Alerta de Notícias de 21/7/2022, Quinta-Feira (Trechos Selecionados)

Cutting Edge Ministries

1. Trinta e um anos atrás (em 18 de agosto de 1991), tomei conhecimento de um plano audacioso para unir todas as três religiões monoteístas. O plano envolvia a criação de um centro combinado de adoração para os aderentes do Judaísmo, Cristianismo e Islamismo e, em seguida, colocar o papa católico-romano como líder religioso universal — o bíblico Falso Profeta!

Resumo da Notícia: "Emirados Árabes Unidos abrirá sinagoga, parte do complexo interfé, em 2022", Times of Israel, 22/9/2019.

"Os Emirados Árabes Unidos construirão uma nova sinagoga como parte de um complexo interfé, que também abrigará uma mesquita e uma igreja; o complexo interfé estaria preparado para ser inaugurado em 2022. O anúncio da Casa da Família Abraâmica, na ilha de Saadiyat, em Abu Dhabi, segue uma visita pelo papa Francisco aos Emirados em fevereiro, a primeira de um papa à Península Arábica. Durante a viagem, o papa assinou uma declaração conjunta com o grande imã de al-Azhar, Dr. Ahmed el-Tayeb, que propôs tolerância e diálogo religioso."

Para ver o quão próximo este plano está da visão original, que foi apresentada por um teósofo de alto nível em um seminário na Casa da Teosofia em Boston, vamos examinar as palavras exatas dele:

"'Assim, quando as três conferências religiosas e conferências políticas/empresariais forem realizadas simultaneamente, uma grande fusão de todas as forças ocorrerá no mundo inteiro e que moverá o mundo em qualquer direção desejada."

"Então, e somente então, será possível construir uma combinação de templo/igreja/mesquita em Jerusalém."

"Bill Lambert disse também que 'qualquer acerto político no Oriente Médio, não irá, sozinho, trazer a paz. Em outras palavras, um acerto unicamente político deixaria a natureza religiosa do problema não solucionada."

"Qualquer solução permanente para o conflito no Oriente Médio também terá de ver a porção religiosa do problema ser solucionada. Depois que esse problema for solucionado, então o poder e influência dos judeus ortodoxos em Israel declinará permanentemente."

Esse centro de adoração combinado está se aproximando da finalização!

Observe que o propósito desse centro de adoração combinado é duplo:

1) Promover o diálogo e a adoração inter-religiosa, necessários para o vindouro Messias mundial!

2) Eliminar o poder e influência dos judeus ortodoxos em Israel.

Depois que o centro combinado de adoração estiver operando, o papa católico-romano viajará até ele. Bill Lambert também disse o seguinte:

"No momento apropriado na história, o papa visitará o setor combinado judaico/cristão/islâmico de Jerusalém para anunciar que todas as religiões devem ser combinadas em uma só. Essa ação então irá finalmente romper o impasse no Oriente Médio."

Esse centro combinado é agora uma realidade, tendo sido construído em Abu Dhabi, e não em Jerusalém, mas foi construído! O aparecimento do Anticristo continua a se aproximar de modo bem rápido.

Veja a interpretação do artista desse novo Centro Combinado de Adoração.

2. A sociedade americana hoje é religiosamente repulsiva, por ter rejeitado o único Deus vivo e verdadeiro.

Começando em 1948, quando Deus trouxe Israel de volta para sua terra. Considere uma típica matéria de notícias abominável.

Resumo da Notícia: "Deus Está Mais Comprometido com a Igualdade de Gênero do Que Nós", opinião de Lauren Hotzblatt, MSN, 20/7/2022.

"À medida que a sociedade americana continua a contender com a decisão da Suprema Corte de revogar a decisão Roe x Wade, não posso parar de pensar sobre como o tribunal usou um sistema jurídico construído totalmente por homens, para reduzir as mulheres — mais uma vez — a nada mais do que um vaso para a produção de bebês."

Satanás obteve uma tremenda vitória de propaganda ao modificar com sucesso o foco do debate do aborto para longe do bebê inocente e em direção à mãe. Os estrategistas Democratas começaram a falar alto sobre o "direito de uma mulher de decidir", em vez de falarem sobre uma vida humana santa que está sendo morta.

Além disso, o plano original de Deus era que a mulher seja uma parceira do homem, para que eles dois possam viver felizes dentro do estado santificado do matrimônio. Deus nunca quis que a mulher olhasse para seu próprio corpo como "nada mais do que um vaso para a produção de bebês".

Esse tipo de visão rasa de Deus e do papel que Ele atribui aos homens e mulheres no casamento nos leva a perceber que as pessoas hoje não têm uma visão correta de Deus! Todavia, toda a humanidade será forçada a lidar com Ele nos termos Dele no Dia do Juízo!

Vamos agora examinar sete atributos (ou perfeições) de Deus.

É fácil ficar desanimado ao vermos tantos comportamentos pecaminosos em nossa sociedade. Todavia, Deus ainda está no trono, e não precisamos temer o que o homem possa fazer contra nós. Entretanto, precisamos temer o que Deus possa fazer ao homem, depois que iniciar o julgamento. Hoje, as pessoas estão terrivelmente ignorantes a respeito da natureza de Deus. Há muitos anos os EUA, como nação, substituíram sua base cristã por uma base satânica. Como isso aconteceu? A principal causa é que nos afastamos do amor ao verdadeiro Deus. Depois que paramos de dar a Deus a honra e a glória que lhe são devidas, começamos a cair vítimas das mentiras de Satanás. Hoje, a maioria das pessoas é tão ignorante sobre a verdadeira natureza de Deus que não sabe o suficiente para temer por aquilo que vemos ocorrer à nossa volta. Elvis Presley popularizou esse conceito com a canção "Fools Rush In Where Angels Fear To Tread." ("Os Tolos Apressam-se Para Ir Aonde os Anjos Temem Pisar").

Hoje, tentaremos fornecer uma visão biblicamente equilibrada da natureza de Deus, ou suas "perfeições". Satanás tem sido bem-sucedido em reintroduzir um desvirtuamento referente à natureza de Deus: que Deus é só amor e nunca poderia enviar alguém para o inferno eterno. Isso cria um falso Deus, que é unidimensional, ignorando todos Seus outros atributos. Quando Deus é unicamente um Deus de amor, então nenhum pecado, de nenhuma magnitude, é suficiente para enviar alguém ao inferno; portanto, todo pecado torna-se aceitável, até que deixe de ser chamado pecado e passe a ser chamado de "preferência sexual", ou "direito de escolha da mulher".

Os atributos, ou perfeições de Deus, não são características que Deus possui, mas são o que Ele é. A lista que vamos apresentar não pretende ser um estudo exaustivo, mas é apenas um apanhado para nos dar uma perspectiva do impacto das perfeições de Deus sobre nosso mundo atual. Ao começarmos, lembre-se que todas as perfeições de Deus fluem de tal forma que uma reforça a outra. Nenhuma pode ser separada da outra. Podemos imaginar essas perfeições como sendo um círculo que não tem fim.

1. Deus é Imutável

a. Ensino bíblico

"Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos." [Malaquias 3:6].

"Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e eternamente." [Hebreus 13:8].

Em Deus, nenhuma mudança é possível; no homem, a mudança é impossível de evitar.

b. Aplicação

Cada homem vive por certo tempo e depois morre, cedendo seu espaço para a próxima geração. Satanás engana os perdidos neste ponto, convencendo-os que não vão morrer realmente. Algumas pessoas acreditam que irão reencarnar inúmeras vezes, enquanto outras recusam-se a pensar seriamente sobre sua mortalidade.

Os escritores bíblicos encararam sua mortalidade de uma forma espiritual sadia, entendendo que essa mudança ocorre para a vantagem eterna do salvo. Como o apóstolo Paulo disse: "Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor." [2 Coríntios 3:18] Ao sermos transportados para a eternidade com Deus, seremos transformados a semelhança de Jesus. Louvado seja Deus pela eternidade!!

No entanto, a natureza imutável de Deus também trabalha terrivelmente contra aqueles que não estão salvos. Cada pessoa não-salva está absolutamente aterrorizada com a morte e encara a velhice com pavor. A maioria das pessoas, no fundo do coração, pode sentir a condenação iminente, à medida que avança em seus dias.

2. Deus é Santo

a. Ensino bíblico [Levítico 19:2; Isaías 1:4].

A santidade de Deus é uma santidade absoluta que somente conhece o mais elevado padrão o tempo todo. Deus não se ajusta a um padrão; Ele é o padrão.

b. Aplicação

Deus fez da santidade a condição moral necessária para a saúde do universo. Tudo o que é santo é saudável; o pecado é uma doença moral que prejudica a vida da criação de Deus. Como a primeira preocupação de Deus com Seu universo é a saúde moral, isto é, sua santidade, tudo o que for contrário a isso estará necessariamente sob Sua reprovação eterna. Para preservar Sua criação, Deus precisa destruir tudo aquilo que a destruiria. Quando Deus se levanta para destruir o pecado e salvar o mundo do colapso moral, Ele está exercendo julgamento. Todo julgamento punitivo na história do mundo foi um ato santo de preservação. A ação de Deus de remover a pessoa ou nação pecaminosa pode ser comparada a um cirurgião que remove um tumor cancerígeno do corpo de um paciente. O paciente só sobrevive porque o tumor foi removido.

3. Deus é Infinito e Eterno

a. Ensino bíblico

Infinito e eternidade são as perfeições fundamentais de Deus, que garantem que todas as outras perfeições sejam igualmente infinitas e eternas.

b. Aplicação

Como Deus vive na eternidade, nós, os cristãos, possuímos esse senso relaxante da eternidade em nossos corações, pois o Espírito Santo habita continuamente em nós. Isso não ocorre com os perdidos. Eles conhecem a verdade no fundo do coração, mas em sua rebelião, voltam-se para seu orgulho fabricado, ou para alguma religião falsa que Satanás tenha lhes apresentado. Mas, como Deus diz: "Mas os ímpios são como o mar bravo, porque não se pode aquietar, e as suas águas lançam de si lama e lodo. Não há paz para os ímpios, diz o meu Deus." [Isaías 57:20-21].

4. Deus é Onisciente

a. Ensino bíblico [Isaías 40:13-14; 1 Coríntios 1:24-25].

Dizer que Deus é onisciente é dizer que Ele possui conhecimento perfeito. Deus nunca precisa aprender coisa alguma e nada lhe causa surpresa. Deus conhece todos os pensamentos, ações e motivos de todas as pessoas.

b. Aplicação

No julgamento diante do Grande Trono Branco, conforme registrado em Apocalipse 20:12-15, os perdidos serão julgados de acordo com suas obras realizadas aqui na Terra. Cada ação que o homem faz é registrada em um livro.

Esse conhecimento naturalmente deixa o coração do perdido em profunda agitação; no entanto, esse mesmo conhecimento é doce para aqueles de nós que já vieram humildemente diante de Jesus Cristo para reconhecer Sua divindade, Seu sacrifício pelos nossos pecados, e que já genuinamente pediram que Ele os limpe de todo o pecado. Para nós, há o doce conhecimento que Deus destruiu o registro dos nossos pecados e nunca mais se lembrará deles.

A sabedoria de Deus é uma parte lógica de Sua onisciência, permitindo-lhe planejar meios perfeitos para atingir Seus objetivos perfeitos. Deus criou o universo por meio de Sua onisciência e Seu plano de salvação por meio de Sua sabedoria. Louvado seja o Senhor Deus por toda a eternidade!!

5. Deus é Amor

a. Ensino Bíblico [1 João 4:8b; João 17].

Como Deus é eterno, Seu amor não teve início e nem terá fim. Como Deus é infinito, Seu amor não conhece limites. "Seu amor é um oceano incompreensivelmente vasto, profundo, e não-limitado por praias, diante do qual nos ajoelhamos em alegre silêncio." [A. W. Tozer, O Conhecimento do Santo].

b. Aplicação

O amor também é uma identificação emocional. O amor não considera nada seu próprio, mas dá tudo livremente ao objeto de sua afeição. O amor é atuante naqueles que recebem sua afeição, dando mais e mais sem nenhuma preocupação com o seu próprio bem. O amor de Deus também é estendido para as pessoas individualmente e, para essas pessoas Deus oferece misericórdia e graça, partes infinitas da natureza divina, o que garante que Deus será ativamente compassivo. Sempre que Deus lida com o homem, Ele é misericordioso e justo. Deus sempre lidou com o homem com misericórdia e "sempre lidará em justiça somente quando Sua misericórdia for rejeitada."

João 17 — A unidade cristã não está baseada em sentimentos, mas na verdade. A única fonte dessa verdade é Jesus Cristo, em Sua pessoa e em Sua palavra.

6. Deus é Justo

a. Ensino bíblico [Amós 5:21-24; Isaías 5:16].

O atributo de justiça de Deus sempre anda de mãos dadas com Sua santidade e perfeição. Deus somente atua em julgamento quando o homem age continuamente em rebelião aos Seus mandamentos, e após repetidas advertências. Deus é muito preciso quando finalmente parte para o julgamento; nunca alguém receberá uma punição que não merecia. Lembre-se, as perfeições de Deus operam em conjunção uma com a outra. Sua compaixão flui a partir de Sua bondade, mas bondade sem justiça não é bondade. Deus simplesmente não poderia ser bom se não fosse justo.

b. Aplicação

Todos os dias, lemos reportagens como essa que demonstram a incapacidade do homem de julgar os crimes de acordo com os mandamentos de Deus. Neste ponto, precisamos definir dois princípios bíblicos criticamente importantes:

(1) As ações individuais coletivas rapidamente acumulam-se na condição nacional diante de Deus.

(2) Quando os líderes de uma nação se recusam a executar os mandamentos prescritos por Deus para pecados específicos, o que Deus precisa fazer para permanecer verdadeiro à Sua natureza total? Em Seu próprio tempo, Deus precisará executar suas punições prescritas sobre toda a nação. A Bíblia enuncia isso em duas passagens:

"O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz, de repente será destruído sem que haja remédio." [Provérbios 29:1].

"Mas se não quiserem ouvir, totalmente arrancarei a tal nação, e a farei perecer, diz o SENHOR." [Jeremias 12:17].

Lembre-se, a aversão de Deus à rebelião é tão perfeita quanto Seu atributo do amor.

7. Deus é Soberano, Onipotente e Auto-Existente

a. Ensino bíblico [Gênesis 18:14; Mateus 19:26; Jó 42:2; Isaías 46:10].

Novamente, citando A. W. Tozer: "A soberania e a onipotência precisam estar juntas... para reinar, Deus precisa ter poder e para reinar soberanamente, precisa ter todo o poder." Deus é a fonte de todo o poder neste universo. A Bíblia está repleta de referências sobre a autoridade de Deus. Somente um governante soberano, que não sente sua autoridade desafiada de forma alguma poderia criar seres humanos com grande capacidade para pensar, raciocinar, solucionar problemas e mistérios, e exercer o livre arbítrio. O simples fato de Deus permitir que o homem exerça rebelião contra Ele demonstra a absoluta soberania de Deus. A questão-chave é que os homens têm permissão de fazer suas próprias escolhas durante o período de tempo que Deus permite. Assim, no fim do período, Deus tem o direito de fazer cada pessoa responder pelas escolhas que fez.

b. Aplicação

A segunda grande mentira que Satanás persuadiu as pessoas a acreditar é que o homem possui autoridade e poder para reescrever os mandamentos de Deus de tal forma a acomodar sua própria rebelião. Somente quando já for tarde demais, no Dia do Juízo para os perdidos, é que milhões de pessoas descobrirão que não tinham essa autoridade e esse poder.

Essa tragédia poderia ser evitada se o homem reconhecesse agora a autoridade revelada de Deus, vindo humildemente a Ele e pedindo o perdão por seus pecados. A Bíblia ensina que imediatamente antes de serem lançados no lago de fogo para sempre, os perdidos serão forçados a dobrar seus joelhos e reconhecer que Jesus Cristo é o Senhor, Salvador e o Deus Todo-Poderoso [Filipenses 2:10-11]. Tragicamente, esse reconhecimento não produzirá mais a salvação. Quão melhor seria se o homem fizesse esse reconhecimento agora, enquanto é o "Dia da Salvação"!

3. Teria Deus já fixado anzóis na mandíbula do Urso Russo, fazendo-o voltar-se para o sul, para Israel?

Enquanto as forças russas estão atarefadas com a Ucrânia, Putin se reune com dois líderes importantes de nações preditas para marcharem com ele.

Resumo da Notícia: "Todos Estão Felizes Após o Encontro Putin-Erdogan-Raise em Teerã", The Jewish Press, 19/7/2022.

"Um evento de causar calafrio como o encontro de cúpula do 'Eixo do Mal', na terça-feira em Teerã, com os presidentes da Rússia, Turquia e Irã, deveria resultar em predições apocalípticas de todo o mundo civilizado."

"Os três chefes de Estado — o presidente da República Islâmica do Irã, Seyyed Ebrahim Raisi, o presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, e o presidente da República da Turquia concluíram seu 'Encontro de Cúpula Tripartite', com algumas decisões firmes:"

  • "Comprometimento resoluto com a soberania, independência, unidade e integridade territorial da República Árabe Síria."
  • "Condenação à maior presença e atividades de grupos terroristas e seus afiliados, sob diferentes nomes, em várias partes da Síria..."
  • "Discussão sobre a situação no norte da Síria."
  • "Condenação aos contínuos ataques militares israelenses na Síria, incluindo ataques contra as infra-estruturas civis..."
  • "Israel deveria devolver as Colinas do Golã para os sírios."

Qual é o resultado mais importante desse encontro?

"... essa cooperação russo-iraniana empurrará Teerã cada vez mais profundamente para o Eixo do Mal" (Rússia, Síria, Turquia e Hezbolá).

E, isso nos trás para nosso ponto que essse encontro incomum durante a guerra Rússia/Ucrânia poderia muito bem ser o sinal visível que Deus já inseriu anzóis na mandíbula do Urso Russo, fazendo-o mudar seu foco da Ucrânia para um ataque contra Israel!

Vamos analisar os fatos proféticos pertinentes.

Identificando a Rússia como a Líder da Força de Invasão

"Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, dirige o teu rosto contra Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque, e Tubal, e profetiza contra ele. E dize: Assim diz o SENHOR Deus: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal." [Ezequiel 38:1-3].

Embora seja verdade que a Bíblia identifica geralmente as forças malignas opostas a Deus como "Magogue" e seus líderes como "Gogue", existem razões etimológicas para compreender que Gogue e Magogue possam se referir para aquilo que é chamado de Rússia moderna.

No verso 38:4, vemos que Deus irá permitir que a Rússia se arme com um grande exército, provavelmente para um propósito diferente de invadir Israel; mas, em seguida, o próprio Deus faz a Rússia se voltar: "E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti, com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros, todos vestidos com primor, grande multidão, com escudo e rodela, manejando todos a espada." O termo "anzóis nos teus queixos" é a mesma ideia de colocar freios na boca de um cavalo, para controlar seu comportamento e direção. Em outras palavras, Deus colocará freios na boca do Urso Russo para fazê-lo se voltar em direção a Israel. Além disso, não se engane a respeito do fato que essa invasão é um julgamento de Deus. No verso 38:3, Deus torna bem claro que: "Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal." Dados os atributos de longanimidade, misericórdia e graça de Deus, é chocante ouvi-lo proferir essas palavras de julgamento. Em seguida, para garantir que compreendamos que Deus está se preparando para julgar a Rússia, lemos no verso 38:10a: "Assim diz o SENHOR Deus: E acontecerá naquele dia que subirão palavras no teu coração, e maquinarás um mau desígnio."

Deus fará um pensamento maligno vir à mente dos governantes russos, para eles planejarem e executarem a invasão e destruição de Israel.

Além disso, se a Rússia pretente marchar contra Israel, ela precisa controlar a região síria próxima daquele país minúsculo. As Colinas de Golã são de extrema importância, que é a razão por que esse encontro tripartite parece ser todo a respeito da Síria.

A Rússia montou um exército muito grande para atacar a Ucrânia e essa guerra não está acabada de forma alguma. Todavia, no meio de uma grande guerra, Putin volta sua atenção para a Síria, Irã e Turquia.

É possível que tenhamos acabado de testemunhar um importante momento profético, quando Deus enfia anzóis na mandíbula do brutal Urso Russo e faz com que a atenção dele volte-se para o sul, para a cumprir a profecia da invasão de Israel, descrita em Ezequiel 38-39.

[Texto original completo em https://www.cuttingedge.org/newsletters/NewsAlertArchives/2022/News_Alert_072122.htm]

Data da publicação: 28/7/2022
A Espada do Espírito: https://www.espada.eti.br/alerta-2022-07-21.htm


Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.