiu realizar a diplomacia mais astuta e eficaz que o mundo já viu. Até que seus demônios começaram a traí-lo durante a Campanha da Rússia, Hitler era visto com admiração e temor pela maioria dos alemães, incluindo o alto comando das Forças Armadas.

Mas, como Hitler pôde ter planejado matar todos os judeus do mundo? Essa decisão foi realmente monstruosa e repleta com um ódio de origem sobrenatural.

Ravenscroft registra os efeitos que os muitos rituais tiveram sobre Hitler:

"... a perversão sexual tomou uma posição central na vida de Hitler... uma monstruosa perversão sexual era o centro de toda a sua existência, a fonte de seus poderes mediúnicos e clarividentes e a motivação que estava por trás de cada ato, por meio do qual ele colhia uma vingança sadista contra a humanidade." [Ibidem, pág. 171; tradução nossa].

O ato final de Eckhart foi iniciar Hitler em um "monstruoso ritual mágico e sadista... após o qual ele ficou sexualmente impotente. A impotência de Hitler tinha uma profunda base psicológica. Ele conhecia a realização sexual por meio dos extremos do sadismo e do masoquismo..." [Ravenscroft, págs. 155, 173; tradução nossa] Essa impotência produziu um golpe final devastador na estrutura psicológica de Hitler, tornando-o finalmente o assassino sadista que a história registra.

Você pode ver como o desvio sexual em Adolf Hitler foi tão grande que ele passou a odiar toda a humanidade e até mesmo a vida? Quando você combina essa perversão sexual inacreditável, que foi atingida somente por meio de rituais satânicos, precisa entender que toda essa perversão veio direto do inferno, realizada pelas legiões de demônios que possuíam o Furher alemão!

Entretanto, essa perversão sexual estava combinada com sua aversão anterior a todos os judeus — que ocorreu em seu coração quando ele começou a se envolver com o satanismo antes de ingressar na Sociedade de Thule — para produzir o monstro que pôde planejar matar todos os judeus e utilizar o poder satânico necessário para perpetrar essa ação!

Hitler foi literalmente levado à loucura; mas essa insanidade estava sob o controle dos demônios para que ele fosse friamente eficiente durante a maior parte da guerra.

Mas há mais a compreender sobre como e por que Hitler e a Alemanha puderam perpetrar o Holocausto!

A Sociedade de Thule acreditava na "comunicação com uma hierarquia de super-homens — Os Chefes Secretos da Terceira Ordem". (Ibidem) A qualidade que tornava esses seres super-homens era a espiritualidade ocultista. Além disso, eles criam na Doutrina Secreta, de Helena Petrovna Blavatsky, que ensina que certos super-homens sobreviveram à destruição da Atlântida com seus altos níveis de consciência intactos. Esses super-homens eram arianos. Essas duas crenças combinaram-se em uma por meio da Sociedade de Thule e Hitler, culminando com os campos de concentração nazistas. [Ibidem, pág. 166] Quando um grupo de pessoas incorpora em sua estrutura de crenças espirituais que eles são inerentemente superiores a outro grupo de pessoas, é inevitável que o genocídio ocorra tão logo possível.

A Sociedade de Thule regularmente realizava sessões espíritas, durante as quais eles se comunicavam com os demônios que se mascaravam como uma pessoa morta, ou que simplesmente apareciam como espíritos-guia. "Dietrich Eckhart, Alfred Rosemberg e Adolf Hitler invocavam a manifestação do anticristo nas sessões mediúnicas do Grupo de Thule em Munique." [Ravenscroft, pág. 168].

Eckhart acreditava que seu espírito-guia tinha prometido a ele o privilégio de treinar o vindouro Grande, o Anticristo. Desde o início de sua associação, Eckhart acreditava que Hitler seria o Anticristo. Portanto, ele não poupou nenhum conhecimento ocultista, ritual ou perversão em sua tentativa de equipar plenamente Hitler para a tarefa. Quando o treinamento terminou, Hitler acreditou que tinha "nascido de novo" com aquela força e determinação superpessoal que ele precisaria para cumprir o mandato... prescrito para ele." [Ravenscroft, págs. 93-94] Hitler literalmente comparava isto com a afirmação cristã acerca do novo nascimento.

Para Adolf Hitler, a Segunda Guerra Mundial era um empreendimento espiritual e o zelo pela casa de Lúcifer o consumia! Como Satanás odeia os judeus há milhares de anos, você deve esperar que alguém que seja zeloso por Satanás também odeie os judeus. Quando os membros da Sociedade de Thule concluíram o treinamento do jovem Adolf, ele ficou tomado por um ódio de origem demoníaca pelos judeus.

Na verdade, Hitler planejou o modo em que os primeiros estágios da Segunda Guerra Mundial se desdobrariam com base em um mapa que ele tinha visto em um antigo livro que comprara em uma livraria especializada em Magia Negra em Viena; esse mapa mostrava a concentração populacional dos judeus em toda a Europa, Europa Oriental e Rússia. Hitler ordenou que a Polônia fosse invadida primeiro porque esse país tinha a maior concentração de judeus!

Além disso, a guarda de elite 'SS' seguia o avanço do Exército Alemão regular bem de perto, iniciando a matança em massa dos judeus alguns quilômetros atrás das linhas de frente.

Precisamos agora estudar os resultados históricos da tentativa da Sociedade de Thule de estabelecer uma Nova Ordem Mundial. Após a Sociedade de Thule selecionar Adolf Hitler como seu líder da NOM, eles enfrentaram o problema da implementação prática desse objetivo. Eles perceberam que o plano deles para dominação mundial requeria o controle do poder militar da Alemanha; entretanto, os militares eram controlados por aqueles que detinham o poder político e a Alemanha era uma democracia.

Portanto, a Sociedade de Thule criou o Partido Nazista. Os espíritos-guia da Sociedade de Thule tornaram-se os espíritos-guia do Partido Nazista. Em somente dez anos tumultuosos, Hitler alcançou o posto político mais alto, a partir do qual ele se catapultou para a posição de ditador absoluto em 1933. Em 1938, Hitler iniciou a Solução Final para o problema judaico com o Holocausto. Em 1939, Hitler iniciou a Segunda Guerra Mundial, que durou até meados de 1945 na Europa. Ao ler estes resultados, lembre-se das palavras de Tiago:

"Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte." [Tiago 1:15].

Por volta de 1945, o pecado ocultista concebido pela Sociedade de Thule chegou ao ponto de estar "consumado".

Agora você sabe como foi possível que Hitler e suas tropas alemãs tenham causado a morte de 72 milhões de pessoas!

Entretanto, ainda não sabemos como Hitler conseguiu estender seu poder demoníaco para controlar todo o povo alemão. A resposta está no poder demoníaco que possuía Hitler e que fluía por meio dele. Com esse poder demoníaco, Hitler foi capaz de mesmerizar toda uma população!

Você se lembra da Chama Olímpica? Ela é um símbolo ocultista. Ela está associada com rituais antigos, incluindo sacrifícios humanos. Trevor Ravenscroft, em sua obra-prima ocultista, The Spear of Destiny, registra que Hitler conduzia seus encontros ao ar livre nos estádios como um ritual satânico. O evento final nesses rituais nazistas era marchar até uma chama ao ar livre e se inclinar diante dela. Essa chama ao ar livre era virtualmente idêntica à Chama Olímpica. Grupos de música Rock abertamente ocultistas também utilizam a imagem da chama e do fogo.

Hitler literalmente lançou um encantamento sobre a vasta maioria da população alemã! Quando Hitler falava, o poder demoníaco fluía em sua voz pelas ondas do rádio e chegava ao povo alemão. À medida que Hitler falava ao vivo nos grandes encontros abertos nos estádios, o poder demoníaco dentro dele fluía por meio de seus olhos azuis, por meio de sua voz e até de seus gestos. Hitler atuava nesses encontros nos estádios como um xamã, energizado e capacitado pelas legiões de demônios. É também possível que a maior parte dos jovens alemães que participavam desses rituais públicos satânicos ficavam possessos ou afligidos por demônios.

Entretanto, nos 60 anos anteriores à chegada de Hitler ao poder, Satanás começou a preparar os corações e mentes dos alemães para seguirem Hitler uma vez que ele apareceu no cenário. Como Satanás preparou os corações do alemão mediano? Milhões de alemães prepararam seus corações para os valores ocultistas de Adolf Hitler ao se envolverem profundamente com o satanismo inerente nas antigas lendas nórdicas e germânicas.

Prepare-se Para um Choque

Satanás começou a condicionar os alemães para aceitarem o Holocausto, no fim dos anos 1800, quando promoveu uma explosão da popularidade das antigas lendas nórdicas entre a população. Pela primeira vez em séculos, os alemães de todos os segmentos sociais começaram a se aprofundar nessas antigas lendas heróicas. Logicamente, a religião das tribos nórdicas era o satanismo. Portanto, os alemães que estavam imergindo no estudo dessas antigas sociedades também estavam sendo sutilmente imersos no satanismo. Em pouco tempo, sem perceber, eles começaram a aderir aos valores do satanismo em suas vidas pessoais.

Um dos produtos derivados não-objetivados deste novo amor pelo herói guerreiro romântico era uma crença que somente os fortes mereciam viver. Somente os fortes é que faziam a nação ser poderosa o suficiente para derrotar os inimigos. Por outro lado, os fracos, aqueles em situação de mendicância, os doentes, os deficientes físicos e mentais eram vistos como um ralo na sociedade. Uma frase foi criada para descrever esse tipo de pessoas, uma frase que reverberará por toda a história — uma vida indigna de ser vivida. Essa atitude permeou tanto a sociedade alemã, que milhões passaram a acreditar nela. Nas as duas décadas anteriores à ascensão de Hitler ao poder, certos médicos e enfermeiros acreditavam tanto nessa mentira insidiosa que começaram a usar de forma imprópria a tecnologia médica para matar os pacientes que estavam aos seus cuidados. Quando Hitler chegou ao poder, ele simplesmente colocou os recursos do governo central atrás desse rolo compressor que já estava em movimento. Satanás estava manipulando toda a cena.

Ademais, como Satanás sempre odiou os judeus, o anti-semitismo começou a crescer. Sentimentos antijudaicos começaram a se infiltrar na população, inicialmente de forma sutil, tão fracos que ninguém notou. Entretanto, a partir da década de 1920, a aversão contra os judeus começou a se manifestar na Alemanha. A princípio, essa aversão era feita por alemães individuais contra os alemães de origem judaica. Subitamente, funcionários judeus começaram a perceber que não estavam sendo promovidos, ou que eram demitidos sem justa causa e sem qualquer razão. As universidades e faculdades começaram a adotar regras internas que mantinham os acadêmicos judeus fora da academia. As crianças judias nas escolas começaram a reclamar amargamente que estavam sendo maltratadas por seus colegas de classe, ao mesmo tempo em que muitos professores e diretores deixavam de corrigir e punir os malfeitores.

Devemos observar atentamente que muitos alemães — liderados pela poderosa retórica de Hitler, culpavam os judeus pela derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial.

Coletivamente, os judeus alemães podiam sentir o aperto da corda em volta de seus pescoços. Os judeus eram como a maior parte das pessoas de qualquer outra época; tudo o que queriam era viver em paz, poder crescer, constituir uma família, ter seus netos e depois morrer de morte natural em paz. Como a maior parte das pessoas, os judeus estavam relutantes em acreditar no cenário do pior caso, que toda a nação alemã subitamente se voltasse contra ele e começasse a matá-los. Mesmo quando Adolf Hitler tornou públicas essas ameaças, ao publicar seu livro "Mein Kampf" (Minha Luta), a maioria dos judeus alemães se recusou a acreditar que ele pudesse obter o poder político para implementar seus planos.

Essa aversão e perseguição aos judeus deu uma forte guinada para o pior quando Hitler assumiu o poder em 1933. Agora, os recursos do governo alemão começaram a ser derramados em todas as áreas da sociedade para preparar o ataque. Uma das primeiras armas novas contra os judeus foi a propaganda, inicialmente cartazes nas ruas, rádio e a nova indústria do cinema. Os judeus passaram a ser continuamente retratados de forma estereotipada como não-humanos, perigosos para a sociedade, gananciosos, estúpidos, etc. O maior filme de propaganda de todos os tempos foi o filme nazista "The Wandering Jew" (O Judeu Errante). Esse filme retratava os judeus como errantes por toda a Terra, infestando cada país com suas sujeiras. O filme retratava graficamente os judeus como ratazanas, um estereótipo que ficou na mente de milhões de alemães. Os historiadores objetivos concordam que o filme "O Judeu Errante" tornou o Holocausto não somente possível, mas também inevitável.

Agora, o cenário estava armado para uma perseguição pública em massa contra os judeus. Hitler estava convencido que o alemão mediano nas ruas não faria nada para impedir um ataque em larga escala. O ano era 1938; tudo o que Hitler precisava era de uma desculpa para descer o chicote nos judeus. Não se engane quanto ao fato que ele teria uma desculpa, mesmo se tivesse de inventar um ato específico de provocação. Este é um fato histórico que todos precisamos compreender muito bem. Ao longo da história, muitas vezes os governos criaram secretamente incidentes aos quais eles foram forçados a reagir. À medida que avançamos rumo à implementação da Nova Ordem Mundial, compreenda que agentes provocadores do governo podem muito bem estar por trás dos bastidores para criar erupções violentas em nosso país.

Sempre apresentamos a realidade que o jogo INWO revelou que os agentes dos Illuminati planejaram atacar o World Trade Center desde 1995! [Leia os artigos sobre esse jogo na seção Terceira Guerra Mundial].

Hitler não teve de esperar muito tempo, pois Satanás é um mestre em organizar os eventos para que ocorram nos momentos apropriados. Em 7 de novembro de 1938, em Paris, França, um rapaz judeu emocionalmente transtornado matou a tiros um oficial do corpo diplomático alemão, para protestar contra o tratamento dado aos judeus. Hitler e seus assessores tiveram o incidente pelo qual estavam esperando. Na noite de 9 de novembro, o satânico Joseph Goebbels, o Ministro da Propaganda, ordenou que protestos contra o assassinato começassem imediatamente. Os jornais alemães, totalmente sob o controle dos nazistas, publicaram reportagens sobre esses protestos como se fossem espontâneos, como se representassem a ruptura final do sentimento alemão represado contra os judeus. Hitler e Goebbles retrataram toda a população judaica com o mesmo pincel largo que usaram para retratar o assassino judeu que matou o diplomata alemão. Esses nazistas usaram um evento que eles sabiam que realmente não era representativo da população judaica, como desculpa para iniciar uma política da mais brutal perseguição e assassinato em massa. Toda a população judaica teve de sofrer, e muitos acabaram morrendo, por causa do assassinato de um único alemão.

O resultado foi um dos episódios mais horríveis em toda a história registrada. O reverendo Paul Schenck escreve em seu livro The Extermination of Christianity, que esse protesto espontâneo, chamado Kristallnaht — a Noite dos Cristais Quebrados — transformou a sociedade alemã para sempre, resultando na Solução Final de Hitler para o "problema" judaico nos fornos do Holocausto. Hitler galvanizou toda a população alemã em ação contra seu grande e identificado inimigo, os judeus. Se os judeus não existissem na Alemanha na quantidade e com a influência em que existiam, Hitler teria de inventar algum outro inimigo.

Como resultado de sua perseguição mortal contra os judeus, Hitler pôde assumir o controle ditatorial absoluto na Alemanha. Usando o caos que seus próprios planos criaram, ele tornou-se governante militar com plenos poderes. O Holocausto tinha sido iniciado. Porém, mais importante, o povo alemão tinha dado permissão aos demônios para virem sobre toda a nação, para desviar os jovens do bom caminho para que eles pudessem operar entusiasticamente a máquina do Holocausto, até ao ponto de matar judeus durante o dia, supervisionando a colocação de seus corpos nos fornos, e então ir para casa e estar com suas famílias à noite e agir da forma "normal" com elas.

Agora você sabe como foi possível para Satanás tomar o controle de Hitler e de um número enorme de alemães, especialmente os jovens, que serviram como seus executores durante os sete anos do Holocausto judaico.

Todos os judeus deveriam prestar atenção, pois esta é a questão perene sobre como os alemães normais e civilizados puderam se voltar contra os judeus aos milhões e assassiná-los brutalmente a cada dia!

O que diz a profecia sobre o fim dos tempos?

"Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados." [1 Timóteo 3:13].

O simples fato que Hitler pôde matar tantos judeus é prova positiva que o fim dos tempos está muito próximo. Mas, no nosso tempo, veremos o aparecimento do Anticristo. Hitler matou suas dezenas de milhões, mas o Anticristo e o Falso Profeta matarão bilhões.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 6/5/2008
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2287.asp