Escolha uma cor para o fundo:  

Será Verdadeira uma Antiga Predição Católica Sobre o Número Total de Papas?

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

Tanto a Bíblia como nosso estudo demonstram que Deus permite que os demônios tenham certo conhecimento limitado do futuro. Assim como demônios podem expulsar demônios (Mateus 12:27), da mesma forma podem falar em profecia coisas que realmente acontecem — se Deus assim permitir. A profecia de São Malaquias referente ao número e destino final de papas tem sido cumprida ao pé da letra. Os dois próximos papas também cumprirão essa profecia?

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


Muitos de nossos leitores desdenharão a idéia que Deus possa permitir que os demônios profetizem algo que venha realmente a acontecer. Não entendendo a complexa e multifacetada natureza de Deus, e Seus propósitos, os cristãos presumem que somente Deus pode proferir uma profecia que venha a se cumprir.

A Bíblia não somente ensina que Deus permite às hordas demoníacas conhecimento profético limitado do futuro, como também nosso estudo sobre o ocultismo ao longo dos séculos revelou que os demônios que guiaram os líderes humanos na caminhada para a Nova Ordem Mundial demonstraram que têm conhecimento do futuro com vários séculos de antecedência. Por exemplo, em 1870 o líder ocultista maçom Albert Pike recebeu uma visão de seu espírito-guia que lhe disse que três guerras mundiais seriam necessárias para permitir a ascensão do Anticristo. As duas primeiras guerras aconteceram como previsto na visão demoníaca, enquanto o cenário para a Terceira Guerra Mundial está sendo cuidadosamente armado agora, nas notícias do dia-a-dia, seguindo as diretrizes precisas dessa profecia demoníaca — dada 135 anos atrás (Leia o artigo N1015.).

Antes de prosseguirmos, vamos examinar a verdade bíblica que Deus realmente permite às hordas demoníacas um limitado conhecimento do futuro, que elas podem então divulgar. Leia com atenção e tenha sua Bíblia à mão para conferir o que estamos dizendo:

"Quando profeta ou sonhador de sonhos se levantar no meio de ti, e te der um sinal ou prodígio, e suceder o tal sinal ou prodígio, de que te houver falado..." (Deuteronômio 13:1-2a).

Esta Escritura prova que os demônios têm um conhecimento limitado do futuro. Algumas vezes Deus permite que eles dêem 'palavras de profecia' acertadas com o propósito de testar as pessoas e ver se elas irão atentar para as advertências de Deus. Observe que a Escritura diz que "o sinal ou prodígio, de que te houver falado" pode realmente vir a acontecer! Realmente pode! As pessoas sem discernimento nunca param para pensar que Satanás pode querer usar uma profecia cumprida para promover o engano para que as pessoas o sigam, pensando que estão seguindo a Deus!

São essas mesmas pessoas sem discernimento que também nunca param para pensar que Deus pode permitir o cumprimento dessa profecia para testar as pessoas. O restante dessa passagem revela essa contundente verdade:

"... dizendo: Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los; não ouvirás as palavras daquele profeta ou sonhador de sonhos; porquanto o SENHOR vosso Deus vos prova para saber se amais o SENHOR vosso Deus com todo o vosso coração, e com toda a vossa alma." [Deuteronômio 13:2a-3].

A vasta maioria das pessoas tem hoje uma abordagem trágica e prática para as visões e profecias cumpridas. Elas acreditam que se de alguma maneira podem sentir a visão com um dos seus cinco sentidos físicos, a visão deve ser real e deve vir de Deus; nunca param para considerar a advertência do apóstolo Paulo que Satanás e seus ministros podem aparecer como anjos de luz (2 Coríntios 11:14) com o objetivo de enganar.

Além disso, essas pessoas sem discernimento acreditam que, se uma profecia se cumpriu, essa profecia deve vir de Deus, nunca parando para considerar a advertência que Deus às vezes permite que Satanás e/ou suas hordas de demônios profiram profecias que se realizam. Por que Deus permite que isso ocorra? Como diz a passagem citada, Deus envia uma prova ao seu povo, para ver se ele vive de acordo com Seus mandamentos, ou de acordo com seus sentidos físicos. Nessa passagem, um falso profeta fez uma profecia que incluía a instrução de adorar outros deuses; como o Deus verdadeiro já instruiu os hebreus a nunca adorarem outros deuses, o cumprimento dessa profecia mentirosa instrui as pessoas a fazerem algo que Deus já disse que elas nunca façam.

Portanto, as pessoas estão sob uma prova. Elas seguem um falso profeta religioso, só porque aquilo que ele profetizou se cumpriu? Ou aderem aos mandamentos já dados por Deus e se recusam a ouvir esse falso líder religioso, ignorando o cumprimento de sua falsa profecia?

O fim dos tempos está repleto de provas desse tipo. Repetidas vezes, as Escrituras proféticas advertem o povo de Deus a se manter firme e não se deixar enganar por falsos líderes políticos ou religiosos, mesmo que mostrem grandes sinais e maravilhas. (Mateus 24:24).

Sabemos pela boca dos próprios Illuminati que o papa católico romano foi escolhido para ser o Falso Profeta de Apocalipse 13:11-18 (leia o artigo N1519). Portanto, sabemos que, quando o Falso Profeta se colocar perante a humanidade, proferirá profecias fantásticas, muitas das quais irão se realizar. Além disso, compreendemos que a razão pela qual os Illuminati escolheram o papa para ser o Falso Profeta é por que ele vem de um sistema já saturado com feitiçaria da Magia Branca e Negra [leia o artigo N1334], um sistema que foi formado ao longo dos séculos para servir religiosamente ao Anticristo.

Portanto, vamos examinar hoje um exemplo em que uma antiga profecia católica concernente ao número e sucessão de papas aparentemente tem se cumprido. Como essa profecia foi proferida por um visionário católico em 1139, cada papa que se seguiu cumpriu na essência aquilo que foi profetizado para seu pontificado, incluindo (e especialmente) João Paulo II.

Vejamos agora essa profecia católica:

A Profecia de São Malaquias

Resumo da Notícia: "Profecia do Santo: Restam Somente Dois Papas", Rapture Ready News, 4 de abril de 2005

"Quando os cardeais de todo o mundo escolherem o sucessor de João Paulo II, eles bem podem estar escolhendo o penúltimo papa. Aquele que for escolhido depois deste para ocupar a cadeira de São Pedro, será então o ultimo papa, e após seu pontificado, Roma será destruída. Essa é a profecia de São Malaquias, um bispo irlandês que morreu em 1148; após sua morte, descobriu-se que ele tinha deixado uma relação profética de todos os futuros papas, começando com Celestino II, cujo pontificado iniciou em 1143."

"Dizem que 1139, quando estava em Roma, São Malaquias entrou em transe e recebeu uma visão na qual viu os futuros papas desde a morte de Inocêncio II até o fim dos tempos. Posteriormente, ele escreveu algumas poucas palavras sobre cada papa e entregou o manuscrito a Inocêncio II, que o depositou nos arquivos do Vaticano, ficando lá esquecido até ser descoberto em 1590 e então foi publicado. Nessa época, alguns questionaram sua autenticidade, mas desde então tem sido objeto de discussão. O manuscrito contém 112 profecias, que os estudiosos dizem que correspondem a cada um dos 110 papas e antipapas desde Inocêncio II..."

"Malaquias incluiu uma pequena frase em latim identificando uma característica de cada papa. Os historiadores dizem que a predição de Malaquias — que relaciona somente 112 papas — tem sido extraordinariamente correta. Aqui estão os sete últimos papas conforme identificados na relação de São Malaquias:

106. Pio XII 1939-1958
Eugenio Pacelli
Pastor Angelicus
Tradução: Angélico Pastor

107. João XXIII 1958-1963
Angelo Giuseppe Roncalli
Pastor Et Natua
Trandução: Pastor e Navegante

108. Paulo VI 1963-1978
Giovanni Battista Montini
Flos Florum
Tradução: Flor das Flores

"Seu brasão de armas inclui três flores-de-lis (lírio florido)."

Esse papa foi o primeiro a carregar o satânico "crucifixo vergado", indicando para o mundo ocultista que finalmente os Illuminati tinham tomado o controle do Vaticano (para maiores detalhes, leia o artigo N1623 (disponível na área restrita aos assinantes).

109. João Paulo I 1978-1978
Albino Luciani
De Medietate Lunae
Tradução: Da Meia-Lua

"Ele nasceu na diocese de Belluno (significa Lua Bela) e recebeu o nome de batismo de Albino Luciani (Luz Branca). Tornou-se papa em 26 de agosto de 1978, quando a lua aparecia exatamente pela metade, porque estava na fase de quarto minguante. Ele morreu no mês seguinte, logo após um eclipse lunar."

De fato, esse papa morreu precisamente 33 dias após ter assumido o papado. Persistem rumores de que ele foi morto por ocultistas dentro do Vaticano.

110. João Paulo II 1978-2005
Karol Jozef Wojtyla
De Labore Solis
Tradução: Do Trabalho do Sol

"João Paulo II. O centésimo décimo é 'Do Trabalho do Sol' (Do Eclipse Solar, ou do Trabalho do Sol)... João Paulo II nasceu em 8 de maio de 1920, quando houve um eclipse do sol. Como o sol, ele veio do leste (Polônia). Como o sol, ele visitou países em todo o mundo."

João Paulo II (Karol Jozef Wojtyla) nasceu em 18 de maio de 1920, dia em que ocorreu um eclipse solar, e foi enterrado na sexta-feira 8 de abril de 2005, dia em que ocorreu um relativamente raro eclipse anular total. Esse papa foi o perfeito deus-sol em todos os aspectos! (Leia o artigo N2020).

Além disso, nunca pensei que a razão para esse papa visitar tantos países em todo o mundo, como nenhum de seus predecessores, foi porque estava desempenhando seu papel "Do Trabalho do Sol"! Nem que a razão dos cardeais escolherem um cardeal polonês para papa foi por esse país ser considerado "do leste"!

111. O próximo papa
Gloria Olivae
Tradução: A Glória da Oliveira

"O significado da oliveira não é claro. A Ordem de São Bento — não São Malaquias — tem reivindicado que esse papa virá de suas fileiras e São Bento mesmo profetizou que no fim dos tempos sua Ordem, conhecida como os Oliveiros, lideraria triunfalmente a Igreja Católica em sua luta final contra o mal."

112. O último papa!
Petrus Romanus
Tradução: Pedro, o Romano

Observe quão exata foi essa profecia de 1148 concernente ao papa João Paulo II! Como demonstramos no artigo N2020, João Paulo II foi o perfeito deus-sol católico romano! Mesmo que cada pontífice siga a tradição zoroastrista do deus-sol, João Paulo II foi o perfeito deus-sol, como mencionamos anteriormente.

Agora, vamos examinar o papa 111, o próximo papa. O número "11" e "111" e as multiplicações deles, são números sagrados para os ocultistas e apontam diretamente para a vinda do Anticristo. Por essa razão, os ataques de 11/9/2001, continham uma forte assinatura ocultista do "11" (Veja maiores detalhes no artigo N1538.).

Oliveira — A Árvore Símbolo de Israel

A designação do próximo papa é "Gloria Olivae" (A Glória da Oliveira). Essa designação é muito interessante, porque sugere que o próximo papa possa ser um judeu. Como pode ser? Tanto no simbolismo do Novo quanto do Velho Testamento, a oliveira é o símbolo nacional de Israel. Vamos rever essa realidade bíblica.

O apóstolo Paulo apresentou o mais forte argumento de que a oliveira é o símbolo de Israel, em Romanos 11. No verso 1, Paulo recapitula seu discurso do capítulo 10 dizendo:

"Porventura rejeitou Deus o seu povo? De modo nenhum!" [Romanos 11:1a].

Em seguida, ele começa a comparar a igreja cristã com uma árvore de oliveira brava, que Jesus Cristo enxertou na oliveira natural, Israel, chegando ao ponto de dizer que Abraão é a raiz da árvore original da oliveira natural!

"E, se as primícias são santas, também a massa; se a raiz é santa, também os ramos o são. E se alguns dos ramos foram quebrados, e tu, sendo zambujeiro, foste enxertado em lugar deles, e feito participante da raiz e da seiva da oliveira, não te glories contra os ramos; e, se contra eles te gloriares, não és tu que sustentas a raiz, mas a raiz a ti." [Romanos 11:16-18].

Essa passagem diz claramente que a oliveira é o símbolo espiritual de Israel e que a igreja cristã representa os galhos da oliveira brava que foram enxertados na oliveira natural, a árvore cujos galhos foram temporariamente quebrados por causa de sua repetida falta de fé e contínuo pecado nacional. Paulo mesmo nos lembra que os cristãos são tão somente os galhos de oliveira brava enxertados na oliveira natural, mas que a raiz continua santa na visão de Deus! De fato, o próprio Jesus Cristo é essa raiz! [Isaías 11:10; Romanos 15:12; Apocalipse 5:5 e 22:16].

Agora, essa passagem não significa que Israel e os judeus estão perdidos espiritualmente para sempre, porque alguns versos adiante Paulo diz:

"E também eles, se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os tornar a enxertar." [Romanos 11:23].

Para o caso de você não ter entendido a mensagem de que Deus planeja trazer Israel de volta e restabelecer sua espiritualidade, Paulo diz:

"E se a sua queda é a riqueza do mundo, e a sua diminuição a riqueza dos gentios, quanto mais a sua plenitude!" [Romanos 11:12].

Vamos examinar agora uma passagem do Velho Testamento para ver se a oliveira simboliza Israel:

"Converte-te, ó Israel, ao SENHOR teu Deus, porque pelos teus pecados tens caído. Tomai convosco palavras, e convertei-vos ao SENHOR; dizei-lhe: Tira toda a iniqüidade... Eu sararei a sua infidelidade, eu voluntariamente os amarei, porque a minha ira se apartou deles. Eu serei para Israel como o orvalho. Ele florescerá como o lírio e lançará as suas raízes como o Líbano. Estender-se-ão os seus galhos, e a sua glória será como a da oliveira, e sua fragrância como a do Líbano." [Oséias 14:1-6].

Como você pode ver, o contexto inteiro dessa passagem é Israel — Deus pleiteia com ele para que se arrependa de seus pecados nacionais e retorne para Ele; em resposta, Deus promete coisas maravilhosas para Israel, incluindo dar-lhe a beleza da oliveira.

Portanto, se essa profecia de São Malaquias a respeito dos papas é verdadeira quanto à escolha do próximo papa, ele poderá muito bem ser um descendente de judeus! É interessante que um artigo recente fale dessa possibilidade. Observe que a fonte desse artigo é o jornal The Washington Times, uma fonte de notícias totalmente controlada; portanto, o que é informado oficialmente por eles foi pensado e planejado muito tempo antes:

Resumo da Notícia: "Jean-Marie Lustiger: Segundo Papa Judeu?", Uwe Siemon-Netto, Editor de Religião da UPI, 1 de abril de 2005.

"A França ficou surpresa quando o papa João Paulo II nomeou Jean-Marie Lustiger, um judeu de nascimento, como arcebispo de Paris. Você é o 'fruto da oração do Santo Padre', o pontífice lhe disse. Será que os cardeais eleitores irão agora surpreender o mundo escolhendo Lustiger como o próximo papa, o primeiro judeu a ocupar a Sé de São Pedro desde o próprio Pedro?"

Dizer que esse arcebispo foi o "'fruto da oração do Santo Padre" é um tremendo elogio. Se o papa João Paulo II quisesse nomear seu sucessor, provavelmente usaria uma linguagem retórica desse tipo. Esse artigo continua então a prover mais algumas interessantes e chocantes informações.

"Lustiger, cujos pais morreram em Auschwitz, sempre insistiu que, embora tenha se convertido ao cristianismo aos 14 anos de idade, é e permanece sendo um judeu: 'Nasci judeu, de modo que sou um judeu. Para mim, a vocação de Israel é trazer luz para os goyim. Esta é minha esperança, e acredito que o cristianismo é o meio para alcançá-la".

Como pode um arcebispo católico usar a palavra ofensiva para as "massas gentias" como "goyim" (os não-judeus)? Essa palavra é usada repetidamente nos documentos dos planos dos Illuminati, "Os Protocolos dos Sábios de Sião". De fato, goyim é uma palavra de código dos Illuminati; assim, Lustiger rotulou a si próprio como "Um Iluminado" ao proferir essa inacreditável palavra!

Essa declaração de que ele se considera judeu também é chocante, porque a igreja católica romana tem um histórico de anti-semitismo. Durante a Segunda Guerra Mundial, o papa Pio XII foi completamente anti-semita e se recusou a colocar a autoridade e a força moral do Vaticano contra Adolf Hitler e o Holocausto — mesmo sabendo que assassinatos maciços de judeus estavam ocorrendo.

Pio XII ocupou o trono papal de 1939-1958. Durante seu pontificado o mundo veio a conhecer o mais infame ditador de todos os tempos, Adolf Hitler. Foi também durante seu pontificado que seis milhões de judeus foram massacrados enquanto ele ficava em silêncio, sem tomar qualquer atitude. A pergunta que assombra muitos é: "Por quê"? Como pôde o líder da igreja mais rica do mundo, um homem que afirma ser o representante de Deus na Terra, deliberadamente virar as costas para o clamor de milhões? Suas ações foram de alguma forma diferentes das ações dos papas que o precederam? O catolicismo romano possui um histórico de ódio, que foi derramado sobre qualquer um que discordasse de sua religião ou opinião. A Inquisição é provavelmente a mais famosa, mas Roma tem perseguido os judeus desde o momento em que assumiu o poder. [Autor católico Peter De Rosa em seu livro Vicar of Christ: The Dark Side of the Papacy (Vigário de Cristo: o Lado Negro do Papado), citado no artigo RC136, disponível em http://www.cuttingedge.org/articles/rc136.htm].

Os católicos são muito provavelmente a fonte da terrível afirmação que "os judeus mataram Jesus Cristo", ou "os judeus estão amaldiçoados por matarem Deus"! Provavelmente mais anti-semitismo flui dessa crença que de qualquer outra fonte. Até mesmo Adolf Hitler, que foi educado pelos jesuítas, estava inculcado com esse terrível conceito antibíblico. Jesus morreu na cruz por que Seu sacrifício foi predeterminado na eternidade, além disso, Ele morreu tanto pelas mãos dos romanos quanto dos líderes espirituais dos judeus, mas na realidade, morreu por causa dos seus pecados e dos meus.

Agora, vamos examinar exatamente como Pio XII se manteve em estranho silêncio enquanto Hitler continuava sua matança.

Quando uma delegação americana, agindo em favor da Comissão dos Refugiados de Guerra, fez um apelo urgente ao Vaticano, solicitando a intervenção papal para salvar as vítimas desamparadas (800.000 judeus da Hungria), houve um completo silêncio. Quando o número de judeus declinou para 300.000 (a maioria enviada para Auschwitz e assassinada), outro apelo foi feito ao Vaticano. Rumores de que o papa dessa vez realmente ajudaria e faria um apelo pelo rádio em favor dos judeus foram abandonados rapidamente quando o papa disse que não podia "porque se o fizesse, por justiça teria então de criticar os russos" (Essa também é uma completa mentira, já que o catolicismo romano somente financiou o nazismo e o fascismo para derrotar o bolchevismo, para vingar-se de outra concordata feita com Lênin que deu errado e a perda de 666 milhões de dólares em ouro). O fato de Pio XII não falar contra essas atrocidades não pode ser subestimado. O papa teria sido acreditado, apesar de que as transmissões de rádio dos Aliados eram freqüentemente descartadas por serem consideradas propaganda de guerra.

O Vaticano até lucrou financeiramente com o Holocausto de Hitler. Veja:

Em novembro de 1999, sobreviventes de origem sérvia, judaica e ucraniana e seus parentes, assim como organizações representando cerca de 300.000 vítimas do Holocausto, entraram com uma ação para obterem restituição do Tesouro Croata Nazista que, de acordo com o Departamento de Estado americano, foi "ilicitamente transferido para o Vaticano e outros bancos no fim da guerra. "Os réus citados incluem o Banco do Vaticano, a Ordem Franciscana e o Movimento Croata de Libertação. Esses réus combinaram ocultar os ativos pilhados pelos croatas nazistas das vítimas dos campos de concentração — sérvios, judeus, romanos — e outros entre 1941-1945. (Leia o artigo RC136, referido anteriormente.).

Finalmente, depois de cinqüenta anos de silêncio sobre essa questão da posição passiva de Pio XII, que ajudou Hitler grandemente, o papa João Paulo II finalmente se desculpou diante do mundo. Entretanto, embora seja verdade que João Paulo II se desculpou pelo 'silêncio' de Pio XII durante o Holocausto, ele também defendeu Pio XII como um "grande papa" e houve conversas da beatificação de Pio XII, até que o embaixador de Israel no Vaticano aconselhou o pontífice a esperar cinqüenta anos antes de levar adiante qualquer plano para beatificar aquele homem.

Portanto, se esse arcebispo judeu for realmente nomeado o próximo papa, sua ascensão à Cadeira de Pedro causará grande confusão até mesmo dentro do Vaticano, e também entre milhões de fiéis católicos em todo o mundo. Se essa agitação será suficiente para forçá-lo a deixar o cargo mais cedo é só suposição; devemos esperar para ver como os eventos se desenrolarão.

Vamos agora examinar o último papa profetizado.

112. O último papa! "Petrus Romanus"

Essa designação parece indicar que o último papa — o verdadeiro Falso Profeta — poderá vir de Roma, da linhagem dos romanos. Há sentido bíblico nessa possibilidade, porque está profetizado que o próprio Anticristo virá do Império Romano Restaurado. (Daniel 9:26b).

Portanto, é coerente pensar que o último papa possa ser um romano, um italiano, cujas raízes estejam na Roma Imperial. Aliás, já que a igreja católica romana sempre afirmou falsamente que o apóstolo Pedro foi seu primeiro papa, parece lógico que tenham planejado que seu último papa seja "Pedro, o Romano"! Veja a explicação apresentada na matéria referida anteriormente:

"São Malaquias escreveu sobre o ultimo papa: 'Em extrema perseguição, o trono da Santa Igreja Romana será ocupado por Pedro, o Romano, que alimentará as ovelhas em meio a muitas tribulações, no fim dos quais a cidade das sete colinas será destruída e o formidável Juiz julgará o povo. Fim." [Ibidem ].

Essa profecia católica não se parece com a seguinte genuína Escritura profética?

"E os dez chifres que viste na besta são os que odiarão a prostituta; e a colocarão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo... E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra." [Apocalipse 17:16,18].

Que 'grande cidade' está sendo referida aqui? É dito em outra parte de Apocalipse:

"As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada." [Apocalipse 17:9].

Os estudiosos da Bíblia identificaram essa prostituta como a igreja do Falso Profeta, e como esses versos se referem a uma "mulher" que é tão importante na religião, os eruditos identificaram a igreja sobre a qual ela está assentada como a Igreja Católica Romana. Tanto na profecia de São Malaquias como em Apocalipse 17:9, é usada a mesma palavra para se referir a cidade das sete colinas.

São Malaquias predisse o que Jesus profetizou em Apocalipse 17. O último papa — o Falso Profeta — que serve tão fielmente ao Anticristo no início dos sete anos da Tribulação, será odiado pelo Anticristo e pelos dez reis políticos. No momento certo, o Anticristo virará suas forças políticas e militares contra esse último papa — o Falso Profeta — e o destruirá totalmente pelo fogo.

A líder luciferiana da Sociedade Teosófica, Alice Bailey, nos diz o que pode ser essa destruição pelo fogo:

"A bomba atômica não pertence às três nações que a aperfeiçoaram... pertence às Nações Unidas, para uso ou ameaça de uso..." [The Externalisation of the Hierarchy, Alice Bailey, pág. 548, maio de 1946].

Portanto, você pode ver que a profecia do sacerdote católico São Malaquias é coerente com a profecia bíblica, devendo portanto se realizar. Como afirmamos anteriormente, Deus permite às hordas demoníacas um limitado conhecimento do futuro. Ele lhes dá a capacidade de profetizar e então permite o cumprimento dessas profecias, contanto que essas profecias pagãs estejam de acordo com a profecia bíblica maior.

Assim, SE a profecia de São Malaquias concernente ao próximo papa se realizar, lembre-se desses fatos, e não se una às massas sem discernimento, que irão reagir à profecia cumprida dando-lhe o selo de validação.

Conclusão

Se a profecia de São Malaquias se cumprir com este próximo papa e com o último, será se isso significa que o mundo ainda tem décadas antes que o último papa — o Falso Profeta — tome seu lugar no centro do cenário? Pode ser o caso, mas eu duvido. Mesmo tendo João Paulo II servido por longos 26 anos, não foi assim com todos os papas na história.

João Paulo I, que sucedeu a Paulo VI, serviu somente 33 dias antes de morrer sob circunstâncias misteriosas. Pouco tempo depois, em um novo conclave, o Colégio de Cardeais elegeu João Paulo II. Outros papas na história de igreja católica também serviram por curtos períodos. Nessa relação de São Malaquias, por exemplo, João XXIII serviu de 1958 a 1963, somente cinco anos. Por isso, o fato de restarem ainda dois papas não significa necessariamente que existam décadas pela frente até o Anticristo e o Falso Profeta aparecerem.

Naturalmente, a profecia de São Malaquias pode não se cumprir desta vez. Devemos esperar para ver. No entanto, uma coisa é certa, João Paulo II fez mais pelos Illuminati que qualquer outro papa na história. Ele trabalhou sistematicamente na preparação para unificar o mundo em uma religião mundial, com o papado na liderança. Não é somente um plano global, como também é bíblico. Veja a descrição bíblica do Falso Profeta:

"E vi subir da terra outra besta, e tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro..." [Apocalipse 13:11a].

Você entendeu a pertinência da frase? "tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro" — em outras palavras, ele parecia ser um cristão.

A última parte dessa profecia é igualmente importante:

"... e falava como o dragão." [Apocalipse 13:11b].

Roma ruge como o dragão babilônio pagão que é. Essa é a dupla essência do papado do catolicismo romano, que agora manobra para que o papa possa vir a ser um dia o Falso Profeta, servindo ao Anticristo. O papa João Paulo II interpretou um grande papel nesse cenário. Como um cardeal disse na televisão poucos dias depois da morte do papa: "João Paulo II abriu a porta para o Cristo".

O mundo está verdadeiramente caminhando em direção às dores de parto, guerras e o aparecimento do Anticristo e do Falso Profeta.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Tradução: Clarice Rauen
Data de publicação: 27/5/2005
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2021.asp