Escolha uma cor para o fundo:  

Uma Profecia Misteriosa do Apocalipse Pode Ter Sido Cumprida nos Acontecimentos Recentes!

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Por muitos anos os estudiosos da Bíblia estiveram perplexos sobre o significado da profecia em Apocalipse 13:1, que retrata a besta com sete cabeças e dez chifres. Os novos acontecimentos podem finalmente ter criado a resposta. Você ficará chocado!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"

Profecia Bíblica Misteriosa: Apocalipse 13:1: "E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia."

Durante vários séculos os estudiosos da Bíblia não conseguiram entender o significado exato das sete cabeças e dos dez chifres dessa besta, chamada Anticristo, apesar de concordarem em muitos pontos dessa Escritura.

Concordância Entre os Estudiosos

1) Esta Escritura está em paralelo com aquela encontrada em Apocalipse 12:3-4: "E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas. E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho."

Essa Escritura mostra a batalha que ocorreu nos céus quando Satanás se rebelou contra a autoridade de Deus. (veja Isaías 14:12-14) Satanás conseguiu persuadir um terço das hostes angelicais a segui-lo nessa rebelião. A última parte desse verso é claramente identificado como o tempo em que Jesus Cristo nasceu, com Satanás pronto para destruí-lo. No entanto, o dragão (Satanás) que é chamado de "grande dragão vermelho" é retratado com sete cabeças e dez diademas no tempo em que ele se rebelou originalmente, um evento que possivelmente ocorreu bem antes de Jesus Cristo criar o universo. Portanto, a figura do Anticristo que aparece em Apocalipse 13:1 com sete cabeças e dez chifres é simplesmente uma recriação do reino de Satanás muito tempo atrás, antes da criação do mundo;

2) Apocalipse 13:1 é uma figura do aparecimento do Anticristo. Como o "mar" na Bíblia quase sempre se refere às nações gentílicas, o Anticristo deverá vir das nações gentílicas da terra. Posteriormente, no verso 11, Deus diz que o Falso Profeta, um falso cristão, emergirá da "terra". Como a "terra" na profecia bíblica quase sempre se refere a Israel, podemos assumir que o Falso Profeta deverá vir de Israel. A segunda sentença no verso 11 ilustra o Falso Profeta como um falso cristão, isto é, "possuía dois chifres como um cordeiro, mas falava como dragão". Logicamente, os "dois chifres como um cordeiro" é uma referência a Jesus Cristo, o "cordeiro que tira o pecado do mundo". No entanto, o coração do Falso Profeta é totalmente satânico ("mas falava como dragão");

3) O Anticristo e seu reino são retratados como uma besta com sete cabeças de dez chifres. O termo "chifres" muito possivelmente se refere a líderes, ou reis, uma entidade política. No entanto, esse agrupamento político de dez chifres parece depender do suporte e da vida das sete cabeças. Em Daniel 2:41-44 e 8:23-24, vemos que o Anticristo aparecerá após os dez reinos estarem estabelecidos;

4) Finalmente, em Apocalipse 17:12-17, vemos que os dez reis não precedem o Anticristo, mas que estarão mancomunados em uma conspiração global para conquistar todo o poder político do mundo para si mesmos com o propósito expresso de entregá-lo depois ao Anticristo!

Assim, os estudiosos da Bíblia concordam que os dez chifres dessa profecia representam uma reorganização das nações do mundo em dez supernações, cada uma delas liderada por um rei. No entanto, eles não conseguiam entender o significado das sete cabeças que estarão suportando os dez chifres. No entanto, os desenvolvimentos que ocorreram nas duas últimas décadas aparentemente cumprem essa misteriosa profecia.

Considere as notícias:

As Sete Cabeças Já Estabelecidas

Resumo da Notícia: "G-7 Pressiona os Grandes Bancos a Oferecer a Renegociação da Dívida", Michale M. Phillips e Bob Davies, e Pamela Druckerman, The Wall Street Journal, 2/nov/98, pág. A27.

"As sete principais potências econômicas do mundo estão pressionando os bancos privados e os investidores a aceitar uma renegociação da dívida em nível internacional, incluindo o resgate que está sendo agora preparado para o Brasil. Em declarações nesta sexta feira, o Grupo dos Sete países mais industrializados apoiou a criação de uma linha de crédito pré-aprovada para os países que estão sob o perigo de serem atingidos por pânico dos investidores... Os líderes do G-7, os ministros da economia e presidentes dos bancos centrais enfatizaram que o setor privado precisa colaborar com o Fundo Monetário Internacional, com o Banco Mundial, e com as nações ricas para o financiamento do plano... 'o setor privado'... precisa estar apropriadamente envolvido na administração e na solução da crise', disseram os ministros da economia e presidentes dos bancos centrais do G-7."

O G-7 inclui os sete países mais industrializados do mundo: Grã-Bretanha, Itália, Canadá, Estados Unidos, França, Alemanha e Japão.

Desde o início, o objetivo da organização foi planejar uma transição tranqüila das economias individuais dos países para uma economia global e um governo mundial. Muitas vezes desde então, o G-7 é referenciado como os "sete países mais ricos do mundo". Certamente, quando as nações que detêm 75% do Produto Nacional Bruto decidem apoiar algum objetivo e colocam seu peso econômico em uso, você pode ter certeza que o sucesso é muito mais provável que o fracasso.

De 1994-1997, a Rússia participa no grupo nas discussões políticas, o que deu origem ao termo G-8; no entanto, os russos não participam nas discussões econômicas. No encontro de 1998, em Birmingham, a Rússia passou a participar do grupo, supostamente como um membro pleno. No entanto, o grupo G-7 original continuou a se reunir como uma entidade separada e a tomar todas as decisões. Com o fracasso da Rússia de se converter para uma Economia do Livre Mercado e sua subseqüente decretação de moratória nos pagamentos da dívida externa, ela está definitivamente "fora do clube" com relação às decisões econômicas. O G-7 foi fundado originalmente por razões econômicas e não faz sentido permitir que um país que atravessa sérias dificuldades econômicas participe como membro. Como dissemos anteriormente, o G-7 tem o objetivo de preparar a transição para a economia da Nova Ordem Mundial.

Como provamos no Seminário 2, "America Determines the Flow of History", muito do ímpeto para alcançar o sistema de síntese da Nova Ordem Mundial foi e é, econômico. [Nota de A Espada do Espírito: Se desejar adquirir os seminários da Cutting Edge em fita cassete, consulte as informações no site deles na Web; o endereço aparece no fim deste artigo.] Jesus falou mais sobre dinheiro e a forma correta de lidar com ele do que qualquer outro assunto, provando que o homem tende naturalmente à cobiça e à avareza. Como o mundo está sendo levado a esse sistema global, os líderes da Nova Ordem Mundial descobriram que as pessoas amam seu dinheiro tanto quanto amam seu país. Verdadeiramente Jesus estava certo quando disse: "Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração." [Mateus 6:21]. Lenta, silenciosa e gradualmente, o consórcio G-7 dos países mais ricos do mundo está levando o mundo para o Reino do Anticristo. O G-7 fornece a liderança principal para o estabelecimento desse vindouro Reino. O objetivo final é estabelecer a economia e o governo globais para que o Anticristo possa emergir para tomar o controle dele, exatamente como previsto na profecia bíblica.

Portanto, as sete cabeças de Apocalipse 13:1, provavelmente é o G-7.

Mas, e os dez reis, que estarão sobre as sete cabeças? Felizmente, já identificamos esse fenômeno. No artigo CE1043, "A Nova Ordem Mundial Lutando Contra as Restrições — Parte 4", demonstramos que as muitas nações do mundo (mais de 170) foram reorganizadas em apenas dez supernações! Começando com a unificação da Europa Ocidental em 31/12/1992, e depois passando para o NAFTA em 1994, e depois concluindo com uma série de conferências econômicas que duraram até 1996, o mundo foi sistematicamente reorganizado em somente dez supernações. Nós o incentivamos a ler o artigo CE1043, mas relacionamos essas dez supernações aqui para você.

Reorganização das Nações do Mundo em Dez Supernações:

  1. América do Norte (NAFTA);
  2. Europa Ocidental;
  3. Japão;
  4. Austrália, África do Sul e o restante da economia de mercado do mundo desenvolvido;
  5. Europa Oriental, incluindo a Rússia;
  6. América Latina;
  7. Norte da África e Oriente Médio;
  8. África Tropical;
  9. Sul e Sudeste Asiático;
  10. China.

O propósito dessa reorganização é especificamente facilitar a transição entre as muitas nações individuais do mundo hoje, para o governo global do Anticristo. A razão pela qual o número dez foi escolhido é por que Deus assim determinou na profecia desde o tempo de Daniel, e Satanás não tem alternativa senão cumpri-la à risca.

A Identificação Final Agora é Possível

Portanto, sabemos agora a identidade da besta de Apocalipse 13:1, que terá sete cabeças e dez chifres. A organização da Nova Ordem Mundial do G-7 cumpre a parte das sete cabeças da profecia, enquanto que a reorganização das nações do mundo em dez supernações cumpre a parte dos dez chifres da profecia!

Assim, nas notícias do dia-a-dia, debaixo dos nossos narizes, Deus cumpriu essa misteriosa profecia bíblica! Certamente, o fim dos tempos, o aparecimento do Anticristo e o arrebatamento da igreja de Deus não podem estar muito longe.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também poderá usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Patrocinado por: C. E. S. — Itá SC
Revisão: http://www.TextoExato.com
Todas as referências bíblicas são da ACF
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1231.asp