Escolha uma cor para o fundo:  

O Fed Está Deliberadamente Desvalorizando o Dólar Americano — Ao Mesmo Tempo em Que Outros Bancos Centrais Estão Desvalorizando Suas Moedas!

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 2


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Os bancos centrais estão fazendo esforços coordenados para desvalorizar as moedas nacionais para que as moedas dos blocos regionais possam ser criadas e instituídas. Para os cidadãos da União da América do Norte, o amero não pode estar muito distante!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


O Sistema da Reserva Federal está tomando ações sem precedentes na história dos EUA. Esse banco central, que pertence a particulares, está tomando medidas para emitir diretamente títulos da dívida em vez de realizar essa ação por meio do Departamento do Tesouro. Essa medida está chamando a atenção em todo o mundo. O que, exatamente, o Fed está fazendo e quais serão as implicações para a economia norte-americana?

Resumo da Notícia: "Está o Fed Tomando os Primeiros Passos Para a Seletiva Moratória da Dívida e Desvalorização da Moeda?", Jesse's Cafe American, 10 de dezembro de 2008.

"... o Fed surpreende a todos nós com sua falta de transparência. Eles estão pedindo ao Congresso permissão para emitir seus próprios títulos da dívida diretamente, não vinculados aos títulos do Tesouro. Isto é conhecido nos círculos dos bancos centrais como 'eliminar o intermediário'. Não somente o Tesouro não mais emite a moeda, mas também não tem mais qualquer controle sobre quanta moeda lastreada por dívidas o Fed pode agora emitir diretamente."

Até agora, o Sistema da Reserva Federal, que não é órgão do governo, mas que pertence a particulares, tinha de trabalhar com o Tesouro na emissão dos títulos da dívida. Esse acordo pelo menos garantia que um funcionário do governo, que se reporta ao presidente, que se reporta ao eleitorado, fosse responsável por tudo o que a Federal Reserve emitisse. Se esse acerto vai agora ser desfeito, então funcionários não eleitos do Fed poderão emitir dívida em níveis em que o Tesouro pode não aprovar. Se o Fed quiser afundar toda a economia sob o peso de uma dívida insuportável, então poderá fazer isso. Este é o início normal do fim da moeda e, possivelmente, de toda a economia.

"Se o Fed fosse capaz de emitir seus próprios títulos da dívida, que atualmente estão limitados aos títulos da Reserva Federal lastreadas pelo Tesouro, consonante a Lei da Reserva Federal, isso forneceria ao presidente do Fed, Ben Bernanke, a capacidade de apresentar uma diferente classe de títulos da dívida ao público investidor e aos bancos centrais estrangeiros. A questão é se esses títulos seriam lastreados com a mesma força que os títulos do Tesouro, ou subordinados, ou superiores. Não haverá faltas de novas emissões de dívidas do Tesouro para basear as novas expansões nos balanços do Fed. A noção de que poderá haver uma geração de dívida desvinculada do controle do governo de Washington, em comparação com o que o Fed emite como moeda é quase aterrorizador em suas implicações hiperinflacionárias."

As "repúblicas de bananas" do Terceiro Mundo tomam esse tipo de ação o tempo todo. Normalmente, a hiperinflação corrói a moeda em pouco tempo. É isto que o Sistema da Reserva Federal tem em mente?

"Isto faz pouco sentido, a não ser que o Fed deseje ser capaz de fixar diferentes taxas de juros para a dívida, e torná-la de uma classe diferente, e corroer a moeda atual, as notas da Reserva Federal, sem impactar a própria dívida soberana do Tesouro, deixando a portas abertas para a emissão de um novo dólar."

Você entendeu a última frase? "Deixando as portas abertas para emissão de um novo dólar.".

À medida que tudo se encaminha para a criação de uma União da América do Norte — Canadá, EUA e México — a parte central dessa nova nação seria a moeda, supostamente chamada de "amero". Muito tempo atrás postulamos que o dólar teria de ser grandemente desvalorizado para que o povo americano permitisse que uma nova moeda da União da América do Norte fosse criada.

Há muito tempo que também acreditamos que o amero poderá ser emitido do mesmo modo como o euro foi criado. Quando o euro foi lançado, as outras moedas da Europa Ocidental continuaram existindo, exatamente como antes. À medida que o euro entrou em circulação, as pessoas físicas e jurídicas receberam a escolha de poder realizar suas transações em moedas locais ou na nova moeda. Como as moedas locais flutuavam em seu valor e o euro não flutuava, silenciosamente o euro foi ganhando aceitação, especialmente dentro do setor empresarial. Os empresários gostaram da idéia de assinar contratos de longo prazo com uma nova moeda fixa, sabendo que suas margens de lucro previstas na ocasião da assinatura dos contratos não seriam erodidas ao longo do tempo.

Acreditamos que o amero será emitido da mesma forma. Ele será criado e instituído para existir de forma concomitante aos dólares americano e canadense e ao peso mexicano. Esse lance desarmará os patriotas, que vêem a nova moeda como uma ameaça à soberania nacional de seu país querido. Entretanto, a existência de um amero de câmbio fixo representará a balada da morte para todas as três moedas existentes.

Faz sentido que o Sistema da Reserva Federal inicie os passos necessários para criar o amero desvalorizando o dólar americano e realmente faz sentido que esse processo esteja acontecendo no meio da crise financeira do setor bancário e, mais recentemente, da crise com as montadoras de automóveis. Os Illuminati certamente sabiam o que estavam fazendo quando planejaram e criaram a crise na moeda no sistema de crédito, pois essa é uma parte vital de toda a economia.

Agora que o banco central chamado Sistema da Reserva Federal assumiu uma autoridade maior dentro da economia norte-americana, e agora que a economia fascista extremamente controlada está se estabelecendo, parece ser o tempo correto para estender a crise da moeda e do crédito para o valor do dólar americano.

Uma coisa que observei é que, ao mesmo tempo em que o Fed está tomando medidas para desvalorizar o dólar americano, as moedas de todo o mundo estão sendo deliberadamente desvalorizadas. A libra britânica está perdendo valor em relação ao euro. O banco central russo está depreciando o valor do rublo. O banco central chinês está desvalorizando o yuan.

Isto significa que não há uma moeda no mundo para os investidores fugirem. Aqueles que detêm dólares americanos não serão tentados a vender seus dólares para comprar a moeda de algum outro país importante. Eles estão literalmente paralisados, torcendo para que não sejam arruinados por um dólar em contínuo declínio. Portanto, quando o novo amero for oferecido, e os investidores receberem uma boa taxa inicial para o câmbio, eles rapidamente aproveitarão a oportunidade.

Da mesma forma, os cidadãos cujas contas nos fundos de previdência privada estão em dólares americanos ou em peso mexicano procurarão imediatamente converter suas moedas flutuantes e problemáticas para o amero de valor fixo. Portanto, não estamos surpresos em saber que o Sistema da Reserva Federal está começando a desvalorizar o dólar americano, uma ação que somente pode ter um fim: a criação da União da América do Norte.

Esse acontecimento é emocionante, pois a criação da União da América do Norte é parte do cumprimento da profecia das dez nações de Daniel 7:7-8.

Estamos testemunhando o desdobramento do cumprimento de uma das mais importantes profecias da Bíblia!



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 18/12/2008
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2331.asp