Os Anjos Caídos Usam a Elite Governante para Escravizar a Humanidade

Autor: Jeremy James, Irlanda, 9/9/2019.

É duvidoso se mais do que um alguns poucos de nossos leitores já ouviram um sermão a respeito da realidade dos demônios, ou da ameaça que eles representam para o bem-estar espiritual de todo fiel cristão, da igreja como um todo e do mundo em geral.

Todo fiel cristão deve estar ciente da existência dos demônios, dos planos deles e do modo como operam. O fato que pouquíssimos parecem ter essa conscientização é uma questão de profunda preocupação. Como pode a igreja defender a si mesma contra esse ataque invisível se está pouco conscientizada que tem um perigoso inimigo sobrenatural?

Dada a atitude descontraída da maioria dos pastores e pregadores sobre este assunto, precisamos assumir que eles duvidam da existência dos demônios, ou acreditam que eles não tenham influência real sobre as vidas dos fiéis cristãos.

Raciocínio Falso

O raciocínio deles parece ser assim: Cristo derrotou Satanás no Calvário. Portanto, os fiéis cristãos não podem ser prejudicados pelos demônios. Além disso, todos os fiéis têm a autoridade espiritual para repreender e expelir demônios. Desde que o indivíduo fique longe do ocultismo, não deve haver necessidade de estudar esta questão.

Eles se esqueceram da severa advertência feita pelo apóstolo Pedro? "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar." [1 Pedro 5:8]. Parece que sim.

Esta negligência é indesculpável. Ela marca uma vergonhosa falha entre os líderes da igreja em tempos recentes, a de enfocar claramente a Palavra de Deus e o que ela diz. Os falsos mestres, os lobos em pele de ovelha que se infiltram na igreja, há muito tempo têm como um de seus principais objetivos a supressão dessa verdade. O mal, em grande parte, foi mitologizado, ou transmutado em uma variedade sutil de estados psicológicos. Uma vez que o homem compreenda a psicologia que está por trás de sua conduta pecaminosa, ele subirá acima disso, eles alegam, e corrigirá seu comportamento. Isto é tudo bobagem, é claro, mas tem suplantado o ensino bíblico sobre o mal e o pecado.

Isto se Adequa ao Maligno Perfeitamente

Isto se adequa perfeitamente ao Maligno, pois Satanás e seus agentes parecem que se tornam redundantes. Embora as gerações anteriores possam ter necessitado desses conceitos para articular sua compreensão do pecado, em nossa assim chamada época esclarecida, os fiéis cristãos acreditam que tenham uma melhor compreensão do que faz o homem se comportar de modos contrários à Palavra de Deus. Ao fazerem isso, eles psicologizam a Escritura e perdem o real significado do pecado. Eles perdem de vista o Maligno e veem suas vidas cristãs como um processo de auto-aperfeiçoamento. Uma vez que uma pessoa aceite essa falsa filosofia, onde a maior auto-conscientização supostamente apagará seus defeitos, ela se afastou há muito tempo do caminho da graça.

Nossas igrejas locais hoje estão repletas de "fiéis" imersos nesta falsa variedade de Cristianismo, um curso piedoso e baseado em obras de administração da ansiedade, motivação pessoal, auto-estima e auto-expressão.

Eles não estão recebendo a verdade sobre si mesmos: em nosso estado natural, somos criaturas danificadas pelo pecado, adequadas para a destruição e sob condenação diante e um Deus que é tremendamente santo. Todo nosso ser inclina-se para a rebelião e desobediência, para a lascívia e a cobiça. Em nosso estado natural somos escravos de Satanás. Ele nos domina. Mesmo que não saibamos nada sobre ele, ele administra nossas vidas. Mas, algo incrível acontece na hora em que nascemos de novo — Cristo nos liberta. Ele quebra as cadeias inquebráveis que nos amarram.

Qualquer um que passe por essa libertação espiritual SABE que o mal existe. Ele encontrou a Luz, pois Cristo é a Luz e não há outro:

"Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida." [João 8:12].

Aqueles que ainda não encontraram a Cristo, que não nasceram de novo, estão vivendo em trevas. Cabe a todos que verdadeiramente são nascidos de novo — que não estão simplesmente representando o modo de vida cristão — advertir todos aqueles que queiram ouvir, que essas trevas são perigosas, que por trás delas esconde-se uma tremenda aversão à humanidade, e que todos que se recusam a vir para a luz, por qualquer razão, certamente perecerão.

Satanás é real e as trevas sobre as quais ele domina são reais. A destruição produzida por essas trevas também é real. Qualquer líder cristão que ensine de forma contrária é uma fraude.

Qualquer um que dê ouvidos a esses falsos mestres irá se afastar cada vez mais da Rocha. Sem terem conhecido a luz de Cristo, eles tentarão, em vez disso, satisfazer suas almas com uma tonalidade mais suave das trevas:

"E a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam." [João 1:5].

Contemporização

Para estas pessoas, esses falsos convertidos, é fácil demais contemporizar com o mundo. Eles pensam que podem misturar um pouco de trevas com a luz, mas não podem. Eles estão enganados. A luz rejeita as trevas e as condena profundamente. Não há outra fonte de luz e aqueles que tentam encontrar uma estão perdidos.

Os falsos mestres que estabeleceram um rígido controle sobre a igreja estão trabalhando nas trevas. Eles irão falar mal e tratar com grosseria qualquer um que se atreva a questionar a autoridade deles. Eles não se ajoelham para nosso Sumo Sacerdote e nem reconhecem o sacerdócio de todos os crentes. Tendo rejeitado a Luz, eles também rejeitam aqueles que vivem na Luz.

A Palavra de Deus descreve esses falsos mestres em termos chocantes. O apóstolo Paulo os chamou de "lobos cruéis", enquanto que Ezequiel, como Pedro, os comparou a um "leão que ruge" ao redor de sua presa. Eles trabalham em conjunto para devorar as almas:

"Conspiração dos seus profetas há no meio dela, como um leão que ruge, que arrebata a presa; eles devoram as almas; tomam tesouros e coisas preciosas, multiplicam as suas viúvas no meio dela." [Ezequiel 22:25].

Sem que a maioria deles saiba, os anjos caídos estão explorando as trevas deste mundo para infectar as mentes desses falsos mestres, para levá-los em certa direção e misturar as respectivas obras deles com o plano geral — a grande "conspiração" — que Satanás planejou para a humanidade.

Muitos pastores hoje estão contentes simplesmente em agradar suas congregações. O desejo implacável de enfatizar o positivo e minimizar a ameaça representada pelo Maligno andam de mãos dadas com uma acentuada relutância de pregar sobre o inferno e a perdição. Como resultado, temos hoje uma igreja institucional que não tem virtualmente compreensão real do sobrenatural. A ideia que alguém possa ser atacado por um demônio é considerada uma bobagem histérica, um fenômeno que pode ser facilmente explicado pela Psiquiatria moderna. Todavia, qualquer leitura honesta da Escritura mostrará que os demônios são reais, que são uma ameaça continuada a toda a humanidade e que, como cristãos, nunca devemos nos dar ao luxo de subestimar a capacidade deles de impedir, interferir ou sabotar o trabalho da igreja.

O Que a Bíblia Que Dizer com Demônios ou "Diabo"?

A primeira pergunta que precisamos fazer é se os demônios são anjos caídos, ou alguma outra coisa? Dado o fato que tantos dos demônios a quem o Senhor Jesus expeliu de suas vítimas atormentadas receberam a ordem de ficarem calados, é evidência que eles já sabiam quem era Jesus. Eles o reconheceram. Como? Por que eles já o tinham encontrado no céu antes da grande rebelião:

"E curou muitos que se achavam enfermos de diversas enfermidades, e expulsou muitos demônios, porém não deixava falar os demônios, porque o conheciam." [Marcos 1:34].

Quando nosso Pai disse "Haja luz!" (Gênesis 1:3), todas as hostes de seres angelicais vieram a existir. Eles tinham variados poderes e patentes (ou escalões). Alguns eram tão exaltados em estatura espiritual que ficavam diretamente diante do trono de Deus, enquanto que os de patentes inferiores, com menores poderes — talvez somente uma pequena fração do poder dos querubins e serafins — eram quase certamente muito mais numerosos. Entretanto, eles todos teriam conhecido e desfrutado da companhia do Filho de Deus.

Durante aquele curto período de tempo, talvez somente alguns poucos dias, eles observaram as extraordinárias séries de medidas pelas quais o Senhor Deus lançou os fundamentos da Terra, estabeleceu o firmamento e preencheu o mundo com as maravilhas da criação.

Algumas vezes nós nos perguntamos por que Deus criou o mundo em seis dias, em vez de em um período menor, ou até mesmo em um único momento de tempo. Além de seu valor instrutivo para o homem, a criação em seis dias permitiu que todas as hostes angelicais contemplassem o tremendo esplendor e poder do Todo Poderoso, o mesmo ser que tinha criado cada um deles em um único instante com Suas palavras "Haja luz."

Infelizmente, alguns desses anjos não consideraram a criação de seis dias como prova conclusiva da soberania absoluta de Deus. Grande parte dessa mesma atitude aflige há muito tempo a maior parte da humanidade. Os membros rebeldes das hostes angelicais decidiram adorar um deles. O novo líder deles, Lúcifer, aparentemente era a mais poderosa e mais exaltada criatura na Criação, um querubim ungido por Deus para "cobrir" (ou proteger) Seu trono (Ezequiel 28:14). Esse cargo de imenso prestígio parece ter atraído a atenção dele, não para Deus — o que ele deveria ter feito — mas para si mesmo. O orgulho dele se propagou como fogo entre as hostes angelicais e fez com que um terço delas se rebelasse. Os dois terços restantes passaram por um teste terrível.

Os anjos que se rebelaram foram seduzidos pelas mentiras contadas por Satanás. Provavelmente, essas mentiras eram muito similares àquelas que eles usam para iludir e enganar a humanidade. Dado que os anjos em questão estavam vivendo na presença de Deus e enchendo-se da imensa alegria e paz do Seu amor, as mentiras precisam ter sido extremamente bem construídas. Sem dúvida, Satanás incluiu muitas promessas de vanglória, que ele não poderia depois cumprir, e um discurso magistral, em que negava a perfeição infinita de Deus.

A mesma sagacidade está em operação hoje entre as massas humanas, cegando os homens caídos para a mensagem do Evangelho e atraindo-os com promessas sedutoras de uma nova era dourada.

"Os Deuses"

Quando a mesma opção foi apresentada a Adão e Eva, viver independentemente da soberania absoluta de Deus, eles também foram motivados pelo orgulho. A maior parte da humanidade dali para frente adorou ídolos, em vez de Deus. Esses ídolos, embora fisicamente a obra de suas próprias mãos, foram usados como veículos para solicitar o poder e influência dos anjos caídos, a quem a Bíblia chama de "deuses":

"Com deuses estranhos o provocaram a zelos; com abominações o irritaram. Sacrifícios ofereceram aos demônios, não a Deus; aos deuses que não conheceram, novos deuses que vieram há pouco, aos quais não temeram vossos pais." [Deuteronômio 32:16-17].

Alguns especulam que os demônios são espíritos limitados à terra, dos filhos que teriam sido supostamente gerados pelos anjos que "se acasalaram" com as mulheres, em Gênesis 6. Entretanto, como mostramos em ensaios anteriores (notavelmente "O Livro de Enoque É uma Perigosa Armadilha Demoníaca", e "The Great Nephilim Deception: Why Christians are Being Tricked into Believing in ETs and UFOs"), os anjos não têm a capacidade de procriar, seja entre si mesmos, ou com seres humanos ou animais. Além disso, as passagens da Escritura que descrevem os demônios como "deuses", não estão aludindo à alguma coisa produzida pelo homem, mas a seres sobrenaturais que querem ser vistos como divindades legítimas, e adorados como tal. Como esta é a ambição distorcida dos anjos caídos, podemos inferir que todos os "deuses", a quem a Bíblia se refere, são anjos caídos.

Os deuses das nações pagãs eram muitos e variados, mas todos eles eram membros do exército de anjos rebeldes de Lúcifer. O Velho Testamento dá alguns dos nomes pelos quais eles eram conhecidos pelos homens: Moloque, Adrameleque, Astarote, Baal, Belial, Bel, Belzebu, Quemós, Dagom, Milcon, Nebo, Nergal, Nisroque, Quium, Asima, Nibaz, Tartaque, Renfã e a Rainha dos Céus. O livro do Apocalipse refere-se ao demônio Apoliom (também conhecido como Abadom), que é, sem dúvida, uma figura de alto escalão na hierarquia demoníaca. Os nomes de demônios também estavam incorporados nos nomes próprios, como Sesaque, um nome para Babilônia, que incorpora o nome da deusa babilônia Shach (Jeremias 25:26 e 51:41). Hoje, existem autores de grande sagacidade que estão tentando fazer os cristãos usar esses nomes e dar ouvidos a esses deuses, como William Paul Young. O livro dele, A Cabana (The Shack), é um exemplo disso. Os pastores e pregadores deveriam estar advertindo seus rebanhos para se acautelarem desses falsificadores. Os principais visitantes em A Cabana são todos demônios.

O apóstolo Paulo advertiu os coríntios a evitar se envolverem em situações em que, aos olhos dos irmãos mais fracos, pareceria que eles estavam honrando aos demônios:

"Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios. Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios." [1 Coríntios 10:20-21].

Existe uma crença amplamente generalizada que uma influência sobrenatural imunda sempre é abertamente destrutiva em seu caráter. Mas, não é assim que o Maligno opera! Em um sentido, a primeira tarefa dele é induzir seu alvo a fazer a paz com o mundo. Ele quer que o alvo se sinta confortável em fazer aquilo que a Palavra de Deus diz que ele não deve fazer de forma alguma, isto é, participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios:

"Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus." [Tiago 4:4].

C. S. Lewis escreveu um livro muito enganoso — Cartas de um Diabo ao Seu Aprendiz. Ele tinha o propósito de revelar o tipo de lições que um demônio muito experiente daria a um membro aprendiz de sua confraria de enganadores. Esperava-se que os cristãos lessem e pensassem: Ah, agora sei como o Diabo engana a humanidade. Mas, o próprio Lewis era um enganador e seu livro não tinha base bíblica. O Cristianismo que ele descreve não é Cristianismo de forma alguma, e o demônio que ele retrata é mais similar a um antigo bedel de um internato de elite para meninos. Dado que as ÚNICAS proteções que temos contra as enganações do Diabo são Jesus Cristo e a Palavra de Deus — nenhum dos quais aparece em parte alguma desse livro — Lewis estava atraindo seus leitores para uma cilada. Ele edulcorou cada capítulo com observações sofisticadas e uma boa dosagem de humor extravagante e sátira. Isto somente fez aumentar a impressão que os poderes das trevas são em grande parte ilusórios e não devem ser encarados com seriedade.

Muitos cristãos evangélicos hoje absorveram a falsa compreensão do mal que Lewis imaginou.

O Único Bom É Deus

Os anjos caídos, que lutam por meios sobrenaturais para interferir com a humanidade, são prova do grande mal que causamos a nós mesmos quando nos rebelamos contra Deus.

O único bom é Deus. O próprio Jesus enfatizou isto quando disse:

"E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos." [Mateus 19:17].

Embora Jesus fosse a encarnação da Segunda Pessoa da Santa Trindade, Ele não separou Sua bondade da Unidade Triúna de Deus. Se Jesus, em Sua perfeição, não fez isso, então podemos ver o quão completamente insano é alguém imaginar que qualquer bem possa existir em algum lugar, exceto em Deus.

A mente rebelde gosta de pensar de forma diferente, imaginar situações ou cenários metafísicos em que o homem poderia ser justo, ou bom, ou santo, sem Deus. Mas, isto é absurdo. As pessoas gostam de citar o exemplo de um homem que viveu inculpavelmente pelos padrões humanos e, mesmo assim, pelo simples fato de ter se recusado a aceitar Jesus como seu Senhor e Salvador, está condenado ao inferno por toda a eternidade. Como isto pode ser justo? eles perguntam. Mas, eles deixam de aceitar ou reconhecer as implicações incriminadoras do pecado. O homem já está em um estado de decadência irreparável, comido por dentro pelo pecado. Ele não pode fazer absolutamente coisa alguma para restaurar a si mesmo e retornar à perfeição imaculada que Adão possuía antes de ter se rebelado.

Somente Cristo pode nos purificar da lepra do pecado. Somente ele pode nos libertar. Esta porta redentora foi aberta para todos por meio do sangue de Cristo, derramado no Calvário.

Mas, os satanistas estão decididos a ocultar esta verdade, a torcê-la e distorcê-la por todos os meios possíveis. Como servos do anjos caídos, eles estão implementando o plano de Satanás para iludir e enganar a humanidade.

O Homem Caído e os Anjos Caídos Têm o Mesmo Objetivo

Os anjos caídos e os homens caídos têm o mesmo objetivo, isto é, o de garantir seu próprio futuro e viver de forma independente de Deus. Para fazer isso, eles precisam impedir que Deus execute o julgamento sobre eles. Eles imaginam que possam fazer isso se conseguirem provar que Deus está errado em algum aspecto. Se puderem estorvar o cumprimento de alguma das profecias bíblicas, como elas são apresentadas em Sua Palavra, eles acreditam que Deus então perderá o direito de julgá-los.

Para qualquer um que tenha dificuldade em ver o quão malignos esses homens realmente são, considere apenas o que eles estão tentando fazer. Em particular, considere o quão intimamente eles precisam trabalhar com os anjos caídos para atingir seus objetivos. Igualmente, qualquer um que tenha dificuldade em ver o quão perigosos os anjos caídos realmente são, deve refletir sobre o envolvimento direto deles em guerras que devastaram a humanidade durante séculos, ou o papel deles em canalizar a riqueza deste mundo para as mãos de uma pequena elite.

A Nova Ordem Mundial proposta é um plano de Satanás, não um plano do homem, porém homens malignos estão implementando esse plano em nome dele e sob sua direção.

O Papa Negro Nega a Existência do Diabo

Jorge Bergoglio, o jesuíta melhor conhecido como Papa Francisco, reuniu-se com o novo superior-geral da Ordem dos Jesuítas, Arturo Sosa, em 2016. (O líder da Ordem dos Jesuítas é conhecido para alguns como "Papa Negro"). Em uma entrevista para uma revista italiana alguns dias atrás, Sosa negou a existência do Diabo, ou Satanás. Por extensão, ele também negou a existência dos anjos caídos e o papel da atividade demoníaca nos assuntos humanos.

De acordo com Sosa, o diabo "existe como o mal personificado em diferentes estruturas, mas não nas pessoas, pois ele não é uma pessoa, ele é um modo de implementar aquilo que é mau. Ele não é uma pessoa, como uma pessoa humana. É um modo do mal estar presente na vida humana. O bem e o mal estão em uma luta permanente na consciência humana, e temos modos de indicá-los. Reconhecemos Deus como bom, totalmente bom. Os símbolos são parte da realidade, e o diabo existe como uma realidade simbólica, não como uma realidade pessoal."

Em uma entrevista ao jornal espanhol El Mundo, em 2017, Sosa fez uma declaração similar: "Formamos figuras simbólicas, como o Diabo, para expressar o mal."

Isto, na verdade está em conflito com a teologia católico-romana, mas Sosa está ensinando teologia marxista. O coração negro do Marxismo funciona melhor quando ninguém suspeita de sua origem demoníaca ou do espírito tenebroso que o faz avançar.

Em 1978, Sosa publicou um extenso artigo em que vinculou o Marxismo com o Cristianismo:

"O relacionamento... entre a fé cristã e as ideologias nos permitem admitir a legitimdade de uma 'idealização' marxista da fé. Isto nos permite compreender a existência de cristãos que simultaneamente chamam a si mesmos de marxistas e se comprometem com a transformação da sociedade capitalista em uma sociedade socialista."

Os cérebros que estão por trás da Nova Ordem Mundial querem que os cristãos em toda a parte se esqueçam que Satanás existe e que os demônios estão trabalhando arduamente para se infiltrar e influenciar os assuntos humanos. Como marxistas de alto escalão, Bergoglio e Sosa estão promovendo essa mensagem herética. Eles estão enganando os católicos em toda a parte e preparando-os para aceitarem a vindoura Nova Ordem Mundial.

A Luz Falsificada das Falsas Religiões

Podemos obter uma rápida visão da condição afligida dos anjos caídos no episódio dos suínos gadarenos. A "legião" pediu que Jesus lhes permitisse entrar na vara de porcos que estava pastando nos morros nas imediações. Eles não queriam ser lançados no Abismo antes da hora. Os demônios conhecem o destino que aguarda todos os que rejeitam a glória de Deus, e farão qualquer coisa que possam fazer para retardá-lo. O corpo de um porco era melhor que as escuras profundezas do inferno.

Aqueles que rejeitam a Luz ficam somente com as trevas. Isto deve ser bastante óbvio! Infelizmente, o homem em sua condição caída e cheia de orgulho gosta de pensar que pode gerar sua própria luz, mas não pode! Rejeitar a Cristo é rejeitar a Luz.

A Maçonaria, o vil culto luciferiano que se infiltrou extensivamente na sociedade ocidental, gosta de afirmar que tem a "luz" e que pode oferecer mais "luz" àqueles que avançam nos graus mais elevados, mas esta é outra das mentiras vis de Satanás. Os babilônios mentem continuamente sobre a luz, por que eles não têm luz alguma:

"Quem há entre vós que tema ao SENHOR e ouça a voz do seu servo? Quando andar em trevas, e não tiver luz nenhuma, confie no nome do SENHOR, e firme-se sobre o seu Deus. Eis que todos vós, que acendeis fogo, e vos cingis com faíscas, andai entre as labaredas do vosso fogo, e entre as faíscas, que acendestes. Isto vos sobrevirá da minha mão, e em tormentos jazereis." [Isaías 50:10-11].

Como diz a Palavra de Deus, eles caminham na luz de seu próprio fogo, "a faísca que acendestes". Isto é Maçonaria, isto é gnosticismo, isto é Cabala — um caminho para a destruição e trevas perpétuas.

A Velocidade em Que as Mentiras Podem se Propagar

O Maligno tenta continuamente promover sua realidade alternativa, sua falsa luz e sua versão falsificada da verdade bíblica. O advento da mídia moderna amplificou o poder do Maligno em relação a isso por uma ordem de magnitude. Nos anos 1820s, a abrangência que ele tinha para gerar e disseminar uma mentira era bastante limitada. Quem frequentava as igrejas recebia instrução regular todos os domingos no caminho da justiça, os preceitos espirituais que precisam ser observados se queremos evitar as ciladas e laços do Maligno. Era difícil propagar uma mentira naquele tipo de ambiente. Hoje, porém, quase 200 anos mais tarde, é incrivelmente fácil fazer isso. O número de cristãos que recebem instrução piedosa todo domingo diminuiu muito, enquanto que a variedade de modos em que uma mentira pode ser disseminada aumentou exponencialmente.

Essas mentiras fornecem um terreno de caça para os demônios. Os cristãos que são verdadeiramente salvos são capazes de lidar com esse detrito espiritual. Eles sabem como entregar tudo para Deus e confiar em Sua Palavra e em Sua misericórdia. Eles sabem como entregar todo seu ser para o Espírito Santo e permitir que Ele os purifique espiritualmente.

Infelizmente, o mesmo não é verdadeiro dos cristãos professos que não são nascidos de novo, que ainda não entraram em um relacionamento pessoal com Jesus. As mentiras afundam dentro de suas almas como pedrinhas lançadas em um lago. O Maligno tem muitas dessas mentiras para todos. Eles podem não acreditar nas mentiras, mas são incapazes de expeli-las, esmagá-las com a rocha da Palavra de Deus e varrê-las para o esquecimento.

Fortalezas Demoníacas

Quando o apóstolo Paulo falou das "fortalezas", estava se referindo a essas mentiras, os lugares secretos onde os demônios se escondem, onde espíritos imundos se reúnem e aguardam por uma oportunidade de energizar uma falsa doutrina:

"Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas." [2 Coríntios 10:4].

Uma forma corrupta de Cristianismo conhecida como Nova Reforma Apostólica ensina que essas fortalezas são, na verdade, os próprios demônios, e que é tarefa dos fiéis cristãos arrancarem eles dali amarrando os supostos demônios e lançando-os no abismo. Este é um erro muito sério e que está carregado com perigo para todos que tentam fazer isso. Paulo NÃO ESTÁ dizendo isso, nem está sugerindo que qualquer fiel cristão deva tentar qualquer coisa do tipo.

As fortalezas que derrubamos são as mentiras que se acumulam nas mentes dos fiéis cristãos e os levam ao erro. Elas são proposições enganosas e falsidades que, sem ficarem sem serem enfrentadas, solaparão nossa compreensão da Palavra de Deus e permitirão que o Maligno finque o pé, para fazer avanços futuros.

Todos já vimos situações em que uma igreja fica subitamente entusiasmada por uma nova doutrina. Todos começam a falar sobre aquilo. Os benefícios são discutidos e as experiências são compartilhadas. Isto somente pode acontecer onde certas mentiras já foram aceitas. Em seguida, quando uma mentira especialmente engenhosa aparece, ela agarra a todos. A energia que está por trás disso, a resposta emocional, é alimentada por demônios que, atraídos por mentiras anteriores, estão aguardando em silêncio por uma oportunidade para atacar.

Derribamos as fortalezas expondo as mentiras, trazendo-as para a luz incandescente da Palavra de Deus e vendo-as por aquilo que elas são.

Livros "Cristãos" Falsificados

O Maligno está continuamente publicando livros supostamente "cristãos", que promovem uma nova mentira, ou uma sagaz reinvenção de uma mentira antiga. Alguns desses livros são escritos de forma magistral, ou preenchidos com ganchos psicológicos. Enganados por essas obras, muitos cristãos professos dão as boas-vindas para a chance de tentar alguma coisa nova. Dificilmente passa pela cabeça de algum deles que o Maligno possa estar usando o livro para semear confusão e levar os fiéis cristãos para longe da Palavra de Deus. Os próprios demônios rastrearão fisicamente esses livros, vendo-os (corretamente) como um meio promissor de encontrar novas vítimas.

Considere os muitos cristãos que leram o livro A Cabana e deixaram de perceber que aquilo é uma perversão corrupta e nojenta da verdade bíblica. Muitos outros já leram e compartilharam o livro inspirado por demônios O Chamado de Jesus, sem achar, nem por um momento, que ele possa ser um engodo mortal.

Todas essas pessoas confiaram em seus sentimentos e emoções quando avaliaram esses livros, não na Palavra de Deus. Elas deram ouvidos aos seus corações caídos e à mensagem que os demônios estão lhes dando naquele momento. Essas criaturas malignas pegam as mentiras em que já acreditamos e as usam como alavancas para abrir nossas emoções e ofuscar nosso discernimento.

Aqueles que afirmam que os demônios não estão em operação na igreja estão grandemente enganados!

Os Demônios de Alto Nível Atribuíram Tarefas

Este efeito de obscurecimento é muito mais forte do que muitos supõem. Uma fiel cristã em nossa cidade, a quem chamarei de Alice, teve recentemente uma conversa com uma conhecida sua sobre a nova política de uniforme "transgênero" da escola municipal. Como Alice sabia que sua amiga apoiaria a nova política, ela estava pronta para apresentar razões bíblicas sólidas para mostrar por que a política estava errada. Entretanto, assim que Alice abriu sua boca, ela descobriu que seus pensamentos bem organizados tinham desaparecido debaixo de uma nuvem de confusão. Apesar de seus melhores esforços para voltar para o eixo, ela não conseguia encontrar as palavras certas, ou até mesmo pensar de forma clara. Somente mais tarde, quando a amiga dela foi embora, é que a clareza normal da mente retornou.

Alice tinha sido alvo de um demônio decidido a criar confusão — e ela sabia disso. Tendo uma boa base na Escritura, ela compreendia a fonte de sua confusão.

A Irlanda está atualmente sendo atacada por uma força sobrenatural tenebrosa, que está fazendo tudo o que pode para silenciar qualquer um que tentar advertir sobre esse demônio em particular, o demônio da homossexualidade.

Embora Alice tenha invocado o Senhor enquanto estava em seu estado de confusão mental, ela não conseguiu encontrar seus pensamentos novamente até que a mulher tivesse ido embora. É por isto que é tão importante para os fiéis cristãos hoje orarem contra essa impiedade. O demônio da homossexualidade é muito mais poderoso do que muitos dos demônios que servem no exército de Satanás. Nosso Senhor chamou a atenção para os poderes maiores que certos demônios possuem quando, em Mateus 17:21, Ele disse: "Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum." Os discípulos não conseguiram expulsar aquele tipo de demônio unicamente pela oração. O jejum também era necessário.

Logicamente, há uma diferença entre possessão demoníaca, que foi o assunto de Mateus 17:21, e opressão demoníaca. Os cristãos não precisam se preocupar muito com a possessão, mas realmente precisam pensar nos muitos modos como o Maligno pode nos confundir e oprimir, se negligenciarmos nossa vida de oração. Mesmo quando vivemos como Cristo quer que vivamos, de tempos em tempos podemos ainda encontrar uma fonte de resistência sobrenatural poderosa, que nos deixa sobrepujados em nosso espírito e nos torna letárgicos ou temerosos. Até mesmo um fiel servo de Deus pode ser impedido por Satanás:

"Nós, porém, irmãos, sendo privados de vós por um momento de tempo, de vista, mas não do coração, tanto mais procuramos com grande desejo ver o vosso rosto; por isso bem quisemos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas Satanás no-lo impediu." [1 Tessalonicenses 2:17-18].

O Demônio da Homossexualide na Irlanda Hoje

O demônio da homossexualidade está muito ativo na Irlanda hoje, tendo destruído a instituição do casamento, em maio de 2015, e a segurança do útero, em maio de 2018. Esse demônio odeia as mulheres e a procriação natural. O órgão que ele mais detesta é o útero. A mutilação sexual das meninas, que é comum no Islã, também é muito agradável a ele. A mutilação sexual feminina é a blasfema falsificação de Satanás da circuncisão masculina.

Os demônios da homossexualidade operam sob o controle de um demônio-maioral, a quem os satanistas chamam de Bafomé. Ele é especializado na perversão e destruição da sexualidade normal. Os satanistas nos EUA estão tentando fazer com que a imagem dele seja instalada em um lugar de honra, começando com o terreno do capitólio do estado do Arkansas, onde ela foi revelada por um dia, em 16 de agosto de 2018.

Não há virtualmente discussão alguma na mídia irlandesa a respeito do imenso mal que a agenda homossexual está infligindo sobre o país. A Irlanda está chegando muito perto do cenário em que qualquer expressão de preocupação será classificada como discurso de ódio, e punida apropriadamente.

Sempre que a perversão sexual é aceita como normal, o comportamento normal é feito para parecer perverso. Isto é tudo por planejamento, é claro, um produto da opressão sobrenatural. A campanha na América e na Europa está sendo orquestrada e financiada por uma pequena cabala de indivíduos extremamente ricos, cujas mentes e corações são energizados e controlados por Bafomé.

Esse demônio agora tem grande influência sobre o governo e o Parlamento da Irlanda. Muitos dos deputados e senadores são homossexuais, bissexuais ou transgêneros (embora estes últimos nunca sejam revelados). Entre os cerca de 226 membros de ambas as casas, é duvidoso se 10% são normais. A maioria deles vem de famílias que desprezam o Cristianismo há várias gerações. O deus deles é Baal.

Satanismo, LGBT e Políticos Irlandeses

Em 29 de agosto deste ano, o chefe do Templo Satânico nos EUA, Lucien Greaves, disse à Attitude, a principal revista da Grã-Bretanha para homossexuais, que mais da metade dos membros de sua organização eram praticantes LGBT. Isto é totalmente consistente com aquilo que sabemos sobre o Satanismo, mas é muito incomum que qualquer um de seus representantes de alto escalão declare o fato tão candidamente em um foro público.

Como a blasfema perversão de tudo que é normal e natural, o Satanismo é fortemente a favor da homossexualidade e do comportamento sexual depravado. Eles dão as boas-vindas para leis que derrubem a ordem natural e normalizem qualquer coisa que a decência comum rejeitaria. Os satanistas na Irlanda obtiveram uma grande vitória em 2015, quando efetivamente aboliram, por meio de um referendo nacional, o caráter singular e inviolável do casamento entre um homem e uma mulher. Eles obtiveram outra grande vitória na mesma irresponsável nação em 2018, quando, novamente, por meio de um referendo nacional, legalizaram a matança de bebês nascituros.

Quantos satanistas existem na legislatura irlandesa? É muito difícil dizer, pois a maioria deles esconde sua afinidade com o Maligno. Contudo, temos visto ampla evidência nos últimos anos que muitos dos nossos principais políticos são fortes apoiadores da homossexualidade e da feitiçaria. É difícil identificar um único membro da Câmara Baixa ou do Senado — que juntos têm cerca de 226 membros — que seja sinceramente comprometido com os valores bíblicos. Houve um tempo no passado em que alguns deles demonstravam uma forma tênue de Cristianismo, porém agora parece que eles não se incomodam mais com isso.

A legislatura irlandesa é constituída por duas categorias principais de membros: aqueles que estão afiliados com o Satanismo e aqueles que estão dispostos a servi-los. Vários membros de ambas as Casas, que se apresentam como mulheres naturais, são, na verdade, transgêneros. Essas criaturas de aspecto estranho são parte da cabala ímpia que tomou o controle do país e o estão transformando em um reduto para a Nova Ordem Mundial.

As Crianças São o Principal Alvo da Elite Luciferiana

Por esta razão, a vasta maioria dos políticos irlandeses deu seu pleno suporte para leis que permitem a destruição de crianças no útero, a admissão de migrantes que praticam a mutilação genital feminina, e a sexualização das crianças em idade escolar. A aversão profundamente enraizada deles ao casamento natural e à família tradicional é patentemente manifesta nas leis recentes sobre a liberalização da homossexualidade e ao reconhecimento oficial do "casamento entre pessoas do mesmo sexo — que foi planejado para destruir o casamento bíblico.

Eles também aprovaram leis que endossam a "fluidez" de gênero e o transgenerismo, por meio das quais qualquer um que seja maior de 18 anos pode modificar seu gênero oficial, com efeito retroativo até a data do nascimento. Um projeto de lei atual, que conta com o apoio dos principais partidos, propõe a criminalização de qualquer um que tentar aconselhar um indivíduo homossexual. O governo irlandês também preparou um projeto de lei para permitir a apropriação do útero de uma mulher por um "casal" de homossexuais que quer ter um bebê.

A atitude para as crianças geralmente também é evidente nas leis e práticas judiciais, que tratam a pedofilia como um crime de menor importância. É amplamente reconhecido que o serviço de proteção à criança do Estado, conhecido como Tulsa, é inadequado para o propósito, enquanto que a Vara da Criança e do Adolescente opera sob um véu rígido de segredo de justiça, que poucos dos abusos pavorosos que chegam diante dela são adequadamente documentados na mídia, ou levados à atenção do público.

Todos os componentes acima vão direto para o cérebro da criança. Eles não são filtrados ou atenuados de forma alguma pelo fígado, rins ou intestinos. Os mesmos aditivos em um produto alimentício (nas mesmas quantidades) poderiam ser inofensivos, porém reações bioquímicas potencialmente deletérias são possíveis quando eles são injetados diretamente na corrente sanguínea, transpõem a barreira sangue-cérebro e impactam os tecidos mais sensíveis que existem no corpo de uma criança.

A atitude em relação às mulheres dentro da lei irlandesa também é uma matéria de preocupação. O governo apoia a grotesca tentativa da indústria farmacêutica de injetar as perigosas vacinas anti-HPV nas meninas adolescentes, vacinas com uma base científica espúria e sem valor terapêutico comprovado. O governo já foi pego várias vezes aprovando os procedimentos do teste cervical, que são sujeitos a muitos erros e que resultaram em mortes de centenas de mulheres jovens.

Há também uma acentuada relutância por parte dos tribunais em prolatar os vereditos de culpado em casos de estupro, ou uma relutância em seguir uma política de cominação que dê o devido peso ao trauma sofrido pela vítima. A Irlanda também tem uma série notória de casos de homicídio não solucionados, todos envolvendo mulheres, em que o profissionalismo e diligência da Polícia foram repetidamente colocados em questão.

O governo está agora fazendo uma escalada em sua campanha contra as crianças, pressionando para que uma variedade de vacinas tornem-se compulsórias, apesar do crescente conjunto de evidências que essas misteriosas fabricações contêm materiais que são prejudiciais a muitas crianças.

"A Deusa Satânica"

Quando um par de homossexuais recebeu a aprovação para apresentar uma 'Hora de Ouvir Histórias com a Drag Queen", em uma biblioteca pública no sul de Dublin, em junho de 2019, voltada para crianças pequenas, isto certamente teve a conivência da casta política. Eventos sórdidos desse tipo estão sendo endossados por políticos, que secretamente dão as boas-vindas ao estrago que esses eventos infligirão sobre a fibra moral da nossa nação. Os satanistas ficam grandemente satisfeitos em corromper a inocência das criancinhas e em preparar a próxima geração de vítimas para o sempre crescente bando de pedófilos.

O Satanismo que está por trás da "Hora de Ouvir Histórias com a Drag Queen" foi revelado, talvez inadvertidamente, em um artigo na página Pride.com, datado de 18/10/2017, que fez o seguinte comentário sobre a foto mostrada aqui:

"Alguns dias atrás, a drag queen Xochi Mochi... leu para as crianças em Long Beach... Ela estava vestida como o que somente pode ser descrito como uma bonita deusa satânica."

https://www.pride.com/dragqueens/2017/10/18/drag-queen-dressed-satanic-goddess-read-kids

Quem Concebeu o Plano Destrutivo do Governo?

A classe política na Irlanda é tão venal e enganosa, que seus correspondentes nos outros países não são capazes de apresentar a mesma repugnante mistura de Marxismo e perversão sexual que nosso governo está agora impondo. As decisões reais são tomadas em Londres e em outros lugares, e comunicadas para a elite governante na Irlanda.

Os cérebros planejadores dos Illuminati em Londres, por sua vez, são guiados pelo programa de transformação que foi canalizado para eles via médiuns e bruxas, como Alice Bailey. Entre 1919 e 1949, Bailey publicou vinte e quatro livros esotéricos que delineavam os planos aprovados para a humanidade pela "hierarquia angélica" e "mestres ascencionados". Compreensivelmente, esses livros tiveram uma circulação muito limitada nos primeiros anos, antes de os "mestres ascencionados" — os principados no exército de Satanás — decidirem disponibilizá-los para o público geral, em 1975.

A realidade daquilo que está acontecendo hoje, em que a própria humanidade é ameaçada por uma "Nova Ordem Mundial", em que toda a verdade bíblica será obliterada, seria muito mais fácil de compreender se mais pessoas compreendessem a natureza da "canalização". A canalização é o processo por meio do qual um demônio transmite uma mensagem, ou uma série intrincada de mensagens, por meio de um vaso humano receptor.

O diagrama abaixo mostra como a hierarquia dos anjos caídos transmite seus planos para a humanidade por meio de canais humanos, como bruxos e médiuns. A Elite governante então estuda esses planos e os coloca em prática, por meio de governos marxistas e regimes marionetes igualmente colaboradores. Após o início da assim chamada Era de Aquário, em 1975, o reino demoníaco está agora fazendo contato amplo com pessoas de todas as camadas sociais por meio da crescente popularidade de técnicas promovidas pelo movimento de Nova Era. As drogas e as perversões sexuais também atraem um indivíduo para a influência demoníaca. A cultura da música Rock está perfeitamente projetada para atrair milhões para um estado em que os demônios podem mais facilmente transpor as barreiras naturais que protegem nossas mentes da interferência sobrenatural. A guitarra elétrica é, essencialmente, um dispositivo ocultista.

Surpreendentemente, o The Irish Times, um jornal de propaganda para a Nova Ordem Mundial, publicou recentemente um artigo que revelou como isso funciona. Em uma matéria que descreve a vida e obra do médium de Nova Era, Paddy McMahon, o jornal contou uma ocasião em que McMahon foi instruído por seu espírito-guia, Oberon (um demônio), a contactar certa mulher, que também vivia na Irlanda, e solicitar que ela apresentasse abertamente as mensagens que tinha recebido de Oberon.

Vamos fazer um recuo aqui por um momento. Oberon começou a falar inicialmente com o Sr. McMahon vários anos antes. Um pacato funcionário público, McMahon ficou abalado por essas comunicações espontâneas. Eventualmente, após muitos meses, ele veio a aceitá-las como normais e, mais tarde, começou a compartilhá-las com outras pessoas na forma de seus livros Grand Design. Essas obras não eram diferentes de muitos outros livros de Nova Era canalizados por demônios para pessoas confusas, porém receptivas. A filosofia deles é geralmente muito similar em suas formas gerais, que as ditadas para Bailey por seus demônios.

Certa noite, a mulher, que ainda não tinha começado a exercer a prática de curandeira psíquica, recebeu uma ligação telefônica "assim do nada", de McMahon. Ele disse que queria se encontrar com ela, porém ela recusou. Ele telefonou novamente no dia seguinte e a persuadiu a ouvir o que ele tinha a dizer. No encontro subsequente deles, ele começou dizendo: "Acredito que você conhece Oberon."

Ela nunca tinha contado a ninguém a respeito de seu "principal" espírito-guia, a quem conhecia como Oberon. Naturalmente, ela ficou muito surpresa. Ela perguntou a McMahon como ele a tinha encontrado, pois o número dela não aparecia na lista telefônica. Ele disse que Oberon tinha informado o número e pedido que ele a contactasse. Ela foi instruída, via a mensagem transmitida por McMahon, a superar seu medo de compartilhar seus "dons" e começar a alcançar outras pessoas com a mensagem.

É assim que os anjos caídos fazem contato com as pessoas e transmitem informações muito importantes. Eles usam pessoas como McMahon para este propósito. Esses espíritos predadores sabem que, se apresentarem sua mensagem de uma forma gentil e inofensiva, com muitas expressões de boa vontade e a promessa de conhecimento secreto que beneficiará toda a humanidade, eles geralmente estabelecem um vínculo de confiança com seus alvos humanos . Depois que esse passo delicado é concluído, o restante é bastante simples e direto.

Rejeite as Mentiras dos Jesuítas — O Mal É Real

A noção que o "mal" neste mundo é puramente aleatório é falsa. Os ultra-ricos servem a esses anjos caídos, entrando primeiro em uma aliança com eles. Isso lhes dá extraordinários benefícios materiais durante o tempo deles aqui na Terra, porém em retorno eles precisam pagar o preço máximo. Muitos membros de alto escalão dos Illuminati estão convencidos que a sobrevivência deles e seu bem-estar na eternidade estão garantidos e que eles não serão julgados por Deus. Em sua filosofia distorcida, eles acreditam que Deus e Satanás têm poderes equivalentes e que aqueles que servem a Satanás viverão como deuses na eternidade. Estas são as mentiras horrendas que corrompem as mentes dos homens inteligentes. Eles estão preparados para vender suas almas em troca de recompensas terreais. Jesus estava se referindo a esse pacto faustiano quando disse: "Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" [Marcos 8:36].

Esta verdade horrível não era nova para o homem. Jó a tinha expressado quase dois mil anos antes: "Porque qual será a esperança do hipócrita, havendo sido avaro, quando Deus lhe arrancar a sua alma?" [Jó 27:8].

Conclusão

Os anjos caídos estão trabalhando de perto com a Elite governante na Terra para escravizar a humanidade. Já mostramos um dos dois métodos principais que eles estão usando para fazer isso. O outro — que não discutimos ainda — é a possessão direta de líderes políticos, religiosos e militares, entre outros, por demônios de alto escalão.

A Elite governante está envolvida nessa tarefa há séculos. O programa para a vindoura Nova Ordem Mundial está sendo ditado pelos anjos caídos para súditos receptivos, selecionados para esse propósito por Satanás. Isto significa que o plano que a Elite está seguindo é extremamente bem disfarçado e pode ser confundido como uma longa série de eventos infelizes e aleatórios. A inteligência que está por trás disso é formidável e os recursos dedicados para sua realização são imensos.

Uma grande parte dessa operação complexa dos Illuminati está baseada em mentiras e engodos. Em sua condição caída, o homem tem uma visão muito estreita. Se algo acontecer diante de seus olhos, com início, meio e fim, ele consegue ver. Mas, se o mesmo evento ocorrer de forma muito lenta, em minúsculos passos graduais, ele não verá. Talvez alguns observadores com maior discernimento identifiquem uma progressão lógica, mas ninguém dará ouvidos a eles. A Nova Ordem Mundial não poderia ser imposta em uma única geração, mas a Elite acreditou que ela poderia ser imposta ao longo de 8-10 gerações. É assim que a conspiração tem operado.

Ao longo dos últimos cinquenta anos, aproximadamente, o plano incluiu uma variedade de medidas para familiarizar a sociedade ocidental com ideias ocultistas. A paganização gradual da mente ocidental está sendo alcançada por meio do movimento de Nova Era, yôga, filmes de terror, programas de televisão baseados no sobrenatural, a promoção das cartas de Tarô e da Astrologia, a normalização da clarividência e da mediunidade, o status de celebridade conferido a porta-vozes da Nova Era, como Deepak Chopra, Marianne Williamson, Eckhart Tolle e Neale Donald Walsch, para citar apenas alguns. Quando uma bruxa cantora famosa, como Madonna, promove abertamente a Cabala, e outros astros da música Rock elogiam um degenerado vil, como Aleister Crowley — autor de várias obras canalizadas sobre Magia Negra —, podemos ter certeza que, sem que o mundo em geral saiba — muitos estão se abrindo para os poderes das trevas.

A máquina de propaganda oculta deu um gigantesco salto à frente com os livros e filmes da série Harry Potter, que colocaram nas mentes das crianças inocentes uma horrível variedade de ideias mágicas. O pior de tudo, eles transmitiram um modo dramático e enganoso a noção que o mal somente pode ser derrotado por meio do exercício de poderes mágicos superiores. Esta glamorização da feitiçaria foi surpreendente em sua audácia, superando até os aspectos ocultistas de "Guerra nas Estrelas", outra franquia de filmes subversivos planejada para atrair as crianças e os adultos jovens para o ocultismo. A "Força", que é tão altamente reverenciada nesses filmes é a "luz" de Lúcifer, uma energia que supostamente permeia o universo. É por meio dessas noções extraordinárias e afirmações absurdas que Satanás está instilando nas mentes de uma geração inteira uma compreensão perversa da Criação.

Uma pessoa jovem, que recebeu ao longo de seus anos de formação uma mentalidade mágica, está totalmente aberta para a enganação. Como os amigos estão "amadurecendo" no mesmo ambiente, eles aceitam coletivamente esse fluxo perpétuo de subjetividade como normal. Eles estão sendo treinados para tratar o mundo ao redor como apenas uma dimensão de realidade e compará-la desfavoravelmente com um conjunto inteiro de possibilidades futuristas e dimensões alternativas, o tipo que eles viram em centenas de filmes do cinema e programas na televisão. Assim, em algum tempo no futuro, quando eles forem comandados pelas entidades sobrenaturais — que percorrem a Terra de um lado para outro (Jó 1:7 e 2:2) — é muito mais provável que eles obedeçam do que que seus pais e avós obedeceriam. A possibilidade de ganhar poderes psíquicos ou ter uma experiência mística, para não mencionar ter seu próprio "espírito-guia", parecerá como uma grande aventura. Sem ter qualquer ideia do perigo, grandes números de pessoas sucumbirão diante desse engodo fatal.

Já estamos vendo a sugestão deles ser testada por meio de um aplicativo conhecido como Pokémon Go. Usando seus telefones celulares inteligentes, os jovens podem "capturar" e coletar mais de uma centenas de imagens de Pokémon, que são acessíveis somente em certas localidades geográficas. Saindo para uma caminhada pela cidade, eles podem observar e ver se qualquer uma dessas imagens aparece nas telas de seus telefones celulares via a câmera embutida. Quando aparece, eles podem capturá-la e acrescentá-la em suas coleções.

Pense nisto: Eles estão efetivamente tirando uma foto de algo que não está ali.

Estas crianças e adultos jovens estão sendo treinados a procurar imagens virtuais em um ambiente físico. Todo o processo é controlado remotamente, no estilo do filme Matrix, por uma inteligência "superior". Esta atividade é muito similar à dos caçadores de fantasmas e avistadores de OVNIs, que, em contraste com esses jovens, estão deliberamente envolvidos com o sobrenatural. Um jogo como este motivará muitos jovens a procurarem um modo de investigar uma dimensão mais elevada, possivelmente por meio de muitas técnicas e exercícios ensinados pela Nova Era.

O condicionamento visual dos jovens está sendo complementado por uma contraparte audível, como Alexa, a "assistente visual" desenvolvida pela Amazon para sua linha de produtos Echo. Os usuários literalmente fazem uma pergunta à unidade falante e "Alexa" responde em uma voz feminina suave. Uma comunicação pergunta-e-resposta entre o usuário e a unidade pode parecer como uma conversa normal entre duas pessoas.

Muitos usuários não se sentem à vontade com Alexa, pois ela se parece com uma voz desencarnada no canto da sala. Além disso, como ela é ativada por uma solicitação proferida pelo usuário, ela parece estar "ouvindo" continuamente no segundo plano. Sabe-se que ela fala espontaneamente e acorda os usuários no meio da noite.

A partir de uma descrição de um fornecedor de Alexa on-line:

"Todos já ouviram falar sobre Alexa — ela é amigável, engraçada e incrivelmente útil, fornecendo as notícias mais recentes, tocando a música que você gosta, mantendo-o atualizado a respeito do clima e do trânsito, ajudando com receitas e permitindo que você controle as luzes e a temperatura. Tudo o que você precisa fazer é pedir e perguntar!"

A chegada de Alexa em 2014 é evidência que a ciência da inteligência artificial está muito mais avançada do que normalmente as pessoas supõem. A Elite parece estar usando a IA encobertamente para fazer engenharia social e vigilância em massa. Sob o disfarce de "Alexa", a Elite está treinando os jovens a falarem em voz alta em um quarto vazio e esperar uma resposta inteligente de uma voz sem um corpo. O quão bem isto se adequa àqueles seres desencarnados que há tanto tempo procuram um meio de entrar na mente humana!

Vamos encerrar com uma palavra de advertência a todos os cristãos professos que, por razões melhor conhecidas por eles mesmos, permaneceram calados diante desta malignidade e, ao fazerem isso, ajudaram grandemente os incrédulos:

"E Jeú, filho de Hanani, o vidente, saiu ao encontro do rei Jeosafá e lhe disse: Devias tu ajudar ao ímpio, e amar aqueles que odeiam ao SENHOR isso virá sobre ti grande ira da parte do SENHOR." [2 Crônicas 19:2].



Outros Ensaios Relacionados com Este Mesmo Tópico

Ordem cronológica reversa — os ensaios mais recentes estão listados primeiro.

Solicitação Especial

Incentivamos os leitores frequentes a baixarem os ensaios disponíveis neste website para cópia de segurança e consulta futura. Eles poderão não estar disponíveis para sempre. Estamos entrando rapidamente em um tempo em que materiais deste tipo somente poderão ser obtidos via correio eletrônico. Os leitores que desejarem ser incluídos em uma lista para correspondência futura são bem-vindos a me contactar em jeremypauljames@gmail.com. Não é necessário fornecer o nome, apenas um endereço eletrônico.



Autor: Jeremy James, artigo em http://www.zephaniah.eu
Data da publicação: 30/9/2019
Transferido para a área pública em 7/12/2020
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/anjoscaidos.asp