Escolha uma cor para o fundo:  

Alerta Profético! Súbitos e Significativos Avanços na Reorganização de Todas as Nações em Dez Blocos Regionais

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Como a profecia bíblica indica que o Anticristo somente aparecerá depois que todas as nações estiverem reorganizadas em dez blocos regionais (veja os detalhes no artigo N2363), precisamos observar a formação desses blocos para obter uma compreensão de como a hora profética está avançada. Nos últimos meses, progressos significativos ocorreram nesse ímpeto para a reorganização.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"

Os discípulos de Jesus Cristo tinham uma questão que ardia em suas mentes e que também é ecoada pelos cristãos fervorosos hoje:

"E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?" [Mateus 24:3].

Hoje, os cristãos ansiosos estão olhando para o alto, tentando determinar quando nosso Salvador Jesus Cristo virá nos ares e, em alta e triunfante voz, os chamará, tirando-os deste mundo, em um evento comumente conhecido como "Arrebatamento da Igreja".

Jesus sabia que nossos corações estariam ardendo dentro de nós com indignação por todo o pecado e depravação que está ao nossso redor, e Ele disse que àqueles que vivessem no fim dos tempos: "Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." [Lucas 20:28].

Os cristãos hoje estão olhando para cima porque podem observar a aproximação dos tempos do fim e nossos corações ansiosamente desejam se livrar desta época de tanto perigo e de tanto pecado em toda a história humana. Sabemos que o Anticristo aparecerá em breve e não queremos ter parte alguma em seu reino. O quão perto estamos profeticamente do tempo em que o Anticristo aparecerá? Graças a Deus, Ele nos deu uma resposta que precisamos observar atentamente.

Separe alguns momentos agora para ler nosso artigo N2363, intitulado "Uma Única Profecia Sequencial Fornece um Meio de Sabermos o Tempo Aproximado em Que o Anticristo Aparecerá". Esse artigo é um dos mais importantes que já publicamos, pois nos coloca em um caminho bíblico para determinarmos o quão perto o Anticristo pode estar de sua entrada dramática na cena internacional.

Citando um excerto de N2363:

Uma escritura profética nos dá uma sequência de eventos que nos permitirá definir com uma grande dose de certeza quando o Anticristo aparecerá. Se você compreender corretamente essa única profecia, não ficará alarmado por todo vento de suposta palavra profética vinda de alguém; você poderá permanecer firme e enraizado em sua compreensão, tendo uma maior tranquilidade mental.

Vamos analisar essa escritura:

"Depois disto eu continuei olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte, o qual tinha dentes grandes de ferro; ele devorava e fazia em pedaços, e pisava aos pés o que sobejava; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez chifres. Estando eu a considerar os chifres, eis que, entre eles subiu outro chifre pequeno, diante do qual três dos primeiros chifres foram arrancados; e eis que neste chifre havia olhos, como os de homem, e uma boca que falava grandes coisas." [Daniel 7:7-8].

Daniel 2:44 deixa bem claro que, exatamente como o reino final de Deus cobrirá toda a Terra, o reinado coletivo dos dez reis finais também envolverá o mundo inteiro. Portanto, estamos procurando ver o estabelecimento de um reinado global final formado por somente dez supernações, simbolizadas por reis, ou chifres. Como existem aproximadamente duzentos países diferentes no mundo hoje, o que devemos esperar ver é um movimento para agrupar esses países para que o número final seja exatamente dez!

Os Illuminati publicaram esse plano de reorganização global em 1974, em um livro intitulado Mankind At The Turning Point. Publicamos um artigo que explica esse interessante acontecimento: N1783, "Tremendo em Expectativa Entre o Cumprimento de Duas Profecias Bíblicas!".

Qual é o agrupamento de todos os países em exatamente dez supernações?

  1. América do Norte
  2. Europa Ocidental
  3. Japão
  4. Austrália, África do Sul e o restante da economia de mercado do mundo desenvolvido
  5. Europa Oriental, incluindo a Rússia
  6. América Latina
  7. Norte da África e Oriente Médio
  8. África Tropical
  9. Sul e Sudeste Asiático
  10. China.

Portanto, podemos observar a formação dessas dez supernações para ganhar um ponto de vista muito bom, muito bíblico, para nos ajudar a compreender o quão perto o mundo está do aparecimento do Anticristo. Lembre-se que Daniel 7:7-8 torna bem claro que o Anticristo somente aparecerá quando essas dez supernações tiverem sido estabelecidas de forma funcional, isto é, com uma moeda comum, um líder de alto escalão, um sistema econômico e um conjunto comum de leis.

Em que ponto o mundo está na formação dessas dez supernações?

Supernações Já Formadas

* Japão — nação 3 — Está listada no plano e já existe.

* China — nação 10 — Está listada no plano e já existe.

* Europa Ocidental — nação 2 — Embora a União Europeia tenha a maior parte do aparato de uma nação, como um único parlamento regional, uma moeda única, a abolição das restrições nas fronteiras, ela ainda não é exatamente uma única nação. Na verdade, os eleitores europeus rejeitaram as propostas de diversos referendos que dariam os passos na milha final rumo ao estabelecimento de uma nação única e completa. Agora, os Illuminati estão tentando descobrir como obter essa nação única sem precisar levar a questão ao voto popular.

Supernações Que Estão Fazendo Súbito Progresso na Formação

Supernação 1 — União da América do Norte — Canadá, EUA e México.

Pela primeira vez, uma grande empresa de notícias está argumentando publicamente a defesa da formação da União da América do Norte:

Resumo da Notícia: "Por que o Canadá e os EUA Devem se Fundir?", The Wall Street Journal, 6 de dezembro de 2013.

"Quando os americanos pensam no Canadá — e isto não acontece com muita frequência — eles normalmente pensam nele como o ótimo e previsível vizinho que vive na casa ao lado, que nunca toca música no aparelho estéreo em um volume alto demais... Mas os americanos não deveriam apenas pensar mais no Canadá, eles deveriam considerar a construção de um acordo de livre comércio entre os dois países e a formação de uma união norte-americana mais aperfeiçoada. Já passou da hora de os EUA e o Canadá eliminarem suas fronteiras — pela criação de uma união monetária e aduaneira ou, mais radicalmente, fundindo-se em uma única nação-Estado, ou uma parceria no estilo da União Europeia."

"Essa fusão faz perfeito sentido. Não existem no mundo dois países que sejam tão social e economicamente integrados quanto os EUA e o Canadá. Eles compartilham a geografia, os valores e uma fronteira imensa. Os cidadãos estudam, viajam, realizam negócios juntos e casam-se em grandes números. Se eles fossem grandes empresas (ou Estados europeus), já teriam se fundido há muito tempo. Além disso, cada um tem outras necessidades: os EUA têm capital, mão de obra, tecnologia e as forças armadas mais fortes do mundo; o Canadá tem vastas reservas de recursos ainda não aproveitados."

Mas, é claro, o Plano do Clube de Roma prevê que o México faça parte dessa União da América do Norte. Esse artigo do Wall Street Journal observa que o México aderirá a essa "união mais perfeita".

"Aqueles que se opõem a essa fusão estão no lado errado da história. Quando o NAFTA (Acordo de Livre Comércio da América do Norte) foi aprovado em 1987, os EUA e o Canadá (junto com o México) começaram um processo mutuamente benéfico de integração que agora precisa ser fortalecido. Desatendida, a fronteira agora se tornou congestionada, prejudicando o comércio e o turismo... Discussões sérias de uma fusão deveriam ser um prioridade de mais alta importância tanto para os EUA quanto para o Canadá. Os vizinhos continentais precisam um do outro mais do que nunca antes, e o status quo torna-se menos viável a cada dia."

"Os cidadãos do Canadá e dos EUA apoiam esse tipo de união?"

"Em 2007, a World Values Survey Association, uma rede de pesquisa de milhares de cientistas sociais, descobriu que 77% dos americanos e 41% dos canadenses diziam que optariam pela união política se isso significasse uma melhor qualidade de vida. Em 2011, outra pesquisa realizada pela Harris/Decima mostrou que 65% dos canadenses apoiavam uma maior integração com os EUA e apoiavam um plano de eliminar a fronteira, em uma combinação da aduana, imigração, segurança e polícias dos EUA e do Canadá."

Enquanto isto, as notícias sobre a frente americana estão grandemente relacionadas com a imigração. Acredito que a reforma das leis de imigração seja o Cavalo de Troia planejado para trazer o México para dentro da União da América do Norte. O primeiro passo seria conceder cidadania americana aos imigrantes mexicanos ilegais; o segundo passo seria tornar todos os cidadãos americanos cidadãos da União da América do Norte. Exatamente assim, os cidadãos mexicanos deixam de existir.

Além disso, os cidadãos da União da América do Norte viverão desde o Canal do Panamá até o Ártico!

Supernação 5 — Rússia e Europa Oriental

Após anos de inatividade, a Rússia está finalmente organizando as nações da Europa Oriental que estão planejadas para serem parte da supernação 5. A Rússia está atraindo as nações que fizeram parte da antiga URSS para um Acordo de Livre Comércio, que sempre é o precursor para a eventual supernação. Essa Organização de Livre Comércio é chamada de União Aduaneira. A seguinte declaração revela os verdadeiros contornos desse Acordo de Livre Comércio.

"O governo ucraniano anunciou em 21 de novembro que os acordos propostos de associação e de comércio com a União Europeia prejudicariam seus vínculos com seus vizinhos e que ele preferiria buscar uma maior cooperação com a Rússia e com a União Aduaneira liderada por Moscou, que inclui a Bielo-Rússia e o Casaquistão."

A Rússia se aproveitou da realidade que a Ucrânia está passando por dificuldades financeiras. A União Europeia não ofereceu a mesma combinação de incentivos econômicos e ameaças econômicas que a Rússia ofereceu. Após considerar o quão melhor seu país estaria com a Rússia, o presidente ucraniano escolheu a Rússia.

Resumo da Notícia: "Vladimir Putin Simplesmente Comprou um País. Os EUA Devem se Procupar?", Politico Magazine, 17 de dezembro de 2013.

"Quanto custa comprar um país? Pergunte a Vladimir Putin. Ele acaba de fazer um grande negócio com um. Por 15 bilhões em empréstimos, um enorme desconto do preço normal do gás neste próximo inverno rigoroso e quem sabe quais outros termos não revelados, Putin cimentou na terça-feira seu pacto com o presidente ucraniano Viktor Yanukovych. É o pagamento pela decisão de Yanukovych de fazer a Ucrânia retornar para o oriente, para a esfera de influência de Putin — e rejeitar o acordo de admissão meticulosamente negociado com a União Europeia que ele deveria ter assinado algumas semanas atrás. A publicação alemã Der Spiegel chamou essa manobra ucraniana de 'a pedra no ápice da pirâmide' no ano mais bem-sucedido de Putin."

Entretanto, há mais nesta equação. Um proeminente jornalista examinou o que aconteceu na Hungria desde que o país ingressou na União Europeia e advertiu a Ucrânia a não cometer o mesmo erro!

Resumo da Notícia: "Ingressar na UE? Vocês Estão Loucos?", Daniel McAdams, impresso em Ron Paul Institute, 4 de dezembro de 2013.

"Dez anos atrás a Hungria ingressou na União Europeia. Após 40 anos miseráveis sob a bota soviética, tornar-se membro da UE foi visto tanto pela Esquerda quanto pela Direita na Hungria como um evento divisor de águas, que demonstrava que o passado tinha realmente ficado para trás e que o país tinha recuperado sua posição histórica no centro da vida cultural, econômica e política europeia... Um por um, os antigos países comunistas da Europa Central caíram na tentação de se tornarem membros da UE."

"Mas, tudo foi em grande parte uma farsa, adverte o jornalista húngaro Istvan Lovas, o correspondente em Bruxelas do jornal de centro-direita Magyar Nemzet. Em uma franca entrevista com a Voz da Rússia ontem, ele ofereceu alguns conselhos para a Ucrânia... embora a UE tenha gasto milhões fazendo propaganda para a população ucraniana sobre os benefícios econômicos que os aguardava assim que o governo deles assinasse o acordo com a UE, Lovas os aconselhou a não acreditar em toda a retórica:

"Há dez anos que estamos na UE e uma pesquisa após a outra mostra que os húngaros sentem nostalgia do regime socialista. Eles odiavam aquele regime, mas agora sentem nostalgia por que acham que estão muito mais pobres. Não somente isto. A UE interferirá em seus assuntos internos tanto quanto os soviéticos fizeram no passado."

Para obter uma compreensão de quão geograficamente grande é a "União Aduaneira EAEC" da Rússia, dê um clique neste mapa da Enciclopédia Wikipedia. Em seguida, compare a "União Aduaneira EAEC" com o Plano do Clube de Roma, mostrado anteriormente. Você verá que eles combinam com perfeição. Portanto, a Rússia está formando a Supernação 5, da forma como foi planejado pelos Illuminati.

Supernação 6 — América Latina

O Plano do Clube de Roma de reorganizar todos os países de mundo no número profetizado de dez blocos regionais prevê que a Supernação 6 consistirá da América do Sul e América Latina. Dê um clique no mapa acima para ver a extensão geográfica desta supernação. Ela tem início ao sul do México e se estende até a extremidade sul da América do Sul. As ilhas do Caribe tambérm farão parte da Supernação 6.

Esta supernação começou para valer aproximadamente cinco anos atrás:

"A União das Nações Sul Americanas... é uma união intergovernamental que integra duas uniões aduaneiras existentes — o Mercosul e a Comunidade Andina de Nações (CAN) — como parte de um processo contínuo de integração sul-americana."

O Plano é exatamente este, alcançar a "integração sul-americana".

"O Tratado Constitutivo da Unasul foi assinado em 23 de maio de 2008, na Terceira Cúpula de Chefes de Estado, realizada em Brasília, Brasil. O Tratado Constitutivo previa a instalação da sede da União em Quito, Equador. O Parlamento sul-americano será localizado em Cochabamba, na Bolívia, enquanto que a sede do seu banco, o Banco do Sul, será localizada em Caracas, Venezuela."

"Em 4 de maio de 2010, em uma cúpula extraordinária de chefes do Estado, realizada em Campana, 75 quilômetros ao norte de Buenos Aires, o ex-presidente argentino Néstor Kirchner foi eleito, por unanimidade, o primeiro secretário-geral da Unasul, para um mandato de dois anos, fornecendo à Unasul uma liderança política definida no cenário internacional. O novo cargo foi concebido como um primeiro passo para a criação de um órgão burocrático permanente para uma união supranacional, que eventualmente substituirá os órgãos políticos do Mercosul e da CAN. Embora a sede do Secretariado tenha sido originalmente planejada para ser localizada em Quito, no Equador, foi noticiado que ela provavelmente iria começar a operar em Buenos Aires, na Argentina."

"Depois de Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela, o Uruguai tornou-se a nona nação a ratificar o tratado constitutivo da organização, em 1 de dezembro de 2010, completando-se assim o número mínimo de ratificações necessárias para a entrada em vigor do Tratado, em 11 de março de 2011. Com a entrada em vigor do Tratado Constitutivo, em 11 de março de 2011, a Unasul tornou-se uma entidade jurídica, durante a cúpula Ministros dos Negócios Estrangeiros, em Mitad del Mundo, no Equador, onde foi colocada a pedra fundamental para a sede da Secretaria-Geral da União." [Fonte: Wikipedia].

Os escritórios formados pelas ações descritas acima criarão as funções governamentais necessárias para criar uma nação funcional:

  1. O escritório do Presidente — ou primeiro-ministro — formado em Quito, Equador.
  2. O Parlamento será localizado em Cochabamba, na Bolívia.
  3. O sistema bancário estará sediado em Caracas, na Venezuela.

A maioria dos países na América do Sul e Central é anti-EUA e socialistas. Os poucos países que são pró-EUA, com o Chile, Colômbia e Belize, precisarão ter seus governos transformados em anti-EUA, possivelmente por golpes internos. As nações na ponte entre o Canal do Panaá e a América do Sul também são pró-EUA e terão de ser transformadas, como também as nações nas ilhas do Caribe. Cuja já é socialista e anti-americana.

O intento dos fundadores desta supernação é seguir o mesmo tipo de fundação que a União Europeia:

"Os líderes anunciaram a intenção de modelar a nova comunidade segundo a União Europeia, incluindo passaporte e parlamento e, muito no futuro, moeda. Segundo Allan Wagner, secretário-geral do Pacto Andino, uma união completa como a da União Europeia deve ser possível nos próximos 15 anos." [Idem].

Agora temos uma data pela qual esta reorganização deverá seu concluída, 2019. A supernação 6 está caminhando para sua formação.

Supernações 7 e 8 — Norte da África e Oriente Médio; África Central e África Meridional (África Tropical)

No início de março de 2003, imediatamente antes do início da invasão do Iraque pelas Forças da Coalizão lideradas pelos EUA, publicamos um artigo importantíssimo, N1833, intitulado "O Mundo Está em Chamas no Vão-Não Integrado". Esse artigo provou ser um dos mais importantes que já escrevemos, pois revelou que o presidente Bush tinha inaugurado a guerra total na região do Vão Não-Integrado ao invadir o Afeganistão (outubro de 2001) e o Iraque (março de 2003).

O que é o "Vão Não-Integrado", você pode perguntar?

O Pentágono dividiu o mundo em dois segmentos, o Núcleo Funcional e o "Vão Não-Integrado" (retratado à esquerda).

Desde os ataques de 11/9, guerras, rumores de guerras, terremotos em diversos lugares, vulcões e pestes devastaram os países no "Vão Não-Integrado"! Os eventos mostram um padrão e um propósito, e não ocorreram por acidente ou de forma aleatória. Milhões de pessoas tiveram de abandonar suas casas e cidades e estão morrendo. A estabilidade está sendo substituída por uma tremenda instabilidade.

Depois que você compreender esta realidade, que alguns países e regiões estão muito atrasados em relação ao restante do mundo na incorporação à economia globalizada e ao governo mundial e que precisam ser empurrados aos pontapés para que se integrem totalmente aos organismos mundiais, você compreenderá por que os EUA estão agora em guerra e por que continuarão a irem à guerra, desde o Oriente Médio até a Península Coreana, a Indonesia, ao Paquistão, Líbia, Síria, Somália e Timor Leste.

Todo este pensamento estratégico do Pentágono está delineado em um livro intitulado The Pentagon's New Map, de Thomas P. M. Barnett.

Afirmamos corretamente que o propósito dessas guerras no "Vão Não Integrado" era remover todos os ditadores entrincheirados — sejam religiosos ou seculares, e independente se são pró ou anti-EUA. Veja o seguinte: qualquer ditador entrincheirado vai resistir a qualquer pressão de abrir mão de sua autoridade nacional para um governo regional. Nas regiões da África e Oriente Médio, o Plano do Clube de Roma propõe duas supernações:

Supernação 7 — Norte da África e Oriente Médio

Supernação 8 — África Central e África Meridional

Observe que não está planejado que o país chamado África do Sul seja parte da supernação 8, mas da supernação 4, ligado artificialmente à Austrália.

Foi planejado que os EUA exerçam um papel predominante em invadir países selecionados, liderando o ímpeto para a dissenção interna em outros países e fornecendo os recursos necessários para realizar este plano até sua conclusão.

"O Novo Mapa do Pentágono é uma abordagem sofisticada sobre a globalização e combina fatores de segurança, econômicos, políticos e culturais para prever e explicar a natureza da guerra e da paz no século 21... O livro cristaliza a história e estratégia militares americanas recentes, define os parâmetros de onde nossas forças provavelmente serão enviadas no futuro, delineia o papel singular que os EUA certamente exercerão para estabelecer a estabilidade internacional... Para qualquer pessoa que esteja procurando entender os Iraques, Afeganistões e Libérias do presente e do futuro, os novos vínculos íntimos entre política externa e segurança nacional, as realidades operacionais do mundo atual, O Novo Mapa do Pentágono é um gabarito, uma Pedra de Rosseta... Não existe livro mais essencial para estes tempos atuais." (The Pentagon's New Map, orelha da capa do livro.)

Observe novamente o quão importante os EUA são para esta operação de demolição:

"Nossa próxima guerra no Golfo marcará um ponto histórico — o momento quando Washington tomará posse real da segurança estratégica na era da globalização". [pág. 174].

Você pode imaginar a arrogância dessa afirmação? O governo de Washington planeja "tomar posse real da segurança estratégica" quando invade, ou ameaça invadir, países individuais! Essa soberba afirmação revela que os líderes militares e políticos dos EUA veem o país literalmente como o King Kong do mundo, e todos os outros países como macaquinhos com os quais podem fazer o que quiserem!

Vamos parar aqui para digerir o que esse autor acaba de dizer. Usando 11/9 como desculpa, o presidente Bush usou a força militar dos EUA como um potente aríete para nocautear os países que realmente se colocam como obstáculos para a plena implementação da Nova Ordem Mundial. Sabemos que o temor do Bug do Milênio foi criado para forçar os governos em todo o mundo — tanto nos países ricos como nos pobres — a atualizar seus sistemas de informática para que todos pudessem se conectar na economia do vindouro sistema global.

Entretanto, o autor Barnett identifica outras razões, não-técnicas, por que certos países ainda estão terrivelmente atrasados com relação ao resto do mundo na integração na Nova Ordem Mundial. As razões são simples, mas tão profundas e entranhadas que uma invasão, ou uma ameaça de invasão, é necessária para mudar o regime para que líderes dispostos a cooperar e responsivos possam ser instalados nesses países. Quais são esses fatores não-técnicos?

Destarte, os EUA estão "tomando posse real da segurança estratégica" desses tipos de países. Os EUA tomaram o controle da "segurança estratégica" do Iraque, não é mesmo? Além disso, as forças americanas, segundo se informa, já estão concentradas nas fronteiras do Iraque com a Síria e o Irã, e os EUA ameaçam esses países com a força militar que consideram necessária para tomar o controle da "segurança estratégica" deles também!

Agora você sabe por que os EUA lideraram uma força internacional que invadiu o Afeganistão e o Iraque. A Elite Global queria derrubar as ditaduras entrincheiradas do Talibã no Afeganistão e a de Saddam Hussein no Iraque. Mas, depois que isto foi fácil e rapidamente realizado, as forças ocidentais permaneceram no Afeganistão e no Iraque para que as guerras longas e brutais nesses dois países pudessem criar um lento terremoto político dentro de toda a região do Vão Não-Integrado, para que a estabilidade fosse substituída pela maior instabilidade possível.

Ou então, os ditadores entrincheirados poderiam ser derrubados por grupos dissidentes controlados pelos Serviços de Inteligência ocidentais. Assim, as forças de dissenção da "Primavera Árabe" foram liberadas e derrubaram o ditador pró-EUA no Egito, Hosni Mubarak, o ditador anti-EUA na Líbia e na Síria (esta guerra ainda não acabou, porém uma grande instabilidade já foi produzida).

Exatamente como uma empresa de construção civil precisa primeiro demolir um edifício antigo e remover todo o entulho para que possa dar início à construção de um edifício novo e moderno, assim também os Illuminati estão forçando guerras e insurreições em toda a região do Vão Não-Integrado para que as estruturas atuais de governo possam ser reduzidas a ruínas. Depois que o entulho for removido, então as Supernações 7 e 8 poderão ser formadas.

Supernação 9 — ASEAN (Sul e Sudeste Asiático)

Resumo da Notícia: "Membros do ASEAN Criam Bloco Juridicamente Legal", The Wall Street Journal, 15 de dezembro de 2008.

"Jacarta — Os dez membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático começaram a criar uma comunidade no estilo da União Europeia, assinando uma Carta de Constituição, que torna o bloco uma entidade juridicamente legal e que poderá pavimentar o caminho para a criação de um mercado único dentro de sete anos."

Observe que esses dez membros do ASEAN planejam criar uma nação com base na história de sucesso da União Europeia em no máximo sete anos! Na verdade, essa união poderá levar menos tempo.

Outro artigo lança mais luz sobre essa nova nação ASEAN — que é a supernação 9 no plano enunciado em 1974 no livro Mankind At The Turning Point:

Resumo da Notícia: "Carta de Constituição do ASEAN entra em vigor", AFP News, 15 de dezembro de 2008.

"Jacarta (AFP) _ A Associação das Nações do Sudeste Asiático deu um importante passo para se tornar uma comunidade no estilo da União Europeia com a aprovação de uma nova Carta de Constituição que define referenciais para a democracia. A Carta define regras para a participação como membro, transforma o bloco ASEAN em uma entidade juridicamente legal e prevê uma única área de livre comércio até 2015 para a região de cerca de 600 milhões de habitantes. Ela entrou em vigor com um encontro dos ministros das relações exteriores do ASEAN no Secretariado do bloco, em Jacarta, 30 dias após a Tailândia tornar-se o último membro a depositar seu instrumento legal de ratificação."

Recentemente, a Supernação 9 (ASEAN) tomou importantes medidas para se tornar uma nação funcional.

Resumo da Notícia: "Crescimento da indústria do bloco ASEAN prejudicado pela discórdia regulatória."

"Bandar Seri Begawan — A falta de harmonização regulatória está prejudicando o bloco ASEAN e suprimindo o crescimento das indústrias no grupo de dez nações, um representante do setor de alimentos e bebidas da região disse aqui na terça-feira. Kim Leighton, um cientista-chefe e executivo da recém-formada Aliança de Alimentação e Bebidas do ASEAN, observou que em seus esforços para se tornar uma única comunidade econômica, o ASEAN adotou mecanismos para se alinhar com as normas internacionais, mas que ainda existem certos desníveis."

"Estabelecer uma maior harmonização nas normas que afetam a indústria de alimentos é uma alta prioridade para o ASEAN, porém isto envolverá todos os atores na região: desde os fazendeiros até o fornecedores, fabricantes e varejistas. Isto é importante, pois garante a aplicação de um conjunto comum de normas para os testes em laboratório, padrões de segurança, rotulagem, qualidade e certificação que são alcançáveis e aceitáveis em toda a parte, independente do tamanho do seu negócio." [Asia News Network/MCT]

O ASEAN cresceu tão depressa e atingiu um nível tão avançado que outras nações estão muitíssimo interessadas em investir nesta nova supernação de 600 milhões de habitantes.

Resumo da Notícia: "Japão promete $19 bilhões em ajuda para a região do ASEAN", The Asahi Shimbun, 14 de dezembro de 2013.

"Em 14 de dezembro, o Japão prometeu 20 trilhões de ienes ($19,2 bilhões) em auxílio para as nações do Sudeste Asiático ao longo dos próximos cinco anos para ajudar a reduzir os desníveis em desenvolvimento na região e melhorar sua prontidão para os desastres. O anúncio no encontro de cúpula com os dez membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático ocorre em um momento em que o primeiro-ministro Shinzo Abe faz o Japão cortejar mais a região de mais de 600 milhões de habitantes, uma agenda que ganhou ímpeto em reação à crescente assertividade da China nas disputas territoriais."

Resumo da Notícia: "Os EUA Continuam a Buscar Oportunidades no ASEAN para Apoiar os Negócios", Agência Nacional de Notícias da Malásia, 19 de dezembro de 2013.

"Kuala Lumpur, 19 de dezembro (Bernama) — Como parte da iniciativa da estrutura E3 (Envolvimento Econômico Expandido), os Estados Unidos continuarão a procurar oportunidades para apoiar suas empresas na dinâmica região para direcionar o crescimento e criar empregos. Alinhados com isto, os EUA levarão uma missão comercial à região do ASEAN no próximo ano. No ano passado em Phnom Penh (Camboja), o presidente Obama e os líderes do bloco ASEAN deram as boas-vindas ao lançamento da iniciativa E3, uma estrutura para a cooperação econômica destinada a expandir o comércio e os laços de investimento entre os EUA e o bloco ASEAN e preparar as nações do bloco a participarem no acordos de comércio de alto nível, como a Parceria Trans-Pacífico (TPP)."

"O bloco ASEAN é também um parceiro econômico cada vez mais importante para os EUA. Os dez países que são membros do bloco — Brunei, Burma, Camboja, Indonesia, Laos, Malásia, Filipinas, Cingapura, Tailândia e Vietnã — têm coletivamente um mercado consumidor de 600 milhões de consumidores, mais de 2,2 trilhões de dólares em Produto Interno Bruto (PIB), bem como uma taxa de crescimento econômico que foi mais alta que a média mundial durante a última década."

Como você pode ver claramente no mapa-mundi do Clube de Roma, mostrado anteriormente, está planejado que a Índia fará parte da Supernação 9. Entretanto, até aqui, a Índia ainda não é membro, embora esteja desesperamente procurando se associar.

Resumo da Notícia: "ASEAN e Índia Selam Pacto Adicional de Livre Comércio", Mary Swire, Tax News, Hong Kong, 27 de dezembro de 2012.

"A Índia e os dez membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) concluíram recentemente um Acordo de Livre Comércio para incluir serviços e investimentos, estendendo o existente ALC em produtos. Um acordo foi alcançado antes do encontro de cúpula de dois dias para marcar os 20 anos de diálogo entre a Índia e o bloco comercial ASEAN. A previsão é que todas as nações completarão seus procedimentos legislativos necessários durante o primeiro trimestre de 2013, permitindo que o acordo seja assinado formalmente em agosto de 2013... O novo acordo ampliará o pacto de livre comércio existente e, em uma abordagem gradual, eliminará as tarifas dos produtos até 31 de dezembro de 2016."

Resumo da Notícia: "Índia e ASEAN levam seu relacionamento de 20 anos para o próximo nível", India Times, 24 de dezembro de 2012.

"Um aniversário de 20 anos não poderia ser melhor. Celebrando duas décadas de laços de cooperação, a Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) tem grandes planos para o futuro. Primeiro, pense em comércio. A Índia, uma locomotiva econômica, e o ASEAN, uma das regiões economicamente mais vibrantes do mundo, podem fazer melhor do que manter o comércio limitado nos atuais 80 bilhões de dólares. No encontro de cúpula da semana passada, eles concordaram em estender o Acordo de Livre Comércio em produtos, para incluir também serviços e investimentos. Eles esperam um comércio de 100 bilhões de dólares até o fim de 2015 e 200 bilhões em mais dez anos."

"Comércio, segurança energética e estabilidade regional — a Ìndia e o ASEAN têm interesses e preocupações em comum. Portanto, ambos os lados ganharão com a maior integração econômica e com a cooperação na segurança."

Algum dia em breve, a Índia se tornará um membro pleno do bloco ASEAN. Ela deseja desesperadamente ingressar e com os membros do ASEAN sentindo-se ameaçados pela China, a Índia forneceria um bom e forte contrabalanço na região, tanto econômica, diplomática e militarmente. O ASEAN está se preparando para 2016, o ano definido para a plena integração.

Conclusão

Este artigo reporta notícias muito boas para todos os cristãos!

Finalmente, após quase 2.000 anos de história desde a morte, sepultamento e ressurreição de Jesus Cristo, as forças do mal, que desejam produzir o Anticristo, estão agora tomando ações em conjunto para reorganizar todas as nações do mundo em precisamente 10 supernações, conforme predito mais de 2.500 anos atrás em Daniel 7:7-8.

Embora não seja possível saber a data exata em que todas as supernações estarão formadas, no mínimo, quando ouvimos algum falso profeta marcar uma data para o fim dos tempos ou para o aparecimento do Anticristo, ou proclamando um colapso econômico iminente, sabemos o suficiente para conferir o status do Plano do Clube de Roma de reorganizar todas as nações do mundo em dez supernações.

Pessoalmente, acredito que o Arrebatamento da Igreja ocorrerá antes da formação de todas as dez supernações. Depois que a igreja for retirada deste mundo e quando o Espírito Santo deixar de restringir os planos do governantes iníquos, o Plano do Clube de Roma poderá ser concluído em questão de algumas poucas semanas.

"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima." [Lucas 20:28].

O fim já pode ser visto no horizonte!


Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 23/12/2013
Transferido para a área pública em 9/8/2015
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2521.asp