Escolha uma cor para o fundo:

O Cenário Já Está Totalmente Armado Para Que os Cristãos Genuínos Sejam Desacreditados e a Era da Perseguição Possa Iniciar

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

O presidente Bush apresentou-se ao povo americano como um "homem de fé", um cristão que ora e lê a Bíblia diariamente. Muitos cristãos consideram sua perigosa política externa e as invasões ao Afeganistão e ao Iraque conseqüências de sua crença peculiar nas profecias bíblicas. Quando Bush for totalmente desacreditado por causa das aniquilações produzidas pela Terceira Guerra Mundial provocadas por sua política externa, as pessoas se voltarão contra os cristãos nascidos de novo, querendo vingança.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Percepção Cristã Versus Secular

Este artigo falará em profundidade de duas percepções do presidente George W. Bush. Por um lado, muitos cristãos nascidos de novo e fundamentalistas acreditam que o presidente também é um cristão nascido de novo, que lê sua Bíblia e ora diariamente. Essas pessoas geralmente o apóiam em quase tudo o que ele faz, e fazem vista grossa para qualquer ação que ele tome que seja incoerente com os valores cristãos. Até mesmo quando confrontados com os fatos que detalham todos os maus frutos praticados por esse presidente, esses líderes cristãos fazem desculpas sobre por que Bush comete essas obras más, em vez de permitir que esses fatos abram seus olhos espirituais, como Jesus Cristo estipulou (Mateus 7:16).

Além disso, esses cristãos há muito tempo se enrolaram na bandeira americana e estão condicionados a crer que precisam apoiar esse presidente em suas guerras agressivas no Iraque e no Afeganistão. Muitos pregadores que diziam do púlpito antes da invasão que Bush estava correto em se livrar do perigoso Saddam por causa das armas de destruição maciça, agora convenientemente não dizem às suas congregações que essas armas de destruição nunca existiram no Iraque.

Esses pregadores também incentivam os rapazes da igreja a ingressarem nas forças armadas afirmando que essas guerras são "justas". Esses pregadores se recusam a olhar para os eventos mundiais à luz da profecia bíblica e, assim, perderam completamente o fato que as invasões de Bush no Oriente Médio estão cumprindo as profecias, especialmente com relação ao julgamento do fim dos tempos do Iraque, conforme predito em Isaías 13 (leia o artigo N1804).

Para esses pastores mal-orientados, Bush é um exemplo brilhante de um bom presidente cristão, alguém que merece ser apoiado plenamente. Mas, como a Cutting Edge começou a informar, alguns anos atrás, o presidente foi virtualmente coroado como o líder de fato da direita cristã! Como informamos em N1596:

Resumo da Notícia: "A direita religiosa encontra seu centro no Salão Oval: Bush emerge como o líder do movimento após Robertson deixar a Coalizão Cristã", Dana Milbank, redatora do Washington Post, 24/12/2001, pág. A2, http://www.washingtonpost.com/wp-dyn/articles/A19253-2001Dec23.html

"A renúncia este mês de Pat Robertson como presidente da Coalizão Cristã confirmou a ascensão de um novo líder da direita religiosa nos EUA: George W. Bush. Pela primeira vez desde que os conservadores religiosos se tornaram um movimento político moderno, o presidente dos EUA tornou-se o líder de fato do movimento... As publicações, a televisão e o rádio cristãos mostram Bush com louvor, enquanto os pregadores no púlpito tratam sua liderança como um ato da providência divina. Um cortejo de líderes religiosos que se encontraram com ele testemunham sua fé, enquanto páginas na Internet encorajam o povo a jejuar e orar pelo presidente."

É verdadeiramente admirável que um homem possa enganar e cegar completamente toda uma nação de cristãos com base somente em palavras não convincentes e Cafés da Manhã de Oração, que têm o objetivo de serem uma ocasião para tirar fotos para o público. George W. Bush não tem virtualmente frutos espirituais para apoiar suas reivindicações, mas mesmo assim a maioria dos cristãos acredita.

Uma vez que os Illuminati colocaram suas vendas nos olhos dos cristãos crédulos, começaram a manobrar a percepção do mundo secular, não cristão.

Percepção Secular e Não Cristã

As pessoas secularizadas e que não são cristãs olham para a guerra do presidente Bush no Iraque e no Afeganistão e sua deliberada erosão das liberdades internas como conseqüência natural de suas crenças cristãs radicais. Lembre-se da comoção causada quando o presidente Reagan supostamente disse que acreditava na Batalha do Armagedom? A mídia de massa imediatamente se aproveitou dessa declaração, tentando atemorizar as pessoas que Reagan poderia na verdade mergulhar os EUA em uma guerra nuclear contra a URSS.

Veja, os âncoras da televisão imediatamente redefiniram o que era o "Armagedom", fazendo dele um conflito nuclear no fim dos tempo. Os cristãos que conheciam bem suas Bíblias perceberam imediatamente que essa redefinição estava errada, pois Jesus Cristo tornará o conflito entre Ele próprio e Satanás em uma matança; Ele proferirá uma palavra e todos os exércitos que estiverem cercando Jerusalém serão destruídos — sem qualquer batalha e, certamente, sem uma guerra nuclear. (Apocalipse 16:13-16 fala sobre o ajuntamento dos exércitos, enquanto que Apocalipse 19:11-21 descreve a terrível matança.).

De uma maneira muito similar à redefinição do que será o Armagedom, os Iluminati também manobraram o suposto cristianismo do presidente Bush para que os muçulmanos, hindus, cristãos liberais e todo o mundo secular acreditem que a única razão por que o presidente ordenou o ataque ao Iraque e ao Afeganistão é por que ele é guiado — ou talvez devamos dizer — mal-orientado — por sua peculiar variedade de escatologia cristã.

Após o desastre em Waco, no Texas, assisti ao noticiário quase que continuamente por 36 horas seguidas. Na tarde do dia seguinte, meu sangue gelou quando ouvi o presidente Clinton comentar sobre as crenças religiosas radicais de David Koresh. Acusando Koresh totalmente pela conflagração em Waco, Clinton disse: "Talvez seja hora de olharmos com maior atenção aqueles que acreditam literalmente no livro do Apocalipse."

Encarei essa afirmação como uma ameaça aos cristãos genuínos, pois sabia que David Koresh não era um cristão típico, e que pode até mesmo ter sido um Candidato da Manchúria (leia o artigo N1347, "A Relação Entre o Massacre em Waco e o Ataque ao Edifício Federal Murrah em Oklahoma City"), uma visão que mais tarde passou a ser compartilhada por muitas pessoas.

Vamos agora analisar como o resto do mundo vê as posições religiosas do presidente Bush:

Resumo da Notícia: "Para o oriente, soldados cristãos!", Frontline Magazine, Vijay Prashad, India's National Magazine, dos editores de The Hindu, 12-25 de fevereiro de 2005.

"O evangelicalismo dos EUA não representa o cristianismo, mas representa a agenda da administração Bush para a hegemonia global... Em seu segundo discurso de inauguração de mandato, proferido em 20 de janeiro, o presidente Bush mais uma vez ofereceu carne vermelha para seu rebanho evangélico. Ele repetiu a palavra "liberdade" várias vezes, uma vez na frase "selvagem fogo da liberdade' (dita na mesma frase que "a esperança acende a esperança') Essa, como muitas outras frases em seu discurso, é um eco bíblico favorito dos evangélicos americanos. Eles freqüentemente citam as linhas do livro de Jeremias na Bíblia, que diz, "então acenderei fogo nas suas portas, o qual consumirá os palácios de Jerusalém, e não se apagará." (cap 17, verso 27) ou então "porei fogo nas suas cidades, o qual consumirá todos os seus arredores". (50:32).

"Nesses casos, como Matt Rothschild, editor de The Progressive, diz, essas 'passagens ocultas' enviam um sinal à massa da base de Bush, os evangélicos. Em uma parte do discurso, Bush diz, 'A história também tem uma direção visível, definida pela liberdade e pelo Autor da Liberdade'. A linha refere-se diretamente às frases bíblicas, 'Matastes o príncipe da vida' [Atos 3:15] e, 'Olhando para Jesus, autor e consumador da fé.' [Hebreus 12:2] Como Rothschild observa, 'O Autor da Liberdade é o Príncipe da Vida, e esse príncipe é Jesus'. Liberdade, para Bush é outro modo de dizer, 'Jesus', e o alastramento da liberdade pelas forças armadas americanas está casado com o evangelicalismo americano pelos missionários."

Na visão desse autor hindu, as políticas exteriores do presidente Bush são deliberadamente moldadas de forma a atrair o suporte emocional dos cristãos evangélicos, chegando ao ponto de usar 'passagens ocultas' de modo a apelar de forma quase subliminar aos seus seguidores.

Quando ele diz que o "alastramento" da liberdade pelas forças armadas americanas está casado com o alastramento do evangelicalismo pelos missionários, parece insinuar que as políticas atuais do presidente estão destinadas especificamente em expandir o ensino dos missionários por meio da atividade das forças armadas. Essa visão é exatamente o que muitos não cristãos acreditam. A desastrosa guerra de Bush no Iraque e no Afeganistão é uma visão direta de suas estranhas visões proféticas e "bíblicas".

Como disse o ex-presidente Clinton mais de dez anos atrás, "Talvez seja hora de olharmos com maior atenção aqueles que acreditam no livro do Apocalipse."

Agora, vamos para outro artigo, mais detalhado, que é ainda mais direto.

Resumo da Notícia: "Expondo a Máfia Cristã: De Onde Vieram Aqueles Que Controlam o Governo dos EUA e Aonde Estão nos Levando", Wayne Madsen, Parte 1.

"... posso agora informar a respeito de uma conspiração criminosa tão vasta e monstruosa que desafia a imaginação. Usando grupos 'cristãos' como capas isentas de pagamento de impostos e engenhosamente camufladas, ricos empresários de direita e 'clérigos' assumiram agora o firme controle sobre o maior prêmio de todos — o governo dos Estado Unidos da América."

Wayne rapidamente procura dissipar qualquer noção que esteja acusando os cristãos — apenas os falsos.

"Meu uso do termo 'cristão' é simplesmente para indicar com clareza os conspiradores criminosos que escolheram usar inadequadamente sua autodeclarada devoção a Jesus Cristo para avançar uma agenda totalmente contrária ao cristianismo. 'Máfia cristã' é o termo que vários políticos de Washington usam para os principais conspiradores e não tem o objetivo de depreciar os cristãos ou inferir que são criminosos... O elemento mais importante desta história é que um movimento religioso destrutivo alcançou agora controle quase total sobre a máquina do governo dos EUA — seu executivo, sua legislatura, vários governos estaduais, e logo, o judiciário federal, incluindo a Suprema Corte dos EUA." (Ibidem).

Madsen então revela o nome desse grupo sombrio — A Comunhão, ou A Família.

"Para os membros desse grupo, Jesus é um logotipo e um nome de efeito para a Comunhão. Jesus é usado para justificar o acesso da Comunhão aos níveis mais altos do governo e dos negócios da mesma forma como Papai Noel atrai as crianças às lojas de departamento e aos Shoppings Centers durante o período de compras do Natal." (Ibidem).

Identificando corretamente esse grupo como tendo surgido dos nazistas, ele informa que eles têm uma combinação de uma visão distorcida de Jesus e das profecias bíblicas.

"O propósito deles tem pouco que ver com religião, mas tudo a ver com disseminar influência política e econômica e a reconstrução do mundo em preparação para um domínio global cristão de mil anos. Os membros pós-milenistas da Comunhão acreditam que Jesus não retornará até que exista um governo puramente cristão de mil anos estabelecido na Terra. É essa mentalidade que tem infundido a política exterior de George W. Bush e seu governo. O desejo por domínio político do mundo durante mil anos não é novo. Hitler planejou um 'Reich de Mil Anos' sobre todo o mundo. Não é coincidência que Hitler desejou e os assim-chamados cristãos dominionistas/reconstrucionistas agora contemplam um reino de mil anos. Os dominionistas cristãos são os herdeiros políticos de Hitler, dos noruegueses Vereide e Quisling, Buchanan, o fundador da Opus Dei e santo patrono fascista Josemaria Escrivá e seus companheiros políticos e religiosos."

Neste ponto, preciso fazer uma correção em um erro no pensamento desse jornalista. A teologia do Domínio Cristão não crê que um governo global cristão tem de ser estabelecido e operado durante mil anos, ao fim dos quais Jesus retornará. Em vez disso, a teologia do Domínio acredita que os líderes cristãos precisam usar seus meios e influência para criar um governo, uma economia e uma religião globais, para que Jesus possa então retornar.

Entretanto, esse pequeno detalhe não deve reduzir a importância do ensino central nessa questão.

O principal fato é que o grupo Comunhão foi estabelecido originalmente pelos Illuminati e tem servido aos seus interesses desde então. O presidente Bush está sendo manobrado para a posição em que as pessoas secularizadas e que não são cristãs, realmente acreditam que suas políticas desastrosas no Oriente Médio seguiram diretamente de suas peculiares crenças proféticas cristãs. Além disso, suas óbvias mentiras sobre as armas de destruição maciça no Iraque são bem claras para as pessoas secularizadas, embora os cristãos não acreditem que Bush tenha mentido de forma deliberada.

Agora, a armadilha está perfeitamente armada.

Por um lado, os cristãos genuínos não têm discernimento o suficiente para perceber que o presidente Bush não tem os frutos espirituais para substanciar sua afirmação de ser um cristão; portanto, acreditam que ele é um cristão, e está desempenhando as tarefas de seu cargo como um cristão.

Por outro lado, as pessoas secularizadas e que não são cristãs, nos EUA e em todo o mundo, vêem o presidente Bush como um "canhão solto", um indivíduo imprevisível que usa o tremendo poder de seu cargo para forçar essa estranha e perigosa visão profética sobre todo o mundo.

Nenhuma das duas visões é correta, mas como Adolf Hitler disse: "A verdade não é o que é; a verdade é aquilo que é percebido como sendo a verdade."

Quando o plano dos Illuminati chegar ao ponto em que as estranhas visões apocalípticas de Bush provocarem a deflagração da Terceira Guerra Mundial, os não cristãos se voltarão contra os cristãos querendo vingança, simplesmente por que o mundo exterior considera Bush e sua guerra como cristã! Muitos e muitos muçulmanos consideram que o Iraque foi invadido por um exército de uma cruzada cristã. Como detalhamos em nossos artigos e boletins, os muçulmanos vêem a tortura e degradação sexual perpetrada nas prisões militares no Iraque e no Afeganistão como o mais recente exemplo da degradação moral que sempre atribuíram às nações "cristãs".

Se Bush rebaixar o cristianismo evangélico e fundamentalista aos olhos do mundo, o pincel será definitivamente largo o suficiente para colorir os cristãos fundamentalistas.

Observe os eventos com atenção. A guerra no Iraque vai se tornar cada vez pior, trazendo o tempo mais para perto quando uma centelha deflagrará uma guerra regional. Essa guerra arrastará então Israel para dentro do redemoinho. No entanto, os eventos não começarão até que Israel tenha concluído a separação das populações judaica e palestina (leia o artigo N1422, "A Vindoura Aniquilação do Povo Palestino — A Casa de Esaú"). Assim, estamos observando com grande interesse o Desengajamento Unilateral, que está sendo promovido pelo primeiro-ministro israelense Ariel Sharon.

Quando as políticas do presidente Bush estiverem totalmente desacreditadas por serem vistas como causadoras da Terceira Guerra Mundial, em vez de impedir que ela ocorresse, os cristãos genuínos serão rapidamente lançados no mesmo barco. O cenário estará então armado para o início da Tribulação e a perseguição dos santos, uma possibilidade plausível quando você percebe que o objetivo da Terceira Guerra Mundial é colocar o Anticristo no cenário internacional.

"... e quando tiverem acabado de espalhar o poder do povo santo, todas estas coisas serão cumpridas." [Daniel 12:7b].

"E, havendo aberto o quinto selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da palavra de Deus e por amor do testemunho que deram. E clamavam com grande voz, dizendo: Até quando, ó verdadeiro e santo Dominador, não julgas e vingas o nosso sangue dos que habitam sobre a terra? E foram dadas a cada um compridas vestes brancas e foi-lhes dito que repousassem ainda um pouco de tempo, até que também se completasse o número de seus conservos e seus irmãos, que haviam de ser mortos como eles foram." [Apocalipse 6:9-11].

À medida que o mundo caminha em direção ao clímax do fim dos tempos, podemos ver como esse gigantesco erro de percepção sobre quem o presidente Bush realmente é poderá em breve cumprir essas profecias acima. A perseguição está vindo, cristãos genuínos; fomos marcados para sermos derrubados.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 27/2/2005
Revisão: http://www.TextoExato.com
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2008.asp