Palavras Ardilosas e a Arte de Mentir Para a Humanidade

Autor: Jeremy James, Irlanda, 17/6/2018.

Na tradução Almeida de Romanos 1:18 — "Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça." — a palavra "detém" significa "não deixam sair" ou "suprimem".

Uma Elite ultrarrica exerce há várias décadas um completo controle sobre a ciência e a mídia. Em sua busca por um maior controle sobre a humanidade, eles estão deliberadamente suprimindo a verdade sobre Deus e Sua maravilhosa criação. Isto é especialmente verdadeiro a respeito da cosmologia. Eles estão trabalhando com base no princípio que quanto menos soubermos sobre a criação e nossa Terra plana e estacionária, menos estaremos inclinados a conhecer nosso Criador.

Até mesmo programas de televisão como "Planeta Terra" e documentários similares, narrados por David Attenborough, que apresentam as maravilhas do mundo natural em detalhes admiráveis, têm principalmente o objetivo de negar que Deus existe. Eles fazem isso atribuindo tudo à falsa Teoria da Evolução.

O Grande Blasfemador

É duvidoso se alguém já blasfemou de Deus tão frequentemente ou tão ardentemente quanto o Sr. Attenborough. Ele aponta repetidamente para espécies admiráveis de animais ou pássaros em seus habitáts naturais e depois atribui a existência deles a um mero acidente. O que Deus objetivou como evidência tangível de Sua misericórdia e amor está sendo usado pela BBC para promover o niilismo e ateísmo, que solapam insidiosamente a vitalidade espiritual da humanidade e tornam mais fácil para a Elite implementar a Nova Ordem Mundial.

"A Mãe Natureza"

Attenborough refere-se frequentemente à "Natureza", ou "Mãe Natureza", de um modo casual, como se existisse um outro ser além de Deus que amorosamente supervisiona o mundo que vemos ao nosso redor. Somos levados a acreditar que a cuidadosa intervenção dela implica uma medida de inteligência e preocupação maternal no processo mecânico e aleatório da Evolução. Frequentemente, "ela" é designada simplesmente pela palavra "Natureza", a gentil Gaia, cujas sutis ministrações são atrapalhadas somente pela presença do homem. Os livros-textos sobre botânica, biologia e zoologia reforçam essa percepção, como se uma essência doadora da vida chamada "Natureza" abraçasse e envolvesse toda a Terra.

Obviamente, tudo isto é paganismo. Mas, é paganismo de uma forma disfarçada, em que palavras enganosas são usadas para fazer avançar ideias que de outro modo rejeitaríamos. E isto funciona. A maioria dos alunos do Ensino Médio hoje ficaria chocada se alguém lhes dissesse que não existe esta coisa chamada de "Natureza"! Até mesmo os cristãos bíblicos podem achar essa proposição desconcertante. O que você quer dizer, com "não existe isto"? Certamente, a natureza está ao nosso redor. Mas este é exatamente o ponto. A natureza não está ao nosso redor. Ao contrário, vivemos no mundo que Deus criou. O mundo que Deus criou é que está ao nosso redor.

As maravilhosas leis de Deus continuam a regular e sustentar nossa existência. Podemos certamente falar disto como o mundo natural, mas a entidade conhecida como "Natureza", ou "Mãe Natureza", não existe. Essa entidade é totalmente fictícia. A Elite quer que demos a esse ser imaginário parte da glória (ou toda a glória) que é devida somente a Deus.

É assim que as palavras ardilosas funcionam. Elas pegam a verdade e a distorcem de alguma forma, ou a suprimem, fingindo transmitir algo de substância. Essas palavras são mais do que apenas clichês ou frases de propaganda; elas são um modo poderoso de moldar o modo como pensamos.

Conceitos Planejados Para Zombar e Perverter a Criação de Deus

A Relatividade é um exemplo muito bom disto. Ela era desconhecida pouco mais de cem anos atrás, mas hoje é tratada como um conceito indispensável em várias disciplinas não relacionadas. Mas, o que significa? Ela é simplesmente um modo elegante de dizer que nada é absolutamente verdadeiro — o que a torna uma das mais enganosas de todas as palavras ardilosas. A Elite ama essa palavra e outras como ela, como "contextual", por que elas permitem que eles pratiquem seu passatempo favorito, que é zombar do mundo que Deus criou e a ordem moral que Ele estabeleceu.

A Evolução é outra palavra ardilosa poderosa. Nada é realmente o que parece, de acordo com este conceito, mas está em contante mudança. Ajustes imperceptíveis estão continuamente ocorrendo dentro de tudo, quer sejam seres animados ou materiais inanimados. Não somente estão todas as criaturas vivas evoluindo, mas assim também estão o sol, a lua e as estrelas. Até mesmo os seres humanos estão evoluindo, movendo-se gradualmente para um estado mais elevado de consciência. Um dia todo o universo atingirá o Ponto Ômega, quando a própria matéria alcançará a auto-conscientização e o homem se tornará um deus.

Como você pode ver, toda uma filosofia pode ser criada com base em apenas algumas palavras ardilosas. Relatividade e Evolução são duas das mentiras mais destrutivas dos últimos cem anos. Elas zombam da verdade imutável de Deus e a substituem por hipóteses pseudocientíficas, que paralisam nossas faculdades críticas e fazem as ideias mais absurdas parecerem sensatas.

Transformação — A palavra ardilosa "transformação" é frequentemente usada em lugar de evolução para instilar a ideia que mudanças maravilhosas ocorreriam se somente alguém tivesse a coragem de dar o passo ousado e entrar na nova organização, igreja, movimento, partido, ou qualquer outra coisa. Por exemplo, o sistema religioso conhecido como Nova Reforma Apostólica — fundado por C. Peter Wagner, entre outros, faz uso frequente desse termo. É possível fazer todos os tipos de cenários desejáveis parecerem alcançáveis por meio do uso repetido da palavra mágica. (Veja nosso ensaio intitulado "A Técnica de Controle Mental Conhecida como Pensamento Mágico").

Sustentabilidade — A Elite desde então passou a utilizar outra palavra ardilosa para justificar seu plano draconiano de controlar nosso "meio ambiente" — isto é, o mundo que Deus criou. A palavra é sustentabilidade. Todas as atividades humanas têm "impacto" sobre o meio ambiente, eles dizem, e todos os "impactos" têm efeitos que precisam ser controlados. Eles promovem tolices como o Efeito Borloleta e a Teoria do Centésimo Macaco para criar a impressão que a menor mudança pode ter implicações de longo alcance para o mundo como um todo. Eles alegam que existem agora tantas pessoas no "planeta" que a engenharia social de longo alcance é imperativa; caso contrário, o impacto de uma atividade aparentemente inocente poderia sair fora de controle e causar danos ao nosso meio ambiente.

O único modo de lidar com essa suposta ameaça é garantir que todas as atividades humanas se conformem com o princípio da sustentabilidade. Se um programa ou atividade é sustentável, ou não, é algo que será decidido por uma equipe de especialistas. Em resumo, por agentes-procuradores indicados pelo Estado.

No momento atual, a ONU é a principal provedora dessa filosofia, usando a Agenda 21 e Agenda 2030 para impor todos os tipos de regras e regulamentações sobre a humanidade. Esses controles e restrições estão sendo usados para forçar as pessoas a abandonar suas terras, limitar a produção agrícola, taxar ou limitar o uso da água, restringir as viagens, controlar os direitos à exploração mineral e criar tantos tributos e regulamentações, para não mencionar multas e penalidades associadas, que a população rural será grandemente reduzida. Depois que a população estiver confinada nas cidades, as massas serão mais facilmente controladas.

A palavra ardilosa "sustentabilidade" dá maior credibilidade às falsas teorias científicas, em particular a noção do aquecimento global. Se a atmosfera da Terra está se tornando mais quente e se isso é causado principalmente pela atividade humana, então o princípio da sustentabilidade pode ser trazido para o jogo. Qualquer atividade que cause o aquecimento global precisa ser controlada.

A Elite está promovendo essa falsa teoria científica, pois ela permite a imposição de alvos punitivos pela emissão dos gases do efeito estufa contra países selecionados e, desse modo, reduzir o desenvolvimento industrial deles.

A "Camada de Ozônio"

Alguns anos atrás eles afirmaram que um enorme buraco tinha se formado na camada de ozônio acima da Antártida. Esse buraco alegadamente se fechou depois que foi imposta a probição aos CFCs. A grande vantagem de um buraco sobre a Antártida era que sua existência nunca poderia ser conferida de forma independente — toda a viagem civil ao sul do Paralelo 60 está proibida por um tratado da ONU que entrou em vigor em 1961. (Ignoraremos o fato que um continente conhecido como Antártida não poderia existir em uma Terra plana e estacionária.) A proibição ao uso dos CFCs permitiu que a Elite confirmasse que os controles industriais, como os padrões de emissão de gases, poderiam ser impostos em âmbito mundial. Isto também ajudou a condicionar as massas a aceitarem a imposição de maiores restrições à produção industrial no futuro.

Se retrocedermos por um momento, veremos que, no nosso exemplo, tivemos uma palavra ardilosa (a "sustentabilidade") sendo usada junto com uma falsa teoria científica (o aquecimento global) para tratar um falso problema (o alegado buraco na camada de ozônio) para produzir uma falsa solução (banir um gás industrial). É por meio do uso de mentiras bem-elaboradas deste tipo que a Elite consegue moldar e controlar o comportamento humano.

O Aquecimento Global É uma Fraude

Como sabemos que o aquecimento global é uma fraude? Em primeiro lugar, se ele existisse, não poderia ter uma causa humana, pois grandes mudanças nas temperaturas atmosféricas ocorreram no passado quando a atividade industrial humana era quase inexistente. Esses incluem o Medieval Mínimo e o Mínimo de Maunder, ambos os quais duraram mais de duzentos anos.

O principal "gás do efeito estufa" é o vapor d'água — a cobertura das nuvens — sobre o qual não temos controle. O impacto de todos os outros gases do efeito estufa combinados é vastamente menor do que o impacto do vapor d'água. Além disso, esses alegados gases do efeito estufa são produzidos em quantidades muito maiores pelas esporádicas atividades vulcânicas, incluindo vulcões submarinos, do que pela atividade industrial humana.

Finalmente, as estatísticas recentes sobre o aquecimento global foram questionadas por muitos cientistas qualificados, homens e mulheres de integridade que são invariavelmente ignorados pela mídia. De qualquer forma, as estatísticas, se elas existissem, somente poderiam ser compreendidas em termos de causa e efeito, alimentando-as em um modelo matemático que simulasse com exatidão os muitos fatores que afetam as temperaturas médias da atmosfera — mas esse modelo não existe.

A Palavra de Deus também nos diz que o aquecimento global é impossível. Se ele ocorresse do modo descrito pela Elite, os níveis dos mares subiriam e as ilhas desapareceriam. Muitas grandes cidades situadas nas regiões litorâneas seriam inundadas e destruídas e os contornos de muitos países seriam radicalmente alterados. Ilustrações gráficas disso, incluindo mapas de área geográficas que provavelmente desaparecerão primeiro já foram reproduzidas em jornais e revistas de todo o mundo. Mas, isto está em conflito com a Palavra de Deus:

"Porventura não me temereis a mim? diz o SENHOR; não temereis diante de mim, que pus a areia por limite ao mar, por ordenança eterna, que ele não traspassará? Ainda que se levantem as suas ondas, não prevalecerão; ainda que bramem, não a traspassarão." [Jeremias 5:22].

Quando o Senhor Deus diz que algo é governado por uma "ordenança eterna", podemos ter certeza que não há uma única coisa que a humanidade possa fazer para modificar isto!

Táticas Amedrontadoras

A seguinte gravura é típica das táticas amedrontadoras que estão sendo usadas:

Esse tipo de resultado seria devastador, mas nunca acontecerá. Sabemos disto por que a Palavra de Deus prometeu que isto nunca acontecerá!

"E eu, eis que estabeleço a minha aliança convosco e com a vossa descendência depois de vós. E com toda a alma vivente, que convosco está, de aves, de gado, e de todo o animal da terra convosco; com todos que saíram da arca, até todo o animal da terra. E eu convosco estabeleço a minha aliança, que não será mais destruída toda a carne pelas águas do dilúvio, e que não haverá mais dilúvio, para destruir a terra." [Gênesis 9:9-11].

Agrada a Satanás e aos seus servos terreais zombar da Palavra de Deus e levantar a possibilidade de uma inundação mundial gigantesca usando uma falsa ciência. Esta passagem acima somente nos diz que o aquecimento global é mentira, pois a passagem descarta o cenário exato que essa falsa teoria prediz.

As Ilhas Que Estão Desaparecendo

Portanto, para manter essa ilusão ativa, a Elite precisa encontrar modos de convencer os céticos. Um já está preparado — as ilhas que estão a desaparecer. Muitas ilhas pequenas na Indonesia desapareceram ao longo da última década. Nenhuma delas era de tamanho suficiente para atrair a atenção da mídia, porém ilhas maiores provavelmente desaparecerão nos próximos anos. Esse tipo de evento convencerá muitas pessoas que as geleiras polares (espessas camadas de gelo) estão derretendo e que o nível do mar está subindo. Mesmo se esse fenômeno estivesse confinado ao Sudeste Asiático, ele fornecerá o que muitos considerarão uma prova indisputável do aquecimento global.

Mas, por que as ilhas estão a desaparecer e por que mais irão desaparecer no futuro? A razão é a areia, o produto mais vendido no mundo. Toda a areia prontamente acessível, adequada para a construção, já foi consumida. Isto forçou a indústria da construção a encontrar fontes alternativas.

A areia dos desertos não é adequada, pois suas partículas são polidas demais para os propósitos da construção. A areia encontrada nos rios (areia de aluvião) e a areia marinha são superiores, pois seus contornos agudos e angulares grudam melhor com o cimento e a brita. A China e outros países asiáticos estão realizando diversos projetos de construção que consomem volumes gigantescos de areia. Grande parte dessa areia está sendo extraída secretamente do fundo do mar na Indonesia e no Vietnã por enormes dragas e enviadas em navios-tanque gigantescos para seus destinos. O deslocamento que isto causa no leito do mar é compensado pelo sugamento de areia das ilhas mais próximas. Assim, mesmo se a dragagem ocorrer a muitas milhas náuticas de distância da ilha, o movimento submarino de areia que ocorre em uma área muito ampla, destruirá lentamente seus fundamentos.

Singapura está preparada para se tornar uma das mais importantes cidades na Nova Ordem Mundial, servindo como um importante centro financeiro para toda a arena asiática e coordenando o comércio e parcerias na esfera chinesa de influência. Entretanto, Singapura é uma ilha e somente pode se expandir com a extensão de sua massa de terra. Singapura tem feito isso há várias décadas, importando quantidades imensas de areia. Como resultado, de acordo com uma fonte, sua área total foi aumentada em quase 20%.

O aquecimento global receberá a culpa pelo dano causado pela remoção de quantidades imensas de areia do fundo do oceano. Sabemos que este é o caso, pois já está acontecendo. Quando uma operação de dragagem no Vietnã, em 2015, causou séria erosão costeira, as autoridades do governo lançaram a culpa na "mudança climática" (Thanh Nien News, 9/dezembro/2015). Centenas de milhares de toneladas de areia foram removidas a um custo inferior a US$ 1 a tonelada.

Citamos este exemplo simplesmente para mostrar como a Nova Ordem Mundial focará a culpa pelo dano ambientar na mudança climática. A partir do ponto de vista deles, isto terá um duplo benefício, permitindo-lhes fornecer ao público evidência aparentemente conclusiva que o aquecimento global está se acelerando e, ao mesmo tempo, extrair grandes quantidades de minerais e outros produtos negociáveis da terra, sem qualquer preocupação com as consequências.

A Revolução Francesa

Palavras ardilosas estão em uso há mais tempo do que podemos imaginar. A Revolução Francesa ganhou suporte popular a partir das muitas falsas promessas incorporadas no lema "Liberdade, Igualdade, Fraternidade". Isto continua a ser usado hoje como uma divisa nacional da França. Mas, o que significa? Podemos ter uma pista do significado real quando compreendemos que esta também é a divisa do Grande Oriente (Maçonaria Francesa).

Para o cidadão mediano, essas três palavras denotam liberdade da tirania, tratamento igualitário para todos e reconhecimento que somos todos irmãos. Mas, na prática, ninguém sabe com certeza. A frase é usada de vários modos para induzir o público a aceitar qualquer programa político que esteja sendo oferecido. Afinal, se o programa promete liberdade, igualdade e fraternidade, então deve ser uma boa coisa.

Na realidade, a frase é um lema dos Illuminati, o que explica por que é a divisa da Maçonaria Francesa. A liberdade em questão é liberdade da assim chamada tirania de Deus; a igualdade que eles têm em mente é a igualdade diante de Deus; e a fraternidade que está em vista é a irmandade dos homens esclarecidos que controlam seus próprios destinos, sem referência à vontade de Deus. Isto é realmente um mantra blasfemo, uma rejeição desafiadora à ordem estabelecida por Deus. Lúcifer foi o primeiro a usá-la quando reivindicou ter se libertado da autoridade de Deus ("Liberdade"), quando afirmou ter uma posição igual diante de Deus ("Igualdade") e quando ajuntou seu exército de anjos rebeldes ao seu redor — sua fraternidade infernal.

O Espaço Sideral

Como tantas mentiras começam com palavras ardilosas, vale a pena aprender como reconhecê-las. Você pode pensar em uma palavra ardilosa como um fio que está preso a uma corda fina e a corda fina tem muitas ideias insidiosas amarradas a ela; quando puxamos a corda fina, descobrimos que ela está presa a algo maior, uma corda grossa que suporta toda uma filosofia.

Vamos pegar uma expressão que denota uma realidade imensa e ver o quão bem ela passa no teste das palavras ardilosas. A palavra ou expressão que escolhemos é "espaço sideral".

O que isto significa? Esqueça por um momento aquilo que já lhe foi dito e pergunte a si mesmo o que compreende quando encontra esse termo. Exatamente o quão específico e tangível ele é? Qual evidência você já recebeu para convencê-lo que ele se refere a algo real?

O espaço sideral não é diferente de palavras como evolução e relatividade. Ele tem o objetivo de denotar uma realidade cosmológica, um vazio tão vasto que nem podemos visualizá-lo em nossa imaginação; ele é também um vácuo quase perfeito, com alguns pedacinhos de matéria espalhados aqui e ali; e é tão frio que nenhuma vida de qualquer tipo pode sobreviver ali. Na verdade, ele é tão vasto que constitui em volume mais de 99,999% do universo que Deus criou. Além disso, ele está se expandindo à velocidade da luz, de modo que, com a passagem de cada novo dia, a quantidade real de "coisas" ou matéria que Deus criou torna-se cada vez menor na vastidão desse vácuo que está em constante expansão.

O Poder do Vácuo

Um vácuo é o mais perto que podemos chegar na Terra com algo que está fundamentalmente em conflito com a abundância e a misericórdia de Deus. Esta pode ser a razão por que é tão difícil criar o vácuo. Qualquer um que já tenha tentado criar um vácuo em um laboratório científico saberá o que quero dizer. As leis naturais do nosso mundo resistem ao vácuo com impressionante tenacidade. Como diz o ditado, "A natureza tem aversão ao vácuo." Assim, por que Deus criaria um universo que consiste quase exclusivamente de um vácuo? Toda a ideia é absurda.

Em 1657, Otto Von Guericke, um aristocrata alemão, realizou uma apresentação amplamente aclamada pelo público na cidadezinha de Magdeburg. Ele usou uma bomba de ar especial para extrair o ar de dois hemisférios metálicos colocados um contra o outro, mas que não estavam de outro modo conectados. O vácuo resultante manteve as duas partes juntas tão rigidamente que duas parelhas de cavalos não conseguiram puxá-las e separá-las. A população da cidade ficou pasma.

É quase como se o espaço sideral fosse um termo criado para zombar da criação de Deus. Ele poderia até se qualificar como uma descrição do inferno. Veja Judas 1:13, que fala de "estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas" e 2 Pedro 2:17, "Estes são fontes sem água, nuvens levadas pela força do vento, para os quais a escuridão das trevas eternamente se reserva.". Portanto, o espaço sideral, que os cientistas da NASA veem como um possível lar futuro para a humanidade, não é realmente diferente do inferno.

Não é exatamente isto que Satanás planejou para todos que foram criados à imagem e semelhança de Deus?

Como uma palavra ardilosa, a expressão "espaço sideral" pode provar ser a mais perigosa de todas. No momento que uma pessoa pensa que sabe o que isto significa, ela é automaticamente exposta a todo um conjunto de conceitos fantásticos e entidades cósmicas acompanhantes. É como um vírus Cavalo de Troia, um pequeno programa de computador que entra em seu computador e abre a porta para uma tumultuosa inundação de materiais destrutivos.

Os cristãos bíblicos devem inspecionar esta palavra ardilosa com o verdadeiro discernimento bíblico. Dado tudo o que sabemos sobre Satanás e seus caminhos, suas mentiras incrivelmente inteligentes e seu intenso ódio contra a humanidade, deve ser fácil ver por que ele quis inventar um termo como espaço sideral.

Você daria a um ladrão a chave da sua casa? Então, por que aceitar de Satanás um conceito que, no instante que você acredita nele, todo seu universo é virado de cabeça para baixo? Se o conceito for falso — e é — então você lhe deu o direito de envenenar sua mente com a ficção científica até que você deixe este mundo.

Conclusão

Se os pastores e pregadores lessem e cressem — cressem sinceramente — na cosmologia da Bíblia, poderiam ver que o espaço sideral é uma mentira. [Veja os muitos versos apresentados no Apêndice A.] Eles também poderiam ver exatamente o quão perigosa essa mentira realmente é e todo o mal que causa à igreja. A Palavra de Deus nos diz que "... as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis." [Romanos 1:20]. Repetidas vezes somos exortados a proclamar as obras maravilhosas de Deus. Repetidas vezes o Espírito Santo coloca diante de nós, como evidência da soberania de Deus, a extraordinária beleza e variedade do mundo que Ele criou. Por que, então, aceitamos — tão cega e tolamente — um conceito que blasfema grosseiramente do nosso maravilhoso Criador, retratando Sua criação como uma vasta caverna de caos e escuridão?

A Palavra de Deus nos ensina que a Terra é plana e estacionária. Os maçons na NASA ensinam algo inteiramente diferente. Em quem você acredita?

"De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, e venças quando fores julgado." [Romanos 3:4].



Apêndice A

Passagens na Bíblia Relacionadas com a Cosmologia

Categorias:

Os Fundamentos da Terra
As Águas em Cima
As Águas em Baixo
O Firmamento
A Ausência de Movimento da Terra
Os Céus Estendidos
A Terra Plana e Estendida
O Movimento do Sol
A Lua Possui Luminosidade Própria
As Estrelas Fixas e as "Errantes"
As Relações Espaciais Geocêntricas

Os Fundamentos da Terra

"... porque do SENHOR são os alicerces da terra, e assentou sobre eles o mundo." [1 Samuel 2:8b].

"O que sacode a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem." [Jó 9:6].

"Onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-mo saber, se tens inteligência." [Jó 38:4].

"Sobre que estão fundadas as suas bases, ou quem assentou a sua pedra de esquina." [Jó 38:6].

"A terra e todos os seus moradores estão dissolvidos, mas eu fortaleci as suas colunas. (Selá.)" [Salmos 75:3].

"Desde a antiguidade fundaste a terra, e os céus são obra das tuas mãos." [Salmos 102:25].

"Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum." [Salmos 104:5].

"O SENHOR, com sabedoria fundou a terra; com entendimento preparou os céus." [Provérbios 3:19].

"... porque as janelas do alto estão abertas, e os fundamentos da terra tremem." [Isaías 24:18b].

"Porventura não sabeis? Porventura não ouvis, ou desde o princípio não se vos notificou, ou não atentastes para os fundamentos da terra?" [Isaías 40:21].

"Também a minha mão fundou a terra, e a minha destra mediu os céus a palmos; eu os chamarei, e aparecerão juntos." [Isaías 48:13].

"E te esqueces do SENHOR que te criou, que estendeu os céus, e fundou a terra, e temes continuamente todo o dia o furor do angustiador, quando se prepara para destruir; pois onde está o furor do que te atribulava?" [Isaías 51:13].

"... Fala o SENHOR, o que estende o céu, e que funda a terra, e que forma o espírito do homem dentro dele." [Zacarias 12:1].

"E: Tu, Senhor, no princípio fundaste a terra, E os céus são obra de tuas mãos." [Hebreus 1:10].

As Águas em Cima

"E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas." [Gênesis 1:6].

"E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi." [Gênesis 1:7].

"Fez das trevas o seu lugar oculto; o pavilhão que o cercava era a escuridão das águas e as nuvens dos céus." [Salmos 18:11].

"Põe nas águas as vigas das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento." [Salmos 104:3].

"Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estão sobre os céus." [Salmos 148:4].

"Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas numa roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome? E qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?" [Provérbios 30:4].

[Esta é uma referência a Cristo no Velho Testamento e Sua participação na obra de Criação. A "amarração das águas" parece se referir ao firmamento e seu papel em restringir as águas em cima.]

"Fazendo ele ouvir a sua voz, grande estrondo de águas há nos céus, e faz subir os vapores desde o fim da terra; faz os relâmpagos com a chuva, e tira o vento dos seus tesouros." [Jeremias 51:16].

As Águas em Baixo

"Marcou um limite sobre a superfície das águas em redor, até aos confins da luz e das trevas." [Jó 26:10].

"Ou entraste tu até às origens do mar, ou passeaste no mais profundo do abismo?" [Jó 38:16].

"Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos." [Salmos 33:7].

"Quando ainda não havia abismos, fui gerada, quando ainda não havia fontes carregadas de águas." [Provérbios 8:24].

"Quando ele preparava os céus, aí estava eu, quando traçava o horizonte sobre a face do abismo; quando firmava as nuvens acima, quando fortificava as fontes do abismo, quando fixava ao mar o seu termo, para que as águas não traspassassem o seu mando, quando compunha os fundamentos da terra. Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo; regozijando-me no seu mundo habitável e enchendo-me de prazer com os filhos dos homens." [Provérbios 8:27-31].

"Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é vinda a hora do seu juízo. E adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas." [Apocalipse 14:7].

O Firmamento

"E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi. E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo." [Gênesis 1:6-8].

"Ou estendeste com ele os céus, que estão firmes como espelho fundido?" [Jó 37:18].

"Louvai ao SENHOR. Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder." [Salmos 150:1].

"Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar." [Isaías 40:22].

[O círculo aqui é, provavelmente, uma referência à abóbada acima da Terra. Os moradores da Terra habitam abaixo de uma grande abóbada que se estende sobre eles como uma tenda.]

"No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram, e houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites." [Gênesis 7:11-12].

"Ele é o que edifica as suas câmaras superiores no céu, e fundou na terra a sua abóbada, e o que chama as águas do mar, e as derrama sobre a terra; o SENHOR é o seu nome." [Amós 9:6].

"E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra." [Gênesis 1:14-17].

"Porventura Deus não está na altura dos céus? Olha para a altura das estrelas; quão elevadas estão. E dizes: que sabe Deus? Porventura julgará ele através da escuridão? As nuvens são esconderijo para ele, para que não veja; e passeia pelo circuito dos céus." [Jó 22:12-14].

[Se considerarmos que circuito (chuwg) significa um círculo, então esta passagem pode estar se referindo à circularidade do firmamento.

"Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos." [Salmos 19:1].

"Põe nas águas as vigas das suas câmaras; faz das nuvens o seu carro, anda sobre as asas do vento." [Salmos 104:3].

"E sobre as cabeças dos seres viventes havia uma semelhança de firmamento, com a aparência de cristal terrível, estendido por cima, sobre as suas cabeças. E debaixo do firmamento estavam as suas asas direitas uma em direção à outra; cada um tinha duas, que lhe cobriam o corpo de um lado; e cada um tinha outras duas asas, que os cobriam do outro lado. E, andando eles, ouvi o ruído das suas asas, como o ruído de muitas águas, como a voz do Onipotente, um tumulto como o estrépito de um exército; parando eles, abaixavam as suas asas. E ouviu-se uma voz vinda do firmamento, que estava por cima das suas cabeças; parando eles, abaixavam as suas asas. E por cima do firmamento, que estava por cima das suas cabeças, havia algo semelhante a um trono que parecia de pedra de safira; e sobre esta espécie de trono havia uma figura semelhante a de um homem, na parte de cima, sobre ele." [Ezequiel 1:22-26].

"Depois olhei, e eis que no firmamento, que estava por cima da cabeça dos querubins, apareceu sobre eles uma como pedra de safira, semelhante a forma de um trono." [Ezequiel 10:1].

"Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente." [Daniel 12:3].

A Ausência de Movimento da Terra (Exceto em Tempos de Julgamento)

"Trema perante ele, trema toda a terra; pois o mundo se firmará, para que não se abale." [1 Crônicas 16:30].

"Tema toda a terra ao SENHOR; temam-no todos os moradores do mundo. Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu." [Salmos 33:8,9].

"E edificou o seu santuário como altos palácios, como a terra, que fundou para sempre." [Salmos 78:69].

(A palavra palácios não aparece no texto hebraico. A primeira parte provavelmente deveria ser assim: "E edificou seu santuário nas alturas..." Ele também a construiu como a Terra, que estabeleceu para sempre. A palavra hebraica aqui para edificou é yacad, que significa "lançar um fundamento".].

"O SENHOR reina; está vestido de majestade. O SENHOR se revestiu e cingiu de poder; o mundo também está firmado, e não poderá vacilar." [Salmos 93:1].

"Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum." [Salmos 104:5].

"A tua fidelidade dura de geração em geração; tu firmaste a terra, e ela permanece firme." [Salmos 119:90].

"Assim diz o SENHOR: O céu é o meu trono, e a terra o escabelo dos meus pés; que casa me edificaríeis vós? E qual seria o lugar do meu descanso?" [Isaías 66:1].

"O céu é o meu trono,e a terra o estrado dos meus pés. Que casa me edificareis? diz o Senhor, ou qual é o lugar do meu repouso?" [Atos 7:49].

(Como um trono permanece no mesmo local, estes dois últimos versos mostram que a Terra não se move. Além disso, com relação ao tamanho comparativo, a Terra está abaixo do terceiro céu como um escabelo fica abaixo de um trono. Portanto, ela não pode ser um minúsculo grão de poeira na vasta imensidão do espaço, como a Astronomia moderna alega.).

A Terra se Move Somente em Tempos de Julgamento

"O que sacode a terra do seu lugar, e as suas colunas estremecem." [Jó 9:6].

"O SENHOR reina; tremam os povos. Ele está assentado entre os querubins; comova-se a terra." [Salmos 99:1].

"Por isso farei estremecer os céus; e a terra se moverá do seu lugar, por causa do furor do SENHOR dos Exércitos, e por causa do dia da sua ardente ira." [Isaías 13:13].

"De todo está quebrantada a terra, de todo está rompida a terra, e de todo é movida a terra. De todo cambaleará a terra como o ébrio, e será movida e removida como a choça de noite; e a sua transgressão se agravará sobre ela, e cairá, e nunca mais se levantará." [Isaías 24:19-20].

Os Céus Foram Estendidos

"O que sozinho estende os céus, e anda sobre os altos do mar." [Jó 9:8].

"O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada." [Jó 26:7].

"Ou estendeste com ele os céus, que estão firmes como espelho fundido?" [Jó 37:18].

"Bendize, ó minha alma, ao SENHOR! SENHOR Deus meu, tu és magnificentíssimo; estás vestido de glória e de majestade. Ele se cobre de luz como de um vestido, estende os céus como uma cortina." [Salmos 104:1-2].

"E todo o exército dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um livro; e todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide e como cai o figo da figueira." [Isaías 34:4].

"Ele é o que está assentado sobre o círculo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; é ele o que estende os céus como cortina, e os desenrola como tenda, para neles habitar." [Isaías 40:22].

(A palavra hebraica no original para "círculo" neste verso é chuwg, que Strong (H2329] define como um 'círculo, circuito, perímetro. Em outro verso (22:18) Isaías usou a palavra hebraica duwr para significar "bola" (esfera), de modo que é improvável que esteja aqui se referindo a uma bola, ou a uma esfera.)

"Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus, e os estendeu, e espraiou a terra, e a tudo quanto produz; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela." [Isaías 42:5].

(Tanto os céus quanto a Terra estão "estendidos". De acordo com Gesenius, a palavra hebraica no original para "estender" neste verso — raqa — significa "estender por meio de batidas". Em outro verso (34:4), os céus são referidos como um rolo. Em um caso, a ação é similar ao desenrolar de um tecido (e seu subsequente enrolamento), enquanto que no outro é similar ao achatamento de uma folha de metal por marteladas.)

"Assim diz o SENHOR, teu redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço tudo, que sozinho estendo os céus, e espraio a terra por mim mesmo." [Isaías 44:24].

"Eu fiz a terra, e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens." [Isaías 45:12].

"Também a minha mão fundou a terra, e a minha destra mediu os céus a palmos; eu os chamarei, e aparecerão juntos." [Isaías 48:13].

"E te esqueces do SENHOR que te criou, que estendeu os céus, e fundou a terra..." [Isaías 51:13a].

"Ele fez a terra com o seu poder; ele estabeleceu o mundo com a sua sabedoria, e com a sua inteligência estendeu os céus." [Jeremias 10:12].

"Ele fez a terra com o seu poder, e ordenou o mundo com a sua sabedoria, e estendeu os céus com o seu entendimento." [Jeremias 51:15].

A Terra Plana e Estendida

"Pois assim como o céu está elevado acima da terra, assim é grande a sua misericórdia para com os que o temem. Assim como está longe o oriente do ocidente, assim afasta de nós as nossas transgressões." [Salmos 103:11,12].

(Isto precisa se referir a uma Terra plana, em que o oriente e o ocidente nunca se encontram.)

"Aquele que estendeu a terra sobre as águas; porque a sua benignidade dura para sempre." [Salmos 136:6].

"E levantará um estandarte entre as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra." [Isaías 11:12].

"Assim diz o SENHOR, teu redentor, e que te formou desde o ventre: Eu sou o SENHOR que faço tudo, que sozinho estendo os céus, e espraio a terra por mim mesmo." [Isaías 44:24].

"Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus, e os estendeu, e espraiou a terra, e a tudo quanto produz; que dá a respiração ao povo que nela está, e o espírito aos que andam nela." [Isaías 42:5].

"O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada." [Jó 26:7].

"Então o SENHOR disse a Satanás: Donde vens? E respondeu Satanás ao SENHOR, e disse: De rodear a terra, e passear por ela." [Jó 2:2].

"Crescia esta árvore, e se fazia forte, de maneira que a sua altura chegava até ao céu; e era vista até aos confins da terra." [Daniel 4:11].

"Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles." [Mateus 4:8].

"E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo." [Lucas 4:5].

O Movimento do Sol

"Então Josué falou ao SENHOR, no dia em que o SENHOR deu os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom. E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Isto não está escrito no livro de Jasher? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro." [Josué 10:12-13].

[Observe que Josué ordenou que o Sol e a Lua parassem, não a Terra e a Lua.]

"Assim, ó SENHOR, pereçam todos os teus inimigos! Porém os que te amam sejam como o sol quando sai na sua força." [Juízes 5:31].

"O que fala ao sol, e ele não nasce, e sela as estrelas." [Jó 9:7].

(Neste verso Jó ilustra o tremendo poder de Deus, mostrando que Ele pode fazer o Sol deixar de se mover e impedir as estrelas de darem sua luz.)

"Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos... A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol, o qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho. A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor." [Salmos 19:1,4-6].

"Designou a lua para as estações; o sol conhece o seu ocaso." [Salmos 104:19].

(Não se pode dizer que o sol conhece seu ocaso se ele não estiver em movimento real.).

"Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volta ao seu lugar de onde nasceu." [Eclesiastes 1:5].

"Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz." [Isaías 13:10].

"Eis que farei retroceder dez graus a sombra lançada pelo sol declinante no relógio de Acaz. Assim retrocedeu o sol os dez graus que já tinha declinado." [Isaías 38:8].

"E sucederá que, naquele dia, diz o SENHOR Deus, farei que o sol se ponha ao meio-dia, e a terra se entenebreça no dia claro." [Amós 8:9].

"O sol e a lua pararam nas suas moradas; andaram à luz das tuas flechas, ao resplendor do relâmpago da tua lança." [Habacuque 3:11].

(O profeta registra que o Sol e a Lua pararam, não a Terra e a Lua.)

A Lua Possui Iluminação Própria

"E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas." [Gênesis 1:16].

"E com os mais excelentes frutos do sol, e com as mais excelentes produções das luas." [Deuteronômio 33:14].

"Se olhei para o sol, quando resplandecia, ou para a lua, caminhando gloriosa." [Jó 31:26].

"Designou a lua para as estações; o sol conhece o seu ocaso." [Salmos 104:19].

"A lua e as estrelas para presidirem à noite; porque a sua benignidade dura para sempre." [Salmos 136:9].

"Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz." [Isaías 13:10].

"E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o SENHOR dos Exércitos reinar no monte Sião e em Jerusalém, e perante os seus anciãos gloriosamente." [Isaías 24:23].

"E a luz da lua será como a luz do sol, e a luz do sol sete vezes maior, como a luz de sete dias, no dia em que o SENHOR ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua ferida." [Isaías 30:26].

"Nunca mais te servirá o sol para luz do dia nem com o seu resplendor a lua te iluminará; mas o SENHOR será a tua luz perpétua, e o teu Deus a tua glória." [Isaías 60:19].

"Assim diz o SENHOR, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o SENHOR dos Exércitos é o seu nome." [Jeremias 31:35].

"E, apagando-te eu, cobrirei os céus, e enegrecerei as suas estrelas; ao sol encobrirei com uma nuvem, e a lua não fará resplandecer a sua luz." [Ezequiel 32:7].

"E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas." [Mateus 24:29].

"Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela." [1 Coríntios 15:41].

"E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de cilício, e a lua tornou-se como sangue." [Apocalipse 6:12].

"E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada." [Apocalipse 21:23].

As Estrelas Fixas e as Estrelas "Errantes"

"E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos. E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi. E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas. E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra, e para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom." [Gênesis 1:14-18].

"Desde os céus pelejaram; até as estrelas desde os lugares dos seus cursos pelejaram contra Sísera." [Juízes 5:20].

"Porventura Deus não está na altura dos céus? Olha para a altura das estrelas; quão elevadas estão. E dizes: que sabe Deus? Porventura julgará ele através da escuridão? As nuvens são esconderijo para ele, para que não veja; e passeia pelo circuito dos céus." [Jó 22:12-14].

"A lua e as estrelas para presidirem à noite; porque a sua benignidade dura para sempre." [Salmos 136:9].

"Conta o número das estrelas, chama-as a todas pelos seus nomes." [Salmos 147:4].

"Porque as estrelas dos céus e as suas constelações não darão a sua luz; o sol se escurecerá ao nascer, e a lua não resplandecerá com a sua luz." [Isaías 13:10].

"E todo o exército dos céus se dissolverá, e os céus se enrolarão como um livro; e todo o seu exército cairá, como cai a folha da vide e como cai o figo da figueira." [Isaías 34:4].

"Levantai ao alto os vossos olhos, e vede quem criou estas coisas; foi aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; ele as chama a todas pelos seus nomes; por causa da grandeza das suas forças, e porquanto é forte em poder, nenhuma delas faltará." [Isaías 40:26].

"Eu fiz a terra, e criei nela o homem; eu o fiz; as minhas mãos estenderam os céus, e a todos os seus exércitos dei as minhas ordens." [Isaías 45:12].

"Diante dele tremerá a terra, abalar-se-ão os céus; o sol e a lua se enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor." [Joel 2:10].

"E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas." [Mateus 24:29].

"E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas." [Lucas 21:25].

"Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela." [1 Coríntios 15:41].

"Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas." [Judas 1:13].

"E o céu retirou-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares." [Apocalipse 6:14].

"E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite." [Apocalipse 8:12].

"E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra..." [Apocalipse 12:4a].

(Estes dois versos se referem à terça parte das estrelas. No último verso, elas são geralmente compreendidas como uma referência à companhia dos anjos que se rebelaram. As estrelas e os anjos estão tão intimamente associados na Palavra de Deus que pode existir alguma conexão não explicada entre eles.)

Relações Espaciais Geocêntricas

É impossível fazer justiça à cosmologia bíblica sem levar em conta as centenas de passagens em toda a Bíblia que são claramente geocêntricas e cujos significados naturais implicam uma estrutura de referência que abrange o céu e a Terra. Os bilhões de quilômetros de espaço, que os astrônomos modernos propõem, estão em agudo conflito com a estrutura espacial usada na Bíblia. A Terra da Bíblia é inconcebivelmente maior do que o Sol em termos absolutos. É impossível reconciliar a cosmologia bíblica — como Deus descreve Sua própria Criação — com o "cosmos" bizarro da Astronomia moderna, em que a Terra não poderia ser mais patética ou insignificante. De fato, quantos mais pronunciamentos a NASA e seus aliados fazem sobre o "cosmos", o mais estridentemente eles contradizem o relato bíblico. Sempre é o mesmo grupo de "especialistas" auto-indicados que faz essas declarações bizarras, sem qualquer evidência concreta para suportá-las.

Os cristãos precisam perguntar a si mesmos por que acreditam no quadro do céu e da Terra retratado pela NASA, não apenas por que ele confilta com a narrativa bíblica, mas por que essa organização maçônica e sigilosa continua a proferir pronunciamentos que não fazem sentido e que zombam da Palavra de Deus. Você acredita seriamente que a Terra está sob risco de ser destruída por um asteróide gigantesco? Acredita seriamente que a Terra está girando em seu próprio eixo a 1.600 km por hora? Acredita seriamente que existe "vida inteligente" nas "profundezas" do espaço? Acredita seriamente que dois homens que vestiam pijamas de náilon, pousaram na Lua, a bordo de uma cápsula de alumínio em 1969? A única evidência para isso tudo é a incansável propaganda produzida pela NASA, Hollywood, as grandes emissoras de televisão e a mídia dominante. Por que os cristãos estão dispostos a colocar de lado a Palavra de Deus e acreditar em um relato alternativo da realidade para a qual eles não possuem a mínima evidência objetiva e verificável?

Subindo e Descendo

"Então desceu o SENHOR para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam; e o SENHOR disse: Eis que o povo é um, e todos têm uma mesma língua; e isto é o que começam a fazer; e agora, não haverá restrição para tudo o que eles intentarem fazer. Eia, desçamos e confundamos ali a sua língua, para que não entenda um a língua do outro." [Gênesis 11:5-7].

"E sonhou: e eis uma escada posta na terra, cujo topo tocava nos céus; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela." [Gênesis 28:12].

"Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou os ventos nos seus punhos? Quem amarrou as águas numa roupa? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o seu nome? E qual é o nome de seu filho, se é que o sabes?" [Provérbios 30:4].

"Pois olhou desde o alto do seu santuário, desde os céus o SENHOR contemplou a terra." [Salmos 102:19].

"Abaixa, ó SENHOR, os teus céus, e desce; toca os montes, e fumegarão." [Salmos 144:5].

"E abaixou os céus, e desceu; e uma escuridão havia debaixo de seus pés." [2 Samuel 22:10].

[O Senhor "abaixou" (estendeu ou encurvou (como um arco)) os céus e "desceu", uma ação que teve início no terceiro céu e continuou, passando pelo firmamento, até as montanhas abaixo.]

"Oh! se fendesses os céus, e descesses, e os montes se escoassem de diante da tua face." [Isaías 64:1].

"E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão." [Daniel 7:27].

"Porque eis que o SENHOR está para sair do seu lugar, e descerá, e andará sobre as alturas da terra." [Miquéias 1:3].

"Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu." [João 3:13].

"E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos." [Atos 4:12].

"Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus, que estava à direita de Deus; e disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus." [Atos 7:55-56].

Solicitação Especial

Incentivamos os leitores frequentes a baixarem os ensaios disponíveis neste website para cópia de segurança e consulta futura. Eles poderão não estar disponíveis para sempre. Estamos entrando rapidamente em um tempo em que materiais deste tipo somente poderão ser obtidos via correio eletrônico. Os leitores que desejarem ser incluídos em uma lista para correspondência futura são bem-vindos a me contactar em jeremypauljames@gmail.com. Não é necessário fornecer o nome, apenas um endereço eletrônico.



Autor: Jeremy James, artigo em http://www.zephaniah.eu
Data da publicação: 28/6/2018
Transferido para a área pública em 1/5/2020
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/ardilosas.asp