Escolha uma cor para o fundo:  

A Internacionalização de Jerusalém Para Permitir a Construção de uma Combinação de Templo/Mesquita/Igreja

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Os últimos acontecimentos parecem indicar que Bush, Sharon e Arafat estão cooperando para completar as Etapas 3 e 4 do Projeto da Aliança da Nova Jerusalém. A paz falsa e temporária poderá ser declarada em breve.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma

Agora você está com a
"THE CUTTING EDGE"

Resumo da Notícia: "Jerusalém Deveria Ser Transformada em uma Cidade Internacional?", BBC News Talking Point, 5/11/2001, http://newsvote.bbc.co.uk/hi/english/talking_point/newsid_1638000/1638968.stm.

"De todas as grandes questões que dificultam um acordo de paz israelense-palestino, o status de Jerusalém é uma das mais complexas e sensíveis. Ela parece oferecer pouco espaço para contemporização... A vasta maioria dos israelenses insiste que uma Jerusalém unida seja a capital eterna do estado judaico. Com igual insistência, os palestinos dizem que a parte oriental de Jerusalém — onde estão os sítios islâmicos da Mesquita de Al-Aqsa e o Domo da Rocha — deve ser a capital de seu novo estado. Internacionalizar Jerusalém seria uma solução? Isso poderia envolver administração pela ONU, ou uma municipalidade compartilhada, ou tornar a cidade desmilitarizada, para todas as fés que adoram ali."

Quando um canal Iluminista da mídia de massa, como a BBC News, começa a divulgar uma proposta semelhante a uma parte fundamental do plano da Nova Ordem Mundial de produzir o Anticristo, você precisa começar a se perguntar se esse súbito acontecimento possa ser um condicionamento! Uma parte fundamental do plano para produzir o Anticristo é uma Jerusalém espiritualmente internacionalizada! Para aqueles que possam ser novos aqui na The Cutting Edge/A Espada do Espírito, vamos parar por alguns momentos e resumir os detalhes necessários para que você possa compreender a importância dessa proposta da BBC de internacionalizar Jerusalém.

Em 8 de agosto de 1991, participei de uma conferência exclusiva para membros da Casa da Teosofia. O diretor da Nova Inglaterra, Bill Lambert, tinha acabado de retornar de um mandato de três anos como membro do Comitê de Planejamento da Nova Ordem Mundial, chamado Projeto da Aliança da Nova Jerusalém. Decisões importantes tinham acabado de ser tomadas e ele queria compartilhá-las com seus seguidores. Nos meses anteriores ao retorno de Lambert, um dos membros da Casa da Teosofia tinha se tornado um cristão nascido de novo e estava trabalhando comigo, ensinando-me os detalhes sobre os planos para produzir o Cristo da Nova Era [o Anticristo]. Essa pessoa ainda continuava oficialmente como membro da Casa da Teosofia, de modo que podia participar da conferência e levar um convidado.

A Casa da Teosofia foi fundada em 1875 por Helena Petrovna Blavatsky e sempre foi feitiçaria de Magia Negra desde o início! Nos anos 1920, Adolf Hitler e alguns de seus homens participaram de seminários na Suíça; foi dos teósofos que Hitler aprendeu a Doutrina Secreta, o documento no qual baseou grande parte da sua lógica para perpetrar o Holocausto contra os judeus. Portanto, a Casa da Teosofia é feitiçaria de Magia Negra sinistra, profunda e tenebrosa.

Quando fiquei sabendo que o título do seminário era "Possíveis e Prováveis Eventos no Futuro", fiquei entusiasmado e me preparei para ir. Treinei minhas técnicas especiais de fazer anotações, que tinha aperfeiçoado na faculdade, mas que realmente não estava usando há muitos anos. [Leia minhas anotações tintim por tintim, juntamente com as anotações no artigo N1052 (não traduzido) ou em N1094, "A Religião da Nova Ordem Mundial Já Está Criada — Equivalente Espiritual das Nações Unidas".

O Projeto da Aliança da Nova Jerusalém

O assunto principal da apresentação de Lambert era o plano para encenar o aparecimento do Cristo da Nova Era — o bíblico Anticristo. No entanto, ele não começou imediatamente falando sobre o Cristo; iniciou em um local muito interessante, e chocante, Jerusalém. Ele disse:

"Em algum momento entre 1985 e 2010, o seguinte cenário se desdobrará, dependendo apenas do conjunto correto de circunstâncias: As áreas islâmica e judaica em Jerusalém serão combinadas com a cristã para criar a Aliança da Nova Jerusalém."

Lambert explicou que quatro etapas distintas precisariam ser seguidas para preparar o caminho para o aparecimento do Anticristo. Preparativos especiais seriam necessários antes que essas três áreas em Jerusalém pudessem ser combinadas em uma seção interfé.

Etapa 1 — Primeiro, três conferências precisariam ocorrer simultaneamente — a Conferência Religiosa, a Conferência Econômica e a Conferência Política. Essas conferências combinadas produziriam certo tipo de poder místico que capacitaria os planejadores da Nova Ordem Mundial a levar a população do mundo para a direção que desejassem.

Etapa 2 — Após essas três conferências simultâneas, um Temor de Guerra precisaria ser criado e mantido até o Cristo aparecer.

Etapa 3 — Os setores islâmico, judaico e cristão de Jerusalém seriam combinados em um para o propósito expresso de construir um centro de adoração combinado internacional, que Lambert chamou de Templo/Igreja/Mesquita em Jerusalém.

Etapa 4 — Neste ponto, o papa católico romano viajará até Jerusalém para anunciar que, daquele momento em diante, todas as religiões do mundo estão unificadas, e que ele é o líder principal. Eis as palavras de Lambert: "No momento apropriado na história, o papa visitará o setor combinado judaico/cristão/islâmico de Jerusalém para anunciar que todas as religiões devem ser combinadas em uma só. Essa ação finalmente romperá o impasse no Oriente Médio.

Subitamente, após falar sobre a Etapa 4, Lambert começou a falar sobre o aparecimento do Anticristo! O aparecimento do Anticristo poderia logicamente ser imaginado como a Etapa 5 do Projeto da Aliança da Nova Jerusalém.

As Etapas 1 e 2 Já Ocorreram!

As Etapas 1 e 2 já ocorreram, sem que a maior parte das pessoas tenha conhecimento delas! No artigo N1395 (não traduzido), informamos que três reuniões simultâneas estavam sendo realizadas na sede das Nações Unidas, na cidade de Nova York, e que cumpriam perfeitamente a Etapa 1 no plano delineado por Lambert. Uma reunião religiosa global ocorreu de 28 a 31 de agosto de 2000; os líderes religiosos que participaram parecem-se como a relação do "Quem é Quem" no ímpeto para estabelecer a religião ecumênica do Anticristo [leia o artigo N1402 (não traduzido) e prepare-se para um choque!].

Em seguida, de 4 a 10 de setembro de 2000, foi realizada uma Conferência Econômica Global, em um exato paralelo com a explicação de Lambert sobre o Plano da Aliança da Nova Jerusalém. Mikhail Gorbachev presidiu essa conferência, e o vice-presidente foi o general norte-americano Colin Powell, que agora é Secretário de Estado!

De 6 a 10 de setembro, houve uma reunião política, da qual participaram os delegados normais dos países na ONU. Esse encontro foi chamado de Assembléia do Milênio das Nações Unidas.

Essas três reuniões de 28 de agosto a 10 de setembro de 2000 cumpriram perfeitamente as três conferências simultâneas que compõem a Etapa 1 do Projeto da Aliança da Nova Jerusalém.

A Etapa 2 é criação de um temor de guerra. Como previsto, Arafat iniciou a Intifada palestina em 29 de setembro de 2000, apenas dezenove dias após o término das três Conferências do Anticristo terminarem em 10 de setembro! Desde então, Arafat tem aumentado gradativamente as hostilidades, e Israel tem agido com moderação, sem tomar as ações militares e policiais que qualquer um de nós exigiria que seu governo tomasse se os cidadãos do país estivessem sendo assassinados e suas cidades destroçadas pelos homens-bomba suicidas. O temor de guerra é uma realidade atual em Israel e, de acordo com Lambert, vai continuar até que as Etapas 3 e 4 sejam cumpridas.

Manobrando de Forma a Internacionalizar Espiritualmente Jerusalém

A Etapa 3 precisa ocorrer — Jerusalém precisa ser declarada uma cidade internacional, para que todos os seguidores das três principais religiões monoteístas do mundo possam adorar juntos em paz! Os judeus, os muçulmanos e os cristãos poderão adorar nessa nova cidade internacional e poderão eventualmente até adorar juntos no Centro Ecumênico de Adoração! Esse é o plano; como os eventos atuais no mundo estão aparentemente ocorrendo para cumprir esse plano ocultista?

No artigo da BBC News citado anteriormente, o autor, escrevendo na seção editorial chamada Talking Point, propõe que Jerusalém seja declarada uma cidade internacional para o propósito expresso de torná-la "uma cidade desmilitarizada de todas as fés que adoram ali". Essa proposta é exatamente igual ao plano delineado por Lambert!

Uma vez que a Etapa 3 for cumprida, a Etapa 4 poderá ocorrer.

"No momento apropriado na história, o papa visitará o setor judaico/cristão/islâmico combinado em Jerusalém para anunciar que todas as religiões devem ser unificadas. Essa ação finalmente romperá o impasse no Oriente Médio".

O papa iniciará seu papel como o Falso Profeta religioso de Apocalipse 13:11-18 exatamente ali, em Jerusalém, ao fazer esse anúncio. Uma vez que a religião da Nova Ordem Mundial for oficialmente declarada nesse momento, a Terceira Guerra Mundial destinada a produzir o Anticristo poderá iniciar!

Notícias Atuais

Examinando novamente o artigo referido, podemos ver que esse editorial Talking Point pode ser o condicionamento para fazer a população do mundo pensar na internacionalização de Jerusalém. Entretanto, esse artigo não está vindo do nada, nem está ocorrendo no vácuo. Vejamos alguns outros eventos intrigantes nas semanas anteriores que não fazem sentido em uma estrutura normal. Quando alguma coisa não faz sentido, devemos procurar outro sentido. Ao fazer isso, podemos nos surpreender com o resultado.

Resumo da Notícia: "Powell Apresentará Plano de Paz na ONU", Lamia Lahoud, The Jerusalem Post, 6/11/2001, http://www.jpost.com/Editions/2001/11/06/News/News.37601.html

"Jerusalém (6 de novembro) — A Autoridade Palestina espera que o Secretário de Estado Americano, Colin Powell, apresente os contornos de um plano de paz na sessão da Assembléia Geral da ONU, de 10 a 17 de novembro, disse ontem Bassam Abu Sharif, um assessor do presidente da Autoridade Palestina, Yasser Arafat. Contatos sérios estão sendo feitos para preparar um encontro entre Arafat e o presidente George W. Bush durante a sessão, ele disse... A Autoridade Palestina quer que os EUA sejam mais específicos em seu suporte a um Estado Palestino, enfatizando que o Estado deve incluir toda a Margem Ocidental e a Faixa de Gaza, com alguns ajustes para se adequar às necessidades de ambos os lados. A AP deseja retornar às propostas e entendimentos da conversações de Taba..."

No final de setembro, o primeiro-ministro israelense Sharon subitamente declarou que apoiava a criação de um Estado Palestino, desde que Arafat fizesse cessar a violência. Isso surpreendeu os judeus em Israel, pois Arafat nunca esteve disposto a fazer cessar o terror por alguma razão, em qualquer tempo, ou para qualquer pessoa. Como Sharon compreende esse fato, pois é um ex-general do Exército, todos esperavam que as palavras "Estado Palestino" nunca saíssem de sua boca.

Apenas alguns dias mais tarde, o presidente Bush disse essencialmente a mesma coisa, sob as mesmas condições. Novamente, as pessoas ficaram perplexas, pois os palestinos originaram o conceito de terror nos anos 1980 para atingir seus objetivos. Os homens de Arafat seqüestraram aviões nos anos 1970-1980; assassinaram onze atletas judeus durante as Olimpíadas de Munique, na Alemanha, em 1972; e criaram e aperfeiçoaram os homens-bomba suicidas.

Agora, porém, o presidente Bush e o primeiro-ministro israelense Sharon querem dar a Arafat um Estado Palestino? Tal proposta parece ser totalmente contrária à guerra global do presidente Bush contra o terrorismo. Além disso, Sharon misturou suas palavras de um Estado Palestino com palavras duras e antagônicas, chamando Arafat de um terrorista do mesmo naipe que Osama Bin Laden e dizendo que o tratará da mesma maneira como Bush está tratando Bin Laden. Apenas dois dias atrás, o Departamento de Estado colocou diversos grupos terroristas palestinos em sua lista global de organizações terroristas que os EUA estão determinados a desarraigar e destruir!

Enquanto isso, Arafat não está desistindo dos ataques terroristas. Seus homens continuam a atirar contra civis, a metralhar carros e ônibus, e a matar adolescentes de dezesseis anos. Vários homens-bomba suicidas já foram interceptados quando estavam a caminho para explodir mais civis inocentes, e um informe de notícias chegou a dizer que os homens de Arafat tentaram assassinar Sharon.

Assim, embora tenhamos mensagens duplas nas últimas seis semanas de todas as partes envolvidas, chegamos à história totalmente ilógica, citada anteriormente, que as autoridades palestinas esperam que Bush e Powell anunciem um plano de paz na reunião das Nações Unidas de 10 a 17 de novembro e que inclua a criação de um Estado Palestino.

O primeiro-ministro britânico Tony Blair pode ter chegado perto da verdade quando propôs que tropas americanas e britânicas patrulhem as áreas de fronteira para impedir mais ataques terroristas. Entretanto, no passado, Israel tentou solucionar seus problemas de segurança com forças armadas internacionais e ficou amargamente desapontado com os resultados.

Conclusão

Acreditamos que seja possível que o presidente Bush ou o Secretário de Estado Colin Powell anunciem um plano de paz "inovador" — possivelmente em 11 de novembro — que dará aos palestinos algum tipo de estado, embora com rígido controle israelense. Mas, além disso, é possível que o plano de Bush seja internacionalizar Jerusalém, e que Sharon apóie esse lance "para o interesse da paz".

Se isso ocorrer, a Etapa 3 da Aliança da Nova Jerusalém poderá se materializar: Jerusalém poderá ser declarada uma cidade internacional e a ONU poderá então votar tornar essa declaração oficial. Os povos do mundo acreditarão que subitamente obtiveram "paz no nosso tempo" e exultarão grandemente. As pessoas começarão até a dizer: "Finalmente temos paz e segurança".

Uma vez que Jerusalém for internacionalizada, o papa católico romano viajará até lá para anunciar que, daquele momento em diante, todas as religiões estão unificadas, e ele é o líder máximo delas. Tal declaração foi predita por Lambert em sua conferência de 18 de agosto de 1991, e cumprirá a Etapa 4.

Após Lambert dizer que o papa fará essa declaração em Jerusalém, imediatamente iniciou seu ensino sobre o aparecimento do Cristo da Nova Era. Você pode até considerar o aparecimento do Anticristo como a Etapa 5 do Projeto da Aliança da Nova Jerusalém, como dissemos anteriormente! A "Paz e Segurança" gerada por esse Plano de Paz logo desaparecerá em uma nova rodada de luta e de terror, mas dessa vez, as forças americanas poderão estar lutando contra os grupos terroristas palestinos Hamas e Hezbolá, este agora baseado no sul do Líbano.

Osama Bin Laden, que veria a criação de um Estado Palestino emasculado com grande desdém, poderia simplesmente fazer algo realmente tresloucado para deflagrar uma guerra regional total. Ele poderia, como o autor judeu Barry Chamish já advertiu, até mesmo usar pequenas armas nucleares para explodir Meca durante o Ramadã, culpando os EUA, ou possivelmente Israel. Ou, poderia explodir o Domo da Rocha, lançando a culpa em Israel. Qualquer uma dessas ações iniciaria uma guerra global — uma Jihad, uma guerra santa — entre os muçulmanos e o Ocidente.

Se Bush anunciar um plano de paz "inovador" em 11 de novembro, quando fizer seu pronunciamento à Assembléia das Nações Unidas, sabemos que tal "plano de paz" será de curta duração. Pouco tempo depois, após os objetivos dos Iluministas terem sido atingidos, a planejada Terceira Guerra Mundial será deflagrada, e das cinzas, da fumaça e da poeira produzidas por ela, o Anticristo surgirá. Esse é o plano.

Estamos olhando com grande interesse para o dia 11 de novembro de 2001, quando o presidente Bush discursará na ONU. Como os ataques ao World Trade Center e ao Pentágono foram cuidadosamente perpetrados com base no número '11' [Leia os artigos N1533, N1538 e N1541], estamos interessados nessa data, o décimo primeiro dia do décimo primeiro mês do ano de 2001. Se Bush discursar às 11 horas da manhã, teremos a triplicação do '11'.

A última vez que os Illuminati encenaram um evento às 11 horas do dia 11 de novembro, foi em 1918, quando o armistício que encerrou a Primeira Guerra Mundial foi assinado. Os Illuminati sinalizaram para o resto do mundo ocultista que tinham acabado de completar com sucesso a Primeira Guerra Mundial, conforme predito por Albert Pike em sua visão demoníaca [leia os artigos N1015 e N1056]. Com o sucesso na conclusão da planejada Primeira Guerra Mundial, os ocultistas compreenderam que a Segunda Guerra e a Terceira Guerra Mundial ocorreriam no tempo devido, e que o Anticristo surgirá no final da Terceira Guerra.

Quando o presidente Bush discursar na ONU no dia 11 do mês 11 de 2001, o período de tempo transcorrido desde a assinatura do Armistício em 1918 até 2001 será de exatamente 83 anos, no mesmo dia. Quando você soma esse intervalo de anos, do modo como um ocultista faria — 8+3 — obtém outro '11'.

Teremos de aguardar e ver, como Jesus Cristo disse: "Sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas." [Mateus 10:16] Não estamos predizendo nenhum evento, mas os paralelos dos eventos atuais com o Projeto da Aliança da Nova Jerusalém são muito similares para serem acidentais. Verdadeiramente, os eventos dos dias atuais demonstram que estamos no fim dos tempos e muito próximos do aparecimento do Anticristo.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data da publicação: 22/11/2001
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n1573.asp