Escolha uma cor para o fundo:  

Será Este o Tempo Para a Destruição do Domo da Rocha Islâmico em Jerusalém?

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

O Plano dos Illuminati prevê a demolição do Domo da Rocha antes do aparecimento do Anticristo. Surpreendentemente, agentes provocadores islâmicos é que serão os responsáveis pela destruição!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"

O Plano dos Illuminati prevê que o Domo da Rocha islâmico será feito em pedaços imediatamente antes de o Cristo maçônico — o Novo Davi — aparecer em Jerusalém. Mas, os Illuminati querem que os árabes destruam seu próprio sítio sagrado para que possam então lançar a culpa pela destruição sobre Israel, desse modo unindo instantaneamente o mundo islâmico contra o Estado judaico.

Leia o que diz o Plano dos Illuminati a respeito do Domo da Rocha. O autor iluminista Peter Lemesurier escreveu um livro muito interessante, em que descreve em grandes detalhes como o vindouro Anticristo enganará os judeus a pensarem que ele é o Messias que eles estão aguardando. Leia o que ele escreveu:

"Para que o Messias apareça, precisa ser criado. E criar o Messias... é tanto uma questão de humanidade quanto de divindade... Sem dúvida, existem muitos judeus... que estarão dispostos a considerá-lo como seu longamente aguardado Messias. Alguns islamitas podem ter uma visão similar... pode ser possível ao novo Davi entrar montado em Jerusalém em toda sua refulgente majestade. Observe a expressão 'entrar montado em um jumento', conforme profetizado em Zacarias 9:9... seria aconselhável para o novo Messias repetir isso, com o jumento e tudo... O trajeto da procissão estará, é claro, diretamente após o ribeiro de Cedrom, o mais perto possível do monte do Templo... ele precisará ser corretamente entronizado e ungido com azeite [um símbolo de Salmo 45:6-7] entre as ruínas do Domo da Rocha..." [The Armageddon Script (O Roteiro do Armagedom), págs. 233-35].

Você entendeu? O Plano para produzir o Anticristo (o Novo Davi) prevê que, quando ele aparecer no lado oriental de Jerusalém, montado sobre um jumento, exatamente como Jesus fez no dia que celebramos como o Domingo de Ramos, ele irá até as "ruínas do Domo da Rocha"! O Plano prevê a explosão do Domo da Rocha como um modo de iniciar a planejada Terceira Guerra Mundial.

Incrivelmente, doze anos atrás, o líder palestino Yasser Arafat deixou escapar em uma entrevista o fato que os árabes serão o instrumento pelo qual o Domo da Rocha será destruído. Leia com atenção:

Resumo da Notícia: "Arafat: Sítios Sagrados Serão os Primeiros Alvos", YOWUSA.COM, 11 de setembro de 2000, Marshall Masters.

"Em uma inflamada entrevista com Chritiane Amanpour, da CNN, na última quinta-feira, Yasser Arafat pode ter muito bem revelado onde o próximo conflito iniciará... A entrevista completa foi ao ar na manhã de domingo, no programa World News, da CNN, durante a qual Arafat percebeu que tinha deixado escapar algo inadvertidamente e encerrou de forma abrupta a entrevista, removendo o microfone que estava preso em sua roupa. Ele então se retirou bruscamente do minúsculo recinto em que a entrevista estava sendo feita, cercado por assessores palestinos com semblantes de preocupação em suas faces. Algo foi dito que não deveria ter sido dito."

"Durante a maior parte de sua entrevista com Christiane Amanpour, da CNN, ele habilidosamente se desviou das perguntas dela com respostas superficiais usuais... Sem se deixar atemorizar, Amanpour retornou à mesma questão da soberania compartilhada a partir de um ângulo completamente diferente perguntando a Arafat se ele prolongaria o processo de paz. Amanpour perguntou: '— Seria mais seguro e melhor para o Sr. estender este estado de coisas, que algumas pessoas dizem que é uma contemporização?" Arafat respondeu: '... Eu tinha mencionado e prometido ao meu povo, à minha nação, minhas religiões, o Cristianismo e o Islã e não vou trai-los. Continuarei a libertar todos os locais sagrados islâmicos. Se não eu (disse apontando para si mesmo), outro virá para libertá-los.'"

"Neste ponto, a linguagem corporal de Arafat mudou pronunciadamente. Era óbvio que os esforços insistentes de Amanpour o estavam incomodando. Ele mudou de sua posição usual descontraída, começou a se inclinar para frente em sua cadeira e começou a apontar insistentemente o dedo para Amanpour... neste ponto na entrevista Amanpour estava da mesma forma se tornando mais intensa, se não pessoal. Foi então que ela estruturou sua próxima pergunta com uma declaração simples que obviamente inflamou Arafat. '— Seu povo quer um futuro econômico.'"

"O impacto dessa simples afirmação foi óbvio. Amanpour estava essencialmente implicando que a economia é o principal objetivo para a maior parte dos palestinos. Com essa declaração, a tensão entre os dois subiu um grau a mais e Arafat disse: "'— Para nós, palestinos, nossos primeiros alvos são nossa terra (a terra dos locais sagrados)'. Neste ponto, Arafat se inclinou em direção a ela e perguntou se ela sabia quais eram os locais sagrados. Depois de expressar alguns pensamentos desconexos, ele subitamente se inclinou de volta para sua cadeira e imediatamente mudou sua linguagem corporal. A mudança foi inequívoca. Ele obviamente reconheceu que tinha dito alguma coisa que não teria dito se estivesse no controle da entrevista. Ele fingiu um rápido sorriso e anunciou que a entrevista estava encerrada. Em seguida, começou a retirar o microfone que estava preso na lapela e um assessor palestino muito preocupado entrou no estúdio de gravação para ajudá-lo a retirar o microfone." Ele saiu sem se despedir, deixando Amanpour chocada."

Yasser Arafat falava muito bem em público e tinha um excelente domínio da língua inglesa, de modo que é altamente improvável que ele tenha deixado de compreender o significado das palavras que usou ao falar em inglês, até mesmo os significados implícitos.

Chocantemente, Arafat também possuía outro segredo profundo, que parece que permitiu que escapasse aqui; ele conhecia o plano militar e paramilitar exato com o qual os árabes irão atacar Israel em um futuro não tão distante! Quando estive na Inteligência do Exército, constantemente eu era lembrado a sempre estar em uma posição mental defensiva forte e ativa, para nunca revelar acidentalmente alguma informação secreta em uma conversa casual com uma pessoa que não estivesse autorizada a recebê-la.

Acredito ser altamente provável que Arafat tenha acidentalmente deixado escapar duas partes muito importantes do Plano dos Illuminati para colocar em cena o Anticristo. Quando notou que tinha deixado escapar, ele abrupta e rudemente encerrou a entrevista. No dia seguinte, em 8 de setembro de 2000, Arafat entrou em um avião e retornou para Gaza. Os Illuminati devem ter ficado furiosos com ele por causa de sua gafe.

Vamos agora examinar essa importantíssima entrevista.

A primeira coisa que chamou minha atenção foi a afirmação dele: "— Eu tinha mencionado e prometido ao meu povo, minha nação, minhas religiões, o Cristianismo e o Islã, e não voi trai-los. Continuarei a libertar todos os lugares sagrados islâmicos. Se não eu (disse apontando para si mesmo), outro virá para libertá-los." Aposto que você não sabia que Arafat estava lutando em seu nome, para "libertar" Jerusalém e os lugares sagrados, sabia? À primeira vista, pensei que Arafat estava simplesmente afirmando que trabalhava para os cristãos, embora nem um cristão no mundo compartilhe dessa visão.

Mas, então, meu coração parou quando reli a última frase desta sentença: Arafat disse que, se ele não libertasse Jerusalém e os locais sagrados do controle judaico, "outro viria para libertá-los". Os cristãos nascidos de novo e que creem na Bíblia estão esperando que esse "outro" logo apareça na cena internacional, não é mesmo? Ele chamará a si mesmo de "Cristo", mas sabemos que será o Anticristo. Arafat sabia que o Anticristo está vindo e o considerava seu aliado na luta contra os judeus!

Esta declaração confirma que, quando o Anticristo surgir, ele parecerá trabalhar pelos árabes, e que os árabes acreditarão que isso é verdadeiro. Ele afirmará ser Maomé que retornou, e os árabes acreditarão nele, embora ele também afirmará ser o Messias judaico e agirá de forma deliberada para "cumprir" todas as profecias messiânicas do Velho Testamento. Como o Anticristo realizará essa imensa tarefa é respondida pela seguinte afirmação do apóstolo Paulo:

"E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira." [2 Tessalonicenses 2:11].

Muitos estudiosos da Bíblia acreditam que essa declaração signifique que qualquer pessoa que tenha rejeitado a mensagem da salvação antes do Arrebatamento receberá sobre si essa "operação do erro", para que não possa mais ser salva; entretanto, nunca aceitei essa interpretação, pois o contexto desse verso é o Anticristo e seus seguidores. A operação do erro que Deus enviará será para os tipos da Nova Era, que há muito tempo trabalham e meditam para possibilitar o aparecimento do Anticristo. Mas, Deus também enviará a operação do erro para os grupos de pessoas que há muito tempo resistem à mensagem do Evangelho e que há muito tempo odeiam Seu povo escolhido, os judeus.

Acreditamos que é altamente provável que Deus possa enviar essa "operação do erro" sobre todas as pessoas perdidas durante o tempo em que permitirá que o Anticristo propague a "Mentalidade Universal" para todos os povos do mundo. Assim, a humanidade ficará sob uma dupla condenação: 1) Será enganada pelo Anticristo a aderir entusiasticamente à sua nova Mentalidade Universal; 2) Receberá a "operação do erro" (uma forte enganação) que será enviada por Deus, que garantirá que ela aceite o Anticristo e seu programa com um entusiasmo radical. Discutimos minuciosamente essa dupla condenação em nosso DVD "2012 & Beyond: Paradigm Shift".

Por mais interessante que essa revelação pareça ser, que Arafat estava esperando pelo tempo em que "outro", possivelmente o Anticristo, aparecesse na cena para conseguir aquilo que ele não conseguiu, sua próxima gafe foi realmente séria e, provavelmente, foi a que o levou a tomar um avião no dia seguinte e retornar para Gaza. Arafat pareceu exasperado que alguém pudesse acreditar que os palestinos estivessem motivados por meras razões econômicas, pois a batalha deles contra Israel é mais fundamentalmente religiosa do que a imensa maioria das pessoas do mundo pode acreditar. Arafat queria que as pessoas soubessem que a aversão dos palestinos contra Israel tinha base religiosa. Ele disse:

"— Nós, palestinos (pausa) temos como primeiros alvos nossa terra — a terra dos lugares sagrados."

Uau!! Você compreendeou a importância dessa afirmação? Primeiro de tudo, Arafat admitiu que suas forças militares têm alvos planejados para destruição, uma afirmação que claramente revela seus planos de GUERRA contra Israel!! Mas, em segundo lugar, Arafat revelou que os primeiros alvos contra os quais os palestinos voltarão suas armas são os lugaras sagrados do Islã! Certamente, se o Domo da Rocha for reduzido a montões de pedras, os árabes de todo o mundo quererão acusar Israel e farão isso alegremente se os palestinos se isentarem de qualquer responsabilidade e acusarem os judeus primeiro. Instantaneamente, em um "piscar de olhos", mais de um bilhão de muçulmanos estarão gritando e exigindo vingança contra os seis milhões de judeus que vivem em Israel. Haverá uma marcha de um bilhão contra seis milhões, porém os israelitas vencerão novamente (Zacarias 12)!

A glória de Deus verdadeiramente está prestes a ser revelada para o mundo.

Enquanto o mundo aguarda e se preocupa com a possibilidade de uma guerra irromper se e quando o Estado Palestino for declarado unilateralmente, o modo mais fácil e certeiro de iniciar uma guerra total entre Israel e as nações islâmicas seria a destruição do Domo da Rocha islâmico! Dezenas de milhões de árabes enfurecidos de todo o Oriente Médio ocupariam as ruas de todas as grandes cidades, exigindo que seus governos intervenham militarmente para corrigir esse erro absurdo!! Além disso, os líderes palestinos seriam capazes de negar qualquer responsabilidade ou conhecimento do ataque, embora seus agentes provocadores tenham perpetrado a explosão.

Em seguida, o cenário dos palestinos iniciarem essa guerra, atacando Israel com força a partir de dentro, começaria a se desdobrar. Quando Israel acionar suas forças militares e deslocá-las para o interior do país para lidar com a "Força Policial" dos palestinos, agora treinada em estratégia militar e armada com armamentos antitanque e anti-aéreos, os exércitos regulares da Síria, Jordânia e Egito atacarão com força total.

Já detalhamos esse plano nos seguintes artigos:

N1015 — "O Plano Demoníaco de Albert Pike Para a Implementação da N.O.M."

N1056 — "A Próxima Guerra Árabe-Israelense Está Próxima - Parte 1"

N1057 — "A Próxima Guerra Árabe-Israelense Está Próxima - Parte 2"

Arafat deve ter ficado em maus lençois com os Illuminati ao revelar o Plano deles de provocar a Terceira Guerra Mundial, que colocará o Anticristo na cena internacional!

Neste ponto, você pode perguntar: "— Por que Arafat participaria no plano de destruir o terceiro sítio mais sagrado para o Islã?" Esta pergunta é muito boa e quando você compreender a resposta, ficará maravilhado ao ver como as massas islâmicas foram condicionadas ao longo dos anos.

Arafat conhecia um fato religioso que 95% de todos os árabes na população em geral não conhece: os livros sagrados do Islã não consideram Jerusalém ou o Monte do Templo como sítios sagrados! O muçulmano mediano tem sido enganado por seus líderes. Alguém em alta posição de autoridade quer que o muçulmano mediano acredite que Jerusalém e o Monte do Templo são sagrados para o Islã. Se eles acreditarem nessa mentira, então facilmente ficarão enfurecidos quando o Domo da Rocha islâmico for destruído e a culpa for lançada sobre os judeus! Como é fácil muitas vezes iniciar uma guerra!

Gershon Salomon, fundador da organização Fiéis do Monte do Templo, explica esta situação de uma forma bem clara: "Nos livros sagrados do Islã e na história islâmica, Jerusalém não é mencionada uma única vez", disse Solomon, observando que o Alcorão não referencia Jerusalém. "Mesmo durante o tempo em que a Jordânia tinha o controle sobre a cidade, eles poderiam ter feito de Jerusalém a capital palestina, mas não fizeram. Acredito que Jerusalém não tenha significado para eles, exceto que eles compreendem o grande significado da cidade para os judeus, para os cristãos, para o povo do livro e todo o mundo, e eles querem usá-la." ["Coming War In Israel", Christopher Knight, The Tribune]

Portanto, Yasser Arafat conhecia algo que 95% de todos os muçulmanos não sabem — que Jerusalém e seus lugares sagrados não são sítios sagrados fundamentais para o Islã. Ele sabia que podia participar na destruição do Domo da Rocha, pois é mentira que Jerusalém seja realmente sagrada para o Islã.

Mesmo se este não fosse o caso, Arafat pegaria a isca para destruir o Domo da Rocha com base na premissa que isso deflagraria a guerra que aniquilaria seus mais odiados inimigos — os judeus. Os árabes estão totamente tomados por uma aversão antiga a Israel e aos judeus. Essa aversão se tornou tão grande que alguns governos e intelectuais islâmicos chegam a negar que o Holocausto tenha ocorrido na Alemanha nazista.

Neste ponto, você poderia dizer que tudo isto está correto e que é uma leitura interessante, mas os eventos do fim dos tempos são todos controlados pelas Escrituras. Você tem todo o direito de exigir uma inspeção nas profecias para ver se esse cenário delineado está previsto; se esta é sua reação, como um nobre bereano, prepare-se para um choque.

Uma das profecias mais negligenciadas em toda a Bíblia é Obadias 15-18. Discutimos essa profecia no artigo N2095, que incentivamos você a ler antes de continuar com a leitura deste artigo atual. A ênfase daquele artigo é a guerra de destruição que explode a partir de Israel para aniquilar a Casa de Esaú (os palestinos atuais), homens, mulheres e crianças, uma destruição tão completa que esse povo será "como se nunca tivesse existido" (veja o verso 16).

Entretanto, para este artigo, gostaria de enfatizar outro verso nessa seção referida de Obadias, um verso que tem uma interessantíssima profecia para o Monte do Templo. No verso 17, lemos:

"Mas no monte Sião haverá livramento, e ele será santo; e os da casa de Jacó possuirão as suas herdades."

Após falar do vindouro julgamento para destruir a Casa de Esaú, Deus então vira sua atenção para o fato que um dos efeitos desse julgamento será o retorno do Monte Sião (Jerusalém, incluindo o Monte do Templo) para o controle dos judeus, e seu retorno à santidade! Certamente, enquanto o Domo da Rocha islâmico existir naquele terreno, Deus não pode considerar Seu Santo Lugar, o Monte do Templo, como santo. Afinal, o Islamismo é uma religão falsa, que rejeita Jesus Cristo como o Filho de Deus, o Messias dos judeus.

Em seguida, no verso seguinte, lemos a respeito da completa aniquilação da Casa de Esaú (o povo palestino) por Israel. Além disso, na última parte do verso 17, vemos que Israel "possuirá suas antigas herdades", após o Monte Sião ter sido libertado e tornado santo.

Portanto, somente podemos concluir que nosso cenário dos eventos planejados na guerra para produzir o Anticristo está correto. Os principais eventos, da forma como os vemos, são:

1. Agentes provocadores do governo palestino explodem o Domo da Rocha e a culpa é lançada sobre os judeus.

2. Imediatamente, os muçulmanos de todo o mundo ficam indignados e exigem uma Guerra Santa (Jihad) contra os judeus. "Forças policiais" palestinas atacam alvos dentro de Israel, como delineamos nos artigos N1056 e N1057.

3. Quando unidades do Exército Israelense forem enviadas para o centro do país para lidarem com essa séria ameaça armada, forças combinadas da Síria, Jordânia e Egito se juntam na guerra. Depois de lançarem uma chuva de mísseis contra Israel, alguns dos quais contendo ogivas não-convencionais (nucleares, biológicas ou químicas), esses exércitos combinados atacarão Israel por todas as direções. [Nota: Neste ponto, Deus cumprirá Suas promessas de fim dos tempos para Israel em Daniel 12:1: "E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro." Quando o Velho Testamento se refere a um ser sobrenatural que "se levanta", isto significa que ele está se preparando para entrar em ação. Portanto, os eventos parecerão tão maus que o arcanjo Miguel terá de se levantar para pessoalmente defender Israel.].

4. Após Israel aniquilar os palestinos e devastar os exércitos da Síria, Egito e Jordânia em um nível tão grande que seus governos cairão, então o Exército Israelense avançará para "possuir suas antigas herdades", o que significa que o Exército ocupará toda a terra que Deus prometeu a Abraão. Esse território inclui todo o Líbano, a maior parte da Síria, dois terços da Jordânia e o Deserto do Negueve.

5. No início desse conflito, os participantes poderão se expandir para incluir as forças da Rússia e dos EUA, pois esses dois países poderão enviar apressadamente forças militares para a região, para apoiarem os palestinos e Israel, respectivamente. Além disso, os países árabes que são membros da OPEP anunciarão outro Embargo do Petróleo. A Coreia do Norte poderá atacar a Coreia do Sul, conforme o Plano dos Illuminati prevê: "Uma conflagração nuclear de arrepiar os cabelos na Coreia poderá ameaçar a própria sobrevivência humana." [Peter Lemsurier, The Armageddom Script, pág. 233]. Em seguida, a China invadirá Taiwan, conforme também reportamos no artigo N1319.

6. Todas as agitações internas que reportamos em artigos anteriores ocorrerão nas grandes cidades dos EUA, levando à suspensão da Constituição e das liberdades.

7. A partir da fumaça e da destruição dessa Terceira Guerra Mundial, o Anticristo sairá caminhando; ele aparecerá no lado oriental de Jerusalém, virá montado sobre um jumento e se dirigirá para o Monte do Templo e para as "ruínas do Domo da Rocha".

A gafe que Arafat cometeu torna todo esse cenário extremamente plausível. Quando ocorrerá? Não sabemos, mas podemos saber que está muito próximo. O tempo de todas as coisas parece estar se apressando para uma conclusão em breve. Podemos ter fé em Deus, que disse:

"Porque a visão é ainda para o tempo determinado, mas se apressa para o fim, e não enganará; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará." [Habacuque 2:3].

Jesus Cristo nos prometeu que conheceríamos o período aproximado do fim dos tempos (Mateus 24:32). Vemos todas as profecias se cumprindo e podemos também ver que o Plano da Nova Ordem Mundial, que corre em paralelo com as profecias bíblicas, está chegando bem perto de um cumprimento.



Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 20/11/2012
Transferido para a área pública em 27/8/2014
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2485.asp