Escolha uma cor para o fundo:  

A China Obtém Tecnologia Militar de Ponta (Via Espionagem e Roubo Cibernético), Adota Posição de Confronto com o Japão e É a Principal Apoiadora da Coreia do Norte

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1



Título do Livro 2


Título do Livro 3

A China conseguiu fortalecer continuamente suas forças militares nas últimas décadas, e já atingiu a capacidade de projetar agressivamente seu poderio militar para além de suas fronteiras. A profecia bíblica atribui um papel decisivo para a China no fim dos tempos e prevê o cenário em que os "reis do oriente" decidirão ocupar o Oriente Médio com um vasto exército, que estará equipado com poder de fogo para destruir um terço da população mundial no percurso até lá.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"

Resumo da Notícia: "Piratas de Computador Chineses Roubam Projetos Avançados de Armamentos dos EUA", NewsMax, 28 de maio de 2013.

"Piratas de computador chineses roubaram alguns dos projetos de armamentos mais sensíveis dos EUA — um acontecimento perigoso que poderá colocar em risco nossos soldados no caso de um conflito com a China... Um relatório confidencial preparado para o Pentágo pela Junta de Ciência de Defesa não acusa o governo chinês, mas altos funcionários do governo disseram ao Post que as infrações foram parte de um crescente esforço de espionagem que visa as empresas contratadas pela Defesa... Isto representou bilhões de dólares de vantagem para a China. Eles simplesmente economizaram 25 anos de pesquisa e desenvolvimento. É uma loucura."

Sim, é sempre "loucura" quando forças americanas são colocadas em risco por causa da espionagem. Em muitos casos, o inimigo não tem qualquer capacidade de igualar a tecnologia americana, de modo que o único modo que conseguir desenvolver armamento comparável é roubando a pesquisa científica das companhias americanas.

Os americanos e alemães são conhecidos como os grande inovadores e inventores de novas tecnologias; os chineses e japoneses são conhecidos como os melhores imitadores do mundo!

O perigo militar é real.

"O roubo cibernético dá à China uma vantagem que ela poderá explorar durante um conflito, ele acelera a tecnologia militar chinesa, ao mesmo tempo que permite uma economia de bilhões de dólares em pesquisa. Os projetos americanos podem ser usados para beneficiar a indústria de defesa da China... esses ataques cibernéticos poderão causar severas consequências para as forças dos EUA envolvidas no combate, incluindo a interrupção (corte) dos enlaces de comunicações, que podem fazer as armas deixar de operar corretamente. Aviões, satélites e aviões-robôs podem cair... 'Se eles entrarem nos sistemas de combate, isto permitirá que consigam compreendê-los para poder causar interferências ou desabilitá-los', disse Winslow T. Wheeler, diretor do Projeto Staus de Reforma Militar. 'Se eles entrarem nos algoritmos básicos para os mísseis e modificarem o modo como eles se comportam, é melhor então que alguém pegue uma folha de papel em branco e comece a projetar tudo de novo.'"

Primeiro, lembre-se que a China recebeu ou roubou tecnologia americana desde os dias dos presidentes Richard Nixon e William Clinton. Mas, antes de fazermos esta pequena lição de história, precisamos nos lembrar novamente que não existe diferença real entre os partidos Republicano e Democrata. Os líderes de ambos os partidos estão igualmente comprometidos com a Nova Ordem Mundial.

O presidente Nixon e seu Secretário de Estado, Henry Kissinger, "abriram as portas" para China em 1972. Desde então, os altos funcionários do governo americano, tanto republicanos quanto democratas, estão cooperando no plano de fortalecer continuamente a China até o status de uma superpotência, sem que a maioria dos ocidentais esteja ciente dos perigos. Há uma lista inteira de autoridades do governo e empresários que estão envolvidos neste esforço. Donald McAlvany, escrevendo no boletim cristão "Lion of Judah", lista as seguintes pessoas que cooperaram nesse esforço com a China:

Henry Kissinger, George Bush, Alexander Haig, Brent Scowcroft, Lawrence Eagleburger, David Rockefeller, Armand Hammer, o vice-presidente Al Gore, Newt Gingrich, Trent Lott, Dick Armey, Tom Delay e Bob Dole.

Se esta lista de "Quem é Quem" na política americana não o deixa chocado, então considere as muitas empresas que estão envolvidas na promoção do comércio com a China comunista. McAlvany reporta que "o Conselho Empresarial Estados Unidos-China" é responsável por assumir a liderança nesta questão do comércio. As seguintes são algumas das empresas envolvidas:

Boeing, Motorola, General Motors, General Electric, United Technologies, Mobil, Exxon, Caterpillar, Cargill, Phillip Morris, Proctor & Gamble, TRW, Westinghouse, American International Group.

Tantas outras companhias também estão envolvidas que McAlvany diz que "efetivamente, as 500 maiores na lista da revista Fortune tornaram-se relações públicas/máquinas de lóbi em Washington. Esse lóbi empresarial pró-China levantou mais de 20 milhões de dólares em contribuições em dinheiro para os membros da Câmara dos Representantes e do Senado no ano passado. Os republicanos receberam mais do que os democratas'..." [Lion of Judah, pág. 2].

As notícias ainda se tornam piores. Os EUA estão caladamente vendendo à China tecnologia e componentes que podem facilmente ser usados pelas Forças Armadas, bem como pelos "interesses comerciais" aos quais eles foram supostamente vendidos. Essa informação é devastadora, pois significa que a China está construindo uma força militar no "estado da arte" há no mínimo 30 anos, talvez mais!

Quando fui convocado em 1968, durante o auge da Guerra no Vietnã, ingressei na Inteligência do Exército, onde estive durante quatro anos, de modo que pude ficar honrosamente longe do Vietnã. Vim a compreender que não estávamos tentando vencer aquela guerra e corretamente suspeitei que as vidas dos soldados americanos estavam sendo perdidas ali a troco de nada. Infelizmente, eu estava correto.

Minha ocupação militar era a de Analista de Comunicações Interceptadas do Inimigo. Recebi a Classificação de Segurança "Criptografia Altamente Secreta". Após um treinamento individual avançado, foi designado para a base em Okinawa, no Japão, para servir no Centro de Processamento Conjunto de Sobe. Esse centro era o Pentágo do Oriente, onde analisávamos os dados interceptados e enviávamos nossas análises para o Pentágono.

Como parte de meu treinamento inicial, aprendi que, embora a China comunista tivesse mais de um milhão de homens em suas forças armadas, e pudesse ser um formidável obstáculo para qualquer um que a atacasse, ela não poderia projetar seu poder militar para além de suas fronteiras. Por quê? Porque a China operava com armamentos e materiais obsoletos, do tempo da Guerra da Coreia. Portanto, as forças armadas dos EUA não estavam preocupadas com um ataque da China contra as forças americanas, a partir do Vietnã do Norte, apesar dos protestos do governo Nixon. Se você se lembra, o presidente Nixon disse ao povo durante a eleição presidencial de 1968 que não poderia cumprir sua promessa de campanha de invadir o Norte, porque receava que essa invasão pudesse provocar um conflito terrível com a China! Esta foi a primeira ocasião em que percebi que o governo federal é perfeitamente capaz de mentir para seus cidadãos, e que não possui necessariamente os melhores interesses da população em seu coração!

Portanto, nos anos 1970s, a China estava militarmente enfraquecida, com equipamento obsoleto, em todas as áreas de suas forças armadas. Esse situação era tão desesperadora que a China não "poderia projetar poder militar além de suas fronteiras". Vimos este cenário acontecer, não é mesmo, quando a China invadiu o Vietnã do Norte logo após o fim da guerra. Quando o Vietnã do Norte contra-atacou, expulsou as forças chinesas para o outro lado da fronteira, infingindo uma terrível derrota sobre os orgulhosos chineses. A China foi apropriadamente humilhada.

No entanto, nas três últimas décadas, essa situação mudou continuamente, pois a China caladamente transferiu tecnologia e componentes de seu "setor empresarial" para seu setor militar. Sem chamar atenção, a China transformou suas forças militares de obsoletas para Estado da Arte! Quando você também considera a realidade que a China desenvolveu de forma independente suas próprias armas nucleares, tem uma situação sobre a qual o mundo deveria se preocupar muito. O que Lenin disse a respeito do Ocidente? "Os capitalistas nos venderão a corda com a qual nós os enforcaremos!" Como os chineses nunca renunciaram ao Comunismo, eles ainda estão oficialmente em guerra contra o Capitalismo ocidental, isto é, contra os EUA!

Mas, como mostramos repetidamente, tanto no Seminário 2 e no artigo N1007, os líderes comunistas sempre foram soldados leais na batalha para tornar a Nova Ordem Mundial uma realidade. Em outras palavras, os líderes ocidentais, como Clinton, Bush e Obama, veem os líderes chineses como "companheiros" na luta para estabelecer a Nova Ordem Mundial! Portanto, dinheiro e tecnologia ocidentais sempre fluíram para a Rússia e para a China, frequentemente via acordos comerciais que sempre tiveram brechas e uma cláusula do tipo "porta dos fundos".

Donald McAlveny entendeu a essência desse cenário "empresarial" da tecnologia e dos componentes que estão sendo fornecidos para o Exército Popular de Libertação da China:

"As autoridades americanas tentam evitar o debate que estão lidando com tecnologia que poderá acabar nas mãos do Exército Chinês, que é o maior fabricante na China. A transferência de tecnologia é uma parte importante desses contratos. O governo chinês exige que a tecnologia seja transferida, como parte do acordo." [Idem].

"É parte do acordo". Eu diria também que é parte do acordo que a China seja transformada em uma superpotência, exatamente ao tempo que o Anticristo está pronto para aparecer em cena. Provavelmente, os chineses exigiram essa concessão como seu preço para apoiar o Plano da Nova Ordem Mundial.

Há mais de dez anos que a Cutting Edge observou que a China está recebendo capacidade militar. Em 2005, publicamos o artigo N2046, intitulado "A China Parece Estar Reduzindo Cada Vez Mais o Desnível Militar com os Estados Unidos"

Agora, vamos examinar o que os Illuminati planejaram versus o que Deus planejou para a China no fim dos tempos.

Plano dos Illuminati versus Plano de Deus

Plano dos Illuminati

Um plano ocultista, concebido originalmente no início do século 19 e atualizado continuamente desde então, prevê um papel muito poderoso para a China. Quando contarmos essa parte do plano, você finalmente compreenderá o drama que está ocorrendo em todo o mundo hoje, à medida que a China desenvolve um sério programa de fortalecimento de sua força militar.

Você também compreenderá por que os presidentes Nixon, Clinton, Bush e Obama foram tão firmes na decisão de permitir que a China construísse uma força nuclear de ataque e uma máquina militar equipada com alta tecnologia. Clinton exerceu o poder de seu cargo de presidente para permitir que a China recebesse a capacidade avançada de rastreamento por satélites, que lhe permitiu desenvolver mísseis de precisão. Clinton também agiu para que a China pudesse receber dos EUA a tecnologia avançada de construção de ogivas nucleares.

Toda essa capacidade foi planejada de forma abrangente pelos satânicos Protolocos dos Sábios de Sião, um dos documentos mais importantes já escritos e que detalha especificamente como o mundo deve ser movido para a Nova Ordem Mundial. Embora a origem desse documento permaneça envolvida em mistério, alguns ocultistas acreditam que ele foi escrito bem no início do século 19. Os Protocolos são brilhantes demais em sua análise a respeito das muitas transformações que precisariam ser feitas, para terem saído de mentes unicamente humanas. Esses Protocolos foram escritos por espíritos-guia demoníacos, da mesma forma que os escritos ocultistas do século 20, como os livros de Alice Bailey, que ela enfaticamente admite que foram canalizações que recebeu do demônio Mestre D. K.

A maioria das pessoas acredita que esses Protocolos são uma falsificação, uma fraude, e que devem ser desconsiderados completamente. Seja lá qual grupo iluminista tenha canalizado esses protocolos, superficialmente eles foram escritos como se fossem um documento judaico de planejamento que tem como objetivo subjugar os gentios em uma ditadura global. O projeto dos Protocolos como um documento judaico foi deliberadamente superficial, porque os autores queriam que as pessoas descobrissem que os judeus não escreveram os protocolos. Por que os autores queriam que essa descoberta ocorresse? Eles concluíram que, depois que as pessoas compreendessem que o formato dos Protocolos era fraudulento, elas desconsiderariam todos os detalhes contidos no documento. Esses detalhes são muito reais e estão sendo seguidos à risca. Depois que o conhecimento se tornasse disseminado que os Protocolos não são uma criação judaica, todo o documento seria tão completamente desacreditado que os Illuminati poderiam seguir seu conteúdo livremente.

Agora, veja o papel que os Protocolos atribuem aos EUA e à China após a Nova Ordem Mundial e seu super-homem, o Anticristo terem sido estabelecidos. Os Protocolos prevêem que, talvez, algumas nações tentem resistir ao Cristo deles e ao seu novo governo global. Veja:

"Em uma palavra, para resumir nosso sistema de coação dos governos cristãos da Europa, faremos ver a um nossa força por meio de atentados, isto é, pelo terror; a todos, se todos se revoltarem contra nós, responderemos com os canhões americanos, chineses e japoneses." [Protocolo 7, último parágrafo].

Leia essa parte do Plano diversas vezes até compreendê-la perfeitamente. Os Protocolos prevêem o fortalecimento dos exércitos dos EUA e da China até o ponto em que eles serão usados para responder a qualquer tentativa de levantes contra o império global do Anticristo! Os EUA lideraram o mundo nos últimos cem anos em avanços tecnológicos, mas a China sempre permaneceu um país muito atrasado. Portanto, de modo a cumprir o plano dos Illuminati chamado Protocolo dos Sábios de Sião, os EUA tiveram de desenvolver a China tecnologicamente! Os EUA tiveram de dar, "vender", e permitir que os espiões chineses roubassem informações, até que a China possuísse uma agressiva força nuclear de primeira linha e formidáveis e modernas forças armadas (Exército, Marinha e Força Aérea).

Além disso, de modo a permitir que a China construísse armamentos de primeira linha, ela teve de ser desenvolvida economicamente. Portanto, quando o presidente Nixon abriu a China para os negócios em 1972, sua visita foi amplamente divulgada. Os acordos assinados durante aquela visita iniciaram o processo de trocas comerciais com a China. Em seguida, em meados dos anos 80, Deng Xiaoping, o sucessor de Mao, escancarou a economia chinesa para as empresas ocidentais, permitindo que homens de negócios chineses desenvolvessem suas empresas de forma muito parecida como os capitalistas. Como resultado desse relacionamento comercial durante os últimos 25 anos, a China obtém agora superávits comerciais anuais de muitas dezenas de bilhões de dólares, dinheiro que está sendo usado para criar forças armadas de primeira linha, que poderão aniquilar os EUA e qualquer outro país no mundo.

O Plano de Deus para a China

Não estou sugerindo que você passe noites em claro, preocupando-se com uma guerra contra a China Comunista. Precisamos nos lembrar que Deus tem o controle sobre todas as nações do mundo (Daniel 2:21). Acreditamos ser altamente provável que Deus não permitirá que a China destrua os EUA, mas que poderá usar a Rússia para fazer isso. (Leia nosso artigo CE1038, "Os EUA Podem Ser a Babilônia Econômica de Apocalipse 18").

A grande implicação profética em todo este episódio é que os EUA podem estar permitindo que a China cumpra algumas profecias bíblicas muito importantes a respeito do fim dos tempos! Vamos examinar as profecias pertinentes para ver isto.

"E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, a qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens. E o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões; e ouvi o número deles." [Apocalipse 9:13-16].

Essa incrível profecia nos diz que um dos castigos de Deus é libertar quatro poderosos "anjos" demoníacos que estão presos em algum lugar nas adjacências do rio Eufrates, provavelmente naquela extradimensão em que os anjos e demônios existem. Esses anjos lideram um grande exército totalizando 200 milhões de soldados.

Essa não é a única vez que vemos seres demoníacos liderando um exército para a batalha durante o período da Grande Tribulação. Em Apocalipse 16:13-14, vemos que espíritos demoníacos possuem o Anticristo e o Falso Profeta, e vão ao redor do mundo enganar os líderes globais para se congregarem no Vale do Megido para a Batalha do Armagedom. Estamos nos adiantando um pouco aqui, mas queremos estabelecer o fato que seres demoníacos receberão a permissão de verdadeiramente enganar as mentes dos líderes humanos durante a Grande Tribulação, e persuadi-los a mobilizarem suas forças para a batalha.

Você sabia que o Senhor Jesus previu, 1.900 anos atrás, que no fim dos tempos, Deus implantará um plano nas mentes dos governantes mundiais para que entreguem o domínio para o Anticristo e que eles atuarão em harmonia para realizar esse plano?

"E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a besta. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta." [Apocalipse 17:12-13]

Observe que a profecia diz que os dez reis terão um "mesmo intento", isto é, uma mesma opinião, um mesmo propósito! Os dez reis participarão de uma conspiração para subverter a autoridade política normal dos governos nacionais, de modo a atuarem juntos e perpetrarem o plano que foi combinado! Esse verso é um dos mais poderosos de toda a Bíblia e prova que a profecia prevê que existirá uma conspiração política em operação no fim dos tempos.

Lembre-se que Deus disse: "Porventura andarão dois juntos, se não estiverem de acordo?" [Amós 3:3].

Qual será o nível de concordância entre esses dez governantes finais?

"Porque Deus tem posto em seus corações, que cumpram o seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus." [Apocalipse 17:17].

Hoje, o mundo está neste estágio de cooperação entre os dez supergovernantes, uma cooperação sem precedentes na história mundial, de modo que você precisa ignorar a falsa sabedoria política convencional e toda a conversa fiada na mídia de massa, para poder compreender verdadeiramente a profecia bíblica sobre o fim dos tempos.

Uma rápida análise do plano dos Illuminati para reorganizar as nações do mundo em somente dez supernações revela que os EUA são parte do NAFTA, o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (EUA, Canadá e México), a Supernação 1, e que a Rússia é parte da Supernação 5. Portanto, podemos esperar que, neste período entre o estabelecimento oficial das dez supernações, e o aparecimento do Anticristo, os líderes das dez Supernações estejam cooperando de uma forma sem precedentes. Devemos esperar que o líder da Supernação 5 (Rússia e Europa Oriental) esteja cooperando com o líder da Supernação 1 (o NAFTA) e com a Supernação 10 (China).

O objetivo final é apresentar o Anticristo! Assim, sabemos com certeza que o propósito final da cooperação entre o primeiro-ministro Putin, da Rússia, com o presidente Obama é permitir o aparecimento do Anticristo! Logicamente, estamos falando sobre isto há vários anos e, graças a Deus, um número cada vez maior de pessoas está começando a acordar e prestar atenção.

Depois que você compreender que o período de tempo entre os Eventos 1 e 2 de Daniel 7:7-8 será de uma cooperação sem paralelos, poderá compreender o quão profeticamente significativo foi o desmantelamento deliberado da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviétivas) antes da criação da primeira das dez supernações! A confederação planejada de dez supernações pôde ocorrer depois que a Rússia se separou da URSS e a Europa Oriental se libertou do controle russo.

Agora, vamos voltar para Apocalipse 9:13-16. Vemos que o exército de 200 milhões terá a permissão de matar um terço da população mundial! Em outras palavras, esse exército de 200 milhões estará bem equipado com armas de destruição maciça. Consideramos que existem três tipos de armas de destruição maciça: nucleares, químicas e biológicas. Esse exército inacreditável, com um número sem precedentes de soldados, possuirá poder de fogo suficiente para matar um terço de todos os habitantes da Terra!

Finalmente, observe que Deus revela nessa passagem que reservou quatro poderosos anjos demoníacos para um tempo específico: Esse tempo específico é descrito como "a hora, e dia, e mês, e ano". Em outras palavras, Deus determinou, muito tempo atrás, o dia exato, do mês exato, do ano exato em que essa invasão ocorrerá! Deus, está com o controle total. Tudo o que sabemos é que irá acontecer nos sete anos do Período de Tribulação e, muito provavelmente, na última parte dos três anos e meio conhecidos como a Grande Tribulação.

Quando retornamos à passagem em Apocalipse 9, temos uma compreensão mais profunda sobre esse exército e de onde ele possivelmente virá. Vejamos o próximo verso para obtermos mais informações sobre esse exército sem precedentes.

"E assim vi os cavalos nesta visão; e os que sobre eles cavalgavam tinham couraças de fogo, e de jacinto, e de enxofre; e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e de suas bocas saía fogo e fumaça e enxofre. Por estes três foi morta a terça parte dos homens, isto é pelo fogo, pela fumaça, e pelo enxofre, que saíam das suas bocas. Porque o poder dos cavalos está na sua boca e nas suas caudas. Porquanto as suas caudas são semelhantes a serpentes, e têm cabeças, e com elas danificam." [Apocalipse 9:17-19].

Muitos estudiosos da Bíblia têm dificuldade para entender essa passagem, uma vez que o exército é descrito pelo apóstolo João de uma maneira que não é absolutamente clara. Antes de tentarmos apurar o significado dessa descrição, avancemos no Apocalipse, ao ponto em que vemos esse exército vindo ao grande rio Eufrates.

"E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente." [Apocalipse 16:12].

Nessa taça do julgamento, vemos que as águas do Eufrates secam com o propósito específico de permitir que os "reis do oriente" atravessem com seu exército de 200 milhões de homens. Uau, os reis do oriente. Que país ao oriente de Israel é capaz de mobilizar um exército de 200 milhões de soldados? Existe apenas um país: a China.

Quando você conta a Milícia, em conjunto com seu Exército ativo, a China pode mobilizar um exército de 200 milhões de soldados! Nas últimas décadas, a China impôs um decreto draconiano que cada família pode ter apenas uma criança. Uma vez que a cultura tradicional chinesa prefere os meninos às meninas, os pais chineses têm silenciosamente matado as filhas nascituras para que eles possam engravidar de novo e ter um menino. A China agora está em uma situação em que tem dezenas de milhões de homens a mais do que mulheres. "Esse desequilíbrio sexual irá resultar em um excesso de aproximadamente 70 milhões de homens jovens na China no ano 2000, sem terem mulheres para se casarem... Essa situação poderá cumprir a profecia de João sobre o exército de duzentos milhões do oriente que lutará na Batalha do Armagedom." [A Assinatura de Deus: Descobertas Bíblicas Surpreendentes, de Grant Jeffrey].

Se entendermos que esse exército do oriente, totalizando 200 milhões de soldados, é chinês, então vamos olhar a difícil passagem em Apocalipse 9:17-19. Ficamos sabendo que os cavaleiros desses "cavalos" usavam peitorais de "fogo, jacinto e enxofre", devemos nos perguntar, que tipo de cores seriam essas?

Se você observar a arte chinesa, descobrirá que essas cores são usadas abundantemente! Essas cores são cores tradicionais da China.

Então, lemos que o poder para destruir um terço de toda a humanidade vem tanto da "boca" como da "cauda". Deixando de lado, por um momento, a dificuldade de descrever esses cavaleiros como se estivessem montando "cavalos", eu lhe digo que os tanques modernos, os veículos blindados e as peças de artilharia disparam seus projéteis, ou mísseis, principalmente por suas "bocas", mas outras armas disparam pela traseira, de suas "caudas". Se você já viu um helicóptero ou um avião disparando mísseis por baixo, a fumaça do rastro do míssil dá a impressão que o míssil foi disparado pela traseira.

Se esse exército chinês, marchando do oriente, estivesse equipado com armas de destruição maciça, por exemplo, armas nucleares, químicas e biológicas, poderia facilmente matar dezenas de milhões de pessoas em seu trajeto até Israel. Lembre-se, os armamentos modernos possuem munições e mísseis táticos de todos esses três tipos de armas de destruição maciça.

Agora, vamos examinar o caminho desde a China que esse terrível Exército poderá seguir para chegar a Israel. Já sabemos que ele virá do oriente, mas então, em Apocalipse 16:12, descobrimos que ele irá atravessar o rio Eufrates, cujas águas secarão.

Você sabia que o governo da Turquia possui um sistema de represas que pode interromper completamente o fluxo de água do Eufrates? O fato de o sistema de represas ter sido construído recentemente é mais uma indicação de que estamos vivendo no fim dos tempos! Agora, examinemos essa pertinente Escritura novamente:

"E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o caminho dos reis do oriente." [Apocalipse 16:12; ênfase adicionada].

Que países o exército chinês terá que atravessar ou se aproximar para ir da China a Israel, seguindo o caminho do rio Eufrates no Oriente Médio? E, mais importante, quais são suas populações? Pedimos que você leia os detalhes completos em N2066, intitulado "Os 'Reis do Oriente' Estão se Fortalecendo e Formando Alianças Que Lhes Permitirão Marchar Contra Israel no Fim do Período da Tribulação"

O exército chinês teria que atravessar os seguintes países, ou pelo menos se aproximar muito deles. Do sul da China, onde vive a maior parte da população chinesa e onde esse exército enorme teria que começar a preparar sua marcha, a estrada para o Ocidente passa pelos seguintes países:

Tibete — Alguns mapas tiraram o Tibete, mostrando apenas a China.

Paquistão — Observe no mapa que a China e a Índia possuam uma "área disputada" exatamente no caminho em que essa estrada entraria logicamente da China no Paquistão.

Índia — A rodovia segue imediatamente do norte da China, mas passa pela área disputada da Caxemira. Uma característica que os chineses e paquistaneses têm em comum é seu ódio pelos indianos. Tanto a China quanto o Paquistão já guerrearam contra a Índia. O ódio histórico e a competição são ferozes. As escaramuças na Caxemira entre forças paquistanesas e indianas é, na verdade, uma batalha entre a China e a Índia, pelo domínio da criticamente importante Caxemira.

Afeganistão — A China ajudou repetidamente os rebeldes afegãos na luta contra os invasores russos; portanto, é lógico que o Afeganistão permitirá que os chineses construam uma super-rodovia em seu território, particularmente se souber que essa rodovia permitirá aos chineses "tirar" os israelenses da cena de uma vez por todas.

Da China até o Afeganistão, essa super-rodovia cruza algumas das mais altas montanhas do mundo. Você pode perceber que, se uma nação quiser deslocar rapidamente 200 milhões de soldados e equipamento bélico por uma distância tão longa, necessitará de uma moderna super-rodovia. Caso contrário, as montanhas impediriam tal mobilização.

Grant Jeffrey diz muito claramente: "O governo chinês gastou quantias enormes e desperdiçou a vida de centenas de milhares de operários construindo uma super-rodovia militar pela Ásia indo em direção a Israel. A rodovia não possui justificativa econômica, e estrangeiros não são permitidos em lugar algum perto dela. A rodovia foi concluída passando pelo sul da China, Tibete, Paquistão e Afeganistão." [Ibidem, pág. 190].

Por que essa rodovia será construída somente até o Afeganistão? Afinal de contas, esse exército de 200 milhões de homens ainda terá que atravessar o Irã, o Iraque e a Jordânia para chegar a Israel. Por que a rodovia seguiria apenas até o Afeganistão? Uma possível resposta é que os chineses não receberam autorização do Irã e do Iraque para construir a super-rodovia; no entanto, não acredito que seja esse o caso, dado o ódio dos árabes contra Israel. Eles fariam qualquer coisa para ver Israel derrotado e aniquilado, incluindo a construção de uma super-rodovia. A segunda possível resposta é que o terreno do Iraque, Irã e Jordânia é tão plano, que grandes tanques, caminhões, e dezenas de milhares de veículos terrestres poderiam facilmente atravessar o terreno. Em termos militares, esse tipo de terreno é chamado de "campo de tanques", pois tanques de guerra podem facilmente se locomover por eles.

Irã — Uma vez que a rodovia termina no Afeganistão, o Irã será facilmente atravessado. Seu terreno é plano, um "campo de tanques". Grandes números de homens, materiais, e equipamentos pesados podem viajar nele rapidamente!

Iraque — Idem ao Irã. Entretanto, uma vez que o exército chegar a Bagdá, ele terá de cruzar os rios Tigre e Eufrates. Acho interessante que essas profecias não mencionem a travessia do rio Tigre, sendo muito óbvio que o exército deverá atravessá-lo para depois chegar ao Eufrates. Existem apenas três razões pelas quais o Tigre não é mencionado. 1) A Bíblia considera a bacia dos rios Tigre-Eufrates como um só sistema. 2) Para que o exército atravesse o Eufrates pelo oriente, terá de atravessar o Tigre. 3) É no Eufrates que Deus aprisionou os quatro poderosos anjos demoníacos que irão liderar esse exército contra Israel. Qualquer que seja a razão, sabemos que a Turquia construiu seu sistema de represas de forma que eles podem fazer parar a corrente do Tigre e do Eufrates. Os dois grandes rios ficarão secos!

Rússia Meridional — Mesmo que grande parte do exército russo provavelmente já terá sido destruído antes dessa invasão, quando tentará destruir Israel, em cumprimento de Ezequiel 38-39, é imaginável que os russos tentem interceptar esse exército maciço enquanto ele passar pelo sul. Ou, os chineses podem se "vingar" dos russos, e matar quantos puderem enquanto se locomovem pela rodovia. Lembre-se, com os armamentos de hoje, muita matança em centros urbanos pode ser feita sem que os veículos saiam da estrada.

Jordânia — O território da Jordânia é plano e permite o trafego rápido de tanques e caminhões, como o do Irã.

Você se lembra da profecia que esse exército de 200 milhões de homens matará um terço da população mundial? Se esses cálculos estiverem baseados no número de 6 bilhões de habitantes do mundo hoje, então seria uma previsão da morte de aproximadamente 2 bilhões de pessoas. No entanto, nesse momento, pelo menos um quarto da população mundial estará morta pelos julgamentos de Deus, o que significa que, antes que esse exército marche, aproximadamente 1 bilhão e 500 milhões pessoas já morreram, deixando uma população mundial de não mais que 4,5 bilhões. Isso significa que 1,5 bilhões de pessoas serão mortas por esse exército do oriente.

Quando paramos para observar os países pelos quais esse exército passará (ou dos quais se aproximará) vemos duas interessantes situações. Primeiro, vemos a Índia, com uma população de mais de 1 bilhão de habitantes. Se a Índia deslocar suas forças para enfrentar o Exército Chinês, então é muito provável que a China retalie com todas as armas de destruição maciça que tiver em mãos. A Índia poderá ser aniquilada.

Segundo, os Planos da Nova Ordem Mundial prevêem a completa aniquilação das populações muçulmanas do mundo (1 bilhão de pessoas), pois a crença em um único deus é forte demais para que aceitem as reivindicações do Cristo da Nova Era (o Anticristo). É interessante observar que a maior parte da população da Rússia Meridional é muçulmana, de modo que ela seria um alvo para a destruição desde o principio.

No entanto, essa invasão do exército chinês de 200 milhões de soldados resultará na morte de um terço de toda a população mundial. Além disso, quando esse exército chegar a Jerusalém, já terá muitas vitórias e muito sangue nas mãos.

Lembre-se de uma última coisa: não é possível saber se esse evento ocorrerá com base na lógica, nos precedentes históricos, ou naquilo que "faz sentido", pois esse evento, como muitos outros do período da Tribulação, acontecerá ainda que não faça nenhum sentido. Esses eventos acontecerão porque Deus decretou que aconteçam; as hordas de demônios irão primeiro enganar, e depois reunir os líderes da Terra para a batalha do Deus Todo-Poderoso. Essa é a época na história mundial em que Deus agirá para destruir os pecadores da Terra. Veja a seguinte profecia criticamente importante sobre o fim dos tempos, em Isaías 13:9:

"Eis que vem o dia do SENHOR, horrendo, com furor e ira ardente, para pôr a terra em assolação, e dela destruir os pecadores."

Deus destruirá os pecadores da Terra, preparando-a para o tempo do Reinado Milenar de Jesus Cristo. A Terra estará sendo purificada dos pecadores, assim como um cirurgião esteriliza a área ao redor de onde pretende operar. Deus usará a iniqüidade natural do homem para destruir outros homens. Deus não tem de destruir pessoalmente os pecadores por meio da guerra; tudo o que precisa fazer é deixar de restringir o mal, e os homens se matarão aos bilhões. Quando a matança começar, os homens que realizarem a matança estarão tomados pelo mesmo "furor assassino" que foi observado nos países comunistas ao longo dos anos. A China pode continuar bombardeando a Índia com "armas não-convencionais de destruição em massa" até que não reste ninguém vivo. Esse é o retrato da guerra que irromperá durante a Grande Tribulação.

Quando o exército chinês chegar à fronteira da Jordânia com Israel, a antiga capital Jerusalém estará ao seu alcance. Imediatamente, esse exército começará a cercar Jerusalém. A batalha do Armagedom estará pronta para começar. Vamos acompanhar o relato bíblico no próximo verso em Apocalipse 16:13-14:

"E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis da terra e de todo o mundo, para os congregar para a batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso."

No reino do ocultismo, uma possessão demoníaca comum tem a forma de uma esfera verde que flutua no ar e entra e sai da boca dos participantes. Quando a esfera verde entra na boca e desaparece, a pessoa imediatamente entra em convulsão e passa por uma experiência "fora do corpo". Aparentemente, haverá aqui esse tipo de possessão demoníaca, já que sua manifestação visível tem a cor comumente associada com as rãs — verde.

Vemos que esses espíritos imundos possuem primeiro o Anticristo e o Falso Profeta, e depois vão ao mundo inteiro para convencer os líderes a fazer guerra contra Deus, na verdade contra Jesus Cristo. Então, no verso 16, lemos: "E os congregaram no lugar que em hebreu se chama Armagedom."

Essa é a batalha na planície de Megido, onde o Senhor Jesus Cristo livrará pessoalmente Jerusalém do maior exército já reunido no planeta Terra. Vemos Jesus Cristo aparecendo nos céus com seus santos de todas as épocas. Ele simplesmente dirá a Palavra e todos os "poderosos" exércitos serão mortos instantaneamente. Vemos a carnificina em Apocalipse 19:11-21.

No verso 15, vemos algo muito interessante. Vemos que a Bíblia prediz que Jesus Cristo agirá como alguém que está pisando o lagar de sua ira e indignação. As "uvas" sendo esmagadas por seus pés, no entanto, são as pessoas que estão em rebelião contra ele. Em Apocalipse 14:14-20, vemos essa imagem novamente, porém aqui vemos que, quando o anjo celestial lança sua foice em julgamento, o sangue desses 200 milhões de homens flui em um nível sem precedentes. Veja o verso 20: "E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar até aos freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios." Essa distância é de aproximadamente 320 quilômetros. Em outras palavras, quando o sangue desses 200 milhões de homens for instantaneamente derramado pela palavra de Jesus Cristo, a quantidade alcançará a altura dos freios dos cavalos, e abrangerá cerca de 320 quilômetros. Já que o vale de Megido tem aproximadamente 22 x 32 quilômetros, podemos ver que o fluxo de sangue será como um rio e correrá por uma distância considerável para fora do vale.

Jesus predisse que um dos sinais do fim dos tempos será o cerco de Jerusalém:

"Mas, quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação." [Lucas 21:20].

"Eis que eu farei de Jerusalém um copo de tremor para todos os povos em redor, e também para Judá, durante o cerco contra Jerusalém. E acontecerá naquele dia que farei de Jerusalém uma pedra pesada para todos os povos; todos os que a carregarem certamente serão despedaçados; e ajuntar-se-ão contra ela todo o povo da terra." [Zacarias 12:2-3].

Observe atentamente a predição que "ajuntar-se-ão contra ela todo o povo da terra". Essa profecia em que Jerusalém é cercada por inimigos, em uma situação tão séria que apenas o Messias poderá livrá-la, é bem conhecida dos estudiosos judeus, especialmente nos dias de hoje. Na verdade, eles quererão ver Jerusalém cercada por exércitos e sendo livrada da destruição pelo "Messias" antes de pronunciarem sua benção sobre esse "Messias". Acredito ser possível que a invasão russa a Jerusalém [Ezequiel 38-39] providencie esse "cerco a Jerusalém". Esse evento ocorrerá provavelmente antes do início dos sete anos da Tribulação. Os russos mobilizarão exércitos contra Jerusalém no norte e no sul, efetivamente cercando a cidade. O mundo assistirá com espanto, e considerará esse ataque russo como um ataque ao Anticristo, que fez de Jerusalém sua capital, ao tentar convencer os judeus de que é o Messias.

Quando Deus destruir pessoalmente esses exércitos, toda a comunidade judaica creditará ao Anticristo essa destruição, e o seguirá com assombro, medo e lealdade. É provável que nesse momento os rabinos judeus ortodoxos confiram o título de Messias ao Anticristo.

Tudo isso provavelmente ocorrerá antes de os chineses mobilizarem suas enormes forças pela superestrada até Jerusalém. Será se os governantes mundiais aliados ao plano da Nova Ordem Mundial sabem que as ações que estão tomando resultarão no uso dessa superestrada para transportar um exército tão grande da China até Israel? Ou, estariam os líderes chineses simplesmente colocando o algodão sobre os olhos dos nossos líderes?

A resposta é clara, a partir do próprio plano da Nova Ordem Mundial. Peter Lemesurier, escrevendo em sua obra monumental The Armageddon Script, [leia a resenha] pág. 223, declara:

"Eventualmente a invasão chinesa, ao que parece, dividir-se-á em duas pontas... As forças chinesas eventualmente alcançarão o Oriente Médio... Acima de tudo, haverá a Grande Guerra Chinesa... os conflitos iniciais ocorrerão no Sudeste Asiático e na Índia. Em seguida, a luta se transformará em um conflito entre a China e a União Soviética."

Esse é apenas mais um exemplo em que os planos da Nova Ordem Mundial cumprem a profecia bíblica! E, essa parte do plano aproxima-se muito do cenário proposto acima, que foi baseado apenas no senso comum, dada a geografia da estrada.

Assim, o plano da Nova Ordem Mundial prevê a invasão chinesa do Oriente Médio, e isso ocorrerá precisamente como a Bíblia prediz. Financiamento ocidental provavelmente foi fornecido para a construção dessa rodovia.

O senso comum também nos diz que nossos presidentes sabem há muito tempo sobre essa super-rodovia. Os Serviços de Inteligência, que utilizam fotografias de satélites e de pessoas no chão, não poderiam ter deixado de observar essa super-rodovia, que vai da China até a fronteira com o Afeganistão e o Irã. Além disso, antes de iniciarem a construção dessa rodovia, as autoridades chinesas tiveram de obter a permissão de todos os governos soberanos dos países por onde a estrada passa.

Portanto, quando o presidente dos EUA se reúne com o presidente da China, será se eles conversam sobre o progresso desse grande projeto militar? Embora a invasão real esteja pelo menos sete anos ainda no futuro, a logística do empreendimento é tão complexa que os líderes do esforço terão de trabalhar durante muitos anos para prepararem o cenário para a invasão.

Este é o "resto da história" sobre os presidentes Nixon, Clinton, Bush, Obama e o fator chinês nas notícias hoje. Lembre-se que ambos os partidos políticos apoiam igualmente o plano da Nova Ordem Mundial. Os líderes dos partidos políticos "agem em harmonia" , apesar da aparência pública de terem grandes divergências.


Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 28/7/2013
Transferido para a área pública em 10/4/2015
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2505.asp