Escolha uma cor para o fundo:  

Proposta na Associação Americana de Psiquiatria a Normalização das Perversões Sexuais — Parte 1

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

A Associação Americana de Psiquiatria está discutindo se a pedofilia, o exibicionismo, o fetichismo, o travestismo, o voyeurismo, o sadomasoquismo e a desordem da identidade sexual devem ser tiradas da categoria de doenças mentais e declaradas normais!

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Introdução

Nas quatro últimas décadas — desde a explosão dos valores sexuais durante a Guerra do Vietnã — a América tem se movido continuamente em direção à replicação da moralidade de Sodoma e Gomorra. Esse movimento em direção à adoção da moralidade de Sodoma e Gomorra passou por vários estágios e/ou formas.

1) Desde a era da Guerra do Vietnã, os indivíduos homossexuais estão mais inclinados do que nunca a declarar abertamente sua homossexualidade.

2) Mesmo no meio da crise da AIDS, durante a qual um grande número de homossexuais praticantes estava morrendo, os governos federal e estaduais aprovaram portarias e leis para proteger os homossexuais de sofrerem discriminação. Essa ação teve o efeito de legitimizar o estilo de vida homossexual nas mentes de um número incontável de pessoas.

3) As grandes empresas começaram a estender os mesmos planos de assistência médica aos parceiros homossexuais de seus funcionários que eram oferecidos aos cônjuges casados.

4) O presidente Clinton promoveu o estilo de vida homossexual por oitos sólidos anos com a ordem para as forças armadas adotarem a política do "não pergunte, não conte". Essa decisão permitiu que os homossexuais ingressassem nas forças armadas, e tornou mais difícil a dispensa com base na orientação sexual.

5) O presidente Bush iniciou seu mandato apoiando totalmente a agenda homossexual e lésbica, e foi tão longe nessa direção, que a organização Concerned Women of America reclamou publicamente que as políticas para os homossexuais de Bush eram idênticas às de Clinton. [Leia o artigo News1652, disponível no site da Cutting Edge.].

6) Em 26 de junho, a Suprema Corte dos EUA decidiu que a sodomia era juridicamente legal em todo o país [Leia o artigo N1855]. Essa horrenda decisão teve o resultado imediato de legitimar todo o estilo de vida homossexual e ao mesmo tempo ameaçar a legitimidade da heterossexualidade normal. Imediatamente após a publicação da decisão, os comentaristas da imprensa começaram a questionar se essa decisão da Suprema Corte tornaria o casamento homossexual também inevitável.

7) O casamento de homossexuais levantou sua horrenda cabeça em vários estados americanos, mais notavelmente na Califórnia, em Massachusetts e em Vermont. Muitos líderes homossexuais promoveram a idéia de deixar de empregar o termo "Casamento Homossexual", substituindo-o por "Uniões Civis".

Essa luta continua até hoje, mas o estado de Massachusetts reconhece agora o casamento homossexual e está oficiando casamentos de cidadãos residentes homossexuais.

8) As escolas públicas para quase todas as faixas etárias há muito tempo começaram a apoiar a homossexualidade e a ensinar que é uma "escolha de estilo de vida" tão válida quanto a heterossexualidade. As classes de "Educação Sexual" nas escolas de Primeiro e Segundo Grau estão ensinando abertamente esse sistema de valores e promovendo abertamente vários tipos de experiências sexuais para seus crédulos alunos.

9) Os membros do Poder Legislativo estão se inclinando para perto do ponto em que um dia aprovarão leis que reconhecerão a homossexualidade tão válida quanto a heterossexualidade e penalizarão qualquer cidadão que pense e aja de forma diferente. A legislação dos "Crimes de Ódio" se tornará realidade algum dia, e ameaçará os cristãos nascidos de novo que insistem que a Palavra de Deus seja obedecida ao decidir se a homossexualidade é ou não aceitável.

Sem dúvida você pode se lembrar de mais exemplos em que estamos nos movendo continuamente em direção à aceitação pública da homossexualidade. Essa lista de modo algum pretende ser exaustiva.

Entretanto, nosso artigo de notícias de hoje nos leva a uma direção totalmente diferente. Você verá que uma organização profissional reconhecida e respeitada pela maioria das pessoas está na verdade argumentando que práticas homossexuais horrendas sejam removidas das desordens mentais do manual de Psiquiatria! Em outras palavras, essa organização está argumentando que as predileções homossexuais que agora são criminosas quando realizadas e que são consideradas uma forma de doença mental, devam ser legalizadas e não mais ser tratadas como um distúrbio mental.

Leia e chore ao ver como os EUA estão se movendo cada vez mais para perto de Sodoma e Gomorra.

As Parafilias e a Desordem de Identidade Sexual Devem Ser Consideradas Normais!

Resumo da Notícia: "Devem Estas Condições Serem Normalizadas?", NARTH (National Association for Research and Therapy of Homossexuality) — http://www.narth.org.

"... em San Francisco, em um simpósio realizado na Associação Americana de Psiquiatria (APA), discutiu-se a possível remoção de diversas categorias de doenças mentais, há muito tempo reconhecidas, das desordens mentais na futura edição do manual psiquiátrico. Entre as doenças mentais que foram debatidas no simpósio na convenção anual da APA estavam todas as parafilias — que incluem a pedofilia, o exibicionismo, o fetichismo, o voyeurismo e o sadomasoquismo. Foi também debatida a desordem da identidade sexual, uma condição em que uma pessoa sente um desconforto persistente com seu sexo biológico. Os ativistas homossexuais há muito tempo reivindicam que a desordem com a identidade sexual não seja assumida como anormal, quando, eles dizem, é normalmente uma expressão de saudável pré-homossexualidade."

Você não pode sentir a presença do espírito demoníaco de Sodoma nesse parágrafo? Todas essas atividades eram com toda a certeza consideradas normais em Sodoma e eram praticadas regularmente. Esses tipos de atividades estavam sem dúvida alguma contribuindo para o "clamor" que Deus ouviu antes de decidir aniquilar fisicamente aquelas cidades. Leia o relato bíblico:

"Disse mais o SENHOR: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito, descerei agora, e verei se com efeito têm praticado segundo o seu clamor, que é vindo até mim; e se não, sabê-lo-ei." [Gênesis 18:20-21].

As práticas da homossexualidade produzem clamor e grito? A prática do intercurso anal produz tal clamor, pois o tecido dessa região do corpo não é apropriado para permitir o intercurso. Adicionalmente, algumas outras práticas homossexuais regularmente produzem extrema dor e provocam esses gritos. Vamos agora consultar a definição do dicionário de cada uma dessas doenças que a Associação Americana de Psiquiatria quer normalizar, e a matéria se tornará mais clara para você.

* Pedofilia — Uma obsessão de um adulto em ter sexo com crianças. A NARTH observa em um documento de posição: "... a NARTH trouxe a atenção do público a um artigo publicado no Boletim Psicológico que minimizou o dano provocado pelos relacionamentos sexuais homem-menino desde que 'não tenha ocorrido coerção'... A senhorita Eberstadt identifica que a cultura homossexual em certa extensão abriga — e no cenário do melhor caso, deixa de condenar — o movimento de 'amor' homem-menino à medida que ele vai ganhando visibilidade... Alguns proclamam que os meninos são um jogo sexual limpo." ["More on the Pedophilia Question", NARTH, http://www.narth.com/docs/moreonped.html].

Existiam evidências de sexo entre homens e meninos em Sodoma? Pode apostar que existiam; veja o relato bíblico:

"E antes que se deitassem, cercaram a casa, os homens daquela cidade, os homens de Sodoma, desde o moço até ao velho; todo o povo de todos os bairros. E chamaram a Ló, e disseram-lhe: Onde estão os homens que a ti vieram nesta noite? Traze-os fora a nós, para que os conheçamos." [Gêneseis 19:4-5].

Os homens de Sodoma — tanto jovens quanto velhos — cercaram a casa de Ló para exigir que os anjos viessem para fora e mantivessem relações sexuais com eles. Acredito que a homossexualidade homem-menino era praticada em Sodoma.

* Exibicionismo — "Mania de exibir as partes sexuais." [Novo Dicionário Aurélio] — Basta se informar das terríveis práticas realizadas durante o evento da Marcha do Orgulho Gay para compreender o que é o exibicionismo. A NARTH discute o exibicionismo como parte do "lado escuro" da homossexualidade. Veja:

"Mas como a homossexualidade é baseada em um déficit, o lado escuro da vida homossexual — caracterizada por vícios sexuais e fixações — mantém-se obstinadamente emergindo, apesar dos esforços de relações públicas para submergi-la. Culture Facts, uma publicação on-line do Family Research Council, informou recentemente sobre uma feira que ilustra esse paradoxo. A feira foi patrocinada em parte pela Campanha dos Direitos Humanos e Força Tarefa Nacional dos Gays e Lésbicas (NGLTF) — dois grupos muito proeminentes compromissados em normalizar e tornar a homossexualidade uma corrente dominante. No entanto, aquele evento teve chicotadas em público, piercing corporal, sexo em público, sadomasoquismo, e nudez pública dos participantes da marcha. Bancas na feira vendiam adesivos para carros que diziam, "Deus se masturba", e "Eu Adoro Satanás", e ambulantes vendiam coleiras para cachorros e chicotes de couro (não para os cachorros). Na lateral da feira, um homem vestido como uma freira católica estava preso com cintas a uma cruz, tendo suas nádegas expostas; os transeuntes eram convidados a chicoteá-lo em troca de uma doação de dois dólares." ["Por Que Revelar o Lado Escuro do Movimento Homossexual?", NARTH, http://www.narth.com/docs/whyreveal.html].

Essas atividades homossexuais durante essa feira na rua sem dúvida alguma produziu o tipo de dor que faria alguém gritar e clamar.

* Fetichismo — "Perversão que consiste em amar não à pessoa, mas a uma parte dela ou um objeto de seu uso." [Novo Dicionário Aurélio] — "Uma atração sexual anormal a algum objeto ou parte do corpo não normalmente considerada erógena" [Tormont Webster's Illustrated Encyclopedic Dictionary].

* Travesti — "Uma pessoa que, por estímulo sexual, veste roupas normalmente usadas pelo sexo oposto." [Tormont Webster's Illustrated Encyclopedic Dictionary].

* Voyeur — "Pessoa que obtém prazer sexual observando outras pessoas se despirem ou copularem, especialmente a partir de um local secreto de observação." [Ibidem].

* Sadomasoquismo — "A conjugação de sadismo e masoquismo em uma mesma pessoa, marcada pela obtenção de prazer infligindo ou submetendo-se à dor." [Ibidem]. No artigo do NARTH, acima, vemos atividades ocorrerem que causariam dor e, é lógico, a dor faz a pessoa gritar — "chicotadas em público, piercing corporal, sexo em público, sadomasoquismo, usar coleiras de cachorro e chicotes de couro."

Agora você pode ver por que a prática da homossexualidade em Sodoma e Gomorra fazia os meninos e homens adultos clamarem e gritarem?

Agora, vamos voltar ao artigo do NARTH para ver os argumentos terrivelmente falaciosos que estão sendo apresentados pela Associação Americana de Psiquiatria para que essas práticas de desvio sejam agora consideradas normais.

"O psiquiatra Charles Moser, do Instituto para o Estudo Avançado da Sexualidade Humana", de San Francisco, e a co-autora Peggy Kleinplatz, da Universidade de Ottawa, apresentaram um trabalho intitulado 'DSM-IV-TR e as Parafilias: Um Argumento Para a Remoção'. Eles argumentaram que as pessoas cujos interesses sexuais são atípicos, culturalmente proibidos, ou religiosamente proscritos, não devem, por essas razões, serem rotuladas como mentalmente doentes. Primeiro, eles dizem, diferentes sociedades estigmatizam diferentes comportamentos sexuais. Além disso, a pesquisa existente não pode distinguir as pessoas com as parafilias, eles dizem, dos 'normafílicos' (o termo que os autores usam para as pessoas com interesses sexuais convencionais), de modo que não há razão alguma para diagnosticar os parafílicos como um grupo distinto, ou psicologicamente enfermos. Além disso, Moser e Kleinplatz acrescentam, a psiquiatria não tem uma linha de base, um modelo teórico do que, na verdade, constitui sexualidade normal e saudável para comparar as pessoas cujos interesses sexuais os atrai para as crianças ou para o sadismo / masoquismo." ["Should These Conditions Be Normalized?", op. cit.].

Obviamente, esses psiquiatras que apresentaram esses argumentos não consideraram seriamente que a questão de um padrão nunca deveria ser uma comparação com outras culturas, mas com a Bíblia Sagrada judaico-cristã. Antes de vermos o que a Bíblia diz sobre essa prática sexual, vamos continuar com o enganoso raciocínio desses psiquiatras.

"... durante as três últimas décadas, a psiquiatria moveu-se para longe da dependência das teorias causais — teorias que, tipicamente, não podem ser verificadas — e em vez disso, buscou evidências diretas, verificáveis empiricamente; não das origens patológicas de uma condição, mas de seu efeito desabilitador no presente. Sem essa evidência de angústia e incapacidade observáveis, uma condição geralmente não é considerada como um distúrbio mental. As pessoas com interesses 'sexualmente incomuns', Moser e Kleinplatz observam, podem na verdade ser bem felizes e ajustadas. Mas a rotulagem da APA de suas condições como 'patológica' gera discriminação social contra elas, Moser e Kleinplatz advertem, o que pode levar à angústia e à discriminação que são psicologicamente danosas." [Ibidem].

Esse raciocínio é típico da comunidade homossexual. Eles argumentam que não existe evidência científica que "prove" que as práticas homossexuais prejudiquem a mente ou as emoções de uma pessoa. A maioria dos homossexuais e lésbicas, eles argumentam, é tão feliz e bem-ajustada quanto os heterossexuais.

Na verdade, um autor pró-homossexual observou que nosso "viés" cultural contra os atos homossexuais derivou da influência ampla do judaísmo e do cristianismo. Veja:

"Diversos comentaristas indicaram sua desaprovação das influências morais exercidas na sociedade por sua herança judaico-cristã, que tradicionalmente estigmatizou a sexualidade infantil... o mundo ocidental foi antigamente dominado pelos princípios judaico-cristãos, e costumávamos julgar determinados atos sexuais, como adultério, sodomia, e sexo sadomasoquista como intrinsecamente errados. Agora, porém, esses 'antigos preconceitos' , ele diz, estão desaparecendo. O que alguém decide fazer sexualmente com outra pessoa é hoje considerado moralmente aceitável desde que um acordo válido seja negociado." [International Academy of Sex Research Joins the Debate: Is Pedophilia a Mental Disorder?" NARTH, http://www.narth.com/docs/debate2.html].

Que tipo de 'negociação' ocorre entre um adulto e uma criança pequena? A criança provavelmente permitirá que o adulto faça tudo o que quiser.

Entretanto, referente à afirmação que estamos tendo esse debate somente por que nossa sociedade sempre aderiu ao padrão bíblico, nós não poderíamos ter dito o fato de forma mais clara. Estamos neste debate simplesmente por que os "princípios judaico-cristãos" tradicionais que sempre guiaram a sociedade ocidental foram agora tão erodidos que todos os tipos de desvios estão "saindo do armário", e se tornando aceitáveis. Hoje, todos "fazem aquilo que é reto aos seus próprios olhos". O que a Bíblia diz a respeito desse tipo de pessoa?

"O caminho do insensato é reto aos seus próprios olhos, mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio." [Provérbios 12:15].

"Todo caminho do homem é reto aos seus olhos, mas o SENHOR sonda os corações." [Provérbios 21:2].

Agora, vamos encerrar este artigo com um exame bíblico do que o Criador do universo tem a dizer sobre a homossexualidade. Como Deus nunca muda, aquilo que o deixou irado 4.000 anos atrás o deixa irado hoje. À medida que o mundo tolamente rejeita os mandamentos de Deus e caminha em direção à destruição, ao criar uma cultura moralmente paralela à de Sodoma, todos fariam bem em ouvir o padrão eterno daquele diante de quem um dia terão de comparecer para serem julgados.

O Padrão Eterno de Deus Conforme Revelado na Bíblia

Não estamos tentando negar o lado humano da homossexualidade. Sabemos que casais homossexuais, tanto masculinos quanto femininos, sentem amor e compromisso um pelo outro. Sabemos que a maioria dos homossexuais são pessoas de "bem". Sabemos que os homossexuais experimentam todos os tipos de emoções humanas que os heterossexuais experimentam. Entretanto, após reconhecer tudo isso, ainda não restam dúvidas de que esses fatores não alteram a proibição severa de Deus contra essa prática. Neste ponto, vamos fazer uma pausa para examinar as proibições bíblicas contra a homossexualidade.

Isto é o que Deus diz sobre a homossexualidade na Bíblia. Mas, primeiro, compreenda que Deus ensina que deu todas as palavras das Escrituras para Seus servos registrarem. Cada palavra foi proferida pela boca de Deus. Se houvesse uma única ocorrência em toda a Bíblia em que Deus emitiu uma proibição contra a homossexualidade, essa única ocorrência seria mais do que suficiente para impor esse mandamento por toda a eternidade.

Finalmente, precisamos também lembrar que, embora Deus nunca mude de idéia sobre Seus padrões morais, Satanás está mais do que preparado para intervir e enganar as pessoas a pensar que Deus de fato muda, que estamos agora vivendo em uma sociedade moderna e sofisticada, em que as antigas leis morais não se aplicam mais.

Agora, isto é o que a Bíblia ordena com relação à homossexualidade, tanto masculina quanto feminina:

1) Levítico 20:13: "Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles." (Repetido no capítulo 18:22).

Deus também dá essa determinação em Levítico 18:22, novamente referindo-se a essa prática como abominação. Nos capítulos 18 e 20 Deus usa essa palavra abominação cinco vezes em conexão com Suas proibições contra os diversos pecados sexuais. Você vê que Deus estava tentando deixar algo claro para nós?

2) Todo o capítulo 18 de Levítico menciona a prática de diversos tipos de pecados sexuais. Deus conclui Suas advertências em 18:24-30: "Com nenhuma destas coisas vos contamineis; porque com todas estas coisas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós. Por isso a terra está contaminada; e eu visito a sua iniqüidade, e a terra vomita os seus moradores. Porém vós guardareis os meus estatutos e os meus juízos, e nenhuma destas abominações fareis, nem o natural, nem o estrangeiro que peregrina entre vós; porque todas estas abominações fizeram os homens desta terra, que nela estavam antes de vós; e a terra foi contaminada. Para que a terra não vos vomite, havendo-a contaminado, como vomitou a nação que nela estava antes de vós. Porém, qualquer que fizer alguma destas abominações, sim, aqueles que as fizerem serão extirpados do seu povo. Portanto guardareis o meu mandamento, não fazendo nenhuma das práticas abomináveis que se fizeram antes de vós, e não vos contamineis com elas. Eu sou o SENHOR vosso Deus."

Essas são palavras poderosas de um Deus onipotente, eterno e imutável.

Você entendeu que, aos olhos de Deus, a própria terra é contaminada por esse tipo de pecado? Em outras palavras, Deus vê a nação que permite que o homossexualismo aflore como contaminada. Essa é a razão por que Deus destruiu Sodoma e Gomorra, e é assim que vê os EUA hoje, embora os homossexuais americanos estejam celebrando sua grande festa nacional da "liberação". Nós, humanos, estamos grandemente preocupados com a poluição de rios, córregos, lagos, o ar e a terra por diversos poluentes. Entretanto, Deus diz que a poluição com a qual deveríamos nos preocupar é a poluição moral!! Estamos poluindo a terra do nosso país com esse pecado sexual! Um dia, Deus fará esta terra "vomitar" seus pecaminosos moradores!

3) Deuteronômio 23:17 — Deus proíbe a prostituição cultual, tanto masculina quanto feminina. "Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel."

4) 1 Coríntios 6:9-11"Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus."

5) 1 Timóteo 1:8-11 — Paulo relaciona todos os pecados que são adequadamente controlados pela Lei do Antigo Testamento. Alguns dos pecados mencionados são "os devassos, os sodomitas, os roubadores de homens". Essa é uma forma abreviada de referir-se ao homossexualismo.

6) Os líderes "religiosos" do movimento homossexual ensinam erroneamente que Jesus Cristo nunca condenou o homossexualismo. Portanto, com base na sempre espúria 'conclusão pelo silêncio', ensinam que Jesus teria olhado favoravelmente para o homossexualismo. Temos novidades para você!! Jesus é o autor do livro do Apocalipse. Veja o que Ele afirma bem no fim dos tempos, logo após o julgamento final. No capítulo 21, Jesus nos conta que determinadas pessoas serão lançadas eternamente no "lago ardente de fogo e enxofre" (verso 8). Entretanto, num trecho anterior desse verso, Ele menciona os tipos de pessoas que serão lançadas no lago de fogo. Ele inclui aqueles que são abomináveis. Jesus usou a mesma palavra, "abominável", que utilizou em Levítico 18 e 20 para referir-se ao ato homossexual!!! Lembre-se também que Deus disse em Levítico 18 e 20 que esses pecados sexuais contaminam a terra e que esta vomitaria seus habitantes. Aqui, Jesus reitera que esse pecado sexual contamina e fará com que seus praticantes sejam lançados no "lago ardente de fogo e enxofre".

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará." [Gálatas 6:7].

"Ninguém vos engane com palavras vãs; porque por estas coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência." [Efésios 5:6].

Essa palavra, "enganar", fica aparecendo repetidas vezes na Bíblia, particularmente durante o fim dos tempos. Leia as inúmeras advertências que Jesus fez em Mateus 24 sobre sermos pegos pela enganação sem precedentes que ocorrerá no fim dos tempos.

Antes de fecharmos este assunto, precisamos falar sobre a questão da aparente aceitação pública da homossexualidade. Não importa nem um pouquinho que a vasta maioria das pessoas apóie totalmente esse estilo de vida, pois os mandamentos de Deus não dependem do voto da maioria! Jesus Cristo manteve toda a Lei e os profetas do Antigo Testamento quando declarou enfaticamente:

"Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir. Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido." [Mateus 5:17-18].

Aqui, Jesus Cristo está mantendo todos os mandamentos de Deus contra a homossexualidade! E Ele disse que nem um sinal de pontuação desaparecerá da Lei até que Ele volte para governar o mundo.

Jesus então proferiu uma profecia muito interessante referente a um dos muitos sinais que ocorreriam e pelos quais os cristãos da última era saberiam que Seu retorno seria iminente. Ele disse:

"E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem. Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos. Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos. Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar." [Lucas 17:26-30].

Você se lembra de Noé? Ele foi o pregador que construiu a arca. Ele pregou durante 120 anos, enquanto construía a arca, advertindo o povo do dilúvio vindouro. No entanto, ninguém creu em sua pregação. Quando Deus finalmente fez o dilúvio vir sobre o mundo, milhões de pessoas pereceram. Deus permitiu que somente oito pessoas se salvassem. Somente oito pessoas, dentre uma população de milhões foram consideradas justas o suficiente para viver! E, Jesus está dizendo que essa mesma situação existirá no fim dos tempos! Mesmo se somente oito pessoas mantivessem os mandamentos bíblicos referentes à homossexualidade, nunca significaria que os mandamentos de Deus poderiam ser anulados!

Deus ama o pecador, mas odeia o pecado. Deus ama a pessoa que está cometendo o pecado da homossexualidade, mas odeia aquele pecado!! O aspecto de justiça da natureza de Deus exige que Ele puna aquele pecado e a pessoa que o pratica! Como Deus disse em Êxodo 34:7:

"Que guarda a beneficência em milhares; que perdoa a iniqüidade, e a transgressão e o pecado; que ao culpado não tem por inocente; que visita a iniqüidade dos pais sobre os filhos e sobre os filhos dos filhos até à terceira e quarta geração."

Você entendeu o significado aqui? Embora Deus queira perdoar e Sua misericórdia e graça sejam grandes, Ele de modo algum "tem o culpado por inocente". O pecado precisa ser punido. Deus é amor, mas não é só amor. Seu atributo de justiça é tão forte quanto o atributo do amor. [Leia o artigo "As Perfeições de Deus"].

Felizmente, uma vez que você compreenda as boas novas, o evangelho, saberá que Deus, o Pai, reconciliou ambos esses seus atributos por meio de Jesus Cristo, Seu Filho.

Não se deixe enganar. O simples fato que esse terrível pecado está agora sendo amplamente aceito na sociedade ocidental é outro sinal que o fim dos tempos está próximo.

Dê um clique aqui para ler a Parte 2



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 8/9/2004
Patrocinado por: S. F. F. C — Vargem Grande Paulista / SP
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1949.asp