Escolha uma cor para o fundo:  

13 de Junho de 2007 — O Dia em Que Todos os Três Pontos Sensíveis do Oriente Médio Explodiram — A Região Está Pegando Fogo

Recursos úteis para sua maior compreensão

Título do Livro 1


Título do Livro 2


Título do Livro 3

A grande estratégia do Irã de "acender muitas fogueiras" em toda a região parece estar quase concluída. A escalada de guerra está atingindo novas e ominosas alturas.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?

Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!

Aprenda a proteger a si mesmo e aos seus amados!

Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma.

Agora você está na
"THE CUTTING EDGE"


"O Oriente Médio Está Pegando Fogo"

Há quatro anos completos que a Cutting Edge vem constantemente lembrando seus leitores e assinantes que a única grande estratégia que parece estar funcionando atualmente é a que foi enunciada pelo Irã sobre como derrotar a ocupação americana no Iraque. Essa estratégia foi chamada pelos iranianos de "Acender Muitas Fogueiras". Embora o Irã tenha seguido brilhantemente esse plano nos últimos anos, as coisas parecem ter atingido um novo clímax no dia 13 de junho passado, quando eventos significativos explodiram em todas as três principais esferas no Oriente Médio nas quais o Irã sabidamente fixou seus tentáculos.

Vejamos como o Irã planejou colocar todo o Oriente Médio em uma feroz conflagração como o melhor modo de combater a ocupação americana no Iraque. Citando excertos do artigo N1910, "Estaria o Irã 'Acendendo Muitas Fogueiras' Para Iniciar uma Guerra Regional no Oriente Médio?":

Resumo da Notícia: "O Irã Está se Preparando Para 'Acender Muitas Fogueiras' Como Forma de Derrotar os Americanos", The Jerusalem Post, 21/3/2003.

"O Grande Satã Americano nunca aceitará um sistema islâmico. Ele está vindo ao Iraque para completar seu cerco à nossa República Islâmica antes de agir contra nós. Ajudar os americanos a conquistar o Iraque facilmente seria um suicídio para nossa revolução.' [principal assessor de política exterior de Khamenei, o ex-ministro iraniano das Relações Exteriores Ali-Akbar Valayati]. Velayati afirma que os EUA têm dois objetivos no Oriente Médio: evitar a destruição da 'entidade sionista' e controlar o petróleo árabe."

"Ao contrário dos partidários da acomodação, que prevêem uma fácil vitória americana, os partidários do confronto acreditam que o envolvimento dos EUA no Iraque poderia se tornar 'o início de seu fim'. Ele explica:

"'O Iraque é um pântano', Khamenei disse em seu discurso aos guardas. 'O Grande Satã será apanhado nesse pântano; e isso acelerará seu inevitável colapso'. Em um artigo recente, Velayati delineou uma estratégia direcionada a 'confrontar o Grande Satã em diversas frentes.'"

Ele então citou quais são essas 'frentes':

  • Iraque
  • Afeganistão
  • Azerbaijão
  • Israel

Vamos agora examinar as três áreas explosivas que entraram em erupção no mesmo dia, 13 de junho de 2007. Este primeiro artigo lista todos os três pontos sensíveis. Depois de cobrirmos o artigo, examinaremos cada área separadamente.

Resumo da Notícia: "Paixões atingem as alturas à medida em que três pontos sensíveis entram em ignição", Gulf News, 14 de junho de 2007.

"Dubai: O Oriente Médio literalmente pegou fogo ontem quando um importante parlamentar libanês foi assassinado por um carro-bomba, que também ceifou as vidas de nove outras pessoas em Beirute, horas após sabotadores destruírem dois minaretes de um santuário xiita no Iraque... Em Gaza, a luta pelo poder se intensificou entre os movimentos rivais Hamas e Fatah. Pelo menos 22 pessoas morreram ontem. A cena caótica provavelmente inflamará as tensões religiosas e políticas na região. Os analistas também advertiram que o mundo árabe está atingindo um 'colapso sistêmico'."

Três eventos dramáticos nas três áreas distintas do Oriente Médio em que o Irã tem trabalhado freneticamente nos últimos quatro anos! Em um único dia, as tensões de guerra cresceram enormemente e o espectro de uma guerra regional total agora parece maior do que nunca. Vamos examinar cada uma dessas áreas separadamente para vermos mais detalhes e obtermos uma melhor compreensão.

Líbano

Resumo da Notícia: "Milhares tomam as ruas para acompanhar o funeral de Eido no Líbano", Gulf News, 14/6/2007.

"Walid Eido foi a sétima figura anti-Síria a ser assassinada desde fevereiro de 2005... Os aliados de Eido acusaram o governo de Damasco pelo assassinato e disseram que foi a resposta da Síria ao estabelecimento de um tribunal apoiado pela ONU para julgar os suspeitos pelo ataque contra Hariri... A Síria condenou na quarta-feira o ataque à bomba próximo a um clube de praia no qual Eido, seu filho mais velho, dois guarda-costas e seis outras pessoas que passavam por perto naquele momento morreram."

"Eido, um muçulmano sunita, pertencia ao bloco parlamentar majoritário anti-Síria, liderado pelo filho de Hariri, Saad Al Hariri, que controla o governo... Os corpos foram mais tarde levados para o descanso final após as orações terem sido feitas na mesquita..."

As tensões de guerra são palpáveis hoje em todo o Líbano.

Israel — Faixa de Gaza

Resumo da Notícia: "Hamas Prestes a Converter a Faixa de Gaza Capturada em um Enclave Islâmico", DEBKAfile Intelligence, 14 de junho de 2007.

"O Hamas tomou o controle do enclave estratégico de Philadelphi na fronteira com o Egito e de todas as passagens da fronteira de Gaza com o Egito e Israel. Pelo menos 35 pessoas foram mortas nos combates na quarta-feira."

O enclave Philadelphi sempre foi visto como uma localidade muito estratégica na Faixa de Gaza. Com esse enclave capturado pelo Hamas, o grupo terrorista mais radical, os palestinos ficam em uma rota desimpedida de guerra contra Israel. Como dissemos no passado, o presidente palestino Abbas é um maçom e o livro Codex Magica mostra uma fotografia em que ele troca um aperto de mão maçônico com o primeiro-ministro israelense Ariel Sharon. (Codex Magica, Texe Marrs, pág. 152) Além disso, na página 509, lemos o seguinte:

"O chefe da OLP, Yasser Arafat, com seu atual sucessor, Mahmoud Abbas. Ambos os homens são maçons e foram instrumentos da CIA e do Mossad."

Portanto, essa facção Fatah está totalmente sob o controle dos Illuminati. Entretanto, o Hamas não é controlado por nenhum dos serviços da Inteligência ocidental, ou pela sociedade secreta Maçonaria. Além disso, a liderança do Hamas está bem ciente que o Fatah é controlado por forças ocidentais, e não quer participar dessa realidade! A razão para essa guerra civil é que o Hamas quer liberdade de ação para os palestinos. A guerra civil é para destruir a facção pró-Ocidente liderada por Abbas, de modo que os palestinos possam se voltar para enfrentar os israelenses com total atenção e com todos os recursos que estejam à sua disposição.

Agora, vamos retornar a esse artigo em análise para vermos as graves implicações que o radical Hamas representará para Israel:

"O Hamas não tem esse incentivo. No caso de Gaza, o vencedor fica com tudo e pode ditar os termos. Um enclave islâmico radical com uma presença militar iraniana-síria dominante está tomando forma sem oposição como uma realidade hostil na fronteira sudoeste de Israel... A Força Executiva do Hamas completou a tomada de todos os postos na fronteira da Guarda Presidencial pró-Fatah, incluindo a passagem para mercadorias em Karni e os pontos de trânsito Sufa, Kerem, Shalon e Rafah... O comandante, cel. Musbah Basichi, e seus 60 oficiais fugiram para o Egito."

"Da noite para o dia, milhares de oficiais da Segurança Palestina leais à Fatah ficaram sob o cerco do Hamas em seus últimos bastiões — o complexo da Guarda Presidencial na Cidade de Gaza e o comando de Segurança Geral. Eles estão ficando sem comida, água e munições. O Hamas e sua Força Executiva tinham tomado o controle de cerca de 80% da Faixa de Gaza, enquanto que os seguidores do Fatah, de Mahmoud Abbas, incluindo clãs inteiros, renderam-se e entregaram suas armas... Desesperado, Abbas apelou a Israel para permitir que armas e munições fossem transferidas da Margem Ocidental (Cisjordânia). Os oficiais israelenses disseram que já era tarde demais. O Fatah é um caso perdido e quaisquer armas transferidas para Gaza cairão imediatamente nas mãos do Hamas."

Israel sempre apoiou o líder palestino e maçom Abbas e sua organização Fatah. Agora, eles têm de enfrentar o radical Hamas na Faixa de Gaza, uma situação muito desagradável. Agora, a batalha se deslocará para a Margem Ocidental, onde o Hamas certamente repetirá tudo o que fez em Gaza.

Uma questão mencionada em um artigo de notícias recente é que os combatentes do Hamas são muito melhor treinados, melhor comandados e melhor equipados do que os combatentes do Fatah. Como este artigo a seguir do DEBKAfile diz:

"O planejamento e as táticas de combate do Hamas mostram claramente as mãos profissionais dos oficiais sírios e do Hezbollah que estabeleceram um centro de comando na Faixa de Gaza... O Irã e a Síria são os vencedores do golpe militar do Hamas contra o Fatah na Faixa de Gaza. Foi o segundo triunfo em uma semana para a força palestina apoiada pela Síria e pelo Irã, após o Exército libanês fracassar nas quatro semanas de combate para esmagar as facções sírias, em suas barricadas no campo de palestinos Nahr al-Bared, próximo a Trípoli."

Uma vez que os seguidores do Fatah na Margem Ocidental tenham tempo para digerir plenamente o que acaba de acontecer com seus colegas em Gaza, eles provavelmente mudarão de lado bem depressa.

Assim que o Hamas passar a controlar todo o território palestino, ele poderá então voltar-se diretamente contra Israel, ameaçando-o substancialmente a partir de dentro. Mas, por que deveríamos nos surpreender, se esse é o plano árabe para derrotar Israel, conforme delineado no relatório do Pentágono para o Congresso dos EUA em dezembro de 1996? [Leia os detalhes nos artigos N1056 e N1057.] Essa luta é apenas o resultado de um plano elaborado mais de dez anos atrás!

A coalizão maciça de forças palestinas/libanesas/sírias prevista em dezembro de 1996 está agora tomando forma, diante nos nossos olhos, nas notícias do dia-a-dia.!

Iraque

Como o Iraque é uma das "muitas fogueiras" que o Irã planejou acender contra os americanos, temos de examinar um grande ataque que ocorreu em 13 de junho, um ataque que poderá forçar o Iraque a aceitar a divisão entre xiitas e sunitas, conforme previsto no Novo Mapa do Oriente Médio do Presidente Bush!

Resumo da Notícia: "Minaretes em sítio sagrado xiita são alvos de suposto ataque à bomba da Al Qaeda".

"Bagdá — Em um audacioso ataque contra as esperanças de paz dos iraquianos, um suposto ataque à bomba da Al Qaeda destruiu os minaretes no formato de torre do reverenciado santuário xiita de Samarra, acrescentando uma nova provocação às velhas feridas um ano após a mesquita do Domo Dourado ter sido destruída. O ataque fez crescer os temores de um surto na violência entre as seitas islâmicas. O governo do primeiro-ministro Nouri al-Maliki se apressou para conter a ira dos xiitas contra os sunitas: ele ordenou um toque de recolher em Bagdá e pediu reforços para as tropas americanas em Samarra, a 95 km ao norte daqui e um maior alerta militar na capital. Mas informes preliminares de luta sectária começaram a aparecer. A Polícia informou que pelo menos quatro mesquitas sunitas em Bagdá e no sul da capital foram atacadas à bomba e em incêndios criminosos, e que um pequeno santuário xiita foi atacado à bomba no norte."

Embora os clérigos xiitas tenham pedido calma, exortando seus seguidores a não reagirem contra os sunitas, a retaliação ocorreu bem depressa, pois quatro mesquitas suniitas foram atacadas por xiitas enfurecidos. Um programa de notícias em árabe questionou se os insurgentes sunitas realmente bombardearam o santuário xiita em Samarra ou se esse foi um serviço do governo iraquiano ou das forças americanas.

Resumo da Notícia: "Iraquianos acusam os EUA de bombardearem santuário: Tanto os sunitas quanto os xiitas dizem que o ataque à bomba é um plano para incitar a violência sectária", Prison Planet, 13 de junho de 2007.

"Tanto sunitas e xiitas iraquianos acusaram os EUA de estarem por trás do ataque à bomba contra o santuário de al-Askari, em Samarra, um dos sítios religiosos mais sagrados do Iraque, de modo a incitar ainda mais a violência sectária entre os dois grupos islâmicos radicais... Os líderes islâmicos sunitas ligados à Associação dos Eruditos Islâmicos do Iraque questionaram como os terroristas puderam ter acesso a um local que é fortemente vigiado por cerca de 60 homens das forças do Serviço Federal de Proteção e 25 policiais iraquianos locais e que está fechado ao público desde que foi atacado no ano passado em um ataque à bomba que muitos também acreditavam ter sido um serviço das forças americanas."

Como publicamos o artigo N2213, "Novo Mapa Proposto Pelo Pentágono Para o Oriente Médio Enfurece Aliados e Adversários na Região", achamos altamente possível que forças americanas tenham perpetrado esse ataque à bomba, pois as conseqüências certamente darão maior força para a divisão do Iraque em três seções, o que agora sabemos ser o plano do presidente Bush desde o início: Curdos no norte, sunitas no sudoeste e xiitas no sudeste.

Mas realmente não importa quem perpetrou o ataque à bomba. O que realmente importa é que esses três eventos poderosos perpetrados no mesmo dia criaram um tremor muito imenso e sem precedentes no Oriente Médio, ameaçando fazer toda a região explodir em uma guerra total, que então será o gatilho para a planejada Terceira Guerra Mundial.

O plano dos Illuminati globais continua a avançar.



Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.

Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.

Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.

Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.

Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.

Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org

Que Deus o abençoe.

Data de publicação: 26/6/2007
Revisão: V. D. M. — Campo Grande / MS e http://www.TextoExato.com
Patrocinado por: S. F. F. C. — Vargem Grande Paulista / SP
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/n2214.asp