O Anticristo

Autor: Arthur W. Pink



CAPÍTULO 5

O Gênio e o Caráter do Anticristo


Durante os últimos seis mil anos Satanás teve a oportunidade de estudar plenamente a natureza humana caída, pôde descobrir seus pontos fracos e aprender a conseguir que os homens cumpram seus intentos. O Diabo sabe muito bem como deixar os homens atordoados com a atração do poder e como fazê-los fraquejar diante de seus terrores. Ele sabe como agradar aos desejos por conhecimento, em como satisfazer o gosto pela sofisticação e pela cultura e pode, também, agradar os ouvidos com música melodiosa e os olhos com beleza fascinante. Se em um instante de tempo ele pôde transportar o Salvador do deserto até uma montanha, e mostrar para Ele todos os reinos do mundo e a glória deles, então ele não é novato na arte de apresentar objetos atraentes diante de suas vítimas hoje. Ele sabe como estimular a energia e como direcionar a investigação, e como satisfazer os desejos por aquilo que está oculto. Ele sabe como exaltar os homens com a grandiosidade e a fama mundanas, e como controlar essa grandeza quando ela é obtida, para que possa ser empregada contra Deus e contra Seu povo.

É verdade que até aqui o poder de Satanás tem sido restringido e suas atividades têm sido controladas e até contra-atacadas pelo Espírito de Deus. As chamas mais brilhantes na palha do Diabo só podem queimar de forma bem tosca enquanto Deus lança em torno delas o poder da luz celestial. Elas requerem as trevas totais da noite para fazerem reluzir a força total de seu brilho enganoso; e este tempo está se aproximando. A Palavra de Deus revela o fato que em um dia não tão distante a restrição divina será removida; a luz de Deus será retirada e então "as trevas cobrirão a terra, e a escuridão os povos " (Is. 60:2). Não somente aquele que tem restringido o pleno desenvolvimento do Mistério da Injustiça será removido, mas Deus "enviará a operação do erro, para que creiam a mentira" (2 Ts. 2:11) e Satanás se aproveitará disso e fará uso de todo o conhecimento que adquiriu durante os últimos seis mil anos.

Satanás se tornará encarnado e aparecerá na terra em forma humana. Como mostramos nos capítulos anteriores, o Anticristo não somente será o Homem do Pecado, mas também o "Filho da Perdição", a Semente da Serpente. O Anticristo será a obra-prima do Diabo. Nele habitará corporalmente a plenitude do Diabo. Ele será a culminação e o máximo das operações de Satanás. O mundo está agora falando e procurando um super-homem e o Diabo em breve irá fornecê-lo. O Anticristo não será um homem comum; ele possuirá talentos extraordinários. Ele estará capacitado com poderes super-humanos. Com a única exceção do Deus-homem, ele será o personagem mais impressionante que já apareceu na cena em toda a história humana. Mas, para particularizar:

1. Ele Será um Gênio Intelectual

O Anticristo possuirá uma inteligência extraordinária. Ele será a imitação do Diabo daquele "em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência" (Cl. 2:3). Esse Filho da Perdição suplantará Salomão em sabedoria. Em Daniel 7:20, ele é representado por um "chifre que tinha olhos". Esse símbolo tem duplo significado. O "chifre" prefigura força; os "olhos" indicam inteligência. Novamente, em Dn. 8:23, ele é referenciado como "o rei feroz de semblante", que "será entendido em adivinhações". Aquilo que deixa os outros perplexos será simples para ele. A palavra hebraica que foi traduzida como "adivinhações" aqui é a mesma que foi traduzida como "questões difíceis" em 1 Re. 10:1, onde lemos que a rainha da Sabá veio consultar o rei Salomão com "questões difíceis" para testar sua sabedoria. É também a palavra que é usada no enigma de Sansão em Jz. 14. Ela indica que o Anticristo dominará todos os segredos das ciências ocultas. Ez. 28:3 diz a respeito dele: "Eis que tu és mais sábio que Daniel; e não há segredo algum que se possa esconder de ti." Esta será uma de suas maiores atrações. Sua mente brilhante fascinará o mundo da alta educação. Seu maravilhoso depósito de conhecimento, sua familiaridade com os segredos da natureza, seus poderes de percepção sobre-humanos o destacarão como um gênio intelectual de primeira grandeza.

2. Ele Será um Gênio na Oratória

Em Dn. 7:20, ficamos sabendo que ele "terá uma boca que falará grandes coisas". Como um mago das palavras, ele superará Demóstenes. Ele também será a imitação do Diabo daquele de quem se disse "nunca ninguém falou como este homem". As pessoas ficaram admiradas com a doutrina de Cristo (Mt. 7:28) e diziam: "De onde veio a este a sabedoria, e estas maravilhas?" (Mt. 13:54b). Assim também será com esse atrevido falsificador; ele terá uma boca que falará grandes coisas. Ele terá um total domínio da linguagem e da comunicação verbal. Sua oratória não somente chamará a atenção, mas imporá respeito. Ap. 13:2 declara que sua boca é "como a boca de um leão", o que é uma expressão simbólica que indica a majestade e o poder que sua voz terá para impressionar as pessoas. A voz do leão supera a de qualquer outro animal. Do mesmo modo, o Anticristo superará os oradores rivais antigos e modernos.

3. Ele Será um Gênio na Política

Ele emergirá da obscuridade, mas fazendo uso de suas habilidades diplomáticas, ganhará a admiração e conquistará a cooperação do mundo político. Nos estágios iniciais de sua carreira, ele parecerá como "um chifre pequeno" (pouco poder), mas não demorará muito para que suba a escada da fama e, com suas habilidades de estadista brilhante, ascenderá ao degrau mais alto. Como a maioria dos políticos, ele não terá escrúpulos e empregará métodos questionáveis; na verdade, será por manobras e intrigas diplomáticas que ele obterá seus sucessos iniciais. Dn. 11:21 diz que inicialmente não lhe será dada a dignidade real, "mas ele virá caladamente, e tomará o reino com enganos". Uma vez que ele obtiver a supremacia, ninguém mais se atreverá a desafiar sua autoridade. Os reis serão seus peões e os príncipes seus brinquedos.

4. Ele Será um Gênio Comercial

"E pelo seu entendimento também fará prosperar o engano na sua mão; e no seu coração se engrandecerá, e destruirá a muitos que vivem em segurança" (Dn. 8:25). Em seu regime, tudo será estatizado e ninguém poderá comprar ou vender sem sua permissão (Ap. 13:17). Todo o comércio estará sob seu controle pessoal e isso será usado para seu próprio engrandecimento. A riqueza do mundo estará à sua disposição. Existem diversas escrituras que chamam a atenção para isto. Por exemplo, em Sl. 52:7, lemos: "Eis aqui o homem que não pôs em Deus a sua fortaleza, antes confiou na abundância das suas riquezas, e se fortaleceu na sua maldade." Novamente, em Dn. 11:39, lemos: "Com o auxílio de um deus estranho agirá contra as poderosas fortalezas; aos que o reconhecerem multiplicará a honra, e os fará reinar sobre muitos, e repartirá a terra por preço." Mais claro ainda é Dn. 11:43: "E apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata e de todas as coisas preciosas do Egito; e os líbios e os etíopes o seguirão." O último verso de Dn. 11 faz referência ao seu "palácio". Ele será mais rico que Crasso. Ez. 28:4-5 fala dele da seguinte maneira: "Pela tua sabedoria e pelo teu entendimento alcançaste para ti riquezas, e adquiriste ouro e prata nos teus tesouros. Pela extensão da tua sabedoria no teu comércio aumentaste as tuas riquezas; e eleva-se o teu coração por causa das tuas riquezas." Assim, ele poderá portar o cetro do poder financeiro e superar Salomão em toda a sua glória.

5. Ele Será um Gênio Militar

Ele será capacitado com os mais extraordinários poderes para que possa "destruir maravilhosamente" (Dn. 8:24). Diante de seus feitos militares, as famas de Alexandre e de Napoleão serão esquecidas. Ninguém poderá resistir diante dele. Ele sairá "vitorioso e para vencer" (Ap. 6:2). Ele derrubará tudo o que estiver diante dele, de modo que o mundo exclamará: "Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?" (Ap. 13:4b). Suas ações militares não estarão confinadas a um canto do mundo, mas serão executadas em uma vasta escala. O Anticristo é chamado de "o homem que fazia estremecer a terra e que fazia tremer os reinos" (Is. 14:16).

6. Ele Será um Gênio Governamental

Ele fundirá forças opostas e unificará interesses conflitantes. Sob o poder e influência de suas habilidades, as potências mundiais serão unidas. O sonho de uma Liga das Nações será então concretizado. O Oriente e o Ocidente não mais estarão divididos. Um retrato simbólico maravilhoso disso é dado em Ap. 13:1-2: "E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio." Aqui, encontramos as forças dos Impérios Romano, Grego, Medo-Persa e Babilônio se unindo para formar uma só. O Anticristo será a incorporação pessoal da autoridade política do mundo em sua forma final. Tão completamente o mundo ficará influenciado pelo encantamento hipnótico lançado pela besta que os dez reis do Império Romano em sua forma final "darão à besta o seu reino" (Ap. 17:17). Ele será o último grande César.

7. Ele Será um Gênio Religioso

Ele se proclamará Deus, exigindo que honras divinas lhe sejam prestadas e, assentando-se no Tempo, quererá se mostrar como Deus (2 Ts. 2:4). As maravilhas e prodígios que ele operará serão tantos que até os eleitos seriam enganados se Deus não os protegesse diretamente. O Homem do Pecado combinará em si todos os gênios variados do gênero humano e, além disso, estará investido por toda a sabedoria e poder de Satanás. Ele será um mestre da ciência, familiarizado com todas as forças da natureza, recebendo dela todos os seus segredos guardados. Alguém já disse que "nessa obra-prima de Satanás estarão concentrados grandiosidade intelectual, poder soberano e glória humana, combinados com todo tipo de iniquidades, soberba, tirania, obstinação, engano e blasfêmia, como Antíoco Epifânio, Maomé, toda a série de papas, ateus e deístas de todas as épocas do mundo não conseguiram unir em um único indivíduo."

"Toda a terra se maravilhou após a besta". (Ap. 13:3). Seu triunfo final será que, ferido por uma espada, ele viverá novamente (Ap. 13:3). Ele se levantará dos mortos e os homens ficarão tão maravilhados que prontamente lhe prestarão homenagem divina. O poder dele de impressionar será tão grande que os homens adorarão sua imagem. (Ap. 13:14-15).

Tendo contemplado algo do gênio do prodígio de Satanás, vamos agora considerar seu caráter. Nós o veremos à luz do caráter do Senhor Jesus Cristo. Cristo é a linha do prumo e o padrão de avaliação pelo qual todo o caráter precisa ser testado.

No capítulo anterior mostramos que o título Anticristo tem um duplo significado: aponta ao mesmo tempo para ele como o imitador de Cristo e como o oponente de Cristo. Portanto, ao estudarmos seu caráter, encontramos uma série de comparações e uma série de contrastes entre o falso cristo e o verdadeiro Cristo, e é isso que agora nos propomos apresentar para o leitor.

Comparações Entre Cristo e o Anticristo

Satanás é um mestre nas falsificações e em nada isso parecerá mais notável que em seu próximo grande lance. Ele está agora preparando o cenário para o clímax dessa produção, que apresentará uma imitação blasfema da encarnação divina. Quando o Filho da Perdição aparecer, ele posará como o Cristo de Deus, e seu disfarce será tão perfeito que os próprios eleitos seriam enganados se Deus não lhes concedesse uma iluminação especial. É esse disfarce, essa simulação do verdadeiro Cristo que examinaremos agora, salientando os vários paralelismos que as Escrituras fornecem:

  1. Cristo foi o assunto das profecias do Velho Testamento; assim também é o Anticristo, e muitas são as predições que descrevem a sua vinda — veja especialmente Dn. 11:21-45.

  2. O Senhor Jesus foi tipificado por muitos personagens do Velho Testamento, como Abel, José, Moisés, Davi, etc. Assim também ocorre com o Anticristo: personagens como Caim, Faraó, Absalão, Saul, etc. prefiguram o Homem do Pecado. Dedicaremos um capítulo específico para tratar desse fascinante e totalmente negligenciado ramo do nosso assunto.

  3. Cristo foi revelado somente no tempo escolhido por Deus; assim também será o caso com o Anticristo. De um, lemos: "Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei." [Gl. 4:4]; do outro lemos: "E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado." [2 Ts. 2:6].

  4. Cristo foi um homem, um homem real, "Jesus Cristo homem" (1 Tm. 2:5); assim também será o Anticristo — "o Homem do Pecado" (2 Ts. 2:3).

  5. Mas, Cristo foi mais do que um homem; Ele foi o Deus-homem; assim também o Anticristo será mais do que um homem: o super-homem.

  6. Cristo foi, segundo a carne, um judeu (Rm. 1:3); assim também será o Anticristo — veja as provas disso no Cap. 3, seção 1.

  7. Cristo fará uma aliança com Israel (Hb. 8:8); assim também o Anticristo (Dn. 9:27).

  8. Cristo é nosso "sumo sacerdote"; assim também o Anticristo será sumo sacerdote de Israel (Ez. 21:26).

  9. Cristo foi e será o rei dos judeus (Mt. 2:1); assim também será o Anticristo (Dn. 11:36).

  10. Cristo será o rei dos reis (Ap. 17:14); assim também será o Anticristo (Ap. 17:12,13).

  11. Cristo operou milagres: Dele se diz "homem aprovado por Deus entre vós com maravilhas, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós" (At. 2:22); assim também fará o Anticristo, a respeito de quem está escrito: "A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira" (2 Ts. 2:9).

  12. O ministério público de Cristo se limitou a três anos e meio; assim também estará o ministério final do Anticristo (Ap. 13:5).

  13. Cristo aparece montado em um "cavalo branco" (Ap. 19:11); assim também o Anticristo (Ap. 6:2).

  14. Cristo retornará ao mundo como o Príncipe da Paz (Is. 9:6,7); assim também o Anticristo introduzirá uma era de paz (Dn. 11:21); e é a isto que 1 Ts. 5:3 se refere diretamente.

  15. Cristo é chamado de "estrela da manhã" (Ap. 22:16); assim também o Anticristo (Is. 14:12).

  16. Cristo é referido como "aquele que era, que é e que há de vir" (Ap. 4:8); o Anticristo é referido como "a besta que viste foi e já não é, e há de subir do abismo, e irá à perdição" (Ap. 17:8).

  17. Cristo morreu e ressuscitou; assim também o Anticristo morrerá e ressuscitará (Ap. 13:3).

  18. Cristo será objeto de adoração universal (Fp. 2:10); assim também o Anticristo (Ap. 13:4).

  19. Os seguidores do Cordeiro serão selados em suas frontes (Ap. 7:3; 14:1); assim também os seguidores da Besta (Ap. 13:16,17).

  20. Cristo foi seguido pelo Espírito Santo, que faz os homens adorá-Lo; assim também o Anticristo será seguido por Falso Profeta, que fará os homens adorarem a Besta. (Ap. 13:12).

Não há necessidade de fazermos comentários sobre essas impressionantes correspondências, pois elas falam por si mesmas. Elas mostram a incrível extensão em que Deus permitirá que Satanás imite o Senhor Jesus. Vamos agora considerar os contrastes.

Contrastes Entre Cristo e o Anticristo

I. Em suas respectivas designações:

  1. Um é chamado de Cristo (Mt. 16:16); o outro de Anticristo (1 Jo. 4:3).
  2. Um é chamado de Homem de Dores (Is. 53:3); o outro de Homem do Pecado (2 Ts. 2:3).

  3. Um é chamado de Filho de Deus (Jo. 1:34); o outro de Filho da Perdição (2 Ts. 2:3).

  4. Um é chamado de Semente da Mulher (Gn. 3:15); o outro de Semente da Serpente (Gn. 3:15).

  5. Um é chamado de Cordeiro (Is. 53:7); o outro de Besta (Ap. 11:7).
  6. Um é chamado de Santo (Mc.1:24); o outro de Iníquo (2 Ts. 2:8).
  7. Um é chamado de Verdade (Jo. 14:6); o outro de Mentira (Jo. 8:44).
  8. Um é chamado de Príncipe da Paz (Is. 9:6); o outro de profano e ímpio príncipe (Ez. 21:25).

  9. Um é chamado de Renovo Cheio de Beleza e de Glória (Is. 4:2); o outro de renovo abominável (Is. 14:19).

  10. Um é chamado Anjo Poderoso (Ap. 10:1); o outro é chamado de Anjo do Abismo (Ap. 9:11).

  11. Um é chamado de Bom Pastor (Jo. 10:11); o outro é chamado de Pastor Inútil (Zc. 11:17).

  12. Um tem 888 como número de Seu nome (a gematria of "Jesus"); o outro tem 666 como número de seu nome (Ap. 13:18).

II. Em suas respectivas carreiras:

  1. Cristo desceu do céu (Jo. 3:13); Anticristo emergirá do abismo (Ap. 11:7).
  2. Cristo veio em nome de outro (Jo. 5:43); o Anticristo virá em seu próprio nome (Jo. 5:43).
  3. Cristo veio para fazer a vontade do Pai (Jo. 6:38); o Anticristo fará tudo segundo sua própria vontade (Dn. 11:36).
  4. Cristo foi energizado pelo Espírito Santo (Lc. 4:14); o Anticristo será energizado por Satanás (Ap. 13:4).
  5. Cristo submeteu-se a Deus (Jo. 5:30); o Anticristo desafiará Deus (2 Ts. 2:4).
  6. Cristo humilhou-se (Fp. 2:8); o Anticristo exaltará a si mesmo (Dn. 11:37).
  7. Cristo honrou o Deus de seus pais (Lc. 4:16); o Anticristo se recusará a fazer isto (Dn. 11:37).
  8. Cristo purificou o templo (Jo. 2:14,16); o Anticristo profanará o templo (Mt. 24:15).
  9. Cristo ministrou aos necessitados (Is. 53:7); o Anticristo roubará os pobres (Sl. 10:8,9).
  10. Cristo foi rejeitado pelos homens (Is. 53:7); o Anticristo será aceito pelos homens (Ap. 13:4).
  11. Cristo conduz o rebanho (Jo. 10:3); o Anticristo abandonará o rebanho (Zc.11:17).
  12. Cristo morreu pela nação (Jo. 11:51); o Anticristo matará o povo (Is. 14:20).
  13. Cristo glorificou a Deus na terra (Jo. 17:4); o Anticristo blasfemará do nome de Deus (Ap. 13:6).
  14. Cristo foi recebido nos céus (Lc. 24:51); o Anticristo será lançado no lago de fogo (Ap. 19:20).

Anterior | Índice | Próximo



Data da publicação: 31/8/2010
Transferido para a área pública em 21/4/2020
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/anticristo-cp05.asp