Boletim de 12/6/2018 (Trechos Selecionados)

Cutting Edge Ministries

Se você é um leitor assíduo dos artigos, considere tornar-se um assinante e contribuir para a manutenção do site. Veja as informações aqui: http://www.espada.eti.br/contrib.htm

Análise das Notícias Mais Críticas

1. O presidente Trump virtualmente garantiu a vitória republicana em novembro ao assinar em termos vagos uma desnuclearização "garantida" da Península Coreana com Kim Jong-un.

Resumo da Notícia: "Donald Trump e Kim Jong-un Assinam Documento para a 'Total Desnuclearização' da Península Coreana, Breitbart News, 11/6/2018, em http://www.breitbart.com/big-government/2018/06/11/donald-trump-says-he-and-kim-jong-un-to-sign-joint-statement-after-meeting/

"O presidente Donald Trump e o ditador norte-coreano Kim Jong-un surpreenderam os repórteres com uma assinatura não agendada de documentos, após seu encontro de cúpula em Singapura na terça-feira."

Uma das doutrinas fundamentais com relação aos encontros de cúpula é simples: os líderes de mais alto escalão não comparecem a um encontro de cúpula antes que todos os detalhes já tenham sido acertados previamente. Nenhum acordo "inovador" é possível, pois o encontro de cúpula é totalmente teatral, permitindo às pessoas de todo o mundo a oportunidade de ver o que já foi combinado em reuniões secretas antes do dia do encontro. As reportagens de notícias estão repletas de histórias que os negociadores americanos e norte-coreanos tinham se reunido com sucesso para prepararem um encontro de cúpula bem-sucedido. Esta redação é simplesmente outro modo de dizer que os negociadores tinham concordado em todos os pontos para que seus líderes tivessem um belo semblante em seus rostos ao assinarem os documentos, mesmo aqueles que não estavam "agendados"!

Este encontro de cúpula pode retardar o conflito com a Coreia do Norte até o início de 2019.

Resumo da Notícia: "Encontro de cúpula Trump-Kim desperta esperanças cautelosas de paz em todo o mundo", AP New, 12/junho/2018, em https://apnews.com/b9e68b4341c44fbc818cdfcfb0f1032f/For-world,-Trump-Kim-summit-raises-cautious-hope-for-peace

"Na Ásia e no mundo inteiro, muitos deram boas-vindas à intensa diplomacia nos meses recentes entre os dois adversários, após um ano de tensões crescentes, ameaças e xingamentos. Entretanto, as esperanças de paz na dividida Península Coreana, permanecem reduzidas, por causa das muitas tentativas fracassadas no passado."

"Na estação de trem de Seul, a capital sul-coreana, as pessoas celebraram e aplaudiram quando as imagens do aperto de mão entre Trump e Kim apareceram na tela dos aparelhos de televisão."

Esse "acordo sem precedentes" foi real ou apenas mais "fumaça e espelhos" destinados a convencer temporariamente as pessoas em todo o mundo que a "paz está próxima", para que o presidente Trump e seu Partido Republicano possam surfar na onda da popularidade e obter a vitória em ambas as Casas do Congresso neste ano?

Teremos de esperar para ver como tudo isto terminará.

Os israelenses compreendem: este encontro de cúpula realizou "Gerenciamento de Crise", não a desnuclearização real!

Resumo da Notícia: "Encontro de Cúpula EUA-Coreia do Norte: Gerenciamento de Crise, Não Resolução Nuclear", The Jerusalem Post, 12/junho/2018, em https://www.jpost.com/International/US-North-Korea-Summit-Crisis-management-not-nuclear-resolution-559768

"No fim do dia, décadas de diplomacia fracassada com a Coreia do Norte levaram ao triste resultado que ela é um Estado nuclear e, neste estágio final, é improvável que essa situação seja revertida."

Portanto, esse escritor que escreve no Jerusalem Post compreendeu perfeitamente: após 28 anos de tediosa repetição que a Coreia do Norte não poderia receber a permissão de possuir armas nucleares, o resultado desse encontro Trump-Kim foi reconhecer a Coreia do Norte como um Estado nuclear que agora se comprometeu a remover essas armas atômicas.

Além disso, esse chocante reconhecimento pelo presidente Trump que a Coreia do Norte é agora um Estado nuclear, resultará em anos de retórica argumentação em ambas as direções se a Coreia do Norte está ou não cumprindo seu compromisso com a desnuclearização, muito parecido com a cansativa retórica entre o ditador iraquiano Saddam Hussein, a ONU e o governo George Bush.

O único resultado concreto é que o presidente Trump anunciou que as forças sul-coreanas e americanas não participarão mais em exercícios militares anuais.

Resumo da Notícia: "PAZ E SEGURANÇA? Trump e Kim apertam as mãos e se comprometem com a 'total desnuclearização'", End Times News, 12/junho/2018, em https://endtimeheadlines.org/2018/06/peace-and-safety-trump-kim-shake-hands-commit-to-complete-denuclearization/.

"Apertando as mãos e prevendo a paz futura, o presidente Donald Trump e Kim Jong-Un comprometeram-se na terça-feira com a 'total desnuclearização' da Península Coreana durante o primeiro encontro na história entre um presidente americano em exercício e um líder norte-coreano."

"O encontro dos dois líderes imprevisíveis foi uma aposta arriscada do presidente americano, dando a Kim o longamente desejado reconhecimento no cenário internacional na esperança de dar fim ao programa nuclear da Coreia do Norte."

Na verdade, o presidente Trump não entregou virtualmente nada, somente concedeu ao ditador norte-coreano a oportunidade de brilhar na cena internacional e criar uma Operação Fotográfica que o fez parecer em pé de igualdade com o presidente dos Estados Unidos.

Mas, como as manchetes indicam, as pessoas em todo o mundo estão começando a dizer "temos paz e segurança", exatamente como o apóstolo Paulo advertiu quase 2.000 anos atrás:

"Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão." [1 Tessalonicenses 5:3].

Depois que as pessoas começarem a acreditar que seus líderes finalmente obtiveram "paz e segurança", então súbita destruição virá sobre suas cabeças. Esse encontro de cúpula pode ter feito essa bola profética começar a rolar.

Observação: Este evento profético, quando as pessoas estão convencidas que o mundo tem "paz e segurança", ocorre após o arrebatamento da igreja! Portanto, o arrebatamento está tão próximo que podemos ver um evento profetizado que está depois dele!

Antes de deixarmos este assunto, vamos rever os fatos deste caso:

"O roteiro está agora escrito... Uma confrontação nuclear de arrepiar os cabelos na Península Coreana poderá, perto do fim do período, ameaçar a própria existência humana." [Peter Lemesurier, The Armageddon Script, pág. 223, 1981, leia a resenha].

3. A economia americana já fez grandes avanços, entrando no caminho para se tornar a economia sem precedente que produzirá níveis historicamente altos de prosperidade — exatamente como Apocalipse 18:7 predisse 1.900 anos atrás!

Nunca um DVD foi mais certeiro em qualquer assunto do que nosso "Tale of Two Babylons: Trump's Prophetic Destiny", que lançamos em janeiro de 2017.

Há quase uma década que ensinamos que o falecido Dr. J. R. Church estava completamente correto quando argumentava que os EUA hoje são a gigantesca Babilônia econômica que Deus destrói em Apocalipse 18. Já publicamos alguns artigos sobre isto nesses últimos dez anos.

Entretanto, percebi que, para os EUA fornecerem à sua população o nível de prosperidade sem precedentes predita em Apocalipse 18:7, um líder forte teria de se apresentar e traçar um novo rumo para a economia. Em 2008, o presidente George Bush Jr. começou a formatar a economia para que o controle sobre as empresas fosse mais fascista do que capitalista.

O presidente Obama executou o programa de Bush, chegando ao ponto de demitir o presidente da General Motors, um ato que somente é possível em um sistema fascista.

Mas, quando Obama deixou o cargo em 2016, a economia dos EUA estava "por um fio"!

Quando a votação começou em 8 de novembro de 2016, eu esperei e orei para que Donald Trump vencesse, pois somente ele poderia reverter todos os impedimentos que o governo Obama tinha colocado sobre a economia.

Trump venceu e imediatamente comecei a finalizar o trabalho no DVD mostrado acima, "A Tale of Two Babylons: Trump's Prophetic Appointment With 'Destiny'."

No fim de janeiro de 2017, isto é parte daquilo que eu disse:

"O presidente do Banco Central da Alemanha emitiu uma declaração em janeiro de 2017 que deveria nos deixar todos surpresos

Resumo da Notícia: "Planos de Trump poderão dobrar o crescimento do PIB americano em 2018, diz o Deutsche Bank, CNBC News, 9/1/2017,

"As políticas do presidente eleito Donald Trump têm o potencial de iniciar uma nova era no crescimento econômico dos EUA que poderá servir como um gabarito para o mundo inteiro, de acordo com a previsão do Deutsche Bank. O crescimento do Produto Interno Bruto poderá dobrar seu nível atual com uma agenda que elimine as regulamentações em um grande número de setores críticos, aprove uma reforma tributária que reduza os impostos sobre as pessoas físicas e as empresas e proponha pelo menos 1 trilhão de dólares em reformas e melhoramentos em pontes, estradas e outros projetos públicos."

"Esta combinação de políticas tem o potencial de reacender o crescimento da produtividade e aumentar o potencial de crescimento dos EUA", disse David Folkerts-Landau, economista-chefe no banco Deutsche Bank, em um relatório para os clientes... depois que a nova agenda for iniciada, ela servirá para 'deflagrar mudanças na economia dos EUA'..."

"A análise também olha de forma mais otimista a esperada agenda 'A América em Primeiro Lugar' de Trump, quando comparada com outras visões do mercado financeiro de Wall Street... Acredito que o presidente Trump introduzirá políticas que produzirão 'mudanças no jogo', gerando um fluxo de riqueza suficiente abaixo da classe média, que os cidadãos americanos rapidamente começarão a se orgulhar, exatamente como Apocalipse 18:7 predisse 1.900 anos atrás. Veja:

"Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve... porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e não verei o pranto." [Apocalipse 18:7].

Com esta proclamação / predição em mente, separe alguns momentos para ler as seguintes matérias recentes de notícias:

Resumo da Notícia: "Ficamos sem palavras para descrever o quão bons são os números de empregos: Editorial do The New York Times, 1/junho/2018, em https://www.nytimes.com/2018/06/01/upshot/we-ran-out-of-words-to-describe-how-good-the-jobs-numbers-are.html.

"A economia está em um ponto suave, com crescimento contínuo e ampla melhoria no mercado de trabalho. A questão real ao analisar os números de empregos em maio, publicado na sexta-feira, é se existem sinônimos suficientes para 'bom' em um dicionário on-line para descrevê-los adequadamente."

"Assim, por exemplo, 'esplêndido' e 'excelente' se encaixam bem. Esses são os tipos de termos que são apropriados quando a economia americana acrescenta 223.000 novos empregos em um mês, apesar de estar nove anos em uma expansão, e quando a taxa de desemprego caiu para 3,8%, o patamar mais baixo nos últimos 18 anos."

"'Favorável', 'salutar' e 'saudável' funcionam como palavras para descrever o aumento de 0,3% no salário-hora médio, que está 2,7% acima do ano passado — uma ótima melhoria... A taxa de desemprego para os afro-americanos caiu para 5,9%, o nível mais baixo já registrado, o que contaríamos como 'ótimo'."

"... a economia dos EUA está basicamente sólida, sem exibir os mais tênues sinais de recessão, ou qualquer evidência clara de riscos de sobreaquecimento e inflação."

Este artigo é surpreendente, vindo do corpo editorial de uma das fontes de notícias mais progressistas e mais dedicada à rejeição a Trump! Finalmente, a verdade está se tornando tão visível e chegou até as camadas mais baixas da sociedade que não pode mais ser ignorada ou negada!

Resumo da Notícia: "Riqueza dos americanos ultrapassa 100 trilhões de dólares", Wall Street Journal, 7/junho/2018, em https://www.wsj.com/articles/u-s-net-worth-surpasses-100-trillion-1528387386

"A riqueza dos americanos ultrapassou a marca dos US$ 100 trilhões pela primeira vez no início de 2018, quando os preços crescentes dos imóveis compensou a queda no patrimônio das famílias em uma síncope no mercado de ações no primeiro trimestre. O patrimônio líquido das famílias — o valor de todos os ativos, como ações e imóveis menos o passivo, como hipotecas e dívidas nos cartões de crédito — subiu 1% em relação ao trimestre anterior, ou mais do que um trilhão de dólares, para um recorde de US$ 100,768, de acordo com um relatório liberado pela Reserva Federal na quinta-feira."

Você pode ouvir a profecia se formando: "Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve... porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e não verei o pranto."

Resumo da Notícia: "Costco eleva o salário mínimo para 130.000 funcionários para US$ 14 por hora: Cita o corte nos impostos dos republicanos", Information Liberation News, 2/junho/2018, em http://www.informationliberation.com/?id=58503.

"Os funcionários da Costco são os mais recentes trabalhadores do varejo nos EUA a receberem um aumento depois do corte de impostos promovido pelo governo Trump. Em 11 de junho, a Costco aumentará o salário inicial para os funcionários americanos em US$ 1, para até US$ 14,50 por hora, enquanto os outros salários-hora aumentarão de 25 a 50 centavos."

Como a Costco pôde conceder esse tipo de aumento salarial para seus funcionários?

"O aumento, que será pago com parte das economias da Costco com a redução dos impostos federais sobre as empresas, que entrou em efeito neste ano, será para os mais de 130.000 funcionários, custando à empresa cerca de US$ 110 a US$ 120 milhões por ano, antes dos impostos."

Que tal isto? O Plano de Corte dos Impostos Federais assinado pelo presidente Trump está beneficiando os trabalhadores da Costco! Além disso, a empresa sente pressão suficiente de seus concorrentes que estão elevando os salários, para anunciar aumentos para seus funcionários!

Resumo da Notícia: "Crescimento econômico para o segundo trimestre está nos trilhos para dobrar o ritmo do ano inteiro de 2017", CNBC News, 8 de junho de 2018, em https://www.cnbc.com/2018/06/08/gdp-for-second-quarter-on-track-to-double-2018-full-year-pace-of-2017.html.

"A economia dos EUA está aquecendo enquanto o ano avança, com o segundo trimestre apontando em direção ao tipo de crescimento que o presidente Donald Trump predisse quando estava na campanha eleitoral. Em sua previsão mais recente, o Atlanta Fed disse que o período de três meses está apontando para um ganho de 4,6%, exatamente o dobro de 2017... Durante sua campanha presidencial, Trump prometeu que suas políticas levariam a economia para o crescimento que ele estimou em até 6%."

Resumo da Notícia: "Grande Novamente: Relatórios Sobre o Nível de Emprego Superam as Expectativas", Liberty Planet, 1/junho/2018, em http://www.libertyplanet.com/articles/great-again-stunning-jobs-report-blows-out-expectations/.

"O relatório de maio sobre o nível do emprego foi publicado e excedeu em muito até as mais otimistas previsões. A taxa de desemprego é a menor desde o início do século, e deverá diminuir ainda mais no futuro previsível. Empregos foram criados em diversas indústrias, mostrando uma economia forte e em crescimento, que beneficia as pessoas de todas as faixas etárias e em todas as categorias profissionais... Os jovens, que frequentemente têm dificuldade para encontrar emprego em uma economia apertada, devido ao fato de terem de competir com trabalhadores mais velhos e mais experientes, agora conseguem encontrar oportunidades de início de carreira, pois os trabalhadores mais velhos conseguem encontrar empregos com níveis salariais compatíveis com suas competências."

Quais são as ramificações dessa economia em crescimento?

"Enquanto o partido no poder tipicamente enfrenta perdas neste período, o estado sólido atual da economia seguramente dará às pessoas um incentivo para votarem pela manutenção do status quo, em vez de quererem uma alternância. Considerando isto, não é maravilha que o presidente não conseguiu manter um segredo por muito tempo."

Resumo da Notícia: "Tarifas de energia elétrica, gás e água caem devido ao corte dos impostos de Trump", Brietbart News, 8/junho/2018, em http://www.breitbart.com/big-government/2018/06/08/report-electric-gas-and-water-rates-falling-due-to-trump-tax-cuts/.

"Um novo relatório revela que as tarifas de energia elétrica, gás e água caíram em todo o país devido ao corte de impostos implementado pelo presidente Donald Trump e pelo Partido Republicano. A análise de 112 empresas de fornecimento de serviços básicos em todo o país, realizado pela ATR (Americans for Tax Reform) verificou que o corte de impostos resultou em 'contas mais baixas para os serviços essenciais para a população americana'."

O que os democratas estão dizendo sobre essa grande onda de boas notícias econômicas?

Resumo da Notícia: "Democrata Nancy Pelosi: Vamos Elevar os Impostos Quando Vencermos", Breitbart News, 11/maio/2018, em http://www.breitbart.com/california/2018/05/11/nancy-pelosi-raising-taxes-win/.

"A líder da minoria na Casa, Nancy Pelosi (D-CA) disse na quinta-feira que os democratas elevarão os impostos se vencerem as eleições de meio de mandato de 2018. Ou, como ela se expressou: os cortes nos impostos serão 'revistos'... Pelosi está caracterizando o atual plano tributário dos democratas como um modo de reduzir o déficit público federal. Entretanto, os déficits federais explodiram durante o tempo em que ela presidiu a Câmara dos Representantes, embora tivesse prometido 'nenhum gasto adicional que cause déficit'.

A dívida nacional também subiu US$ 5 trilhões durante aquele período, em grande parte graças aos grandes gastos dos democratas."

Resumo da Notícia: "Bill Maher 'deseja' um colapso econômico para que possa 'se livrar de Trump': 'Sinto muito se isto machucar as pessoas'", The Washington Examiner, 8/junho/2018, em https://www.washingtonexaminer.com/news/bill-maher-is-hoping-for-an-economic-collapse-so-he-can-get-rid-of-trump-sorry-if-that-hurts-people.

"O apresentador da HBO Bill Maher disse na sexta-feira que 'deseja' um colapso econômico por que este é o único modo de os oponentes do presidente poderem 'se livrar de Trump'... Acho que um modo de você se livrar de Trump é uma economia em colapso. Então, por favor, tragam a recessão."

Agora você sabe como os multibilionários podem ser tão despreocupados com seu dinheiro, seu emprego e seu salário. Independente do que aconteça com você, eles ainda continuarão sentados como gatos gordos, inalterados e intocados!!

Observação: Este evento profético, quando a população se orgulha de sua opulência e pensa que os bons tempos nunca terminarão, ocorre após o Arrebatamento da igreja! Portanto, o arrebatamento está tão próximo que podemos ver um evento que está profetizado para ocorrer depois dele!

[Texto original completo em http://www.cuttingedge.org/newsletters/index.html]



Data da publicação: 14/6/2018
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/bol-2018-06-12.htm